Atacando de Joe Silva: lutas a casar pós-UFC 162

Renato Rebelo | 08/07/2013 às 23:29

Com o UFC 162 no passado, chegou a hora desse pretensioso jornaleiro que vos fala vestir o chapéu de “matchmaker”.

Mantendo os pés do chão, dispensando confrontos improváveis e excluindo atletas comprometidos, cheguei aos seguintes casamentos:

 

NUM1

Anderson Silva x Sofá

Dana White, craque em transformar limão em limonada, disse hoje ao repórter Lance Pugmire, do Los Angeles Times, que está ansioso pra firmar Anderson Silva x Chris Weidman II em dezembro. No entanto, para que o desejo do patrão saia do papel, o saturado ex-campeão terá que buscar, lá no âmago, forças para recomeçar – ou ser surpreendido com checaço cheio de zeros inéditos. Do contrário, como frisei no textículo “Weidman, a grande porta de saída para Anderson Silva”, dezembro pode ser cedo demais pra um cara que demonstra não estar mais tão afim. Afinal, após décadas suando e sangrando em tatames fétidos, é justo que o milionário – e quase quarentão- pai de cinco curta uma brisa e coce os bagos.

 

NUM2Chris Weidman x Vitor Belfort

Se minha tese exposta acima vingar, a chance de testar o novo monarca dos médios cai do colo do cara que mandou 172 mensagens para Dana White no sábado. E pudera. O “Jovem Dinossauro” vem tocando o terror na categoria com suas pernadas assassinas. Briga de cachorros de Itu em que o vencedor – em caso de retorno do “Spider”– provoca duelo com potencial pra vender mais ingresso que show do Justin Bieber na Disney. Ah, essa aqui não pode ser na Califórnia nem em Las Vegas

 

NUM3Frankie Edgar x Chad Mendes – Clay Guida

Com Zumbi Coreano, Ricardo Lamas, Cub Swanson e até o dodói Anthony Pettis à frente, é bom que o aluno de Ricardo Cachorrão tome um suquinho de maracujá e aguarde sentado o descongestionamento da rodovia Presidente José Aldo da Silva Oliveira Júnior. Um bom teste rumo ao “title shot” pode sair deste duelo “exprosivo” que rola em agosto. Torço pra que dê “Money”.

 

NUM4Charles do Bronx x Marcus Brimage

Já que chances do jiujiteiro da Baixada Santista contra o Chapolin Colorado sempre foram diminutas, o objetivo do último sábado era vender a derrota a preço de Iphone na Venezuela. Missão cumprida. Por atazanar a vida o ex-campeão dos leves, Do Bronx deixou Las Vegas com moral. Na sequência, que tal regar o talentoso jovem de 23 anos para colher bons frutos mais a frente? Brimage, o “Sayajin Moreno”, é baixinho, se embanana no chão e também vem de derrota…

 

NUM5Tim Kennedy x Tim Boetsch

Joe Silva não costuma casar vitoriosos com derrotados, mas, nesse caso, acho válido. “O Bárbaro” é um verdadeiro picolé de chuchu e tá “guardando caixão” na entrada do top 10. Já o milico, que vem de importante vitória e já sentiu o cheirinho do cinturão do Strikeforce, quer entrar. Aposto minha casa no Tim.

 

NUM6Roger Gracie x Brian Stann

Acho que o decacampeão mundial de jiu-jítsu não é um daqueles que se contentam apenas em fazer parte do plantel do UFC. Em outras palavras, ou vai, ou racha. Portanto, vale testar imediatamente suas ambições contra um veterano que defenda quedas e bata pesado. Atenção, soldado Stann, sentido!

 

NUM7Cub Swanson x Ricardo Lamas II
Com exceção do campeão, o aluno de Greg Jackson possui a maior série de vitórias atualmente no peso-pena (cinco). Já que o imbróglio entre Aldo, Zumbi e Pettis promete demorar, nada mais justo que casá-lo com seu último algoz que, por coincidência, é dono da segunda melhor série (quatro vitórias).

 

Mark Muñoz, rapaziada? Com quem podemos casá-lo?

Tags: ,