Resenha do estagiário:
os destaques do UFC FN 93

Tiago Paiva | 03/09/2016 às 22:45

Amigos do Sexto Round, na ausência de nosso titular e camisa 10, Renato Rebelo, caberá a mim, Tiago “El Estagiário” Paiva vestir o manto e substituir o capitão desse time de feras.

Na quarta expedição do Ultimate à Alemanha, não podemos dizer que o card do UFC Fight Night 93 foi decepcionante – exceto pros fãs alemães que estavam esperando o “It’s Time” de Bruce Buffer, que esqueceu de usá-lo na luta principal – pois não prometia muito.

Mas os três combates principais fizeram sua lição, com duas boas recuperações de nomes importantes da categoria dos meio-pesados e uma divertida luta entre veteranos da divisão até 120kg.

Sem mais papo furado, vamos à análise do que rolou de mais importante:

BARNETTJosh Barnett x Andrei Arlovski

No primeiro assalto vimos um Pitbull bielorrusso agressivo, conseguindo acertar a mão e até quedar o rei do Metamoris, sem contar que as tentativas de quedas do Assassino com Cara de Bebê foram devidamente negadas. Mas assim como a criança que pergunta pra mãe se no céu tem pão, morreu, Barnett cansou os braços do produto da Jackson’s MMA – que até tentou derrubá-lo, mas foi lindamente raspado – e iniciou uma sessão do descarrego até o fim do round. Como em quase todas lutas de pesos-pesados, o terceiro assalto iniciou-se com respirações ofegantes pela boca, socos defendidos com a cabeça e a busca de um golpe de misericórdia – que quase veio após uma dedada no olho certeira de Arlovski – mas o Warmaster resistiu, botou o ex-campeão no chão com uma kimura e encaixou o mata-leão para conseguir os três pontos. Boa vitória do Barnett, que ainda pode dar trabalho na portaria do top 5, e péssimo momento do Pitbull, que foi finalizado pela primeira vez em 17 anos de carreira e vem de três derrotas consecutivas.

GUSTAFSSONAlexander Gustafsson x Jan Blachowicz

Era óbvio: Gustavão precisava vencer a todo custo. E isso aconteceu, mas talvez de forma um tanto quanto decepcionante. Após 11 meses afastado, o sueco deu cabo de Jan Blachowicz usando e abusando da combinação mortal – porém secundária de seu jogo – wrestling + ground and pound, que resultou num corte pornográfico na cabeça do polonês a partir do segundo round. O ex-desafiante ao cinturão do UFC e eterno homem que levou Jon Jones ao inferno venceu, mas não convenceu, deixando fãs e analistas com interrogações na cabeça ao colocá-lo novamente contra a trinca do cão (Jones, DC e Rumble). Visto que ele já foi derrotado por todos, fica difícil visualizar uma vitória se não houver uma grande evolução no jogo do nórdico. Enquanto isso, Blachowicz teve bons momentos e mostrou que tem força para dar jogo na portaria do top 15 da divisão.

BADERRyan Bader x Ilir Latifi

Definitivamente, Darth Bader não se deixou abalar com o brutal nocaute que Anthony Johnson lhe aplicou em janeiro deste ano. O meio-pesado americano passou por um certo sufoco no final do primeiro round devido a mão pesadíssima de Latifi, que lhe acertou em cheio, mas os risos ao se direcionar ao seu córner não foram vazios. Parece que a falta de torcida do menino Lucas Rezende – que está em São Paulo devido ao lançamento de seu livro – atrapalhou o sueco, que tomou uma senhora joelhada em cheio e caiu deitado em berço esplêndido aos dois minutos do segundo round. Revigorante vitória de Ryan Bader, que tem tudo a favor para ir buscar a tão sonhada disputa de cinturão, enquanto Latifi bate na trave na tentativa de adentrar aos dez melhores atletas da categoria.

Menções honrosas:

  • O primeiro destaque será negativo, criando o conceito de menção (des)honrosa nas análises pós-evento. Que luta tenebrosa entre Jarjis Danho e Christian Colombo! Os pesos-pesados fizeram um primeiro assalto decente, mas a partir da segunda sessão de papo o gás sumiu e a luta se transformou num show de horrores entre gigantes. O resultado foi empate, transformando os fãs nos únicos perdedores.
  • Olho no garoto Taylor Lapilus! Excelente performance do francês de apenas 24 anos, que escapou com maestria do bom jiu-jitsu do brasileiro Leandro Issa e levou para casa os três pontos na decisão unânime.
  • Valente, essa menina Veronica Macedo! Com apenas 20 anos e menos de um ano de MMA (ela estreou em março deste ano), deu um aperto para Ashlee Evans-Smith, que abusou da grande diferença de tamanho e da falta de preparo da oponente (que pegou a luta em cima do laço) e conseguiu o TKO no terceiro round. Descendo de categoria, o céu é o limite para a venezuelana!

