UFC 203: os palpites dos
colunistas do Sexto Round

admin | 09/09/2016 às 20:31

Senhoras e senhores, que temporada estamos, hein? Quatro eventos em quatro semanas nos traz a certeza de muitas mudanças na tabela de palpites, e a rivalidade gerada pela busca a glória vai se mostrando cada vez mais clara aqui no Sexto Round (alô, Teams Tannuri, Carrano e Rezende!).

Nesta semana retornamos aos Estados Unidos com uma explosiva disputa de cinturão dos pesos-pesados. O campeão Stipe Miocic tentará defender pela primeira vez – em sua terra natal: Cleveland, Ohio – seu título contra o gigante holandês Alistair Overeem, além da esperada estreia de CM Punk no Ultimate.

Ótima oportunidade para os (nem sempre tão precisos) palpites de nossos colunistas.

Vamos a eles!

miocicovereem

João Vitor Xavier: Ainda que Alistar Overeem seja habilidoso o suficiente para evitar as mãos pesadas do campeão Miocic, fazer isso por 25 minutos é pouco provável. Vejo o desafiante tendo sucesso nos dois primeiros assaltos jogando na longa distância. Porém, uma hora o punho do croata-americano vai achar o queixo do holandês. Acredito que isso acontecerá no quarto round. Miocic, KO.

Laerte Viana: Sinceramente, acho essa uma das disputas de cinturão mais equilibradas dos últimos anos. Digo, Miocic e Overeem se equivalem em seus pontos fortes – o bombeiro foi campeão estadual da Golden Gloves, tradicional competição de boxe amador dos Estados Unidos, enquanto The Reem faturou o K-1 World GP, famoso torneio de kickboxing -, mas Stipe leva vantagem no meio de campo. Bom, apesar de estar cada vez mais metódico e se expondo pouco, eu sempre acho que uma hora o queixão de Overeem vai entregar a paçoca. Miocic nocauteia.

Lucas Carrano: Fico meio cabreiro com o que pode rolar nos primeiros rounds, mas darei um voto de confiança ao Overeem 3.0 (algo que havia prometido jamais fazer, diga-se de passagem). The Reem sobrevive ao primeiro assalto e leva a luta em banho maria até conseguir um nocaute tardio. Overeem vence por TKO.

Lucas Rezende: A fase de Overeem é excelente, mas não sei se será o bastante para deter Miocic, que vive o melhor momento da carreira. O queixo de Overeem ainda é frágil, apesar de estar mais escondido. Creio que em algum momento dentro desses cinco rounds, Miocic o encontrará. Miocic por KO no terceiro round.

Renato Rebelo: Vejo o holandês como o melhor striker da dupla (valendo soco, chute, joelho, cotovelo…), porém, faço dois adendos: 1- as mãos do croata são mais hábeis (ele foi campeão do Golden Gloves) e 2- a capacidade de absorver golpes do europeu, como sabemos, é problemática. Temos, portanto, um duelo muito parelho em cima, além de considerar que a luta agarrada não será fator preponderante (Overeem tem alta taxa de defesa de quedas, é forte e bom grappler – o que deve cancelar o wrestling superior do americano). O detalhe que fará a diferença pra mim é que o Overeem afoito, descuidado e temeroso do passado foi extinto na Jackson’s MMA. O Overeem 2.0 é praticamente um sniper, que só vai na boa, não abre as portas para prejuízo e é extremamente letal. Vai tornar a luta morna – passando a responsabilidade para o campeão e dono da casa – e, numa incursão súbita, vai afanar o cinturão que falta para completar a coleção. Overeem, TKO.

Rodrigo Tannuri: Trai meu movimento! Apesar de Overdream ter grandes chances de se tornar o Internacional do MMA ao ser campeão de tudo, ainda acho que o clima de já ganhou falará mais alto que sua técnica e arsenal de golpes. Miocic é muito duro, lutará em casa sendo empurrado pela torcida e, ao contrário de Werdum, duvido que perderá o foco na peleja. Aposto que o condicionamento, frieza e seriedade do campeão serão muito pra resistência do holandês. Miocic, TKO R2.

