Atacando de Joe Silva: lutas a casar pós-UFC 166

Renato Rebelo | 20/10/2013 às 20:55

Com o UFC 166 nos livros, chegou a hora desse pretensioso jornaleiro que vos fala vestir o chapéu de “matchmaker”.

Mantendo os pés no chão, dispensando confrontos improváveis e excluindo atletas comprometidos, cheguei aos seguintes casamentos:

 

NUM1Cain Velásquez x Fabrício Werdum

Trabalho dado aqui. Desafiante número um desde que finalizou Rodrigo Minotauro em Fortaleza, “Vai, Cavalo” terá a oportunidade da vida contra o tenebroso déspota da categoria. “Agora, vou focar muito para ser o novo campeão! O jogo do Cain é perfeito pra mim” – mandou o gáucho no Twitter. Não que eu discorde dele, mas, temos que admitir que a encrenca é “king size”.

 

NUM2Júnior Cigano x Travis Browne – Josh Barnett

Para infelicidade geral da classe, um antigo bully voltará a frequentar o parquinho. Trocar pescotapas e cascudos com o perdedor de “Happa” x “Warmaster” me parece boa ideia para tentar sacodir a poeira. Como o duelo só rola em dezembro, Dos Santos teria tempo suficiente para reordenar as ideias e sarar as chagas.

 

NUM3Daniel Cormier x Alexander Gustafsson

Gustavão precisa de um par relevante para se manter ativo enquanto Jon Jones e Glover Teixeira resolvem suas pendengas. Phil Davis seria esse cara, mas o casamento, além de repetitivo, me parece totalmente sem sal. Que tal, então, apimentar a embromação jogando DC na fogueira? Se bater 93 kg e, de quebra, frustrar o Viking na Suécia, meus amigos, temos um fortíssimo candidato ao cinto.

 

NUM4Gilbert Melendez x TJ Grant

Praguejado por lesões, o ex-meio-médio perdeu o bonde do cinturão (duas vezes). Para pedir carona novamente, Grant terá que arranjar outro “V” maiúsculo – confessou Dana White ontem à imprensa. Em situação compatível está “El Niño”, que acaba de nos proporcionar a luta do ano. Quem sobreviver, pega o vencedor de Anthony Pettis x Josh Thompson. Justo, não?

 

NUM5Gabriel Gonzaga x Roy Nelson

Napão está fora e quer entrar. “Big Country” está dentro e, a julgar pelas últimas atuações, quer sair. Por que, então, os dois não saem no tapa por uma vaguinha entre os 10 mais? Artilheiros da pesada em paródia do programa “Quem Fica em Pé” de José Luis Datena

 

NUM6John Dodson x John Lineker – Phil Harris

Mesmo solidificado como número três no peso-mosca, o “Mágico” não deve ter outra chance contra Demetrious Johnson tão cedo. Para seguir encorpando o currículo, o vencedor de Ian MaCall x Scott Jorgensen cairia como uma luva. Mas o baixola, ansioso, não quer esperar até dezembro para conhecer o próximo rival. Outra saída seria alimentá-lo com Mão de Pedra ou Billy – que medem força na Inglaterra semana que vem…

Rapaziada, algo em mente para Diego Sanchez e Hector Lombard?

Abraços.

Tags: ,