Atacando de Joe Silva: lutas
a casar pós-UFC Praga

Laerte Viana | 24/02/2019 às 23:19

Fala, galera!

Mais um país adicionado com sucesso no currículo do UFC. A cidade de Praga, capital da República Checa, recebeu um card que, na teoria, tinha tudo para ser animado. Na prática, contudo, no máximo meia dúzia correspondeu ao clímax criado.

De qualquer forma, tivemos desfechos interessantes. Novos talentos batendo a velha guarda, desafiantes inéditos surgindo, subestimados mudando de patamar e outos desdobramentos.

Deixando o papo furado de lado, vamos ao que de fato interessa: os próximos passos dos principais vencedores do UFC Praga:

1num

Thiago Marreta x Jon Jones / Anthony Smith

Thiago Marreta estudioso, cauteloso e letal? Temos. Próximo desafiante ao cinturão dos meio-pesados? Opa, temos também. Maior nocauteador da história da organização? Em breve…

Ao brutalizar Jan Blachowicz, Marreta não só praticamente garantiu uma disputa de título, mas chegou ao incrível patamar de 2° homem que mais judiou de adversários na base da porrada no Ultimate, ao lado de Anderson Silva e Anthony Johnson, atrás apenas de Vitor Belfort, que tem 12.

Num cenário raso e devastado como os 93kg, somado ao histórico recente do carioca, não há outro caminho: é sentar e esperar para ver quem será o vencedor de Jon Jones x Anthony Smith.

NUM_2

Stefan Struve x aposentadoria ou Ruslan Magomedov

Parecia que Marcos Pezão conquistaria a vitória mais importante de sua carreira e assinaria a demissão de Stefan Struve. Só parecia.

Com os problemas de sempre no chão, o brasileiro, que chegou a aplicar um knockdown nos primeiros instantes do duelo, foi presa fácil para o gigante holandês, que facilmente encaixou o katagatame. Ainda no octógono, Struve deu indícios de aposentadoria. Como não falou de maneira concreta, vou deixar a sugestão para o próximo desafio.

Ruslan Magomedov, que não luta desde a época em que Ronda Rousey era a mulher mais temida do mundo, vai voltar em breve e renderia uma peleja bacana contra Struve.

NUM3

Michal Oleksiejczuk x Magomed Ankalaev

Michal Oleksiejczuk fez o que todos deveriam fazer quando se enfrenta alguém do nível de Gian Villante. Com menos de dois minutos de prosa, o polonês do nome difícil dobrou o melhor amigo de Chris Weidman com uma pancada brutal na linha de cintura. Belo retorno após mais de um ano afastado.

Um pouco antes, Magomed Ankalaev frustrou o estreante Klidson Abreu em uma luta bem chatinha, sem grandes destaques, salvo o momento em que o russo quebrou o nariz do brasileiro com um belo uppercut. Tratado como promessa, Ankalaev precisa impressionar mais se busca alguma destaque.

Com os dois em alta, casem Oleksiejczuk x Ankalaev e veremos quem está mais pronto para avançar.

NUM4

Petr Yan x Jimmie Rivera

Se antes o status era de promessa, agora já podemos afirmar: Petr Yan é uma realidade na elite do peso galo. Com exceção do momento em que levou um knockdown na segunda etapa, o russo dominou e castigou John Dodson durante todo o tempo.

Ser tão efetivo dessa maneira contra um cara duro igual o ex-desafiante dos moscas é coisa rara, poucos conseguiram. E quem também passou por Dodson recentemente foi Jimmie Rivera, que pode ser o nome ideal para vermos o russo invadir – ou não – o top 5.

Casamentos extras:

  • Única atleta da casa no card, Lucie Pudilova teve sua festa estragada pela veterana Liz Carmouche. Sem empolgar, como lhe é de costume, Girl-Rilla venceu mais uma e se manteve no ranking. Aos 35 anos, é provável que seja feita de escada. Acreditando nisso, Carmouche contra Andrea Lee, que há uma semana fez bonito contra Ashlee Evans-Smith, está de bom tamanho.
  • Tido como a azarão, Carlos Diego Ferreira não teve dificuldades para quebrar a sequência de seis resultados positivos de Rustam Khabilov. A defesa de quedas – embora tenha sido derrubado – e a evolução na trocação são pontos positivos para o amazonense, que emendou a quarta vitória seguida. Seria interessante testar CDF contra concorrência mais elevada, e Dan Hooker, 4-1 como peso leve, é um nome na medida.

Amigos, me ajudem com os destinos de Jan Blachowicz, Marcos Pezão, John Dodson, Michel Trator e companhia? Mandem bala!

