Sexto Round indica: três preliminares do UFC FN 26

Renato Rebelo | 15/08/2013 às 23:08

Pouco antes de Chael Sonnen, Maurício Shogun e outros figurões entrarem em cena, uma galerinha boa se digladiará em Boston para garantir o leite das crianças.

Como de praxe, aqui no Sexto Round indicamos três casamentos menos badalados – porém, não menos interessantes.

Vamos aos escolhidos do Fight Night 26:

URIAHUriah Hall x John Howard

O “Homem Ambulância” deixou seus rivais do TUF 17 mais apavorados que idoso em caiaque. No entanto, a fama não se justificou na final do programa – e o polivante Kevin Gastelum acabou levando o caneco. Agora, para atender expectativas do naipe de “melhor lutador a sair de um TUF” (by Dana White), o jamaicano precisa convencer contra “Doomsday” – que, para retornar ao Ultimate, matou o abacaxi no peito há duas semanas. Apesar do importante fator experiência, o combo criatividade + potência faz a balança pender pesadamente pro lado de Hall.

___________________________________________________________________________________________________________________

 

CONORConor McGregor x Max Holloway

O “Notório” pertence àquela rara linhagem que, além de representar na jaula, traz consigo uma tonelada de carisma. A legião de fãs vidrada no estilo anárquico do malandro que deseja “torrar cada centavo imediatamente para se manter faminto por conquistas” é tão grande que o UFC já se mobiliza pra retornar à Irlanda – sua terra natal. Na estreia, o bem cotado Marcus Brimage durou apenas um minuto e se tornou o 12º opositor a ser nocauteado por McGregor em 15 apresentações. Do outro lado, o orelhudinho havaino chega pro combate com uma pinta danada de cordeiro sacrificial. Não me entendam errado, o “Abençoado” é duro, mas o trem-bala de Dublin vem a todo vapor…

 

PICKETTBrad Pickett x Michael MacDonald

“Mayday” x “One Punch”, Renan Barão x Eddie Wineland e Urijah Faber x Yuri Marajó responderão todas as perguntas que fazemos sobre o topo da cadeia alimentar dos galos. Conseguirá o jovem fenômeno de apenas 22 anos – que deu tanto trabalho ao campeão interino- se recuperar da derrota do UFC on Fuel 7? Ou veremos o experiente chapeleiro inglês acumulando o quarto triunfo em cinco lutas? Porradeiros bem ranqueados disputando uma vaga na zona do gargarejo? Fede a nocaute essa aqui.

 

BRANDAODiego Brandão x Daniel Pineda

Dotado de agressividade incomum, o mini Wand tem tudo pra ser tornar um verdadeiro “bully” no peso-pena. Desde que botou a cabeça no lugar – pós-sucesso meteórico-, o cara sobrou contra Joey Gambino e Pablo Garza. Desta vez, o inimigo, ex-campeão do Legacy FC, é um venenoso faixa-marrom de jiu-jítsu com bons cruzados de direita e socos rodados. Problema logístico à vista pro completinho “The Pit”: em pé, “Ceará” é tinhoso e no chão, o catiço. Fico com a impressão que o pupilo de Greg Jackson é carga pesada demais para o Gol 1.0 com trio elétrico e ar condicionado americano. Veremos.

 

Abraços.

Tags: