Cinco motivos para: não perder o
UFC Fight Night 90 e o TUF Finale 23

Rodrigo Tannuri | 30/06/2016 às 21:41

Ajayô, people! Sei muito bem que não teremos UFC nesta semana, mas, como na próxima teremos três logo em sequência, o boss Renatão pediu antecipar os preparativos.

Aqui estou eu, lhes apresentando o Fight Night 90 e o TUF 23 Finale – que rolam no mesmo local, na MGM Grand Arena, em Las Vegas, na quinta e na sexta-feira da semana que vem.

Vamos aos nossos cinco motivos?

1º – Dedicação x Garra

Captura de Tela 2016-06-30 às 21.01.53Muito se fala em Robbie Lawler, mas, pra mim, Rafael dos Anjos é o lutador que mais se dedicou pra chegar ao status de campeão. Ao longo de sua jornada nos leves, o outrora unidimensional grappler padeceu, quase foi cortado do UFC, mas persistiu e se transformou num atleta completo, forte técnica, mental e fisicamente.

Ele não só derrotou, como deu show em cima de Donald Cerrone (duas vezes), Anthony Pettis, Nate Diaz e Ben Henderson. O brasileiro é um vencedor e merece ser respeitado! Inclusive, o UFC deveria valorizá-lo e os fãs adotá-lo.

No entanto, nada está ganho. Assim como RDA, Eddie Alvarez é outro que teve que surpreender o mundo pra chegar ao status de desafiante. O ex-campeão do Bellator chegou com pompa, mas estreou com derrota pra Cerrone.

Depois, encarou Pettis e Gilbert Melendez e passou raspando pelas pedreiras na base do combo confiança/ estratégia/ raça/ resistência.

Simplesmente não há como essa luta ser ruim, porque os protagonistas são pra lá de agressivos. Veremos um choque de almas e vontades!

2º – TUF define heróis e vilões

Se a maior rivalidade nos galos é Miesha Tate x Ronda Rousey, nos palhas é Joanna Jędrzejczyk x Claudia Gadelha. Entre elas, aliás, há muitas semelhanças.

Captura de Tela 2016-06-30 às 21.08.55Primeiro, Ronda e Joanna impuseram um reinado de medo. Segundo, são amigas. Terceiro, Miesha e Claudinha são grapplers. Por último, as quatro participaram do TUF e tais passagens foram marcantes.

Pra mim, o mais legal do reality show é a exposição nos treinadores e a dificuldade com que vários lidam com isso. No TUF 18, Ronda viu sua imagem ruir, pois errou em tudo! Miesha também não é santa, mas se aproveitou do descontrole da rival pra ganhar mais fãs.

No TUF 23, ocorreu o mesmo. A polonesa foi tão ‘bully’ que esqueceu de ser treinadora. Foi criticada pesadamente por isso. A frase “vou te mandar de volta pra selva!” – referindo-se ao Brasil – pegou mal, inclusive.

Já Claudinha, serena, brilhou como técnica e ainda deu corda pra rival se enforcar com a opinião pública.

O aspecto psicológico pode pesar, porque Joanna não esperava levar a pior como mentora, muito menos a reação negativa dos fãs. No campo esportivo, a polonesa já fala em ser a primeira campeã dos moscas. Já a brasileira está focada em vencer definitivamente (dei vitória pra ela na primeira).

A disputa pelo cinturão dos palhas será um show à parte, porque as protagonistas estão bem à frente das demais. É muito equilíbrio e ódio!

3º – O que esperar de Brooks?

Assim como Eddie Alvarez, Will Brooks, outro campeão dos leves do Bellator, cruzou a ponte até o UFC.

Captura de Tela 2016-06-30 às 21.14.30Se com o primeiro a negociação foi polêmica e longa, com o segundo foi bem tranquila (Brooks recusou uma bolada de outros eventos e aceitou uma oferta bem menor do UFC). Ainda não sabemos como será o desempenho do produto da ATT no Ultimate, porque o grau de competição é maior. Mesmo assim, não vejo o americano decepcionando.

Ele é um tremendo mala no Twitter (reclama de tudo e todos, provoca, se vitimiza, etc), é meio problemático (já tentou se suicidar), mas é um grande e sólido lutador. De 2013 pra cá, venceu oito seguidas e de forma dominante.

Derrotar o ótimo Michael Chandler (duas vezes) não é pra qualquer um! Bons valores como Marcin Held, Dave Jansen, Alexander Sarnavskiy e Saad Awad também sofreram. A estreia no UFC será contra o veterano Ross Pearson, que já foi mais temido.

Curiosamente, o inglês vem perdendo quando é favorito e surpreendendo como azarão. Particularmente, acho até que o ex-Bellator merecia encarar um oponente melhor ranqueado, mas é bom não mimá-lo mesmo, pois se Dana White der a mão, Brooks vai querer o braço.

4º – Posterboy x Marraboy

TUF-23-Finale-Lee-v-Matthews-645x370Vocês se lembram que muitos lutadores, até mesmo veteranos, ficaram incomodados com o tratamento que o UFC deu a Sage Northcut, correto? Mas Kevin Lee perdeu a linha em entrevista ao MMA Junkie: “O cara mal chegou e já está sendo mimado por todos. Ele é rico, um garoto branco privilegiado, que vai ruir quando tiver dificuldade no octógono. Sou bem melhor que ele na trocação e no wrestling. Ele tem uma vida privilegiada!”.

Precisava disso? Resultado da injeção de karma: acabou nocauteado por Leo Santos, grappler que ele subestimou bastante, por sinal. Se Lee queria enfrentar um posterboy, conseguiu, pois recebeu Jake Matthews. Ele não tem a fama de Sage, mas, pra azar de Lee, a joia é melhor como atleta e está mais pronta (e olha que tem apenas 21 anos).

Essa será a primeira vez que o australiano lutará fora da Oceania, ou seja, estará mais animado do que nunca pra cair nas graças do público. Na vitória sobre o também promissor Johnny Case, Matthews mostrou que pode vir a ser algo grande.

Já na vitória sobre o limitado Efrain Escudero, Lee não convenceu. Ah, o americano quer encarar Al Iaquinta na sequência… Esse não cai na real e, se continuar subestimando, vai cair feio, de novo.

5º – Muitos brasileiros em ação

Os eventos serão realizados na tradicionalíssima MGM Grand Garden Arena, mas poderia ser no Brasil.

Captura de Tela 2016-06-30 às 21.26.38

Tavares está de volta

Das 23 lutas, 14 envolvem brasileiros! Pelos meio-médios, Alberto Mina deseja se manter invicto. Ele, que venceu o veterano Yoshihiro Akiyama, terá o interminável Mike Pyle pela frente. O americano, de 40 anos, lutará pela 40ª vez na carreira. Curiosamente, cansa menos que o adversário, seis anos mais novo, e isso pode ser decisivo.

Dileno Lopes x Anthony Birchak desperta certa curiosidade nos galos. Thiago Tavares x Doo Ho Choi é outro encontro empolgante. Ao finalizar Clay Guida em 39 segundos, o brasileiro mostrou que é uma força nos penas e poderia muito bem estar invicto na divisão se não bobeasse contra Brian Ortega.

Já o sul-coreano, de 25 anos, é uma das sensações do MMA asiático. Nocauteou no primeiro round nas duas lutas que fez pelo UFC, mostrando muita velocidade. O manezinho tem que ser grappler ou então…

O jovem Matheus Nicolau foi jogado aos leões nos mocas, mas e daí? É azarão contra John Moraga, porém tem sua chance. O mesmo vale pra Fernando ‘Açougueiro’ diante de veterano Gray Maynard, que estreia nos penas querendo esquecer as quatro derrotas seguidas.

Card do UFC Fight Night 90:

Rafael dos Anjos vs. Eddie Alvarez
Roy Nelson vs. Derrick Lewis
Alan Jouban vs. Belal Muhammad
Joseph Duffy vs. Mitch Clarke
Mike Pyle vs. Alberto Mina
John Makdessi vs. Mehdi Baghdad
Anthony Birchak vs. Dileno Lopes
Russell Doane vs. Pedro Munhoz
Felipe Sertanejo vs. Jerrod Sanders
Gilbert Durinho vs. Łukasz Sajewski
Marco Beltrán vs. Reginaldo Vieira
Vicente Luque vs. Alvaro Herrera

Card do TUF 23 Finale:

Joanna Jędrzejczyk vs Claudinha Gadelha
Ross Pearson vs. Will Brooks
Doo Ho Choi vs. Thiago Tavares
Neto BJJ vs. Andrew Holbrook
Gray Maynard vs. Fernando Açougueiro
John Moraga vs. Matheus Nicolau
Cezar Mutante vs. Anthony Smith
Jake Matthews vs. Kevin Lee
Li Jingliang vs. Anton Zafir

  • Renato Rebelo

    Tannuri deixou o Derrick Lewis de fora da lista? É isso mesmo? #oquehouve

    • Pablo Fernandes

      comaçin??

    • Bernardo Garcia

      Tem algo errado ai ein!? Me cheira a algo inverso ao que aconteceu com o Rezende e Carrano na semana passada hahaha.

      • Rodrigo Tannuri

        Esses dois são misteriosos kkkkk

    • Juan

      Vai ter uma análise exclusiva só para luta do Lewis, é isso?

      • Idonaldo Gomes Assis Filho

        É o que tudo indica pelo visto haha, mas o Brooks tá aí pra representar.

        • Rodrigo Tannuri

          Brooks é top! Tomara que não sinta o peso da estreia.

      • Rodrigo Tannuri

        Com certeza. Tanto pra vitória quanto pra derrota. Deixe ele comigo kkkkk

    • Rodrigo Tannuri

      Sou um líder atento. Lewis brincou tanto nas redes sociais, que tive que puní-lo com a não citação. E ai dele se perder pra ver só kkkkk

  • Gefferson Nesta

    UFC quinta, sexta e Sábado? Acho que umas 50 garrafinhas de cerveja da!
    Os eventos tão sinistros, só luta boa! E já vi que vou MITAR no confere…

  • Lero

    Eu tinha quase esquecido aquele menino Mattews. Essa luta dele contra o Case foi muito muito boa.

  • Rafael Fiori

    Card principal sensacional. Essa semana de lutas vou trabalhar no estilo zumbi.

  • Shotokan Karate

    Nosso Joe Rogan de volta hehehehehe. Rafael é o cara. Alvarez tem seus méritos mas dá o Rafael na minha opinião. Joanna é mto mais lutadora do que a Claudia e pra mim deve levar o pega até com certa facilidade.

  • Wanderson Oliveira

    Renato Rebelo >>>>>> Joe Rogan

  • André Lira

    Maynard nos penas é isso mesmo? Agora dá pra fazer Edgar vs Maynard IV. hahahahahahahahaha.

    • Rodrigo Tannuri

      Os minutos iniciais pro Edgar serão mais tranquilos kkkkk

  • James sousa 8

    Jake Matthews vs Kevin Lee pra min e a segunda melhor luta do card de sexta perdendo só pra luta das meninas

    • Rodrigo Tannuri

      Boa! Também não pude passar batido por essa luta. Team do Bem x Team do Mal? kkkkk

  • Daniel R Carletti

    Olha, podem me zuar e tal, mas eu me amarro no Roy Nelson hahaha. Me divirto demais com o gordo. Cai dentro, filhão, que o cinturão tá perto!

    No mais, muito empolgado pra ver RDA. Tá mandando bem demais, espero mais uma vitória monstra!

    • Idonaldo Gomes Assis Filho

      Dois pesos pesados que são tops, dois sanguinários, divirto com ambos também não tem jeito haha

    • Rodrigo Tannuri

      RDA é muito sangue no olho, mas acho que o Alvarez vai dar uma luta à ele.

  • Giulia Vargas

    Estou torcendo muito pra Claudinha, mas a Joanna evoluiu demais depois da primeira luta entre elas. Acredito que a polonesa vence a brasileira, mas vou estar torcendo muito por ela.

    • Rodrigo Tannuri

      Eu também acho que a polonesa evoluiu mais, mas estou com o feeling de que teremos mudanças na categoria kkkkk

  • Renan Oliveira

    Só lutão pela frente!!!

  • Ridelson Medeiros

    – To muito empolgado pra ver o Hoo Choi de novo em ação… mlk usa hack. E ver ate onde o Pyle vai antes de se aposentar.

    • Rodrigo Tannuri

      Eu também! Esses dois eventos menores serão interessantes 🙂

      • Ridelson Medeiros

        – E matou.

  • Anderson Tomaz

    Mesmo que eu não fosse brasileiro, apenas julgando pelo TUF Gadelha merece demais esse título… Joana Jeuwuwuqahquqsduq é a personificação da arrogância na categoria palha, tal qual Ronda era nos galos… Escrota demais… Luta dura, mas creio que dê Claudinha por finalização sim.

    • Rodrigo Tannuri

      A JJ sempre mostrou certa agressividade gratuita, mas, no TUF, esse lado ficou aflorado. Detestável a participação dela, assim como a da Ronda.

  • Gefferson Nesta

    Acho que a luta entre RDA e Eddie Alvarez vai ser um encontro de estilos muito bom, tipica luta pra ser um guerra de 5 rounds.
    Joanna Jędrzejczyk vs Claudinha Gadelha é uma das lutas que mais tenho aguardado pra assistir, as duas evoluíram muito depois da ultima luta, mas aposto muito na Claudinha, acho que ela vence depois de amassa a Joana.
    Ansioso pra ver a estreia de Will Brooks e ver como ele vai se comportar no UFC, pelo retrospecto a maioria dos lutadores recém cegados no UFC não costumam estreia bem e o Pearson é um ótimo cara pra testar o Brooks.
    Doo Ho Choi ficar de olho nesse sacaninha, ele é bom!

Tags: , , , , , ,