 

Enviado do meu iPhone
  • Alyson D’Gramont

    – Thiago Marreta x vencedor de Volkan Oezdemir x Dominick Reyes
    – Jan Błachowicz x vencedor de Misha Cirkunov x Johnny Walker
    – Liz Carmouche x Valentina Shevchenko 2
    – Lucie Pudilova x Kalindra Faria
    – Stefan Struve x Tai Tuivasa
    – Marcos Pezão x Chris De La Rocha
    – Petr Yan x perdedor de Cody Garbrandt x Pedro Munhoz
    – John Dodson x Thomas Almeida

    • Laerte Viana Venâncio Alves

      Boa opção pro Blachowicz.

      Quanto ao Marreta, caso o Jones finalmente resolver subir pra enfrentar o Cormier, acho a opção válida.

      Acho o Dodson jogo ruim pro retorno do Thominhas, que vem de derrotas e não luta há mais de um ano.

      • Alyson D’Gramont

        Na vdd eu acho que o Marreta não vai pegar o Jones assim de cara pq, infelizmente, o Rockhold vai furar a fila e pegar o Jones primeiro, pois Jones x Rockhold é uma luta mais rentável para o UFC do que Jones x Marreta.

        • Laerte Viana Venâncio Alves

          Existe essa chance, realmente, mas eu não boto fé. Rockhold tá desvalorizado, tem só uma vitória nos últimos três anos, vem de um nocaute brutal pro Romero… não o vejo furando a fila.

          Acredito mais em Marreta x Luke do que o ex-campeão disputando a cinta direto.

          Mas é aquilo, tem vezes que o UFC gosta de surpreender negativamente. Hehe

  • Dan Fernandes

    to achando que marreta vai pegar Rockhold ou Gustafsson antes de jones…é só feelem

    • Laerte Viana Venâncio Alves

      Pode ser que pegue o Rockhold. Gustafsson acho mais difícil, até porque o sueco tá sendo negociado pra enfrentar o Corey Anderson.

  • Francisco Borja

    Thiago Marreta x vencedor de Jon Jones x Anthony Smith
    Jan Blachowicz x vencedor de Ovince Saint Preux x Nikita Krylov
    Stefan Struve x aposentadoria ou vencedor de Sakai x Arlovski
    Marcos Pezão x Jairzinho Rozenstruik
    Michal Oleksiejczuk x vencedor de Khalil Rountree x Eryk Anders
    Gian Villante x vencedor de Kennedy Nzechukwu x Paul Craig
    Petr Yan x perdedor de Munhoz x Garbrandt
    John Dodson x Ricky Simon
    Magomed Ankalaev x Devin Clark
    Klidson Abreu x Rashad Coulter
    Dwight Grant x Chad Laprise
    Carlo Pedersoli Jr x Alex Reyes
    Chris Fishgold x Shane Young
    Daniel Teymur x RH
    Damir Hadžović x Ryan Hall
    Marco Polo Reyes x Jalin Turner
    Ismail Naurdiev x Peter Sobbota
    Michel Trator x perdedor de Tim Means x Niko Price
    Carlos Diego Ferreira x James Vick
    Rustam Khabilov x vencedor de John Makdessi x Nasrat Haqparast
    Damir Ismagulov x Michael Trizano
    Joel Alvarez x Kyle Nelson

    • Laerte Viana Venâncio Alves

      Boa, centroavante!

      Destaque para Diego Ferreira x James Vick (era minha segunda opção) e Pezão x Jairzinho.

      Só uma observação: o Michal Oleksiejczuk já venceu o Rountree no UFC Cyborg x Holm, em dezembro de 2017.

      • Francisco Borja

        Semana passada eu já tinha cogitado essa possibilidade pro Vick, agora se confirmou, talvez o Hooker seja até mais na medida pro CDF.

        Eu tava lembrado dessa luta (Rountree x Oleksiejczuk), só fiz esse casamento pq tô imaginando uma vitória do Anders hehe e queria muito que o Struve não se aposentasse agora, pq imagino que o Sakai vai levar contra o Arlovski e aí seria um bom passo pra próxima rodada, parece ser um desafio na medida. Esse casamento do Hadžović x Ryan Hall eu fiquei um pouco na dúvida logo depois que pensei, mas como o Hall só chutou cachorro morto no UFC, talvez fosse uma boa dar um cachorro menos morto pra ele tentar finalizar, não sei, o que acha? Tem uma certa injustiça minha? Também achei que fui um pouco injusto com o Khabilov de fazer ele dar uns bons passos atrás, mas talvez seja uma boa luta pra se recuperar, não sei

        E na pelada, sou zagueiro! Hahaha

        • Laerte Viana Venâncio Alves

          Nem acho tão injusto com o Khabilov, ainda mais se levarmos em consideração que ele ganhou no garfo do Johnson em sua última vitória. E se o Nasrat vencer, merece alguém mais tarimbado. O moleque promete!

          E “centroavante” foi em referência ao sobrenome igual do atacante colombiano do Parmeira. Hehehe

Tags: , , , , , , , , , ,
Instagram