Resenha do estagiário:
os destaques do UFC FN 94

Tiago Paiva | 18/09/2016 às 05:33

Amigos do Sexto Round, o estagiário voltou. Na ausência do maestro Renato Rebelo, caberá a este mero plebeu a missão de analisar o UFC Fight Night 93, evento ocorrido na pequena cidade de Hidalgo, no Texas (EUA).

Os 5,624 fãs – segundo menor número do ano – que se dirigiram à State Farm Arena saíram satisfeitos com o espetáculo ocorrido, especialmente já que a expectativa era baixa. Uma das maiores zebras do ano e belos nocautes – e até uma ligeira finalização – colocaram um grande sorriso no rosto dos espectadores do evento

Sem mais papo furado, vamos a análise do que rolou de mais importante:

michael-johnson-2Dustin Poirier x Michael Johnson

Confesso que ao ver a diferença de confiança nas expressões faciais de Dustin Poirier e Michael Johnson, o sentimento que o Diamante venceria sem grandes problemas foram multiplicados exponencialmente. Errei feio, errei rude. Que vitória do Menace! O peso leve misturou um timing venenoso com uma mão pesada forjada no sétimo mármore do inferno para colocar o produto da American Top Team em posição fetal com um 1-2 de cinema. Coitado do Diamante, que ainda tomou um senhor sopapo após cair sem pai nem mãe. Nem parecia que o Blackzilian vinha de duas derrotas consecutivas, inclusive uma devastadora para Nate Diaz. Além do mais, essa luta deu mais uma razão para o que todos nós já sabemos: a divisão dos leves é o maior ninho de cobras do MMA mundial. Vitória importantíssima de Johnson, que se solidifica no top 10 da divisão, e um grande baque para Poirier, derrotado pela primeira vez em seis anos na categoria.

derek-brunsonDerek Brunson x Uriah Hall

Assim que Herb Dean apontou o início de combate e Derek Brunson sequer saiu do lugar – aliás, até recuou – desconfiei: “Tem algo ali”. Logo após, o americano, inteligentemente, agarrou Uriah Hall e tratou de colocá-lo na grade, abusando da vantagem física. “Até aí tudo faz sentido”, disse. Cansar os braços, pernas, joelhos, cotovelos, até mesmo a sola do pé (Adam Cella, do TUF, que o diga) do jamaicano é uma estratégia mais que recomendada. Após algum tempo, Brunson libera Hall e acerta duas caras de uma vez: a do Primetime, que caiu deitado em berço esplêndido após um petardo de canhota; e a minha, que ousei a subestimar o produto da Jackson’s MMA continuamente. Oito lutas no UFC, sete vitórias, única derrota para Yoel Romero e quatro nocautes consecutivos, além do amor e apoio incondicional de Rodrigo Tannuri. Derekão da Massa com certeza deu um chega pra lá no status quo e se colocou no bolo de alto nível da divisão. Pelo menos talento, chumbo na mão e QI de luta tão sobrando…

Menções honrosas:

  • Que bela luta entre Evan Dunham e Rick Glenn. Mesmo entrando em cima da hora, o ex-campeão do WSOF mostrou-se legítimo e batalhou até o final, mas não conseguiu suportar o volume do ressurgente Dunham, que aos 34 anos engata uma sequência de quatro vitórias consecutivas após ser colocado em xeque já que anteriormente vinha de três reveses seguidos.
  • Alguém anotou a placa do caminhão de marca Chas, modelo Skelly, ano 1985? O americano da Team Takedown precisou de apenas 19 segundos para dar cabo do duro Maximo Blanco com um justo triângulo de mão após uma voadora de goleiro reserva no início do primeiro round (alô, Vai Cavalo!). Finalização mais rápida da história dos pesos-penas no UFC e WEC e oitava finalização mais rápida da história, ou seja: atropelo!
  • Não dá pra brincar de jiu-jitsu com o Shoeface. 14 minutos de pega pra capar se definiram em múltiplas quedas, ground and pound e controle posicional do paraibano, que conseguiu a cereja do bolo ao pegar as costas e finalizar Leonardo Leleco com um mata-leão nos segundos finais de combate. Importante vitória para o promissor peso-médio, que se recoloca na subida de degraus rumo ao estrelato.