Amigos, para os demais resultados, bônus e a coletiva de imprensa pós-evento, é só dar um pulinho no tópico do UFC Fight Night 93 em nosso fórum.

  • Hyuriel Constantino

    Eu só tive coragem de ver os VTs. Esse card não estava dos melhores. Apesar disso, devo destacar o nocaute retumbante do Bader que não acabava uma luta antes do tempo legal há tempos, e a virada monstruosa (inclusive na raspada, hehehe…) do Warmaster que quebrou a banca dos colunistas (mais o péssimo momento do Arlovski que, numa próxima derrota, pode estar indo novamente para os braços de Ray Sefo).

    Meus próximos casamentos:

    Gustafsson x Teixeira
    Bader x Shogun
    Warmaster x Cigano

    • Renan Oliveira

      Gustafsson é luta péssima pro Glover. Como ele vêm de derrota (KO 13s) casaria ele com o Shogun (Que é bem vencível) e o sueco com o Bader.

      • Hyuriel Constantino

        Shogun e Glover é embaçado. Não topariam pela nacionalidade e respeito mútuo. Além disso, o Gustafsson que vimos hj é vencível pro careca.

        • Renan Oliveira

          Acho que ali o Gustafsson tava sem ritmo. Tava muito diferente das outras performances. Pelo menos fez o jogo seguro pra vencer.

          • Idonaldo Gomes Assis Filho

            Pokrajac pro Shogun?????????????? WAAAT

          • Renan Oliveira

            Foi só uma sugestão. Na hora não pensei em outro nome.

          • Idonaldo Gomes Assis Filho

            Só me pareceu que você não gosta de croatas kk

          • Renan Oliveira

            Cara, tava vendo aqui. O Pokrajack já foi cortado várias vezes do UFC.

        • Marcio Lennon

          ha alguns anos atras ofereceram glover para o shogun, que nao aceito na epoca pq o glover era “desconhecido”, deu uma leve menosprezada, nao acho q eles sejam tao amigos para nao aceitarem se enfrentar

    • Marcio Lennon

      bons casamentos, barnett nao bate de frente com o top 5 atual, o teto dele hj em dia e ser top 6, cigano surraria, mas seria legal de ver.
      gus x glover e o casamento entre tops dos 93 que precisa acontecer, o sueco de hj nao sei se venceria, mas o sueco de seus melhores tempos e superior ao glover.
      shogun esta sem casamentos disponiveis, acho q ele deve pegar outro top 15 se ele ainda for lutar esse ano, nao creio q esse casamento saia esse ano, mas na atual fase o brasileiro tbm nao deve ir mt longe na categoria, antigamente ele ainda tinha um chao decente e tals, mas hj em dia se nao entrasse a mao pesada, o bader passearia no wrestling

  • magnuseverest

    Se criarem uma nova categoria Veronica Macedo pode descer e fazer bonito, nesta talvez fique pelo meio da tabela.

    • Idonaldo Gomes Assis Filho

      Nem acho que precise, acho que nos palhas ela será uma boa prospect, menos hypada que a Pvz claro…

      • Matheus V.

        Brabo é cortar esse peso. Tudo bem que ela é pequena mesmo (1,60m), ainda sim 9kg não é para todo mundo.

        • Enzo Colla

          Pelo o que eu vi, ela tem umas gordurinhas abdominais hehehee
          (E ela tem a altura da bate-estaca)

  • Idonaldo Gomes Assis Filho

    Arlovski tem que se aposentar… ele já não deve pegar um nome relevante em um próximo duelo, e aliás vem sido castigado nas últimas luta, e nessa foi um mata leão bem estranhão aseuhausheuhseuh, tenho dó do Pitbull, tá mais pra cadelinha. Aliás tô esperando um texto sobre os pesados nessa semana em kk.

    Dos meio pesados, Gustafsson não mostrou a que veio, levou um atraso bonito e teve que usar o plano B que funcionou pois o adversário se mostrou leigo pra caramba em defender queda e em ficar de costas.

    O Latifi foi bem babaca, o Bader já tava com o movimento e aí ele vai tentar derrubar, tudo bem que na hora as vezes nem percebe, mas acho que faltou QI de luta, ele tava fazendo isso muitas vezes, aliás o Bader deu sorte também de se recuperar do knocdown.

