Cinco desafiantes que chegaram
com pompa e caíram feio

Rodrigo Tannuri | 28/04/2016 às 17:51

Faaaaala, galera! Grande parte dos fãs diz que a maior decepção do UFC 197 foi Jon Jones, mas o meu escolhido é Henry Cejudo. Como vocês sabem, muito se esperava do wrestler medalhista de ouro nas Olimpíadas de 2008, porém, a perda da invencibilidade ocorreu de forma brutal.

Esse exemplo me fez querer listar outros desafiantes que chegaram com pompa, mas que pouco fizeram diante dos campeões. Vamos a eles?

Joseph Benavidez

Cejudo não foi o único que sofreu nas mãos de Demetrious Johnson – boa parte da divisão dos moscas também. É até um pecado, pois o considero um dos grandes nomes da história dos mais levinhos, afinal só perdeu quatro vezes na carreira (duas vezes pra DJ e Dominick Cruz).

OrnateOblongAiredaleterrierO primeiro encontro com Mighty Mouse rolou em 2012 e terminou por decisão dividida. A luta foi incrível e nos deu a sensação de que eles sempre lutariam em igualdade de condição. Ao vencer três seguidas, Joe B foi novamente desafiante um ano depois.

Só que a expectativa de assistirmos a mais um confronto equilibrado foi quebrada logo no primeiro round: KO com pouco mais de dois minutos. De lá pra cá, Bena enfileirou mais cinco concorrentes, mostrando que é, com sobras, o nº2 da classe, fazendo por merecer a trilogia.

Contudo, ao mesmo tempo que vem tendo trabalho pra vencer certos nomes, está vendo seu nêmesis evoluir a cada aparição, tirando adversários de alto nível pra nada.

Se não for Benavidez, ninguém irá destronar DJ, mas essa rivalidade tem tudo pra terminar como Frankie Edgar x BJ Penn, ou seja, 3×0 – fora o baile.

Sara McMann

MMA é diferente de Olimpíada! A wrestler Sara McMann, medalhista de prata em Atenas, chegou ao UFC com tudo, pois, além de tudo, estava invicta no MMA profissional.

ronda-rousey-beat-sara-mcmann-bCom esse currículo, óbvio que o hype em torno da atleta seria gigante e, após despachar Sheila Gaff no primeiro round, foi aumentado, a levando à Ronda Rousey. Todos enxergavam a desafiante como uma grande ameaça e até Ronda pregou respeito, porque, assim como ela, era muito forte fisicamente, mas mentalmente preparada.

Contudo, vimos mais um massacre. O encontro, que tinha tudo pra ser marcante, durou pouco mais de um minuto! Ronda, que não havia nocauteado no MMA, não teve medo de trocar golpes, acertou a linha de cintura da rival e a viu desabar.

O resultado foi uma grande decepção. Não pela vitória da favorita Rowdy, assustadora como de costume, mas pela atuação de McMann, que não fez absolutamente nada do que se esperava. E a wrestler segue decepcionando no MMA, pois fez outras três lutas, perdeu duas e lutou mal em todas.

Não sabemos se a acachapante derrota pra Ronda abalou McMann ou se ela nunca foi isso tudo. Acho que a superestimamos na nova modalidade.

Chael Sonnen

Como poderia criar essa lista sem mencionar Chael P. Sonnen? Ele até fez o que quis com Anderson Silva por quatro rounds e meio em 2010, mas acabou finalizado e caiu no doping.

sonnen-whoopsMesmo derrotado, Sonnen dizia ser o verdadeiro campeão dos médios, o melhor lutador da história da divisão e, ao derrotar Brian Stann e Michael Bisping, ganhou ainda mais apoio para falar poucas e boas.

Como esquecer a lendária frase “Anderson Silva, you absolutely suck!”? Se o primeiro encontro terminou de forma dramática, imaginava-se que a revanche, dois anos depois, poderia ser a glória pro único homem a punir Anderson no UFC até então.

Só que isso não estava no roteiro do brasileiro. Na coletiva, prometeu quebrar todos os dentes do inimigo e inutilizá-lo. Na encarada, deu ombrada. No octógono, foi quedado no primeiro round, mas não sofreu grandes danos.

No segundo, frustrou o wrestler e, ao desviar de uma esquisita cotovelada rodada, viu o adversário cair sentado, liquidando a fatura com sua famosa joelhada.

Isso que dá um wrestler querer inventar (também serve pra Chris Weidman)! Sonnen marcou época com seu trash talk, mas cinta que é bom, nada.