Amigos, para os demais resultados, bônus e a coletiva de imprensa pós-evento, é só dar um pulinho no tópico do UFC Fight Night 94 em nosso fórum.

  • abner albuquerque

    eu nao tava muito empolgado com esse evento mas ate q foi divertido. Destaque da noite pro Hearb Dean, q primeiro demorou pra perceber q o maximo tinha apagado, e depois fez duas interrupçoes pra la de questionaveis.

    • ErCoelhoBruno

      Esses juízes deveriam receber punições! Acho que a decisão de um árbitro deve ser soberana, mas passível de punição. Sabe deus quanto tempo o Hall ficou se preparando para essa luta e vem o Hearb Dean e joga tudo fora… Que merda!

    • magnuseverest

      Tb achei o evento interessante,as lutas com atletas “desconhecidos” tem disso,uma verdadeira INCÓGNITA,mas se esforçaram e mostraram boas lutas,destaque para a finalização em 19 segundos e a luta principal.Deveria ser obrigatório ter uma luta feminina nestes eventos.

    • Putz, dei vacilo e esqueci de comentar as pataquadas do Herb Dean! Valeu pelo adendo, fera!

  • Sexto Empírico

    Esse evento foi uma porcaria. Noite mal dormida a toa. Deveria só ter assistido os highlights.
    Só vale comentar mesmo os principais.
    A luta do Hall, o Erva Dean, como de costume, teve a boa idéia de parar fora do tempo (ele nunca acerta).
    A do Poirier, ele tomou um nocaute pra bota-lo de volta no lugar devido, isso é, no meio da tabela, sem encabeçar qualquer card. Tomara q, dessa vez, ele não venha com desculpas esfarrapadas.

    • Diogo Barbosa

      Rapaz…. WSOF e ONE FC são dois puta eventos, em qualidade técnica eu acho até melhor que o Bellator pras categorias mais leves =D

      • ErCoelhoBruno

        O Sexto, apesar de ser sagaz em alguns comentários, é fã de ocasião. Se não tiver o McGregor no card ou plantel fazendo micagens, o evento é ruim…

        • Diogo Barbosa

          Eu acho que rola um clima entre vocês dois, só pode….

          • Sexto Empírico

            Diogo, só entre, o Coelho é sagaz nos comentários, tem sempre uma piadinha engraçada, ou uma gif legal pra alegrar o ambiente. Cara simpático! O q ninguém sabe é que, além de ser um fan de ocasião, atrás daquele jeito simpático de tiozão legal, esconde-se uma personalidade sórdida e sombria. A pior coisa q esperar de um forista brasileiro, terror q assombra fóruns verde amarelos: Coelho é uma MCGREGORZETE! Ele até imprimiu uma foto do Corno, aquela q ele tá na pesagem, de sunga rosa tendo uma ereção, em tamanho natural, pra pendurar no lugar daquela do Comier, q caiu de tão pesada e rachou a parede. Essa ele vai por no mesmo lugar pra cobrir o estrago.
            Só não espalha pq senão ele fica bravo comigo.

          • Diogo Barbosa

            aeohiahoieraorihhoraoihraoh
            PIPIPIPIPIIIIIIIIII…………

          • ErCoelhoBruno

            Ihhh, rapaz, nem sabia dessa história do Conor…. kkkkkkkk. Você que é fã boy do irlandês, irmão! Não vem jogar pra mim suas taras.

