UFC 172: deixe seu palpite!

49%
Jones
Glover
51%

O que falta para Anderson x Weidman ser anunciado?

renatorebelo @renatosrebelo
05/03/2013 às 23:45
0

Ontem, Roger Gracie garantiu ao repórter Ivan Raupp, do SporTV.com, que já rabiscou a linha pontilhada e seu próximo compromisso está selado.

Acho que essa luta vai ser, se bobear, a mais difícil da minha carreira –disse o filho do mestre Maurício Gomes.

Apesar de considerar King Mo Lawal – único homem a derrotar o decacampeão mundial de jiu-jítsu no MMA – obstáculo mais espinhoso, quem sou eu pra discordar.

De qualquer forma, verdade seja dita: Tim Kennedy, milico boina verde que treina com Greg Jackson, é indigesto.

Essa intrigante colisão de pesos-médios terá palco em Las Vegas, no dia seis de julho.

Pela distância, ainda não há confirmação sobre a numeração do evento – que será pay per view.

A certeza vem pelo fato do UFC sempre montar cards com apelo comercial na semana do feriado do Dia da Independência americana (4 de julho).

Nos últimos cinco anos, houve disputa de cinturão:

2008 – Forrest Griffin x Quinton Jackson
2009 – Brock Lesnar x Frank Mir II
2010 – Brock Lesnar x Shane Carwin
2011 – Dominick Cruz x Urijah Faber II
2012 – Anderson Silva x Chael Sonnen II

E em 2013, qual será o prato principal? Vamos fazer o deverzinho de casa:

Demetrius Johnson e Dominick Cruz: machucados.

Georges St-Pierre, Jon Jones, Ben Henderson, José Aldo e Cain Velasquez: ocupados.

Ronda Rousey: sem adversaria (Miesha Tate e Cat Zingano lutam no meio de abril).

Não precisa ser doutor em ciência nuclear para notar a grande ausência desta listinha mequetrefe.

É elementar: o Ultimate quer Anderson Silva x Chris Weidman.

E o que falta para o anúncio oficial?

É bom para o Chris Weidman, não para mim. Ele é um garoto, é uma criança – disse o “Spider” à repórter Karyn Bryant.

Uns acham que o campeão está tremendo de medo do perigoso desafiante…

Aos 37 anos, o Aranha busca eficiência: menos por mais

Outros veem o paulista como um ser superior, portanto, o duelo contra o “All-American” seria pura perda de tempo.

E nenhum deles acerta o alvo. Amigos, por aqui, não lanço teorias conspiratórias ou conto historinhas pra boi dormir.

O que falta é exatamente a causa de 99% dos conflitos desde que o homus erectus deu as caras: recursos (dinheiro).

Fiquei sabendo que o cabo de guerra atual entre Dana White e o paulista se resume ao seguinte:

O patrão quer que Anderson Silva – que só tem mais duas lutas no contrato – renove por mais oito apresentações com termos parecidos aos do acordo vigente.

Já o brasileiro busca um aumentinho bacana para prolongar sua estadia.

Sem cascalho extra, pode não haver peleja contra Weidman – uma vez que boa parte de sua receita é proveniente da venda de pacotes pay per view e o aluno de Matt Serra tem pouquíssimo apelo popular.

Olhando por esse prisma, até Cung Le e Nick Diaz, nomes aleatórios citados pelo empresário Ed Soares recentemente, poderiam ser mais rentáveis.

Portanto, ainda existe a chance do monarca do peso-médio aguardar sentado a disponibilidade de GSP,  “Bones” ou algum outro figurão.

Será que o careca - à la Will Smith- tem a manha pra salvar o mundo no MMA no “Independence Day”?

Abraços.

Tags: , ,

Vídeo em Destaque