Tiago Paiva: Luta extremamente complexa. Mãos pesadas dos dois lados, lutas agarradas que se contrapõe (Miocic é melhor atacante, Overeem melhor defensor) e trocações extremamente versáteis. O fiel da balança será o QI de luta, e embora receoso, confiarei o palpite para o holandês. Overeem por DU.

werdumhapa

João Vitor Xavier: Analisando o estilo dos dois, creio que Werdum tem boa vantagem sobre Browne. O americano usa bem as joelhadas e tem ótimos chutes baixos, além de mão pesada. Mas o jogo defensivo em pé do ex-campeão, ainda que longe de perfeito (como Miocic provou meses atrás), é bom o suficiente para segurar a onda de Hapa. Acho que o brasileiro passa algum desconforto no primeiro round, mas bota a luta para baixo e liquida a fatura em um dos dois últimos assaltos. Werdum, TKO.

Laerte Viana: Há pouco mais de dois anos presenciamos um domínio absoluto de Werdum no primeiro encontro entre eles, e olha que Browne atravessava a melhor fase de sua carreira. Hoje, cada vez mais decadente, o barbudo americano só leva essa se Werdum decidir brincar de pega-pega igual fez com Miocic. Como acredito que Werdum não dará o mesmo mole, palpite fácil. Werdum derruba e finaliza ainda no R1.

Lucas Carrano: Quando estava em sua melhor fase, Browne não foi páreo para Werdum. Não vai ser agora que está decadente e decrépito (proj. João Vitor Xavier), que o Happa vai bater o rival. Werdum vence por finalização.

Lucas Rezende: Desde o primeiro encontro, em 2014, Browne só decaiu, enquanto Werdum se tornou o campeão mundial dos pesos pesados, passando por gente do mais alto calibre. A não ser que insista na mesma estratégia errada que lhe custou o cinturão contra Miocic, é Werdum por finalização no R2.

Renato Rebelo: Se no primeiro encontro o brasileiro dominou timing e distância com facilidade impressionante, dessa vez, Browne sequer passou por um camp completo. Se Werdum não se deixar levar pela emoção, não se abrir feito flor para definir rápido ou coisa do tipo, acho que é luta tranquila (pra mim, Happa é superestimadíssimo). É só manter o foco e lembrar que qualquer vacilo é pena de morte no peso pesado. Werdum, decisão.

Rodrigo Tannuri: Nessa revanche descabida, Werdum tem obrigação de vencer. Se for surpreendido por um lutador que piora a cada atuação será um atraso e tanto nos pesados. Isso não é opção! Como o brasileiro já venceu bem em cinco rounds, em três, a tendência é que o passeio seja mantido. Vindo de derrota, Vai Cavalo precisa impressionar pra voltar às cabeças. Werdum, DU dominante.

Tiago Paiva: Tem nem espaço pra papo-furado. Já vimos como foi uma vez e veremos de novo, talvez de forma até pior. Werdum finaliza.

gallpunk

João Vitor Xavier: Curto e grosso: vou apostar no lutador profissional, ainda que eu admire a coragem de CM Punk. Mickey Gall, finalização.

Laerte Viana: CM Punk merece muito respeito pela coragem em se arriscar no MMA no auge de seus quase 38 aninhos. Admiro tanto o ato que vou até torcer pelo astro do WWE, mas nós todos sabemos como isso vai acabar, né?. Que, ao menos, ele não passe vergonha. Gall finaliza.

Lucas Carrano: A menos que esteja fingindo e escondendo o jogo todos os dias de sua vida pelos últimos 18 meses, CM Punk vai tomar uma senhora piaba. É isso. Gall vence por TKO.

Lucas Rezende: Entre um lutador profissional e um ator, não fica difícil saber em quem apostar. Gall finaliza no primeiro round.

Renato Rebelo: Phil Brooks diz abertamente que seu ponto forte no MMA é a luta agarrada. Acontece que absolutamente nada mostrado na série “The Evolution of Punk” me leva a crer que o faixa-branca com dois graus é sequer razoável no setor – e Gall, faixa-marrom dos irmãos Miller, tem vasta experiência em campeonatos com e sem kimono. Ainda há a diferença de 13 anos entre eles, o fato de que o garotão se mostra mais fluido em pé (aplicou um knockdown no striker Mike Jackson em sua estreia no UFC), já esteve dentro de uma jaula em quatro ocasiões (duas lutas amadoras e duas profissionais). Punk, mesmo acostumado a holofotes e grandes públicos, nunca esteve em ambiente “não controlado”. Punk ainda passou perrengue pra bater os 77kg (confessou que pesava 90kg a 10 dias)… Enfim, acho que o melhor que podemos esperar do pro-wrestler é competitividade. Ficaria surpreso com uma vitória sua. Gall, finalização.

