Flashback: os casos de doping
mais inesperados do MMA

Fernando Henriques | 14/04/2016 às 18:13

Quando Ken Shamrock, que porta biótipo incompatível com sua idade, ou Kimbo Slice – quase na mesma toada, aos 40 anos – caem no doping, é como se o ponteiro menor do relógio avançasse uma casa e conquistasse mais um minuto.

É o curso natural das coisas, algo mais que esperado. Assim como não podemos dizer que foi surpresa quando Wanderlei Silva optou por fugir de sua própria academia para não ser testado ou quando, no passado, Vitor Belfort foi flagrado.

No Pride, Wanderlei tinha físico e disposição de dar inveja. Chegou a realizar lutas contra pesos-pesados de alto gabarito, em sua versão “100%”, a lá Toguro, e não fez feio.

Shamrock aos 52!

Shamrock aos 52!

Na América, porém, Wand não era grande nem para o peso-médio.

Já Belfort, no final da década de 90 e início dos anos 2000, destacava-se exatamente pelo físico impecável, que lhe conferia explosão abissal. E isto desde tenra idade.

Cria da Carlson Gracie, que era um reduto de monstrinhos amassadores no jiu-jitsu e MMA, nos EUA Belfort antes da fama poderia facilmente passar como um membro da Hammer House, tamanha a pinta de fisiculturista que tinha aos 19 anos.

A suspeita de doping sempre pairou sobre Belfort, Wanderlei e muitos outros lutadores conhecidos, principalmente aqueles que fundamentaram seu estilo de luta na explosão e força física.

Nomes como o de Alistair Overeem – que passou de palito de dente no meio-pesado a monstro no peso de cima em poucos anos – são sempre esperados em listas de dopados.

Mas quando alguém como Lyoto Machida tem este tipo de problema, o espanto é inevitável.

Lyoto figurava na lista de muita gente como um dos poucos que jamais veríamos tendo que se explicar sobre uso substâncias ilegais. Passe no tópico que compartilhou essa notícia aqui no Sexto Round e confira o espanto geral.

A postura que adotou, admitindo o uso de substância proibida ainda antes da efetivação do teste foi louvável e certamente será útil para abrandar sua pena – o brasileiro alegou não saber do banimento da substância que usou, que se deu neste ano. Mas não deixa de ser um choque para os fãs.

É difícil encontrar um paralelo para o caso, dado o perfil “natureba-bebedor-de-xixi” do brasileiro, mas temos na história outros casos igualmente inusitados e que pegaram os fãs de surpresa.

O mais trágico deles terminou com perda de cinturão e expulsão do UFC!

Barnett

Barnett

O Assassino com Cara de Bebê Josh Barnett testou positivo para o uso de substâncias proibidas pela primeira vez no UFC em 2001, após vencer Bobby Hoffman na edição 34 do show.

O esporte era outro e sua vitória foi mantida, tendo a Comissão Atlética de Nevada apenas o advertido para que não voltasse a cometer tal erro.

Mas quando a pena é branda, o delito compensa. Desta luta Barnett rumou para uma disputa de título contra o campeão Randy Couture, e teve êxito, roubando a cinta do futuro Vovô do MMA.

Porém, não ficou muito tempo como campeão. Um exame pós-luta confirmou novo uso de substâncias proibidas. A vitória foi novamente mantida, mas dessa vez o UFC resolveu puni-lo adequadamente: perdeu o cinturão e foi banido definitivamente da organização (apesar do “definitivo” ter virado temporário em 2013, quando a escassez do peso garantiu seu retorno).

Outro que surpreendeu a muitos quando foi flagrado é ninguém menos que Anderson Silva. Afiado quando o assunto era doping, Anderson sempre disse que os que burlassem de regras deveriam ser banidos do MMA… Até se tornar um.

A confirmação de que fez uso de substância ilegal após a luta com Nick Diaz, seguido da pífia defesa que apresentou, culpando um “viagra” tailandês, serviram para manchar uma honrosa carreira.

Os discursos carregados de moral que proferiu antes também serviram para jogar lama em seu legado, que tecnicamente segue firme, apesar de moralmente arrasado.

