" /> Warlley admite: “Achei que era algo que estava longe de ser”
 

Warlley Alves admite: “Achei que
era algo que estava longe de ser”

  • Fonte: PVT

    O meio-médio do UFC Warlley Alves vive o momento mais crítico de sua carreira até aqui.

    Campeão do TUF Brasil 3, ele venceu suas primeiras quatro lutas na maior organização de MMA do mundo, caminhava a passos largos para o pelotão de frente da categoria, mas acabou voltando algumas casas após ser derrotado em seus últimos dois combates, para Bryan Barbarena, em maio do ano passado, e Kamaru Usman, em novembro.

    Sem lutar desde essa última derrota, o atleta das X-Gym revelou ao PVT que pretende voltar ao octógono nos próximos meses, logo após seu casamento, marcado para o dia 30 de setembro. Além disso, ele admitiu que se acomodou com a série de vitórias, o que culminou nos tropeços recentes.

    “Eu achei que eu era algo que eu estava longe de ser. Agora estou com o pé no chão de novo, tirei um pouco o pé do chão, achei que poderia treinar menos e não fiz tudo o que deveria ter sido feito. Agora a cabeça está mudada, estou voltando aquele ritmo frenético de treinamento e se Deus quiser vou chegar lá e dar um show na próxima luta que eu fizer”, explicou o lutador.

    Agora, Warlley Alves garante que resgatou a mentalidade que teve durante o reality show, quando só pensava em treinar para conquistar seus objetivos degrau por degrau.

    “Eu vou falar o que talvez nenhum lutador assuma. Com o tempo, com as vitórias a gente acaba se acomodando. Acho que eu não treinei mais como eu treinava antes, apesar de ter treinado duro, tive minhas lesões, que não são justificativas às derrotas, mas acho que eu acabei acomodando com meu ritmo de vida, tranquilizou um pouco, eu deixei isso entrar na minha cabeça, me preocupando mais com as coisas fora do octógono do que com as coisas dentro. O que estou fazendo agora é isso, voltar aquele Warlley do TUF, aquele Warlley obcecado por vitórias, por resultado”, garante.


  • Gabriel Kalinowski
    Forista
    35 respostas

    Desde o TUF, achei esse rapaz meio arrogante, mas sempre vi potencial nele.
    Essa declaração dele me soou bem humilde, tomara que essas duas derrotas tenham vindo para o bem. Esse moleque lutando com estratégia e com o gás em dia, tem tudo para estar lá nas cabeças.


    • lea
      Forista
      10 respostas

      O pproblema é que falar é fácil…esse aí , igual a ummont, só dá pra acreditar vendo, é igual politico!


  • Tairon de Oliveira
    Forista
    1246 respostas

    Esse aí já Erick Silveou. 


  • Walter Filho
    Forista
    204 respostas

    É nesse ponto que alguns br’s acabam ganhando a antipatia de parte do público. Sem querer parecer “lambe saco de gringo”, mas a impressão que tenho é que eles, de maneira geral, sabem lidar com o sucesso de forma mais natural. 

    Vários lutadores brasileiros quando alcançam um certo nível, passam a ter posturas diferentes em relação a quando eles buscavam espaço, desde pequenas mudanças, até o ponto de se tornarem quase intragáveis, como a Gadelha (minha opinião).


    Evidente que vários gringos são deslumbrados e se tornaram chatos também, mas acho que a proporção “sucesso -> mudança” é maior entre os nossos.



    • KRS Porlaneff
      Forista
      1807 respostas

      Finalmente alguém que tem a mesma opinião que eu, nesse sentido.


    • Evandro Reis
      Forista
      183 respostas

      Acredito que seja a parte sócio-econômica que influi no comportamento dos brasileiros. Se você for observar de onde saíram, as condições de treino e de vida que estes lutadores tinham, vai ver que a maioria são historias tristes de pessoas treinando com fome, morando em academias, sem dinheiro para transporte e outras coisas básicas. Acho que todas estas situações contribuem para que eles não saibam lidar com o sucesso de forma natural, já que o sucesso nestes casos não é algo natural.