          • Sexto Empírico

            Hehehe…

          • Hyuriel Constantino

            Rapaz, em relação a algumas tretas que já vi (e vivi) por aí, a de vcs é deveras saudável e amistosa. kk

          • Sexto Empírico

            Q, nada! O Coelho é parça! Igual vc, Hyuriel. As vezes a gente dá umas cutucadas pq as respostas vêm engraçadas. Rolo de rir.

          • Hyuriel Constantino

            kkkkkk… Assim que é bom. xD

    • Renan Oliveira

      Erva Dean, hahahaha

      Boa mito!!!

    • Ícaro Nogueira

      Gosto dos seus comentários intrigantes. Mantenha!

  • Lucas Santana

    “uma voadora de goleiro reserva no início do primeiro round”
    hahahahahaha ri pra caramba aqui mas sobre o evento, ele foi até um pouco legal principalmente no Card Preliminar, já no Card Principal, Johnson mostrou que não iria ser uma carne de abate como alguns previam. Se eu fosse o Ufc, casava o Johnson contra o Chiesa e o Poirier poderia enfrentar o vencedor de Martins x Moraes no UFC 204.

    • Hyuriel Constantino

      Johnson x Chiesa é uma boa.

  • Renan Oliveira

    Peso leve

    • Hyuriel Constantino
      • Doniel Porter

        E aqui temos uma imagem da Meio Pesado

        • Hyuriel Constantino

          Jones e Rumble são os responsáveis. hehe…

    • ErCoelhoBruno

      Hoje é a melhor categoria, sem sombra de dúvidas. Espero sinceramente que não deem o TS para o irlandês, caso contrário vai virar o que hoje é o peso pena. Até pouco tempo atrás, os penas era a categoria mais legal, mas hoje é aquele pé de pica graças a um campeão que foi inventar de fazer super lutas… e, bróder, pelo que percebi as super lutas são um caminho sem volta – o perdedor pede revanche e o vencedor fica cheio de perninha e sem vontade de enfrentar os contenders da sua categoria.

    • KRS Porlaneff

      Peso médio

      • Hyuriel Constantino
        • KRS Porlaneff

          Acho que a FW seria melhor ilustrada com um cachorro sentado solto na frente de uma casa com vários cachorros bravos do lado de dentro do portão.

          Procurei bastante aqui mas não achei uma foto assim.

    • KRS Porlaneff

      Peso mosca

    • KRS Porlaneff

      Peso meio médio

    • KRS Porlaneff

      Peso palha feminino

  • Diogo Barbosa

    Ainda acho Poirier , Johnson e Bob Green caras totalmente circunstanciais , que não estão “em boa fase” e nem se “encontrando”.Podem perder pra um total desconhecido na segunda via atropelo, bem como podem sentar o coro nos tops na terça. São três boas lutas para o Shaggy.

  • Thebraziliankid

    Tannuri pira com o exército ganhando.

    • Álvaro

      Fiquei imaginando o Tannuri suspirando com os deuses de ébano Hall e Brunson.

  • ErCoelhoBruno

    Boa, Tiagão! Você tem um excelente texto, fera!

    Não vi o evento, mas agora mesmo vou pro MMACore ver a do Poirer e a do Hall.

    • Valeu, monstro! Que honra!

    • Ícaro Nogueira

      Pois é, cara, logo o Hearb Dean que é dito o melhor arbitro de mma, e geralmente dá chances para os lutadores se recuperarem na luta.
      Se não me engano, o próprio Hearb Dean comentou uma vez que o M. Yamasaki se precipitou ao encerra uma luta precocemente. Neste último sábado, foi ele que cometeu o equívoco. Acontece! Sobre o Hall, desde a derrota dele para aquele lutador australiano, eu vi que ele não é tudo isso que falam.

  • Rafael Fiori

    herb dean tá de Brinks em. O próprio já fez comentário de outro arbrito que parou a luta precocemente, aí ele vai e comete esse erro por excesso de proteçao.