Alguns justificaram o desvio de conduta usando a grave lesão que sofrera um ano antes, quando teve a tíbia partida pelo joelho/canela de titânio de Chris Weidman.

Mas justificar um erro, seja lá com o fato que for, não passa disso, justificativa. Para que se converta em abono da falha, há um longo caminho que neste caso era viável ao brasileiro.

Means

Means

E para recordarmos um doping recente bastante inesperado, basta lembrar o motivo pelo qual Alex “Cowboy” Oliveira ganhou a chance de fazer seu primeiro main event no UFC, diante de Donald Cerrone.

O adversário original do cowboy americano seria o magricela Tim Means, que, para nosso total espanto, foi pego pela USADA.

fato foi ironizado pelo próprio lutador, que escreveu no Twitter algo como “Olhe para o meu físico. Pareço um usuário de esteroides?! LOL” Pois é, não parece.

Porém sabemos que o físico aparente é apenas um bom indicativo que gera suspeita, mas existem diversas formas de obter ganho de performance em treino ou luta que não passam pela obtenção de músculos.

Josh Barnett, tão peitudinho e barrigudo quanto perigoso no solo, é um clássico exemplo de que ter abdômen trincado ou não nada tem com uso de substâncias ilegais para melhora de desempenho. Assim como Frank Mir – pego contra Mark Hunt-, que promete se aposentar caso a contraprova não o inocente.

As drogas são inúmeras, as possibilidades de trapaça incontáveis, porém a USADA tem filtrado até pensamento.

A Agência Americana de Anti-Doping realmente veio para sacudir o mundo do MMA. Desde a confirmação do doping de lutadores que vivem sob suspeita, por portarem biótipo avantajado, como Gleison Tibau, até a recente e chocante notícia envolvendo Lyoto Machida.

“The Dragon” com o “hormônio do antienvelhecimento”! Quem diria?!

São novos tempos, pessoal, e ainda veremos mais lutas caírem, seja por “lesão” ou doping.

  • Maurício Oliveira

    Estou tão arrasado com esse episódio do Lyoto, que é como se meu cachorro tivesse morrido!
    Sério!

    • Renato Rebelo

      Hahahah tão grave assim?

    • Hyuriel Constantino

      LMFAO!

    • Heitor de Assis Ramos

      fala sério mano kkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

    • flavio israel

      É brother realmente por essa ninguém esperava!! mas, senti muita sinceridade na declaraçao dele com relaçao ao uso da substância, é tanto que falou pra própria USADA que tava tomando e não sabia ser proibido! agora é esperar pra ver qual a puniçao, triste!!

  • Neylon

    Puts véi! Nem sei o que dizer. Parece realmente que ele não sabia o que tava tomando. Mas não sei se acreditar nisso seria uma ingenuidade da minha parte. Quem não toma uma coizinha nesse esporte!? Se nós, brasileiros, tinhamos um patrimônio moral, ele acabou de ser pichado! : (

  • renan augusto

    Inacreditavel mesmo, sempre que falavam que Lyoto e tantos outros não tinham o fisico para o doping, sempre fui critico. Sempre comentei que doping ia mto alem de um abdomen trincado ou 40cm de biceps.

    A vantagens que se ganha com drogas como diureticos, analgesicos e tantos outros, ate a maconha dos irmãos Diaz que nos sabemos q por eles é usada como forma recreativa, por alguns pode ser usada como “camuflador”.

    Felizmente os pedidos de todos os fãs de MMA e de uma de suas maiores estrelas, GSP, foram atendidos. E a caça aos “dopados” esta acontecendo. E isso é otimo para o esporte seja disputado de forma mais “igual”.

    Veremos menos lutadores com cortes absurdos de peso, ou com um condicionamento fisico digno de um filme da DC.

    E que o Lyoto seja punido para servir de exemplo que mesmo um atleta que pareça ser idoneo como ele esta sujeito ao alcance da USADA.

  • renan augusto

    Li em algumas materias internacionais que a substancia ja havia sido proibida desde 2012; não a perdão para o The Dragon

  • Betinho Moscoso

    Ótimo texto!Normalmente esses caras pregadores da moral e dos bons costumes,com discurso sobre banimento a la Anderson Silva,tem culpa no cartório hehe.

