Reação às críticas iguala
Shogun a Cody McKenzie

Felipe Paranhos | 09/04/2016 às 14:25

Maurício Shogun tem 34 anos, 33 batalhas dentro de ringues e cages e mais tantas fora deles.

Shogun já foi campeão no Pride e UFC

Shogun já foi campeão no Pride e UFC

Foi rei na Ásia, brilhou no UFC, mas hoje se encaminha para o fim da carreira, sofrendo derrotas decepcionantes e deixando de ser – o tempo é implacável – o matador que conhecemos no Pride e no UFC.

Sendo assim, naturalmente, as críticas se intensificaram.

E, a despeito da diferença de qualidade técnica, de experiência de vida e de contato com a parte “show” do negócio, Shogun raciocina igualzinho a um Cody McKenzie da vida – o que você pode conferir neste texto meu de um ano atrás.

Nem original o brasileiro foi.

Esse é o preço do crescimento do esporte. Há mais críticas, mais pessoas enchendo o saco. Vou até dar um exemplo pornográfico. Não quero generalizar, porque são poucos fãs que fazem isso. Tem pessoas que se sentem bem entrando na internet para criticar. É como um cara virgem, que vê filme pornô a vida inteira, acha que mete para caramba, mas nunca meteu. É a mesma coisa (risos). A maioria dos fãs dá suporte, apoia. O cara, quando é fã, gosta de você como pessoa e como atleta. O fã brasileiro é muito fã de resultado. Para esse pequeno número de fãs dou esse exemplo. O cara que é virgem, que vê filme pornô o dia inteiro e acha que mete pra cara***. O resumo é esse. São os guerreiros do teclado”, declarou, em entrevista ao Combate.com.

Só para ilustrar, eis o comentário de McKenzie:

Essas pessoas que falam de lutas são como um milhão de virgens assistindo a um pornô. Enquanto você não está numa luta, você não faz idéia de como é. Esse é o ponto fundamental. É como sexo. Até que você faça, você não tem noção de como é”, declarou McKenzie à época.

Shogun tem o direito de achar que o fã, por não praticar MMA, não pode criticá-lo. Mas me espanta que alguém tão experiente e com tantas conquistas no currículo espere do torcedor só a parte boa.

Mas o histórico recente também pesa

..mas o histórico recente também pesa

Ora, sabemos que o fortalecimento do MMA trouxe mais dinheiro e prestígio aos lutadores.

Como tudo tem dois lados e, sim, o fã brasileiro médio se concentra apenas em resultados de momento, é claro que nas redes sociais e nos comentários de portais – o popular esgoto da internet – sobram trolls a fim de falar mal de quem quer que seja.

Mas o comentário de Shogun acaba transparecendo – pelo menos a meu ver – uma certa aversão a críticas, algo que é bem comum entre lutadores brasileiros.

Já falei aqui noutra ocasião, mas muitos dos fãs de MMA que comprarão PPV do Combate no UFC 198 eram crianças quando Maurício derrotou Ricardo Arona – outro que grande parte dessa galera nem sabe quem é – no Pride.

E será que ele mesmo já não cornetou?

E será que ele mesmo já não cornetou?

Ou seja, pra turma mais recente, Shogun é o sujeito que foi guilhotinado por Chael Sonnen e derrotado em segundos por Ovince St. Preux.

E esse lutador está sujeitíssimo a críticas, como vocês acompanharam em 100% dos veículos ou 100% dos analistas de MMA.

E, infelizmente, o curitibano não é o único a agir assim.

Lembremos, por exemplo, o caso de Vitor Belfort, que frequentemente usa de desculpas pouco verossímeis para justificar suas derrotas.

O que eu não entendo – valeu pela dica, Tannuri! – é o seguinte: Shogun é torcedor do Coritiba. Será que ele não corneta o nosso digníssimo Negueba?

Nas arquibancadas dos jogos do Flamengo, José Aldo é presença fácil e corneta poderosa.

