UFC 172: deixe seu palpite!

49%
Jones
Glover
51%

Os palpites da imprensa para Wanderlei x Stann

admin Sexto Round
01/03/2013 às 21:28
0

Carlão Barreto (Combate)

Combate interessante entre esses dois lutadores com poder de KO. Vejo uma luta equilibrada. Stann com estilo mais técnico, faz uma luta mais cadenciada, enquanto Wand tem um estilo mais brigador, porém tem feito lutas mais estratégicas, muito devido a perda da velocidade e explosão que sempre foram sua marca registrada. Os dois vem de revés – isso coloca uma pressão adicional à luta. Nesse confronto, acho que Wand tem uma pequena vantagem se pressionar Stann, não deixando o herói de guerra pensar, impondo seu jogo desde o inicio, expondo as limitações de seu oponente. Estará retornando ao país onde se consagrou – e isso poderá ser um combustível adicional. Creio que Stann deverá fazer um combate mais cadenciado, usando seus golpes em linha para manter uma distância favorável, esperando o erro do Cachorro louco para castigá-lo. Vai lutar para que o combate se prolongue, contando com seu melhor condicionamento físico. Acho que a maior experiência poderá ser um diferencial a favor de Wand. Estou curioso para assistir esse combate, luta bem casada pelo Joe Silva, um duelo com grande possibilidade de ser encerrado por nocaute. Minha torcida é para Wanderlei, não por ser brasileiro, mas por seu carisma, seu passado glorioso e pelo peso de seu nome na história do MMA mundial.

 

Adriano Caldas (SporTV.com)

Brian Stann não é nenhum monstro de sete cabeças e Wanderlei já derrotou lutadores muito melhores do que ele, mas, atualmente, toda luta do Wand é loteria. Na experiência e qualidade técnica, o brasileiro é melhor. O Stann já mostrou que é vulnerável no chão, mas, por outro lado, treina jiu-jítsu com o Roan Jucão, e Wand também não finaliza ninguém há 13 anos. Essa luta vai ser disputada em pé, e se o Cachorro Louco “ligar o ventilador” e não se defender, pode levar um contragolpe fulminante. Outra coisa que me preocupa é que o Wand se emocionou muito na entrada do UFC 132, quando voltou depois de 18 meses parado, se descuidou e tomou aquele nocaute em 27s do Chris Leben. Se deixar a emoção tomar conta de novo ao entrar na Saitama Super Arena pela primeira vez em sete anos, vai levar. Mas, Wanderlei é experiente, não vai cometer o mesmo erro, vai estar energizado por lutar no Japão de novo, e vence por decisão dividida dos juízes a Luta da Noite do UFC Japão 2013.

 

Guilherme Cruz (Tatame)

Stann é uma luta complicada para o Wanderlei, tanto que ele pediu ao UFC para não enfrentá-lo em meados de 2011. A fase do norte-americano não é a mesma daquela época, mas ainda assim é um adversário dificílimo. O melhor caminho para o “Cachorro Louco” vencer é justamente o oposto que ele fez (muito bem, por sinal) ao longo de toda sua carreira: evitar a trocação de início, se possível com quedas e ground and pound. Sonnen e Davis mostraram que esse é a melhor forma de vencê-lo. Mas não acho que Wanderlei fará isso. Seu instinto é sair na mão e buscar o nocaute, e isso deve custar caro. A trocação do Stann está longe do alto nível (foi superado por Bisping em 15 minutos de trocação), mas acho que será determinante para sua vitória por nocaute técnico antes do quarto round.

 

Wagner Bebê (Esporte Interativo)

Na teoria, o favoritismo é de Brian Stann, dado o mau momento de Wanderlei. Stann também tem mãos poderosas, sendo capaz de nocautear oponentes com apenas um soco. Mas Wanderlei, apesar de não ter mais o queixo de outrora, ainda é Wanderlei. O “Cachorro Louco” tem mãos ainda mais poderosas que as do americano e possui mais armas em seu arsenal, embora a tendência seja que ele parta para a “guerra”. Dadas as circunstâncias, não vejo essa luta se alongando muito. Stann terá a juventude e o atleticismo a seu favor. Wanderlei terá a experiência e, principalmente, o apoio dos japoneses que irão lotar o Saitama para vê-lo. Sem dúvidas, estar de volta ao local onde se consagrou pode dar a Wand uma inspiração a mais e fazê-lo relembrar os velhos tempos. Isso me leva a contrariar as tendências e apostar em Wanderlei nocauteando no primeiro round.

 

Renato Rebelo (Sexto Round)

Por mais que a frase “O Wanderlei tem mão de peso-pesado, se pegar uma você cai” de Fabrício Werdum ecoe em minha mente sempre que vou analisar uma luta do “Cachorro Louco”, não posso deixar o coração me guiar nessa aqui. Primeiro, o paranaense, por iniciativa própria, concedeu ao rival maior e mais forte a vantagem física ao propor a luta até 93kg. Em seguida, temos que considerar que o ex-fuzileiro, também mais jovem, goza de melhor absorção de golpes (queixo) e resistência (serão cinco rounds). Pra terminar, acho que o jogo mais fechadinho e o boxe em linha de Stann, principalmente se jogar no contra-ataque, podem achar uma morada na guarda mais aberta do brasileiro. Espero estar enganado, mas vejo Brian Stann perdendo o primeiro round e levando os outros quatro. Decisão unânime.

 

 

Tags: , ,

Vídeo em Destaque