Donald Cerrone

Antes de tudo, tenho que explicar: muitos ficarão surpresos com esse nome na lista, mas confesso que surpreso fiquei eu ao ver boa parte da imprensa americana tratando Donald Cerrone como favorito pra revanche contra Rafael dos Anjos.

Culpem eles! Cowboy enfrentou o brasileiro em 2013 e perdeu por decisão unânime sendo controlado.

tumblr_nzn0nckaxu1upwz95o1_400Possuído, fez oito lutas na sequência, as venceu (conquistou quatro bônus) e todos adversários eram bem conhecidos.

Como negar o title shot a quem desbancou Eddie Alvarez, Edson Barboza, Ben Henderson (garfinho), entre outros?

No entanto, a incrível sequência iludiu muita gente. Se o americano impressionou, o que dizer de Dos Anjos, que passou por Bendo, Nate Diaz e Anthony Pettis via surra?

A revanche, valendo o cinturão dos leves, teve o mesmo vencedor, porém terminou no primeiro round: o golpe na linha de cintura, a zona hepática cantada por Rafael Cordeiro, abriu caminho pra outro atropelo.

Cerrone, que sempre mostrou vontade de ir pros meio-médios, enfim, subiu. É bem verdade que o americano não tinha mais o que fazer na divisão, mas o abalo foi sintomático. Geralmente, Cowboy trava nos derradeiros combates e, contra RDA, não foi diferente.

Irmãos Diaz

knee-to-body-2Se os irmãos bad boys que aprontam juntos teriam que aparecer juntos aqui.

Num passado não tão distante, a luta que todos queriam ver nos meio-médios era Georges St-Pierre x Nick Diaz e, após muitas polêmicas, ela finalmente aconteceu no UFC 158.

Diaz vinha de derrota pra Carlos Condit e tinha sido pego no antidoping, mas falou tanta bobagem que GSP cedeu. Aliás, nunca vimos o canadense com tanto ódio!

No octógono, o campeão não só ignorou as armas do inimigo, como também o puniu por cinco rounds. O mesmo aconteceu com Nate.

Benson_Henderson_Low_Kicks_Nate_Diaz_-_UFC_on_Fox_5Quando lutou pelo cinturão dos leves contra Ben Henderson, em 2013, o irmão mais novo havia brilhado contra Takanori Gomi, Cerrone e Jim Miller – e sua confiança estava nas alturas.

O combate poderia ser duro, mas não foi porque o Menino Lobo tirou de letra os pontos fortes do rival.

O atropelo contou com espacate no octógono, palito na boca e um incrível 50-43! O conjunto habilidades (wrestling, principalmente) + seriedade + condicionamento impediu a maloqueirice dos irmãos.

As peripécias da dupla são únicas e por isso eles são tão populares, mas, quando algo dá errado pros dois, os resultados são bem feios.

  • Luis Felipe Fabricio

    E Bethe Correia, nada? hauahuau

    • Thiago de Carvalho

      Ela nem chegou com pompa né. Acho que nem ela acreditava que ia ganhar.

    • Rodrigo Tannuri

      Bethe fez a luta ficar interessante com o trash talk agressivo, mas ninguém esperava nada kkkkk

    • Wendson

      A única coisa que Bethe conseguiu foi a expectativa do povo em saber o quanto que a Ronda iria massacra-la de tanto ódio que ela criou.

  • Lucas Pereira Carrano

    Pô, Sara McMann certamente merece o destaque, pois sua luta foi vendida como o duelo de medalhistas olímpicas invictas no MMA. Maaaaaaas, na minha cabeça, nada supera o massacre em Cat Zingano, que a meu ver (tirando Holly Holm, claro) havia sido a desafiante mais perigosa já enfrentada por Ronda.

    • Thiago de Carvalho

      Tutorial de como perder a moral em 14 segundos.

      • Rodrigo Tannuri

        Estilo Kamikaze 🙁

    • Rodrigo Tannuri

      Eu cheguei a por a Zingano, mas escolher duas adversárias da Ronda seria fácil kkkkk Optei pela McMann, porque é atleta olímpica também. Mas a Zingano, certamente, foi decepção mesmo 🙂

      • Thorens Acchuphase

        Sara McMann foi a maior decepção entre todos os citados não porque perdeu da Ronda, mas porque emplacou mais duas derrotas em seguida, para a Tate (pra mim essa foi a pior) e depois pra Leoa.

  • Thorens Acchuphase

    Na categoria moscas, agora que o campeão despachou o ultimo dos moicanos, resta a expectativa de quem é o segundo melhor: Benavidez ou Cejudo?