Será que queremos ver Emerson Sheik indo aos microfones chamá-lo de virgem de futebol, que acha que mete mas nunca meteu na vida?

  • Diego Haendel

    Acho que a indignação do Shogun é com ele mesmo. Mas é mais fácil expressar contra os críticos, até pq alguns pegam pesado.
    Boa reflexão, mas, permita-me uma crítica, para o brasileiro, o entendimento e experiência prática acerca do futebol é comum, de MMA é raso.

    • Thiago_NCO

      Não é bem assim.
      Proporcionalmente, a mesma porcentagem de torcedores conhecem as nuances táticas/estratégicas de ambos os esportes: ou seja, uma ínfima minoria.
      Uma coisa é torcer pelo seu time, outra entender por que o seu time, que joga no contra-ataque, tomou sufoco daquele timinho que joga na retranca.

      • Diego Haendel

        Verdade, porém ainda há uma distância substancial entre as duas.
        A reclamação do Shogun dele não foi apenas do conhecimento teórico, mas, principalmente prático. Ele fala dos que assistem, mas não fazem.

  • Anderson Gonçalves Vieira

    sou mt fã do shogum e isso nao muda mais me encomoda mt um cara que ta em uma má fase aparecer pra tirar fotos do evento cm uma barriga daquele tamanho e ai fica complicado nao perder o gás, tem coisas que nao da pra culpar a ninguém so a si msm que eu acho que é o caso do shogum.

  • Felipe Lemes

    torço muito para o Shogun…acredito que mestre Cordeiro deve ter alterado um pouco seu jogo de luta…mas no final das contas, em último caso..pode manter sua forma física nessa academia

    • Willian Matos

      Vai mudar pro peso pesado depois dessa!

  • Rodrigo

    Queria ver Shogun vs Wanderlei Silva, os dois estão em queda livre mas seria um lutaço!!

  • Thiago_NCO

    A comparação com a torcida de futebol foi precisa e implacável, não admitindo contra-argumentações.
    TODOS, repito TODOS OS BRASILEIROS que acompanham futebol criticam jogadores pelos desempenhos em campo. Por que o lutador está acima de um jogador de futebol, por exemplo?
    Isso é um grande mimimi, incompatível com um cara com tal bagagem e experiência.

  • Francisco Júnior

    Shogun realmente desceu o nível, mas não acho que o comentário foi tão reprovável assim, do ponto de vista da sinceridade. Até prefiro sinceridade do que ficar fazendo média o tempo todo, dizendo que tudo é lindo e maravilhoso. Mas a minha opinião definitiva sobre o assunto é que os lutadores dão importância demais para “comentaristas de redes sociais”. Ninguém gosta de receber críticas destrutivas, ainda mais de pessoas desconhecidas e leigas num determinado assunto. Não deve ser muito agradável ler centenas de pessoas detonando você no Instagram ou Facebook. Mas a questão é: se a maioria esmagadora dos comentários vêm de pessoas completamente leigas, que nunca estão satisfeitas com nada e se acham sábias em todos os assuntos, por que dar tanta importância?

    A comparação com o futebol é complicada. São esportes com histórias diferentes e níveis de paixão diferentes. Além disso, uma coisa é ir para um estádio gritar, xingar, cornetar, mas ser fiel a um time aconteça o que acontecer. Será que o Shogun vai no perfil do Negueba pedir que ele se aposente ou mude de esporte? Outra coisa é ser torcedor de ocasião: idolatrar um lutador nas vitórias, mas execrá-lo numa rede social depois de uma derrota.

  • Rodrigo Carvalho

    O texto é legal, gostei muito, mas não concordo com ele. Sei lá, não senti essa aversão a críticas na fala dele. Apesar de transparecer irritação com a pegada das críticas que sejam feitas, gente sabe como nosso povo funciona, parte dele, se não é campeão é um estrume que anda, portanto.. ele tem até razão no comentário – talvez com termos errados hahaha

  • Thorens Acchuphase

    Linha de pensamento sem nenhum fundamento! Desde quando fã tem ter a habilidade/profissão do seu ídolo pra poder ser expressar? Fã de música clássica tem que ser maestro? Fã de F1 tem que ser piloto? Fã dos Rollings Stones tem que ser o que? kkk Sou fã de mma e nunca fui de vc Shogun, me desculpe se sou leigo no assunto!

