Atacando de Joe Silva: lutas
a casar pós-UFC 236

Laerte Viana | 15/04/2019 às 13:55

Fala, galera!

Mais um evento numerado para conta, dois novos campeões e fãs satisfeitos. É bem verdade que foi arrastado durante boa parte da noite, mas as duas lutas principais fizeram valer o ingresso. Tivemos um show à parte dos quatro nomes mais importantes do card, que entregaram duas seríssimas candidatas a luta do ano. Antes, alguns nocautes e finalizações chamaram a atenção para bons nomes que integram o plantel.

Deixando o papo furado de lado, vamos direto ao que interessa: os próximos passos dos principais vencedores do UFC 236:

1num

Dustin Poirier x Khabib Nurmagomedov 

Luta repetida, resultado repetido. Sete anos após estragar a estreia de Max Holloway no UFC, Dustin Poirier, mais uma vez, colocou água no chopp do havaiano. Soberano do início ao fim, o Diamante brilhou (nossa, me perdoem) para conquistar o cinturão interino dos leves, vencendo quatro dos cinco rounds. Podemos dizer, sem nenhuma restrição, que Poirier deixou para trás o síndrome do quase.

Se quiser manter o status de campeão, terá que beirar a perfeição novamente na próxima vez que subir no octógono, quando tentará unificar contra o até então imbatível Khabib Nurmagomedov. Se depender da vontade do russo, o encontro será em setembro.

NUM_2

Israel Adesanya x Robert Whittaker

Que espetáculo lindo de se ver! O sempre empolgante Kelvin Gastelum vendeu caro a cinta de ouro ao não menos espetacular Israel Adesanya, que mostrou maturidade de gente grande para se tornar o segundo nigeriano campeão do Ultimate. Muitas palmas para os dois.

Assim como na divisão até 70kg, o peso médio também terá unificação. E nesse caso, ouso dizer que o detentor do cinturão interino é levemente favorito contra o campeão linear. De qualquer forma, Robert Whittaker x Israel Adesanya tem tudo para ser outra anarquia memorável.

NUM3

Khalil Rountree x Ovince St-Preux 

Khalil Rountree é conhecido por ser um striker perigoso, mas completamente unidimensional, com defesa de queda e jogo de chão inexistentes. E o que Eryk Anders optou por fazer? Trocar sopapos em pé. Gênio, né? Bom para Rountree, que surrou o rival e não teve dificuldade alguma durante os 15 minutos.

Pelas razões já ditas acima, o Cavalo de Guerra dificilmente vai deixar boa impressão diante da galera ranqueada, o que não o impede, no entanto, de render bons entretenimentos. E outro que pode render algum caldo é o antes relevante Ovince St-Preux, que amarga três derrotas em quatro lutas.

NUM4

Nikita Krylov x vencedor de Glover Teixeira / Ion Cutelaba 

Diferente do main event, a revanche que abriu o card principal teve um vencedor inédito no combate. Cinco anos depois de ser finalizado por Ovince St-Preux, Nikita Krylov devolveu a gentileza ao haitiano e voltou a vencer na organização, o que não ocorria desde julho de 2016.

Agora no ranking, Krylov terá novas chances para mostrar se realmente pertence à elite ou se será um eterno porteiro do top 15. O teste ideal, no momento, é receber o vencedor de Glover Teixeira x Ion Cutelaba, que vai rolar no dia 27 de abril.

De repente, pode sobrar até para Johnny Walker, que ficou sem par no baile após basicamente todos os integrantes da elite receberem datas para entrar em ação.

NUM5

Alexandre Pantoja x Deiveson Figueiredo

Numa fase nebulosa para os moscas, com demissão em massa de nomes até outrora da elite, Alexandre Pantoja garantiu seu emprego com uma performance irretocável, quiça a melhor de sua carreira. Em 178 segundos, nocauteou o ex-desafiante Wilson Reis e correu para o abraço.

Com o campeão Henry Cejudo na divisão de cima e Jussier Formiga x Joseph Benavidez agendado, resta somente o compatriota Deiveson Figueiredo como opção coerente nos moscas, que caminha a passos largos para a extinção.

Casamentos extras:

  • Com certo prestígio, Dwight Grant chegou ao UFC há 150 dias e já entrou em ação três vezes. Mas precisa ser mais contundente para ganhar destaque, pois se repetir a atuação sonolenta que teve para bater Alan Jouban, vai cair no esquecimento. Um pouco antes, Max Griffin mostrou ao marrento Zelim Imadaev que o nível de competição na casa é bem diferente, tirando a invencibilidade do russo. Que tal, então, Grant x Griffin na sequência? Me soa bem!
  • Belal Muhammad é um daqueles lutadores que não vão sair do meio de tabela, mas o emprego será garantido por um bom tempo. Quase sempre empolgante, Belal cresceu diante de Curtis Millender e voltou a coluna das vitórias, obtendo a quinta em seis duelos. Com um estilo parecido e bom de briga, Niko Price é o par ideal para bater de frente com Muhammad na rodada seguinte.
  • Categoria nova fez bem a Poliana Botelho. Se apresentando de maneira convincente, a mineira de Muriaé, agora lutando no peso mosca, sobrou diante de Lauren Mueller e voltou a ter seu braço levantado, cinco meses após amargar o primeiro revés na casa. Vejo um futuro promissor para Poliana, que pode subir o nível contra Mara Romero Borella, italiana que treina na American Top Team e já bateu as brasucas Kalindra Faria e Taila Santos.

Amigos, me ajudem com os destinos de Max Holloway, Kelvin Gastelum, Eryk Anders, Alan Jouban, Wilson Reis e companhia? Mandem bala!

  • Sergio Araujo

    Se Gastelum não pegar um gancho longo marquem Gastelum x Borrachinha pra ontem, pq o Romero ta correndo do mineiro igual o diabo corre da cruz.

    Por enquanto os Penas está sem contender legítimo. Se Volkanovski vencer Aldo, a luta a se fazer é Holloway x Volkanovski. Caso contrário já eram pra ter marcado Edgar x Zabit pra arrumar um novo contender. Agora dar o TS direto pro Edgar não acho merecedor.

    • Laerte Viana Venâncio Alves

      Romero correndo do Borrachinha? Tá zoando, né? Rs

      Mas Gastelum x Borrachinha seria uma boa luta!

      E o Edgar e Zabit treinam juntos, não vão se enfrentar.

  • Cleo Lima

    Laerte, tudo bem que o foco do 6r agora é o YouTube, mas realmente precisa matar o fórum? Os textos sempre foram legais e tem muita gente que sente falta. Tô… Tu faz uma coluna excelente e rende um comentário só… Acho meio absurdo.

Tags: , , , , , , , , , , , , ,
Instagram