Sexto Round indica: quatro opções para Lyoto Machida

Renato Rebelo | 30/10/2013 às 04:22

Quanto tinham 20 e poucos anos, Lyoto e seu irmão mais velho, Chinzô, chegaram à final da mesma categoria no campeonato brasileiro de caratê.

Resultado: o ex-campeão do UFC acabou derrotado, mas talhou no rosto do maninho uma cicatriz visível até os dias de hoje.

Para o patriarca Yoshizo Machida, a rivalidade entre os filhos foi determinante pro sucesso de ambos.

Naturalmente, se espírito competitivo do mestre está presente no âmbito familiar, amigos também entram na dança:

Campeão só tem um, tem que ter esta luta (contra o Anderson Silva). No fundo, todos querem saber qual é o mais forte. Amizade é amizade, mas eles não são amadores. Quem ganha não interessa pra mim, interessa como vai chegar, a estratégia. Esta luta seria uma batalha mental – opinou o faixa-preta 8º dan ao PVT em 2010.

E é com essa pegada que Lyoto Machida mete o pé na porta do peso-médio: disposto a enfrentar tudo e todos.

Do ex-companheiro de treinos Vitor Belfort:

Ele é a melhor opção pra mim no momento. Nada pessoal, mas estou pensando no que é melhor para a minha carreira. Até se ele perder para o Dan Henderson gostaria de lutar com ele na nossa categoria – disse ao site MMA Fighting.

Ao amigo Anderson Silva:

Sim, com certeza (enfrentaria o vencedor de Anderson Silva x Chris Weidman II). Se eu quero o cinturão… Eu tenho que correr atrás do cinturão – admitiu à Fox americana.

Como o martelo ainda não foi batido, nos resta apenas especular sobre o destino do cara que nocauteou Mark Muñoz em poucos minutos.

A meu ver, existem quatro opções viáveis:

BELFORTVitor Belfort

Plano A de Dana White para Lyoto, o “Jovem Dinossauro” esperneará – e muito- caso confirme o favoritismo contra Dan Henderson em Goiânia. Após molestar Michael Bisping e Luke Rockhold, Belfa julga que testes não são mais necessários antes da disputa pelo cinturão. Agora, se a Bomba H aterrissar no queixo do carioca, a negociação fica mais à afeição do patrão. Quem será dobrado? O pavio de Dana me parece bem mais curto desde que o “Fenômeno” negou Tim Kennedy e pinçou Hendo

JACARERonaldo Jacaré

Caso Belfort seja alimentado com o vencedor de Anderson Silva x Chris Weidman, o réptil da X-Gym se apresenta como opção razoável. Ainda em processo evolutivo, Jaca teria a oportunidade de adicionar ao currículo um ex-campeão com apelo indiscutível. Lyoto, por sua vez, garantiria o “title shot” caso batesse o temível número três do ranking. Casamento bom pra ambos e melhor ainda pra “nois”.

 

BISPINGMichael Bisping

O UFC acaba de fechar contrato com uma grande emissora inglesa e pretende entrar com tudo naquele mercado em 2014. Portanto, a luta mais amena das quatro é, talvez, a que faça mais sentido mercadologicamente falando. Freia-se um pouco o ímpeto do carateca, mas, em contrapartida, cria-se um baita “main event” na rentável Terra da Rainha se adicionarmos o herói local à equação.

 

MOUSASIGegard Mousasi

Com o joelho quase em ponto de bala, o porradeiro holandês botou a cara para não cair em esquecimento: “Respeito Machida e gostaria de testar a minha trocação com ele. Acredito que uma luta entre nós iria determinar o desafiante número 1 na divisão dos médios”. Apesar de seu kickboxing de grosso calibre casar lindamente com o caratê forjado no Pará, “O Apanhador de Sonhos” não atua entre os médios há mais de cinco anos e a solitária – e morna- vitória sobre o anônimo Ilir Latifi não lhe dá muito poder de barganha. De todas as opções, a menos palpável.

Atualização: segundo o Combate.com, Lyoto Machida enfrentará Gegard Mousasi no dia 8 de fevereiro, em Jaraguá do Sul. 

Tags: