De olho no vice: os
pontos altos do Bellator 156

Lucas Rezende | 18/06/2016 às 02:25

Saudades de mim, amigos? Pois estou de volta para a discutir os decorreres da jaula circular desse Bellator 156. E que evento eu escolhi para reaparecer, hein?

Em Fresno, na Califórnia, Dudu Dantas massacrou Marcos Loro para reconquistar o cinturão dos galos, Chidi Njokuani nocauteou Thiago Jambo brutalmente e o azarão John Salter finalizou o ex-campeão Brandon Halsey com um belo triângulo. Acompanhem-me com os desdobramentos:

Virando o volume no máximo

Captura de Tela 2016-06-18 às 02.23.58Sem um olho, sem um braço e sem uma perna. Tal e qual um zumbi clássico, é preciso destruir o cérebro de Marcos Loro para que ele pare de caminhar para cima de você.

Feroz e aguerrido, infelizmente o ex-campeão não pôde oferecer mais do que um enorme coração ao reencontrar Dudu Dantas, que reconquistou a cinta dos galos em uma apresentação indefectível, onde, no fim das contas, a sua velocidade e volume de golpes enterraram Loro.

Depois de três rounds de pura superioridade, até acreditei que uma parada do córner beneficiaria Loro e o pouparia de um castigo mais árduo, mas como isso nunca acontece, tivemos de acompanhar mais dois rounds de puro e completo açoite, proporcionado por um atleta no auge de suas habilidades.

É o fim do carrossel dos galos, estrelado por Marcos Loro, Dudu Dantas e Joe Warren? E que venha Darrion Caldwell!

No ponto

Nada como um chute no fígado para deitar um oponente que não vai ao chão com golpes na cabeça.

Thiago Jambo foi valente, resistiu dois rounds de um combate que aceitou em cima da hora diante de um adversário muito mais longilíneo e técnico em pé. As duas dobradas de joelho que o brasileiro acusou já indicavam o fim.

Mas só no terceiro round que Chidi Njokuani despachou Jambo, quando já pensávamos que o confronto se encaminhava para uma até maçante decisão, devido a insistência de Jambo em buscar o clinch e a queda, a abordagem mais inteligente contra o striker superior.

Infelizmente, poucos resistem a uma canelada bem encaixada no tronco e quando o corpo desiste de você, o rosto fica exposto para golpes impiedosos. E foi assim que Jambo terminou estatelado sob os holofotes, tentando compreender o que havia acontecido.

E Chidi caminha para o segundo triunfo dentro do Bellator. Nada mal para o mais novo dos Njokuanis.

Passou o sal

A fase não é boa para o ex-campeão dos médios Brandon Halsey. O início do fim foi quando não bateu o peso em sua defesa de cinturão contra Kendall Grove, então perdeu o título para Rafael Carvalho e depois acabou finalizado pelo, até então inexpressivo John Salter.

A canelada que lhe abriu o supercílio ainda nos segundos iniciais do combate não ajudou. Cheio de sangue nos olhos, mas no mau sentido, Halsey tentou reverter a situação, e quando o combate foi ao solo, sua especialidade, acabou surpreendido pela guarda sorrateira do adversário, um faixa-preta na arte suave.

Triângulo no primeiro round e muito sangue pelo solo, para marcar a batalha. É tempo de buscar a reinvenção para o ex-campeão.

Já para o ex-UFC com passagem esquecível pelo octógono em 2009/10, pode ser que a disputa de cinturão na arena circular esteja mais próxima que nunca, para o homem que nunca foi para a decisão dos jurados em sua carreira e emplacou sua segunda vitória consecutiva no Bellator.

Outros resultados

Chris Honeycutt derrotou Mike Parlo por decisão unânime
Ben Reiter derrotou A.J. Matthews por decisão unânime
Carrington Banks derrotou C.J. Keith por decisão unânime

  • Henrique Santos

    Apesar do card não ter grandes nomes , o evento foi bom , o nível técnico foi melhor do que eu imaginava,
    acho que os próximos casamentos serão :
    Dudu Dantas vs Caldwell/Taimanglo
    Chidi Njokuani vs Michael Page/Cyborg
    Jonh Salter vs Rafael Carvalho
    Honeycutt vs Andre Chatuba/Brennan Ward

  • Lucidio Gomes

    Gostei muito da luta do Dudu, mostrou técnica e velocidade, tudo bem que o Loro não seja um trocador que sirva de parâmetro para avaliar o nível do Dudu, mesmo assim gostei da luta.

  • Sexto Empírico

    Amigos… irmandade…treinaram juntos…humilde…batalhador… blablabla… mimimi….Chega! Vamos ao ponto que realmente importa. Dudu venceu porque é melhor que o Loro. É mais técnico e forte mentalmente. Ao contrário de Loro (e Aldo), parece não se deixar abalar tanto por questões extra lutas. Merece ser o Campeão. Agora, viva o novo Campeão e que cessem as lágrimas.
    Uma dúvida: há alguma diferença, que influencie nas lutas, entre o octógono e a arena redonda? Na minha opinião de leigo, penso que a redonda é melhor por não haver ângulos, “quinas”. Alguém sabe?

  • Jonas

    Acho o Dudu mt bom, mas o jogo do Caldwell é pura krytonita pra ele. O americano será o campeão.

  • Rayan Oliveira

    Dudu melhorou muito desde a derrota pro Warren,tem tudo pra se manter com o cinturão em posse.

  • Hyuriel Constantino

    Será que o Dudu começou a virada da zica da NU?

  • Ridelson Medeiros

    – Nova União vencendo… espero que a macumba tenha passado para o bem do ememei br.

Tags: , ,
Instagram