Atacando de Joe Silva: lutas
a casar pós-UFC Brooklyn

Laerte Viana | 21/01/2019 às 16:27

Fala, galera!

O ano de 2019 começou com o pé direito para o UFC, que iniciou a parceria com a ESPN americana em um card bem movimentado. Em 13 combates, nove foram finalizados antes do tempo regulamentar, causando boa impressão na nova casa.

E teve de tudo um pouco: nocautes brutais, finalizações plásticas, campeão defendendo o posto, brasileiros estreando mal, veteranos se recuperando, jovens valores mostrando serviço e outros desdobramentos.

Deixando o papo furado de lado e sem mais delongas, vamos direto para o que de fato interessa: os próximos passos dos principais vencedores do UFC Brooklyn:

1num

Henry Cejudo x Jussier Formiga / Deiveson Figueiredo

Talvez seja pelo fato de TJ Dillashaw ser excelente em tudo, talvez pelo fato dos fãs terem memória curta. O fato é que Henry Cejudo, subestimado desde o início, relembrou ao mundo que ele merece tanto respeito quanto os fenômenos do esporte.

Quebrar a hegemonia de Demetrious Johnson e nocautear TJ em míseros 32 é coisa de gente grande. E para o bem da divisão dos moscas, que ganha sobrevida. Caso não ocorra uma revanche descabida contra o campeão dos galos, o próximo desafiante de Cejudo parede estar bem claro: sairá do vencedor de Jussier Formiga x Deiveson Figueireido, que medem forças em março.

NUM_2

Gregor Gillespie x Kevin Lee

Se procurarem por aqui, vão achar meu discurso chato e repetido de que “Gregor Gillespie é um produto muito especial”. O esforçado Yancy Medeiro virou estatística. Um monólogo do início ao fim, encerrado no último instante da segunda etapa.

Com 6-0 na organização, tendo atropelado em rigorosamente todas suas lutas, Gillespie, que recentemente pintou no ranking, já fez por merecer um integrante da parte de cima da tabela. Kevin Lee, em baixa após o tropeço diante de Al Iaquinta, é a bola da vez. Lutão!

NUM3

Joseph Benavidez x Ray Borg

Joseph Benavidez continua sendo uma importante peça da elite dos moscas. Número 2 no ranking, o ex-desafiante bateu o duro Dustin Ortiz e somou seu 14º triunfo em 17 aparições na organização, tendo, inclusive, derrotado o atual campeão.

Sinceramente, não ficaria surpreso se rolasse uma revanche contra Henry Cejudo, mas não acho que seja o momento. Portanto, Benavidez x Ray Borg, inicialmente agendado para novembro de 2018, seria ideal para o momento da dupla.

NUM4

Glover Teixeira x Maurício Shogun

As luzes se apagaram, voltaram a acender e brilharam no fim. Seminocauteado após receber uma chuva de cotoveladas, Glover Teixeira conseguiu virar a peleja após botar Karl Roberson com as costas no chão e encaixar um katagatame sem muitas dificuldades, igualzinho Cezar Mutante, que apagou o americano há oito meses.

Apesar do triunfo, Glover, mais uma vez, mostrou que dificilmente voltará ao dias de glória. Aos 39 anos, a elite parece não ser mais o seu lugar. Assim como Mauricio Shogun, que figura na parte de baixo do ranking. Coloquem-os frente a frente, de preferência no card de Curitiba, em maio, e veremos quem ainda tem mais cartas para vender.

NUM5

Donald Cerrone x Conor McGregor

“Respeite quem pôde chegar onde a gente chegou”. Se Donald Cerrone fosse brasileiro, certamente seria homenageado por Jorge Aragão. Não é qualquer um que bate 22 oponentes no UFC e embolsa 16 bônus.

O talentoso Alexander Hernandez até se esforçou, porém sucumbiu diante do poderio técnico e mais experiência do rival. Embora já tenha disputado o cinturão, chegou a hora do Cowboy ganhar o maior cheque de sua carreira. Ele pediu, Conor McGregor já aceitou. E o mundo aprova sem resolvas. O chicote vai estralar!

Casamentos extras: 

  • Ótimo retorno de Paige VanZant, que não dava as caras há um ano e não tinha seu braço levantado desde agosto de 2016. De volta ao caminho das vitórias, hora da loirinha ser testada novamente contra alguém que ofereça algum tipo de perigo, uma vez que Rachael Ostovich é para lá de limitada. É o caso da brasileira Jennifer Maia, que estreou com derrota e estará liberada pela USADA a partir de março.
  • Joanne Calderwood, enfim, vai se mostrando uma lutadora consistente. Com uma atuação bastante convincente, Jojo botou água no chopp da estreante Ariane Lipski, que fora dominada durante os 15 minutos. Com a categoria ainda rasa, a escocesa pode pegar um atalho rumo ao top 5. E Alexis Davis é o teste na medida.
  • Amigos, me ajudem com os destinos de TJ Dillashaw, Greg Hardy, Allen Crowder, Yancy Medeiros, Alexander Hernandez e companhia? Mandem bala!
  • Daniel Piva

    Concordo que a revanche é descabida, mas nesse caso eu acredito que ela irá sair do papel. A narrativa de que o juiz errou ao interromper naquele momento pode ser um chamariz. E muito provavelmente seja a mais rentável para ambos.

