Confirmado: Tito Ortiz segue apaixonado pelo UFC

Renato Rebelo | 25/09/2013 às 17:06
Tito-Ortiz-Dana-My-Bitch-445x373

Da série “quem desdenha quer comprar”

Ainda na fase púbere, um dos meus primeiros relacionamentos amorosos me ensinou que o contrário de amor/amizade não é ódio/inimizade e sim indiferença.

A falecida me azucrinou tanto durante seis meses de namoro que, assim que o elo foi desfeito, garimpar notícias com amigos em comum, fuxicar o Orkut (Facebook da época) e mandar mensagens na calada da noite eram ações que sequer passavam pela minha cabeça.

Quanto mais no sapatinho ficasse, mais simples seria a transição.

Quando arranjei outra querida, nada de demonstrações públicas forçadas de felicidade ou indiretas à pessoa que ficou pra trás.

Não havia qualquer sentimento. Passou. Bola pra frente.

Minha mente finalmente está num lugar legal. Não estou mais em uma relação que me puxa pra baixo. Estou feliz agora como nunca estive antes no UFC – disse Tito Ortiz no dia em que sua contratação pelo Bellator foi anunciada.

dana-white20

Foto postada por Tito: Dana dando aula de ginástica

Antes que comecem a achar que estou drogado para escrever esse tipo de baboseira no Sexto Round, explico:

Há um paralelo muito claro entre minha historinha adolescente e a nova pataquada do ex-marido de Jenna Jameson.

Raciocinemos.

Se você fosse um lutador aposentado de 38 anos que venceu apenas uma luta nos últimos sete anos e, miraculosamente, o segundo maior evento do mundo lhe propusesse um contrato super rentável para estrelar o primeiro pay per view de sua história, sua atitude seria:

A) Treinar feito um maluco para não passar vergonha e, de quebra, garantir outra lutinha milionária na sequência
B) Dividir o tempo procurando fotos do ex-patrão em poses constrangedoras e, a um mês da sua luta, bolar plano para confrontá-lo

Nesta terça-feira, o “Bad Boy de Huntington Beach” disse no Twitter que comprará ingressos para o UFC 167 do dia 16 de novembro apenas para tumultuar o ambiente.

Ele ainda sugeriu que Ken e Frank Shamrock, Randy Couture e Quinton Jackson fizessem o mesmo.

Sendo assim, todos os sites que cobrem MMA no planeta deram destaque ao agora contratado de Bjorn Rebney promovendo, indiretamente, mais um show de Dana White – ao invés que usar suas energias para convencer o público americano de pagar 35 dólares no Bellator: Rampage x Tito.

Tenho pena dos seguranças do Dana que tentarem nos tirar de lá. Espero que estejam armados. Já vejo todos eles tremendo de medo – mandou “O Natural”, entrando na onda.

Vira e mexe, Tito ataca o ex-empregador com acusações de todo sorte.

O que parece não entrar em sua (nada pequena) cabeça é que, se por um lado o evento lucrou com suas performances, ele também é milionário e famoso graças à plataforma.

É claro que ele só fala de mim. Sobre mais o que esse cara ia falar? Sobre aquela luta horrorosa que estão tentando vender para pessoas que não a querem nem de graça? – retrucou Dana há algumas semanas.

Captura de Tela 2013-09-25 às 17.29.28Pra mim, todas essas esperneadas são apenas uma cortina de fumaça para esconder que ainda há amor pelo ex.

Essa última demonstração não deve passar de galhofa pública, mas, mesmo assim, Renato “Hitch” deixa um conselho:

Há sempre outros peixes no mar. Valorize-se, Tito!

Em tempo: confesso que meu lado espalha brasas torce para o ex-campeão dos meio-pesados não estar apenas latindo hehe

Abraços.

Tags: , ,