  • Bruno Barbosa

    O mais broxante de longe foi o Benavidez, o cara a bater o DJ perder da forma que perdeu foi pra dar uma sombra do que seria o reinando do Mighty Mouse.
    Podia rolar duas menções, a primeira quando o Faber lutou com o Aldo chegou com a áurea de que podia vencer(a luta rolou até na Califórnia) e o que simplesmente se viu foi caneladas pra todos os gostos por parte do Aldo e a segunda, o DC contra o Jones, o cara que lutou boa parte da carreira no peso pesado, wrestler olímpico e invicto no MMA foi dominado pelo Bones(tá que tinha hora que ele dava um foguinho mas nada do esperado).

  • Hyuriel Constantino

    Rapaz, essa gif de RDA batendo em Cerrone é tão brutal que chega a ser risível!

    kkkkkk… Parece o demônio da Tasmânia tendo um ataque epiléptico e possuído pelo espírito de uma patrulha de fantasmas da ROCAN! Tá doido?! kkkkkkkkk…

    • Thiago de Carvalho

      RDD – Rafael do Demônios!

      • Hyuriel Constantino

        RDC – Rafael do Cramunhão. LOL

  • Jonas Angelo

    Mano…achei que esse GIF do RDA estava repetindo…caralho, bateu demais!!

  • José Pereira

    Faber é um bom nome para a lista também.

  • Mateus Elias

    “Isso que dá um wrestler querer inventar (também serve pra Chris Weidman)!” Melhor frase pra mim. Quando o CW deu aquele chute rodado no Luke eu pensei “WTF?” kkkkk mas foi punido por isso.

    • Rodrigo Tannuri

      Obrigado, Mateus! Se um lutador é conhecido por ter um estilo mais sério/tradicional, ele tem que seguir isso. Pra que fazer uma coisa que não está acostumado, saca? Ainda mais em lutas valendo cinturão kkkkk

      • Thiago Eugenio

        Quando vi o Weidman tentar o chute rodado e a reação imediata do Rockhold, eu comentei que ele deve ter pensando: “Esse feladapóta quer me pegar com o mesmo golpe do Belfort??? Péra lá, seu viadinho!!”

        • Rodrigo Tannuri

          kkkkk Cara, foi uma das piores tentativas que eu já vi! Ridículo é pouco! Não esperava isso vindo do Weidman 🙁

  • Renan Oliveira

    Faltou a Bethe Correia

    • Lero

      Wand, Shogun, BJ, Cigano.

    • Wellington Fonseca

      Dá pra encaixar um Lesnar nessa sua lista.

  • Bernardo Oliveira

    Rafael dos Anjos batendo todo aberto. Parecendo até o Wand. Ah se o Conor luta contra ele… a cinta vinha.

    • Renan Oliveira

      Muito pelo contrário. Se fosse o Conor tomando essa sequência no lugar do Cerrone, a luta terminava ali.

    • Lucas Natan

      Vc acha que ele ia começar uma luta contra o Conor jogando golpes daquele jeito ali? Ele foi com mais afinco pq o Cerrone claramente tinha sentido. E quando o Conor sentiu a mão do Diaz ele não revidou na mesma moeda, quis logo foi entrar em queda.

    • Tiago Nicolau de Melo

      Vinha? Tu tá na Irlanda?

    • Lero

      Eu tambem achava uma luta bem perigosa para o Rafael. Já contra o Nate eu estava mais confiante no Diaz.

    • Bruno Barbosa

      Cara é quase impossível bater todo fechadinho quando acontece essa situação, o cara levantou a guarda e se encolheu é o sinal pra definir a luta, o Chuck Liddell fez a mesma coisa contra o Tito Ortiz
      https://www.youtube.com/watch?v=fibarCsBw18
      Pula pros 20:15 se quiser ver mais rapido o nocaute

  • Paulo de Tarso Lins

    Vale uma menção honrosa pra Vitor ‘the phenon’ Belfort, ex campeão do GP do pesados do UFC, ex campeão meio pesado do UFC e vindo de duas vitórias arrasadoras por nocaute sobre Matt Lindland e Rich Franklin, creio que foi o lutador que mais fez o Anderson temer em muito tempo, mas…na chegando a luta todo mundo sabe o que rolou…
    Quanto ao Benavidez tenho uma questão a levantar, o cara tem um hype muito alto como segundo homem mais perigoso dos Moscas (o príncipe dos moscas diria José Aldo) eu porém tenho muita curiosidade em ver uma luta entre Benavidez X Dodson e na minha opinião Dodson iria botar o Bena pra dormir fácil, dizem que a categoria é chata mas tá aí uma luta que seria interessante.

  • Leo Corrêa

    Curti!

    • Rodrigo Tannuri

      Obrigado, Leozão!

Tags: , , , , , ,