Rodrigo Tannuri: Na luta pra galera ver, torcerei por CM Punk sim, mas é impensável que o astro da WWE faça frente ao garotão Gall, que chegou com tudo ao UFC. Se é pra perder, que faça isso resistindo, tentando ser competitivo ao máximo. Infelizmente, a inteligência e sagacidade do mito não serão o bastante pra surpreender o mundo. Gall, SUB R2.

Tiago Paiva: Esses colunistas de pouca fé do Sexto Round me enojam. CM Punk por nocaute!

riverafaber

João Vitor Xavier: A grande interrogação paira sobre a motivação de Urijah Faber. Jimmie Rivera é talentoso, tem a mão dura e boa defesa de quedas. Mas Faber já lidou com esse tipo de lutador antes e sempre se deu bem. Será que o California Kid ainda tem gás no tanque para buscar mais vitórias? Eu acredito que ele vai passar apuros, mas vencerá. Faber, decisão dividida.

Laerte Viana: Faber: 37 anos, não atravessa boa fase e passou sufoco para vencer o limitado Frankie Saenz há menos de um ano. Rivera: 27 anos, invicto a 18 lutas e mostrou contra os brasileiros Pedro Munoz e Iuri Marajó que não veio para ficar na parte de baixo da tabela. As 10 primaveras a menos de Jimmie, a boa defesa de quedas apresentadas e o boxe apurado em pé irão lhe render a maior e mais importante vitória de sua carreira. Fiquem de olho nesse rapaz! Rivera vence na decisão.

Lucas Carrano: Está próximo o dia em que Urijah Faber não vai mais ser o terror da divisão, exceto seu campeão (quem quer que ele seja), mas esse dia não será hoje. Apesar de Rivera ser um desafio e tanto, o California Grandpa vai dar um jeito e levar a melhor. Faber vence na decisão.

Lucas Rezende: Vou falar que os 19-1 de Rivera impõem um certo respeito, especialmente contra um California Kid que já não é mais tão kid assim e se encontra em uma descendente. Vejo vitória da juventude. Rivera por DU.

Renato Rebelo: Um hora ou outra, o Vovô Californiano, com quase 38 anos de idade e 42 guerras nas costas, vai desacelerar – e passará a cair em lutas que não valham cinturão. Pra mim, a troca de guarda será neste sábado, com “El Terror” ocupando o espaço do porta-bandeira da Alpha Male na categoria. Os 19-1 no cartel até enganam um pouco (não acho Rivera tudo isso – ainda), mas vejo Rivera levando na decisão.

Rodrigo Tannuri: Muitos não levam mais fé em Faber pela sua idade avançada e também por ter perdido mais uma disputa de cinturão do UFC, mas sigo acreditando no veterano. Sim, ele vem tendo trabalho pra passar por adversários que venceria tranquilamente em seu auge, porém segue saindo como vencedor. Sei que Rivera é um dos muitos jovens dos galos, que é bem forte e mais jovem, mas ainda acho que a experiência, perseverança e o oportunismo do veterano vão parar a promessa. Faber, SUB R2.

Tiago Paiva: Rivera é muito bom e promissor, tem apenas 27 anos e com certeza irá chegar ao top 5 da divisão em breve. Mas seu pega pra capar com Iuri Marajó me deixou com uma pulga atrás da orelha. Faber é incontestavelmente um dos melhores da divisão, e mesmo com a idade batendo, ainda tem lenha pra queimar. California Grandpa, DU.

jessicajojo

João Vitor Xavier: A escocesa tem mãos talentosíssimas, mas não se dá bem sob pressão, precisa de tempo para achar a distância e entrar no ritmo de luta. Bate-Estaca não vai lhe dar isso e, desde o primeiro segundo, tentará se impor. Acredito que a brasileira terá bastante sucesso usando sua agressividade, apesar de encontrar problemas com a envergadura de Jojo. Andrade, DU.

Laerte Viana: Luta entre duas porradeiras – sem demérito algum – de classe alta, com grandes chances de ser a luta da noite. A julgar pela última luta, Jessica se adaptou muito bem ao novo peso: está ágil, com o gás em dia e continua batendo forte demais pra categoria. Calderwood, por sua vez, também deixou boa impressão na última vez que subiu no octógono e subjugou a ex-desafiante Valerie Letourneau. Na dúvida, vou na mais experiente, embora mais jovem. Jéssica Andrade, decisão.