  • Idonaldo Gomes Assis Filho

    Johnson surpreendeu a gente, mas ele não era carta fora do baralho de jeito nenhum, os leves são insanos e como disseram lá espero que o Conor não estrague a categoria, se for subir que não seja pelo título (embora sabemos que é quase certeza que o TS é dele)
    Mesmo interrompendo cedo acho que o Hall não ia conseguir se defender do GNP, mas que foi errado foi, porra Herb! Aliás o Derek agora chega no bolo de cima que é a categoria dos médios, talvez o Vencedor de Kennedy x Rashad possa ser uma luta pra ele.
    Além do mais o Glenn vai dar trabalho nos penas, inapagável, vale lembrar que Dunham não é dos melhores nocauteadores mas o cara tava pra cair que nem oDada mas aguentou
    O skelly eu já esperava uma vitória boa, mas não daquele jeito, que loucura. O sapato fez uma luta chata e ganhou de um cara horrível, mas foi dominante.
    E também gostei do Morales e do Quinonez, adoro quando esses caras novos aparecem contra oponentes que no papel são melhores, principalmente o Morales que tinha 6 lutas e praticamente ganhou de um cara relevante, eu marquei empate, mas ele poderia ter vencido.

    Aliás ótimo texto tiagão

  • Doniel Porter

    Na minha opinião, o UFC poderia mandar tanto Leleco quanto Cara de Sapato direto para o RH. Em que pese ter vencido, Cara de Sapato vem se especializando em fazer apresentações medíocres, Leleco nem se fala…

    • Hyuriel Constantino

      Eu acho que ele ainda tá maturando.

      • Doniel Porter

        Pra mim tá com cara de promessa, no melhor “estilo “Erick Silva”. Venceu um mulambo qualquer como esse Leleco que não ofereceu qualquer resistência, diante dos tops não vai muito longe, a menos que mude esse jogo.

  • douglas karpinski

    Poderia ter dado mais tempo pro Uriah Hall antes de finalizar a luta, ele ainda estava bem consciente…..me lembro que antes demorava bem mais pra luta ser parada…..=/

  • Leo Corrêa

    Porra Herb…

  • Pedro Duarte

    Ainda vejo o Cara de Sapato como uma excelente promessa, contanto que trabalhe melhor o psicólogico. No TUF achava que ele seguiria os passos do Cigano e apostaria no boxe como carro-chefe, mas vem dando sinais que inventirá no wrestling para impor seu jogo de chão, estilo Demian. Por aliar vantagem fisica nos médios e ter um background em pé decente, tem tudo para ser um dos TOPs daqui a alguns anos. É possivel até que não esteja utilizando nem 50% do seu potencial, mas como disse ali em cima, só deve alçar voos maiores com o psicólogico em dia.

    • Hyuriel Constantino

      Tb acho que o caminho pro sucesso do Shoeface é ele se tornar um wrestler de elite.

  • Fabricio Alves
  • Álvaro

    Depois de Shogun de sunga branca e Cigano casado, surge o mito do Poirier sem entrar na pilha. E tem gente que disse que ele nos leves ganharia do McGregor

  • Thiago Batista

    Uma pena que n pude assistir ao evento. Me parece que foi bem movimentado. Agora, eu penso que o UFC está errando na dosagem dos cards. Estamos vendo montagens de supercards e outros totalmente sem apelo. Esse por exemplo, poderia ter uma luta de apelo para levar views à outras lutas sem tanto apelo mas que foram boas pelo que parece.

  • Gefferson Nesta
  • Matheus Araujo

    Agora o senhor Leonardo Leleco, covenhamos…que baranga viu…passou vergonha nas duas lutas no UFC.

  • Ridelson Medeiros

    – Eu ri daquela poha que o Skelly fez… totalmente brutal e wtf.
    – Só eu deixaria o Hall apanhar mais?

Tags: , , , , , ,