Atacando de Joe Silva: lutas
a casar pós-UFC Argentina

Laerte Viana | 19/11/2018 às 16:02

Fala, galera!

Que belíssimo evento tivemos na estreia do UFC em solo argentino. Liderado pelo maior ídolo local no MMA, o card teve de tudo um pouco, com um festival de interrupções, festa da galera da casa, brasileiros dando show, promessas brilhando e outros desdobramentos.

Deixando o papo furado de lado e sem mais delongas, vamos direto para o que de fato interessa: os próximos passos dos principais nomes do UFC Argentina:

1num

Santiago Ponzinibbio x Stephen Thompson 

Quem vai parar Santiago Ponzinibbio? Os últimos sete homens que tentaram, falharam, com quatro deles indo parar em outra dimensão. Cada vez mais completo, o argentino vem provando que é um candidato real a futuramente ocupar o lugar mais alto do pódio nos meio-médios.

O nocautaço aplicado em Neil Magny deixa Santiago pertinho do top 5, lugar que se encontra Stephen Thompson, que renderia um intrigante duelo de strikers. De quebra, pode ser um atalho para o hermano até o cinturão. Porém, já aviso de antemão: se Rafael dos Anjos passar por Kamaru Usman, teremos outro cenário na divisão.

NUM_2

Ricardo Lamas x Zumbi Coreano 

E não é que Ricardo Lamas ainda dá um caldo? O veterano peso pena foi dominante contra o sempre resiliente Darren Elkins e deixou a má fase para trás, se garantindo, no mínimo, entre os 15 melhores.

Posso queimar a língua, mas não vejo mais Lamas brigando por título, portanto não considero a hipóteses de colocá-lo contra nomes em ascensão ao topo. Sendo assim, pegar o também combalido Zumbi Coreano, nocauteado por Yair Rodríguez na semana passada, está na medida.

NUM3

Johnny Walker x Nikita Krylov 

Estreia de gala é pouco. Cheio de personalidade, Johnny Walker tirou Khalil Rountree para nada e nocauteou em menos de dois minutos, com uma cotovelada digna de virar vinheta. E me adianto em relação ao brasileiro: ficarei surpreso se o Ultimate não depositar fichas no grandalhão.

Oras, Johnny é jovem, marrento, adora soltar uns golpes plásticos, sabe levantar a torcida e atua numa divisão devastada. Se vai vingar ou não, isso é outra história. Partindo desse pressuposto, prevejo pedreira para o brasileiro na próxima. E o problema atende pelo nome de Nikita Krylov, que voltou ao UFC com derrota, em setembro passado.

NUM4

Cynthia Calvillo x Randa Markos 

No duelo entre duas promessas de estilos opostos, melhor para Cynthia Calvillo, que usou sua maior versatilidade no chão para finalizar Poliana Botelho e retomar o caminho das vitórias. Já são quatro triunfos na casa e um lugar no ranking é merecido.

Para medirmos a febre de Calvillo, que para muita gente foi garfada contra Carla Esparza, em sua única derrota como profissional, a mexicana-americana poderia ser testada contra a dura Randa Markos, número 13 na lista e que não atravessa sua melhor fase, vindo de um empate e uma derrota.

Casamentos extras: 

  • Por mais que Cezar Mutante não faça parte da nata dos médios, o brasileiro evoluiu nos últimos anos e se tornou um adversário duro a ser batido no pelotão intermediário. Todavia, o estreante Ian Heinisch, que pegou a peleja com pouco tempo de preparo, deu de ombros para o favoritismo do rival e venceu com autoridade, mostrando seu valor. Na sequência, encarar o vencedor de Elias Theodorou x Eryk Anders, que rola no UFC 231, em dezembro, pode render um combate interessante.
  • Que fase de Michel Trator. Em sua segunda luta nos meio-médios, o brasileiro atropelou o limitado Bartosz Fabinski em míseros 66 segundos e emplacou sua oitava vitória consecutiva (!!!). Seja com 70kg (Michel praticamente implorou por um retorno a divisão de baixo) ou 77kg, está na hora de Trator ser testado contra um ranqueado. O derrotado entre James Vick x Paul Felder é uma boa opção nos leves, assim como quem levar a pior entre Alex Cowboy x Gunnar Nelson, nos meio-médios.
  • Outro que tem o futuro como uma incógnita é o peso mosca Alexandre Pantoja, que vive o eminente fim de sua categoria de origem. Após finalizar Ukla Sasaki ainda na primeira etapa, Pantoja somou a quarta em cinco lutas e se consolidou perto da elite, pedindo a cabeça do ex-desafiante Joseph Benavidez.  E que seu desejo seja atendido, uma vez que Joe-B é favoritíssimo contra Alex Perez, no final do mês.