Lucas Carrano: Acho JoJo bastante superestimada e Jessica surpreendeu ao chegar ao peso palha. O que vai sair dessa combinação? Uma vitória para a brasileira (mas não tão fácil assim). Bate-Estaca leva por nocaute.

Lucas Rezende: Que difícil é opinar em lutas da JoJo. Quando pensamos que ela vai vingar, perde. Quando pensamos que já não vai apresentar mais nada, ela vence de forma convincente. Jéssica estreou muito bem na categoria e talvez encontre o caminho das pedras ao explorar a fraqueza da escocesa, o jogo de solo. Vamos de Bate-Estaca por finalização no round 2.

Renato Rebelo: JoJo ressurgiu das cinzas contra a duríssima Valerie Letourneau e, finalmente, mostrou aos fãs do UFC por que entrou no TUF 20 como a cabeça de chave número dois do reality show. Acontece que a truculenta brasileira é um casamento ruim até para a versão motivada da escocesa. Nesse casamento striker x grappler, portanto, acho que a Jéssica gruda, derruba e amassa. Bate-Estaca, decisão.

Rodrigo Tannuri: Esse choque é justo e muito, mas muito empolgante. Como as duas são verdadeiras negações no chão, a luta tem tudo pra se manter em pé e aí que entra a dúvida: potência da Bate-Estaca ou a técnica de JoJo? Confesso que ambas me encantaram em suas últimas aparições, porém os chutes da escocesa somados ao seu tamanho vão torná-la vencedora desta guerra. Pra sorte da Jéssica, sempre que aposto na Calderwood erro feio. JoJo, DU.

Tiago Paiva: A não ser que JoJo derrote de forma acachapante sua quase xará – Joanna Jędrzejczyk – ficarei com o pé atrás antes de colocar meus suados centavos nela. Jéssica vem brilhante no peso-palha e tem tudo pra liquidar a fatura. Bate-Estaca por decisão.

Restante do card:

Bethe Correia x Jessica Eye
Nik Lentz x Michael McBride
Brad Tavares x Caio Magalhães
CB Dolloway x Francimar Bodão
Yancy Medeiros x Sean Spencer
Drew Dober x Jason Gonzalez

Placar dos colunistas (2016):

1- Rodrigo Tannuri: 64-32 (66,6%)
2- Fernando Cappelli: 47-28 (62,6%)
3- Felipe Paranhos: 61-38 (61,6%)
4- Tiago Paiva: 7-5 (58,3%%)
5- Renato Rebelo: 57-47 (54,8%)
6- Fernando Henriques: 13-11 (54,1%)
7- João Vitor Xavier: 55-49 (52,8%)
8- Lucas Carrano: 52-49 (51,4%)
9- Laerte Viana: 25-26 (49,01%)
10- Lucas Rezende: 48-51 (48,4%)

  • Renato Rebelo

    Pessoal, penúltima chamada para os palpites da rodada no Confere (fecharemos amanhã um pouco antes do evento). Vale lembrar que temos dois casamentos novos na página —> http://sextoround.com.br/eventos/ufc-203-miocic-x-overeem/

  • abner albuquerque

    miocic k.o.
    werdum decisao
    gall decisao
    faber decisao
    calderwood decisao

    viram a encarada entre a jessica eye e a bethe? foi tensa

    • KRS Porlaneff

      Pra mim a Olho do Diabo já ganhou a luta ali. Aposto quase qualquer coisa que a Bethe ainda está nervosa com aquele empurrão e até a hora da luta ainda vai estar espumando.

  • Petrus Radamés

    Poxa, o que aconteceu com a luta do Ian McCal? caiu?

    • Renato Rebelo

      Yes! Borg passou mal.

