Erick Silva x Dong Hyun Kim: assina o cheque, careca!

Renato Rebelo | 07/10/2013 às 18:35

Pra mim, os três caras mais duros que não constam na lista dos 10 melhores meio-médios do Ultimate são Mike Pierce, Erick Silva e Dong Hyun Kim.

Nesta quarta-feira, enquanto o primeiro dará boas vindas ao nada mole Rousimar Toquinho (estreante na categoria), os dois últimos colidem em duelo que promete dilatar pupilas.

Mas, Renato, contra Paulo Thiago e Siyar Bahadurzada o coreano não provou ser a cura para insônia?

Pode ser, mas acredito piamente que estilos fazem lutas e alguns ingredientes extras devem temperar a mistura.

Vamos analisar setor a setor:

ufc134_03_silva_vs_ramos_001Trocação

O intercâmbio de sopapos nunca foi a praia do “Stun Gun” – mas também não esqueçamos que, em 19 aparições, apenas o brabíssimo Carlos Condit foi capaz de nocauteá-lo (relevando a lesão espírita no UFC 148). Apesar da ausência de habilidade manual, ele é canhotinho, tem com 1,93m de envergadura e lança mata-cobras doídos. A série de quatro KOs consecutivos entre 2006 e 2007 no Deep ilustra minha tese. Do outro lado, Erick bate soltinho. O destro de envergadura pouco inferior (1,85m) jamais foi suplantado em pé. Seu bem bolado mix de socos, chutes e joelhadas em Mach 3 força rivais a encurtarem a distância em dois tempos. Nesse setor, mel na chupeta para o produto da X-Gym. É só ter paciência para amolecer o queixão do rival e ter cuidado com pombos sem asas (nada) despretensiosos.

kim_thiago-ufcmacau-getMeio-campo

Ambos são faixas-pretas de judô- porém, em níveis distintos. Hyun Kim, quarto dan, é cria da renomada universidade coreana Yong-In. Além da base boçal, que o torna praticamente imune a wrestlers, sua projeção de quadril é poderosa demais pra quem não é do ramo. O último algoz de Paulo Thiago, no entanto, adota um jeitão mais estático, abusando da força bruta a partir do clinch – enquanto Erick é ágil e vai fazer das tripas coração para fugir do “infight”. A estratégia do “Índio” deve ser uma só (se não quiser acabar por baixo): bater e sair.

Chão

622_05a8bf51-f5bb-3492-a112-e00e768a0752O jiu-jítsu lecionado por Rodrigo Damm e manutenido por Bruno Frazzato certamente deve ser levado em conta. Mas, admitindo que Erick dificilmente verá Hyun Kim de costas para o tablado, não sei se faz sentido recorrer à ele. Enquanto tiver gás no tanque, vale mais sair o quadril e tentar se reerguer ao desafiar a poderosa lombar do judoca- escalado para o ADCC 2013. Assistir os ponteiros girando em busca de uma raspagem ou finalização pode custar caro demais – mesmo que Hyun Kim sequer passe sua guarda.

Em suma, o rato, arisco e infeccioso, tentará a todo custo se desvencilhar do gato – pegajoso e faminto.

Nesse pique-pega eletrizante, prevejo algum golpe vadio sedando o visitante – que, depois de muito resistir, entrega a rapadura antes do gongo final.

De qualquer forma – palpites de araque à parte- são grandes as chances de, pelo menos um deles, embolsar aquele suculento carregamento extra de verdinhas com gravuras de presidentes mortos.

E pra vocês, quem tem mais garrafas pra vender no UFC Fight Night 29?

Abraços.

Tags: , ,