  • Mauricio Evangelista
    Forista
    1225 respostas

    Ele se deslumbrou um pouco e contra o Barberena ele menosprezou o cara, os 3 adversários que ele venceu antes de perder eram muito bons até dá pra destacar a vitoria contra o babacão do Colby


  • Idonaldo Filho
    Forista
    3548 respostas

    Começou bem assumindo, agora quero ver se no octógono muda alguma coisa… não aguenta um round e meio sem cansar


  • Jonas Greco
    Forista
    615 respostas

    Eu sempre lembro bastante da entrevista que ele deu pra este belíssimo site. Na dita entrevista, o campeão do TUF se declarou como o melhor meio médio do mundo, óbvio que ele quis dizer que acreditava no talento dele ou algo do tipo, mas deixou claro, naquela época a enorme falta de auto crítica dele. Contudo, o Warlley é jovem e talentoso, ter noção de suas limitações é um grande feito.


  • Hyuriel Constantino
    Forista
    5083 respostas

    Autocrítica e reflexão são excelentes remédios.


  • Vinicius Menor
    Forista
    52 respostas

    Erick silveou é foda … kkkkkk pior que um dos sintomas são o mesmo que é a falta de gás. Kkkkkk

    Mais no caso do warlley acho que da pra recuperar, a falta de gás ta mais pra empolgação, vontade de impor a força ao invés da técnica e o querer da show, ja o erick silva no começo foi assim tbm depois das derrotas ele tentou fazer um jogo mais cadenciado e mesmo assim o gas se foi kkkkkk  


  • Emanuel Filho
    Forista
    36 respostas

    Prefiro esse discurso do que aquele da entrevista no 6 Round em que ele disse que se achava “o melhor meio-médio do mundo. Só existe UM meio-médio melhor do mundo capaz de desbancar GSP. Seu nome é William Macario.



  • Tiago Jack
    Forista
    2522 respostas

    Mesmo sem ter se tornado um grande nome ou unanimidade já tava se achando? Imagina se chega a ser Campeão, com compromissos, mídia, etc e tal?


    Tem talento, mas me surpreenderia se chegasse a ser Top10.


  • Ury
    Forista
    866 respostas

    Além dessa acomodação eu acredito que o maior problema do Warlley seja a parte física, visto que depois do primeiro round ele já fica cansado e ofegante, e quando tenta a Guilhotina pior ainda, tomara que corrija esses problemas e engrene na organização, pois ele tem muito potencial para figurar no Top 15 da organização


  • Shevas
    Forista
    66 respostas

    Tem talento, basta seguir o conselho do robô.


  • Evandro Reis
    Forista
    183 respostas

    Alguém aí já leu ou ouviu algo sobre esta falta de condicionamento de alguns atletas? Se é algo genético, treino inadequado ou falta de treino?

    Vejo muitos lutadores, sem noção, fazendo uma força incrível para derrubar os oponentes às vezes conseguem as vezes não, o fato é que a maioria depois deste esforço já não conseguem dar golpes com contundência, e isto explica muitas das vezes em que se morre no gás. Mas como explicar alguns lutadores que só trocam alguns poucos golpes e já no final do primeiro round apresentam sinais de extremo cansaço sendo que treinam 3 ou 4 meses para lutar 15 min e isto se repete e repete e repete em varias lutas, ou seja, parece que não tem solução a citar como exemplos: Eric Silva, Amanda o próprio Warley entre outros brasileiros e estrangeiros.


    • Alessandro Buosi
      Forista
      3 respostas

      Caro Evandro certa vez vi uma reportagem sobre este assunto, infelizmente não me lembro onde, mas o que acontece com alguns lutadores é a falta de concentração na própria respiração, o cara fica tão tenso que acaba esquecendo de respirar, levando a um desgaste por falta de oxigenação nos músculos, na reportagem o fisiologista elogio muito o AS pois o mesmo não perde a concentração na respiração mesmo quando estava em apuros, então por incrível que pareça às vezes a questão é mais mental do que física


    • Evandro Reis
      Forista
      183 respostas

      Valeu man!! Sua resposta faz muito sentido e trás mais uma explicação.