      • Leonardo José Consoni

        Que zica…

  • Renan Oliveira

    Palpites:

    Miocic KO 3R
    Werdum TKO 1R
    Mickey UD
    Faber UD
    Jéssica SUB 3R
    Bethe UD
    Lentz UD
    Caio TKO 2R
    Bodão UD
    Yanci UD
    Gonzalez SUB 1R

  • Matheus Araujo

    Concordo com Renato, acho Rivera muito superestimado, ganhou de Munoz raspando e e contra Marajó, contou com um dia péssimo do paraense que lutou muito abaixo de seu potencial. Acho que Faber ainda tem fôlego e recursos pra para-lo, agora se subir mais o nivel…

  • André Lira

    Miocic KO 3° ou 4° RD
    Werdum KO 2º RD
    Gall KO 1° RD
    Faber UD
    Andrade UD

  • Mateus Elias

    Velho, overeem com aquele cabelo me lembra quando ele era um “Frango” no meio médio antigamente kkk. Cara, não liguei o nome a pessoa, mas quando vi a Jojo entrando eu vi que a jsk vai ter muito trabalho amanhã.

  • Leonardo José Consoni

    Overeem fino e com cabelo grande já tá parecendo o do Pride

  • Gefferson Nesta

    Tiago Paiva: Esses colunistas de pouca fé do Sexto Round me enojam. CM Punk por nocaute!

    Li todo o texto, mas li o palpite de Tiago Paiva 100 vezes pra ter certeza mesmo que era isso que eu estava lendo… kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk esse quer mitar, CM Punk por nocaute? Só faltou vc ariscar com soco giratório! kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk….

    • Pedro Henrique Bürgel

      Tiago Paiva merece um texto do Paranhos enaltecendo sua coragem depois dessa. “Mesmo sendo humilhado nos palpites, o estagiário merece nosso respeito”

      • Gefferson Nesta

        Concordo! kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

  • alvinho

    O que significa alguém ser campeão do WWE? Não é tudo uma espécie de teatro? Não consigo ver sentido nisso.

    • Idonaldo Gomes Assis Filho

      Sabe o que eu ia rir? Se o Bruce Buffer na apresentação falasse “The former, WWE Heavyweight Champion of the Wooorld…CM PUNK!”

  • Idonaldo Gomes Assis Filho

    Overeem KO, Werdum SUB, Gall KO, Faber Decisão, Jessica KO, Correia decisão, Tavares decisão, Lentz decisão, Bodão decisão sofrida e feia é o meu palpite menos seguro, Yancy SUB, Dober decisão.

    Acho que fui patriotakk, mas vamos que vamos.

  • Matheus V.

    Miocic TKO R3
    Werdum SUB R1
    Gall SUB R1
    Rivera DEC
    Bate Estaca SUB R2

  • Vinicius Maia

    Rapaz, to torcendo muito pro CM Punk, até mudei no confere. Mas to achando que vou voltar pro Gall por sub kkkk

  • Nelson Junior Ticaum

    A chance do CM Punk nocautear é se a luta rolar nas regras da WWE… Com direito a pulo na hora do soco pra fazer barulho no tablado…….
    Mas confesso, irei torcer pra isso!!!!!

  • Davi Souza

    Mestre Tannuri traindo a causa? que desilusão. #chateado

    • Rodrigo Tannuri

      Nem eu me reconheci também kkkkk #chocado

  • Idonaldo Gomes Assis Filho

    Caralho, o McCall estando em um card fode tudo, agora quem caiu foi a luta do Bodão, o CB machucou no elevador kkkkkkkkkkkkkkkkk

    E ALIÁS, ALGUÉM SE OFERECEU PRA LUTAR COM O BODÃO >> http://www.lowkickmma.com/UFC/donald-cerrone-offers-to-fight-at-ufc-203-on-24-hours-notice/

  • flavio israel

    Palpites: Miocic – Tko. Werdum – Sub. Gall – Sub. Jéssica – Tko

  • flavio israel

    Esqueci do Califórnia Kid hahaha , vitória por decisão.

  • Luiz Henrique

    Overeem KO 4RD
    Werdum UD
    Gall SUB R1
    Faber SD
    Andrade KO R1

  • Fernando Batista Lima

    Hoje eu estou com o estagiário. Apenas o método não concordamos 100%. Como ele está bem entre os colunistas, acho que dessa vez vou me estabelecer no top 100. Da última vez apostei como o Laerte e não deu muito certo. Hahaha! Rumo ao topo!

  • Tito Ortiz

    O Pink foi tao mal assim nos treinos?

    • Tito Ortiz

      Cara, no documentario q ta no Youtube ele realmente começa do zero.. até soco ele aprende do zero. Vou torcer por ele pela coragem mas vai ser dificil.. acho q vai ser finalizado até com certa facilidade..

Tags: , , , , , ,
Instagram