  • Marco Aurélio

    Eu começo a acreditar no que o Diaz falou, vai ver todo mundo toma um negócinho, esse doping me surpreendeu muito, o Belfort com o suquinho em dia é um trator, o Lyoto já não pode se dizer o mesmo, a diferença entre eles seria qual
    A – Tempo de uso
    B – Quantidade usada
    ????????

  • Vinicius Maia

    Juro que pensei quando vi Lyoto caindo que o Flahsback seria sobre lutadores que cariam no doping mas os mais improváveis foi top demais. Excelente matéria Fernando. Eu fiquei muito surpreso quando vi que o Lyoto saiu da luta devido a infração na USADA. Confesso que demorei algum tempo pra ligar Lyoto – USADA – Doping. Vamos ver como vai terminar essa novela dele, não quero que o Lyoto pegue uma punição muito severa, pois terminar a carreira com uma suspensão de 2 anos vindo de 2 derrotas é um triste final para o dragão.

  • Leandro Mendes

    Cada um parece que perde uma característica, nao sei se estou certo, mas senti o Lombard totalmente sem gás, teve gás pra uma investida, ao contrário da luta contra jake shields q tava que nem um trator, spider parece q perdeu resistência, pezao aguentou porrada do Hunt na primeira luta, entre outros vários, mas acredito que a maioria use, n so no mma, mas em todo esporte de alto rendimento

  • Thorens Acchuphase

    Se um dia pegarem o Demian Maia, aí terei certeza que não existem inocentes e será melhor liberar geral mesmo! Só não vale retirar o título, suspender o lutador nem ficar na choradeira quando um for pra cova aos 25 anos!

  • Hyuriel Constantino

    Quando alguém puto da vida diz que todo mundo no esporte é dopado, tal assertiva não tem se mostrado mera vociferação. Com certeza, a realidade atual dos esportes tem mostrado cada vez mais que a pureza fisiológica e o jogo limpo são pontos fora da curva, e o discurso da integridade esportiva tem descambado pra hipocrisia.

  • Ricardo Nog

    A impressão que eu tenho é que isso não vai nunca acabar. Pelo contrário, o cenário está bem propenso a cada vez mais notícias como a do doping do Mach tornarem se comuns.

  • RWillians

    Mousasi reclamou disso:
    http://sextoround.com.br/forum/topic/mousasi-acusa-lyoto-de-doping-e-pede-luta-contra-belfort/

    A pergunta é: Será que tinha razão?

  • Rodrigo Tannuri

    Seria Mousasi um visionário? Acho que todos ficaram decepcionados com a notícia, mas é ótimo ver que o esporte está ficando cada vez mais sério. Quanto maior for o controle, melhor.

  • Jonas Angelo

    O ponteiro dos minutos não é o ponteiro maior?! hehe

  • Paulo Zanchet

    Essa do Lyoto eu não esperava. Assim como fiquei surpreso com o Anderson. Paira a dúvida no ar: será que sempre fizeram uso? Ou apenas usaram para compensar a idade avançada/recuperação de lesão? Nunca saberemos. E também nem quero saber. Porém, ao contrários de alguns colegas, não fiquei arrasado ou comovido. Acho ainda que se trapaceou, tem que pagar por isso. Claro que há casos e casos… A grande verdade, já dita por muito nos comentários, é que, nos esportes de alto rendimento, aquele que não se dopa é a exceção. Muitos, no entanto, descambam pra esse caminho por saber que se não recorrerem a algo ilícito para melhorar a performance, podem ficar em desvantagem frente aos adeptos da prática. Acho bastante importante o trabalho realizado pela USADA nesse sentido, afinal, ou controla de vez a coisa ou libera pra todos (sem sacanagem). Uma hora a casa cai! Fica a dica…

  • Ma Le

    é por essa e outras que o wanderley, lioto , shogun, esses dois principalmente, começaram a derrocada no mesmo ano…pra mim nunca foram lendas de nada! Lenda da bomba..só se for!

  • Lero

    Espero que a luta do Browne contra o Velasquez dure mais de 2 rounds. Estou ansioso de saber se o “Cardio Cain” é mesmo uma anomalia da natureza, e o que aconteceu no México foi só problema da altura.
    Acho que a USADA comparte a minha empolgação.

Tags: , , , ,