    E de resto eu tenho a destacar o ROUBO MELINDROSO que fizeram contra o McGregor inglês e também o fracasso do Dalby que veio meio hypado pro evento e foi feito de pano de chão nessa luta. E aliás eu acho que fui o único que não achou tão ruim a luta dos pesados, eu acho até engraçado kkk

    • Hyuriel Constantino

      O mata-leão pegou. Mas foi tão rápido que o Arlovski sentiu logo e deu os três tapinhas, além de que o cansaço tb ajudou.

      • Idonaldo Gomes Assis Filho

        Sim, mas na hora lembrei do mata leão da Amanda na Miesha, foi bem rápido e eu não achei que foi tão justo assim, mas nem vi direito o Combate não mostrou muito o replay

  • João Paulo Pereira

    Cara cotovelada que a Veronica Macedo tomava doía no meu coração. O que o juiz estava pensando em deixá-la tomar tanta porrada? Acho que estou apaixonado e a Venezuela é logo ali.

    • Matheus V.

      Doeu no meu coração de verdade, a Miesha foi destronada com a estréia dela, haha.

  • Judas Bode

    o melhor do barnet é o grapling,o que falta no barnet é melhorar o jogo de quedas para levar o combate para onde ele é melhor, neste combate quem aplicou as quedas foi arlovsky.
    Acho que barnet pode chegar nesta categoria a top 4 tranquilamente, contra o big ben que é top 5 ele estava mehor e perdeu por um erro ao expor o pecoço e foi pego numa guilhotina. Acho que barnet só perde para cigano e miocic nesta categoria e contra werdum e overeem seriam lutas interessantes

    • Matheus V.

      Barnett não arranjava nada contra o Werdum, nem no chão (onde, sim, o Vai Cavalo é muito melhor) nem em pé. Contra o Overeem muito menos, não acharia a distância e seria nocauteado rapidamente.
      O máximo para ele agora é virar porteiro da divisão.

      • Judas Bode

        porteiro da divisão é o roy nelson, se um cara lento como o big ben é top 5, lógico que o barnet pode chegar a top 4.
        o grapling do barnet é de alto nivel, só o werdum para rivalizar com ele nesta divisão e em cima do grapling ele pode até ser campeão dos pesados
        eu não arriscaria dizer que werdum é melhor no chao que barnet e nem diria que barnet é melhor que werdum, apenas gostaria de ver.
        mma é chão e trocação, tem que se levar sempre os dois em consideração, veja o demiam maia, não tem uma grande trocação mas faz a diferença no chão e pode ser campeão da divisão
        é claro que grapling do barnet pode leva-lo até o titulo, é o que eu falei no primeiro comentario, se ele melhorar as quedas, ele passa a ser um cara muito perigoso, por ter um jogo de chao muito forte
        quanto a overeem, sou mais barnet se a luta for para o chão

    • Hyuriel Constantino

      Arlovski tem background no Sambo. Isso realmente o torna um sujeito diferenciado na aceitação das quedas. O forte do Barnett é a manutenção no solo com seu jogo que se assemelha ao Catch Wrestling.
      Quanto a Barnett lidar com a galera do TOP 5, discordo. No atual momento da carreira dele, ele é azarão contra qualquer um por estar longe do seu auge há alguns anos.

      • Judas Bode

        o barnett acabou de fazer uma luta contra o top 5( big ben) e estava muito melhor na trocação e perdeu por um erro ao expor o pescoço
        esta categoria é muito tranquila.

        • Hyuriel Constantino

          Apesar de mais uma ou duas vitórias darem ao Barnett um TS, com Cigano, Cain, Miocic, Overeem e Werdum na frente? Não, não é terreno tão tranquilo. É que nem o Bader que bate quem tá atualmente abaixo dele, mas acima dele já tomou ou iria tomar atraso de todos.

          • Judas Bode

            agora eu concordo, barnet esta exatamente atras de cigano, cain, miocic e overeem, consegue ser top 4, todos estes 4 são favoritos contra barnet, mas barnet tem condições de vence-los se a luta por exemplo for para o chão.

          • Hyuriel Constantino

            Aí é que tá o problema: todos os 4 são quase impossíveis de levar ao chão. Muito mais de ficarem com as costas no solo. E o que mais aceitaria quedas é justamente quem ninguém nos pesados gostaria de estar em sua guarda, que é o Werdum.

  • Matheus Araujo

    Rapaz a raspagem foi linda demais mesmo viu

  • Leo Corrêa

    1 – A movimentação do Alexandre Gustavo.
    2 – O trapézio de Ilir Latifi.
    3 – Arlovski, que fase…

  • Ridelson Medeiros

    – Card bem ruim… e ainda tive que ver a Veronica apanhar… n mereço isso. #WarMasterIsBack(Maybe)

Tags: , , , ,