  • Entrei no site e gostei muito. Não ficam naquela de arranjar desculpas quando algum brasileiro perde. Espero que continuem assim. Parabéns! !!

  • Rodrigo Tannuri

    Texto leve e muito bom de se ler. Confesso que odeio esse pensamento comum dos lutadores. É algo tão bobo, que não dá nem pra acreditar nesse mimimi. Repito: são muito mimados. Na atual fase, o Shogun quer ser elogiado? Desculpe, mas não dá. E digo mais: fiquei bem surpreso com o tom que o Shogun usou. Não esperava isso dele. Decepcionante.

  • Sam

    Acaso entender de luta ou algum esporte e algum conhecimento hermetico cabalistico?! um camarada com o poder de observação e vontade não pode compreender muito mais ate do que quem luta?Alias a observação dos animais e insetos não inspirou trocentos estilos de lutas?

  • Bernardo Oliveira

    Perguntei pra um lutador de MMA que tenho como amigo no Facebook:

    -Será que ele nunca falou mal de um jogador do time dele?

    E ele respondeu:

    – Aposto que sim, mas acredito que ele jamais tenha perdido o tempo dele indo na página do mesmo pra ficar falando o quanto ruim de bola o jogador x ou y é, ou pra dar dicas de como se jogar bola ao mesmo.

    • Savio Cardoso

      É porque no geral falasse do time, se o time jogou mau, porque jogou mau, criticar o time qdo estar na pior é comum, pedir para mudar todo o time e etc, o lutador seria como um time, normal todos os comentários sobre os lutadores, ele que está sendo um completo babaca, pau nas beiras, torcendo muito para ele ser humilhado no mais uma vez nocage e vai se f$%#r Shogun.

  • Tomé

    O problema todo é a desonestidade do argumento. Acho que no Shogun isso não é proposital, mas pouco importa. Eles dizem que aceitam críticas, desde que sejam “construtivas”. E por “construtivas” entenda-se qualquer coisa que não os faça sentirem-se ofendidos. Ou seja, varia de lutador para lutador e, portanto, é uma balela. Na minha opinião, quem escolheu ser atleta de alto rendimento tem que estar aberto a qualquer tipo de crítica, exceto quando não fizeram nada que merecesse questionamento de caráter. Agora, do ponto de vista técnico e na questão da zoação, tudo é válido. Uma coisa é chamar o Shogun de Shogás. Outra é dizer que ele é um FDP. Esse é o único limite.

    Especificamente, é muito frustrante ver a estagnação técnica do Shogun. Para ser mais preciso, diria até que ele piorou com o tempo. As regras do UFC prejudicaram seu jogo, mas o que vemos é um lutador ultrapassado, que não consegue incorporar novas técnicas ao seu jogo e que até em seu “bread and butter”, o muay thay, apresenta um cardápio muito limitado. De repente, fazer tal constatação, extremamente óbvia, torna o sujeito “guerreiro do teclado”. É a mesma lógica burra de sempre: “Vai lá e faz melhor!”. Como se o Pelé, por ter sido o maior jogador de futebol de todos os tempos, entendesse mais de futebol do que o PVC, que nunca deve ter chutado uma bola.

    Então, Shogun, invertamos os papéis. Diga você mesmo o motivo para não ter as atuações de antes e não evoluir nada em seu jogo. Infelizmente, o histórico mostra ser muito pouco provável que venha alguma explicação lógica e razoável de sua parte para isso. Antigamente iríamos levar na boa, falar da sunga branca, do ruanês, do Batel Grill e vida que segue. Quando você começa a insinuar que a torcida não entende nada e que tem que gostar das suas apresentações sempre (torcedor de verdade tem que gostar do atleta e da pessoa, você disse), então a relação muda. A escolha é sua.