    Quanto a Cerrone vs McGregor, eu curto a ideia. Não sabia que o Conor tinha topado.

    • Laerte Viana Venâncio Alves

      Entendo o ponto. Também vejo com boas chances da revanche sair do papel, embora eu não concorde no momento.

  • Julio Varoni

    Gillespie acabou de chegar no ranking e você já quer colocá-lo contra os leões?

    Melhor o rapaz tentar o trinfo contra o vencedor de James Vick vs Paul Felder,

    • Laerte Viana Venâncio Alves

      Isso de entrar no ranking é subjetivo. Ele já mostrou que tem capacidade pra vencer uma galera boa que figura no ranking. Contra o Felder, por exemplo, acredito que seria um passeio.

      De qualquer maneira, Gillespie x Vick / Felder também é uma boa opção.

  • Sergio Araujo

    concordo que a revanche é desnecessária, eu preferia ver Cejudo x vencedor de Figuieiredo x Formiga e Dillashaw x vencedor de Morais x Assunção.

    Mas infelizmente, como sempre, acho q a grana vai falar mais alto e essa revanche vai rolar.

    • Laerte Viana Venâncio Alves

      Pois é. Tem essa chance, infelizmente.

  • Mauro

    Eu entendo que queira dá uma chance a um brasileiro. Mas pra mim, o momento e do Benavidez. Sem a sombra do Demetrius, Benavidez pode ser campeão, enfim. Vem de duas ótimas performances, domínio. Merece essa chance, por suas performances, por sua vitória, para sua carreira, antes que encerrem a categoria. Deivison Figueredo é um galo brincando nos moscas. A categoria vai acabar, então eu daria chance a um mosca de verdade que certamente vai ter dificuldade lá em cima. Talvez até aposente antes de subir.

    • Caduzera

      Agora concordo com tudo!rs

  • Mauro

    Quanto ao TJ Dillashaw, supondo que não ocorra a luta com Cejudo, fica claro que deve pegar Lineker ou Assumpção.

    • Caduzera

      Mas pq o Lineker? Já levou um pau do Dillashaw

      • Laerte Viana Venâncio Alves

        É, também acho que Dillashaw x Lineker 2 não faz sentido.

      • Mauro

        Aí Caraí, eu errei.
        Era Marlon Moraes ou Raphael Assumpção.

        • Laerte Viana Venâncio Alves

          Tá explicado então. Haha

  • Francisco Borja

    TJ Dillashaw x vencedor de Marlon Moraes x Raphael Assunção
    Allen Crowder x Marcelo Golm
    Greg Hardy x Bilyal Makhov
    Yancy Medeiros x perdedor de Dong Hyun Kim x Devonte Smith
    Alexander Hernandez x Davi Ramos
    Alonzo Menifield x perdedor de Sam Alvey x Gadzhimurad Antigulov
    Vinicius Moreira x perdedor de Magomed Ankalayev x Darko Stosic
    Dennis Bermudez x Clay Guida
    Te Edwards x Thiago Moisés
    Geoff Neal x perdedor de Demian Maia x Lyman Good
    Belal Muhammad x Jake Matthews
    Chance Rencountre x Sultan Aliev
    Kyle Stewart x Luigi Vendramini

    • Laerte Viana Venâncio Alves

      Curti Te Edwards x Thiago Moisés e Allen Crowder x Marcelo Golm.

      Dennis Bermudez aposentou, deixou até as luvas no centro do octógono.

    • João Pedro Bonifácio

      Colocaria o Hardy contra o Baby

    • William Oliveira

      “Greg Hardy x Bilyal Makhov”

      LOL hahaha “shut up and take my money!”

  • Yan Tavares

    Nao seria mais lógico fazer Cejudo vs Benavidez?
    Esqueceram o pobre do Benavidez hahaha, ele ganhou do Cejudo a um tempo atrás, pra mim seria o melhor caminho o casamento dessa luta.

  • João Gabriel Xavier

    TJ vs o vencendor de Marlon Moraes/Raphael Assunção

  • Alyson D’Gramont

    – Henry Cejudo x Joseph Benavidez 2
    – T.J. Dillashaw x vencedor de Raphael Assunção x Marlon Moraes
    – Dustin Ortiz x Ray Borg
    – Glover Teixeira x Maurício Shogun
    – Karl Roberson x Gian Villante
    – Donald Cerrone x Conor McGregor
    – Alexander Hernandez x Dan Hooker
    – Gregor Gillespie x vencedor de James Vick x Paul Felder
    – Yancy Medeiros x perdedor de Beneil Dariush x Drew Dober
    – Paige VanZant x vencedora de Ashlee Evans-Smith x Andrea Lee
    – Rachael Ostovich x Shana Dobson
    – Joanne Calderwood x vencedora de Alexis Davis x Jennifer Maia
    – Ariane Lipski x vencedora de Priscila Cachoeira x Molly McCann

Tags: , , , , , , , , , ,
Instagram