Borrachinha x Romero:
agora vai! #resenha

Renato Rebelo | 23/01/2019 às 22:07

Pessoal, na resenha de hoje analisei a terceira tentativa do UFC casar Paulo Borrachinha x Yoel Romero. Dessa vez, o duelo deve rolar em Miami, no dia 27 de abril. Será que vai?

Venham comigo!

 

  • Lucas Toledo

    Apesar de não gostar nenhum pouco do Romero pelo jogo “malandro” contra a o Jacaré e a sujeira contra o Kennedy, acho que ele sai vitorioso.
    Vimos muito pouco do Borrachinha, pq como o Renato disse, ele, por méritos próprios, sempre acaba a conversa rápido demais. Mas duas coisas ficam claras no seu jogo: falta gás e não tem boandefesa de quedas.
    O Romero não tem lá um tanque de gás invejável, mas assim como a Amanda Nunes, aprendeu a dosar isso. Prova disso é o 5 round contra o Whittaker na revanche. Ou o Borrachinha dosa o gás ou mata logo a luta. Pq se for com tudo e não acabar, ja era pra ele.
    Outro ponto é o wrestling de nível olímpico do Romero. Acho que ele mina o gás do Eraser por aí, e depois administra o resto da luta até ter espaço e conforto pra acabar.
    Tomara que eu esteja errado ou sendo pessimista, mas vejo 70/30 pro cubano.

  • Douglas Karpinski

    Pra ser campeão não pode restar duvida, não acho cedo não, ou vai ou racha, se ganhar o title ta na mão, se perder volta pra fila, tem idade ainda pra melhorar, ta cheio de confiança, deixo o muleque descer o braço e ver no que da…… ta na hora dele mostrar o tão famigerada faixa preta de jiu jitsu…. vou apostar meu suado dinheiro nele…

  • Paulo Zanchet

    Acredito que o Adesanya seria um desafio muito mais complicado para o brasileiro, dada a diferença técnica entre os dois no quesito trocação. Porém o UFC não queimaria um dos dois agora, acho que eles vão acabar se encontrando numa defesa de cinturão ainda. Acho que o cubano será um ótimo teste pro brasileiro e é uma luta que todos querem ver, penso eu. Na teoria o cubano é mais completo; na prática, só acontecendo pra saber…
    Se o Yoel derrubar no início da luta e desgastar o brasileiro, que tem muita massa muscular, acho que o cubano administra e leva. No entanto, se o brasileiro conseguir impor seu jogo e for minando o cubano, tem boas chances de aplicar um nocaute, pois a martelada é forte. Por outro lado, se o brasileiro der as brechas que costuma dar, a coisa vai azedar pro lado dele. Provavelmente os dois maiores punches da categoria.
    Que não caia novamente essa luta!

  • Tairon de Oliveira

    Romero define o resultado da luta no 3º round, seja positivo ou negativo pra ele.

  • Sergio Araujo

    Se Romero começar muito devagar como eh o costume dele, acho q vai azedar pro cubano no primeiro round

  • Daniel

    Se Borrachinha tentar entrar na porrada, pode se dar mal.
    Romero é um dos lutadores mais inteligentes do UFC. Sempre entra com estratégia e mapeia oportunidades ao longo da luta. Além disso possui um bom queixo e uma explosão e força descomunais.
    Borrachinha terá que lutar com inteligência, como Whittaker lutou (e por pouco não perdeu). Controle de distância e movimentação constante deverão ser as armas pra bater o Romero.

    • Sergio Araujo

      Eu acho que a melhor chance do Borrachinha está no primeiro round. Ele vai ter que começar com tudo aproveitando que o cubano começa seus combates em meia voltagem. Estratégia parecida com a da Amanda Nunes contra a Cyborg e a do Cejudo contra o TJ.

  • Tiago Nicolau de Melo

    Rip Paulo

  • Dan Fernandes

    To achando que Borrachinha está comentando o mesmo erro que Darren Till, ganhou bem de meia dúzia de latas de tomate e já pula de nível, só quem não gostava do woodley acreditou que Darren tinha grandes chances, Borrachinha pode até ganhar, pode surpreender, mas isso é uma análise na base do achismo, se formos analisar luta por luta e os estilos dos dois, Romero quedar e ganhar é muito mais possível que borrachinha defender as quedas e nocautear…mas vamos ver, mma tem dessas coisas.

Tags: , ,
Instagram