  • Willian Matos

    A dura realidade, que o Sr Shogun ignora, é que o mesmo brilhou na era amadora do mma. O choque de realidade foi dado pelo fantástico Jones numa luta que deixou claro a diferença entre um amador e um profissional. Mimimi é livre!

    • Marcio Lennon

      vc so fala merda o fake

      • Willian Matos

        Pára de tomar WHEY, tá afetando seu cérebro.

  • pablomaz

    Enfim, o Shogun quer é um monte de baba ovo dizendo que tá lindo…

  • Wadson

    Ainda acho que o Shogun se referiu mais ao que enchem o saco, do que aos que fazem crítica. É só comparar os momentos: na maior derrota da carreira dele(Jon Jones) rolou um caminhão de críticas e ele não se manifestou assim. Pelo contrário, ainda admitiu falta de motivação. Na época o PVT fez dois podcasts falando sobre essa luta (um antes e outro pós com o Rafael cordeiro). Agora com o esporte estabelecido no Brasil, criou-se um público grande, e com ele os malditos vícios de argumentar com meme, repetir chavões dos fãs mais antigos. Meu termômetro era o fórum do PVT. Gente com 1 mês de cadastro falando coisas como “Prefiro o Pride”, e pagando de especialista. Eu quero acreditar que é a esse público que o Shogun direcionou os comentários. Pois eu duvido que um cara com tanta experiência, e que já passou por tudo o que um lutador pode passar na carreira, não aceitaria críticas.

  • Felipe Ribbe

    Tenho certeza que se eu chegasse aqui e escrevesse que seu texto é um lixo, que você precisa melhorar bastante sua escrita, se eu fizesse memes com sua foto e opinião… enfim, se eu tivesse um comportamento de hater de internet certamente você não gostaria e rebateria de alguma maneira (veja bem, não é meu caso em relação ao seu texto, ok? Apenas dei um exemplo).

    O Shogun deixou claro que o problema dele não é com crítica em si e sim com quem perde a linha tentando denegrir a imagem do cara. E, mesmo que se acredite que as pessoas têm o direito de falar o que quiser sobre o cara, ele também tem o direito de pensar o que quiser sobre essas pessoas.

    A comparação com o futebol, na minha visão, é inoportuna. No futebol o torcedor do Flamengo, do Coritiba…, torce pelo clube, pela instituição, o jogador é apenas quem veste a camisa e representa a instituição em campo. Logo, se ele não vai bem, o torcedor pode reclamar à vontade, afinal não estará reclamando individualmente do jogador e sim do fato do mesmo estar representando o seu clube. Já o Shogun representa ele mesmo, ninguém mais.

  • Tiago Nicolau de Melo

    Por mais que tenha pego pesado o Meio-Pesado, entendi que ele reclamou mais do pessoal que rebate com xingamentos e pedidos de aposentadoria uma atuação ruim.

  • Renan Silva

    Uma coisa é vc criticar o Negueba que é um qualquer nesse mundo, a outra é vc criticar um cidadão que ja foi o campeão mais jovem do maior evento de MMA do mundo, era temido, construiu um legado, e que agr ao chegar a reta final de sua carreira uma mulecada q nem se da o trabalho de buscar as lutas para conhecer o cara o xinga de diversos nomes e o desrespeita invadindo suas paginas a bostejar pelos dedos.

    Não concordo com o texto, não vejo no Shogun um cara que não aceita as criticas, existem criticas e criticas, e desses trolls de internet a gnt sabe q nada de construtivo vem. O exemplo que ele usou se encaixa perfeitamente nesse caso.

  • Marcos Andre Marujo de Andrade

    Mauricio caiu de nível por vários motivos , idade , falta de empolgação parece que luta apenas pela bolsa e também porque quer queiram ou não o nível do mma subiu muito desde o auge do pride, o que shogun fazia no pride é isso aí mesmo com um pouco mais de raça

Tags: , , , , ,