      Ahhh!!! Teve o seu batismo no sexto round, assim como eu, respondendo a pessoa errada, faz parte!!

      Seja bem vindo!!!


  • Beto Magnun
    Forista
    2063 respostas

    Bom nesses meses parado é bom que ele esteja melhorando cardio e planos de luta, afinal ir pra matar logo de cara não tem dado muito certo (sem contar a insistência em guilhotinas mal encaixadas).

    De qualquer maneira pé no chão é bom,  mas não da pra esperar muito mesmo de um cara com potencial treinando na X-Gym.


    • Alessandro Buosi
      Forista
      3 respostas

      Caro Evandro certa vez vi uma reportagem sobre este assunto, infelizmente não me lembro onde, mas o que acontece com alguns lutadores é a falta de concentração na própria respiração, o cara fica tão tenso que acaba esquecendo de respirar, levando a um desgaste por falta de oxigenação nos músculos, na reportagem o fisiologista elogio muito o AS pois o mesmo não perde a concentração na respiração mesmo quando estava em apuros, então por incrível que pareça às vezes a questão é mais mental do que física


  • Lorenzo Fertitta
    Forista
    1965 respostas

    Poderia enfrentar o Tom Breese, vencendo já poderia tentar um top 15 na próxima.


  • Marcos Salgueiro
    Forista
    127 respostas

    Lendo isso eu nao posso deixar de lembrar de uma entrevista do Cerrone em que ele afirma torrar toda a grana que ganha p/ sempre estar precisando lutar. O cara precisa ter alguma motivação p/ treinar, no caso da maioria dos nossos lutadores essa motivação é uma casa própria, um padrão mais elevado de vida, ja no caso dos gringos (EUA, Canadá e europeus), os caras ja nascem nessa realidade, por isso acho que conseguem “lidar” melhor com o sucesso.


  • lea
    Forista
    10 respostas

    Lembro muito bem dele em um programa do sportv, todo confiante, mexendo com a repórter, sorriso de canto de boca, uma marra taanha que dava até medo. Parecia que era um  anderson  Silva  no auge…eu lembro que comentei nesse dia com uma pessoa que ele ia cair do cavalo. Não deu outra!


  • Fabio Neves
    Forista
    79 respostas

    Não consigo encarar essas declarações como verdadeiras. 

    – “Ah, perdi porque me tornei arrogante e não treinei adequadamente” 

    No fundo me parece uma tentativa de enganar a si próprio.

    Perdeu porque perdeu. Perdeu porque pegou alguém melhor, ora. 

    Nunca vi alguém mudar após dizer que voltaria a ser humilde.  

    Até posso entender que relaxou nos treinamentos, mas não acredito que isso tenha sido determinante. 


  • Igor Martins
    Forista
    139 respostas

    esse ai caiu do cavalo legal, muito soberbo,muita marra..tem potencial sim, por ainda ser novo, mas a mentalidade tem que mudar e é o primeiro caminho e estratégia de luta tbm, emprega muita força em primeiro round, me parece muito ansioso, o que o amigo ai embaixo falou esse aspecto da ansiedade e querer impressionar acaba atrapalhando tbm.


  • Marcelo Vargas
    Forista
    68 respostas

    Tava se achando muito mesmo. Tomara que coloque a cabeça no lugar. Quando pensamos que já estamos no topo, só tem caminho pra baixo. 


  • Festim Diabalico
    Forista
    109 respostas

    O cara precisa ter alguma motivação p/ treinar, no caso da maioria dos nossos lutadores essa motivação é uma casa própria, um padrão mais elevado de vida, ja no caso dos gringos (EUA, Canadá e europeus), os caras ja nascem nessa realidade, por isso acho que conseguem “lidar” melhor com o sucesso.