Amigos, me ajudem com os destinos de Neil Magny, Darren Elkins, Cezar Mutante e companhia? Mandem bala!

  • bedotRJ

    Santiago Ponzinibbio vs Nick Diaz: se estão especulando o Masvidal vindo de duas derrotas para o retorno do maconha mais velho, por que não o “xente boa”? Acho que ele tem muito mais peso e merecimento para essa luta, que é meso money fight, meso semifinal de title-shot. Sabendo que dificilmente furará a fila do Cockyington e que esperar sentado não é uma opção viável, que levante a mão para esse confronto no UFC 235 em março. Deixa o Wonderboy pra quem vencer entre Usman e RDA.

    Ricardo Lamas vs Yair Rodriguez: o Pantera ganhou nos estertores do zumbi coreano. Esteve a um segundo de perder. Como a surra para o Edgar, apesar de já ter algum tempo, foi a segunda luta mais recente dele, acho que enfrentar o Lamas, que não deixa de ser um ex-contender, seria uma ótima para ambos. O Zumbi poderia pegar Elkins, Stephens ou Swanson, todos vindo de derrotas.

    Johnny Walker vs Ovince Saint-Preux: nessa categoria devastada não precisa perder tempo. Ainda mais pra um produto como esse maluco mostrou ser. Nem precisa passar por uma das vítimas do von flue choke. Já mete logo com o autor.

    Cynthia Calvillo vs Cortney Casey: acha a Randa Markos pouco e a Michelle Waterson (outra das especuladas) muito para a Cynthia agora. Fico com a Casey, que está entre as duas no ranking no momento.

    Ian Heinisch vs Karl Roberson: tudo bem que esse adversário levou um katagame do Mutante recententemente, mas venceu bem o Marshmann há 2 semanas, está 3-1 no evento e também é lutador oriundo do contender series. Um confronto direto pra saber qual dos dois deve ir ao nível seguinte.

    Michel Trator vs Islam Makachev: se o brasileiro for premiado com a autorização para retornar aos leves, sua sequência o credencia a pegar um dos mais promissores e talvez o mais badalado (por sua proximidade com o campeão) entre os não rankeados. Acho mais jogo do que enfrentar o perdedor de Felder vs Vick, que seria alguém vindo de suas derrotas e provavelmente já fora do ranking na data do confronto. Nos meio-médios, encarar a diferença de altura para o Neil Magny seria curioso. Mas quem perder entre Nelson vs Cowboy também seria bom.

    Alexandre Pantoja vs John Dodson: Benavidez é uma boa, mas a categoria dos moscas tá condenada. Que tal mirar num outro baixinho, que também perdeu duas vezes pro Demetrious Johnson, mas que já está bem rankeado, apesar de ter certa irregularidade, na categoria de cima? Vale o risco.

    Neil Magny vs Jorge Masvidal: estão colados no ranking e assim devem permanecer. Não vejo muito sentido premiar o Gamebred com o Nick Diaz, como estão especulando. Então essa é a luta a ser feita.

    Darren Elkins vs Cub Swanson: dois veteranos guerreiros disputando pra ver quem fica em evidência.

    Cezar Mutante vs Omari Akhmedov: o russo ex-meio médio, com apenas uma luta nos médios do UFC (empate com o Marvin Vettori) e já parado há algum tempo, me parece o nome mais interessante para o brasileiro no momento. É o melhor meio termo entre ser novamente escada de novato ou pegar um top vindo de derrota.

    • Laerte Viana Venâncio Alves

      Gostei das opções para o Pantoja e o Mutante.

    • KRS Porlaneff

      Final de TS, Nick Diaz?

      Rapaz, tu tá alguns anos atrasado, viu…

      • bedotRJ

        Tem alguma dúvida de que um cara como ele disputa a cinta com uma, no máximo duas vitórias? Todo mundo quer lutar com ele. Basta ligar os pontos.

  • Mauro

    Colocaria Gente Boa contra o vencedor de Anjos x Usman.

    Gente Boa desafiou ao Anjos muitas vezes, que certamente agradeceu à esposa gravida. E quase lutou com Usman. Então, uma dessas lutas tem que sair do papel.

    Lamas tem algumas boas opções para ele. Não que eu não goste dessa com Zumbi, mas também há outras boas opções a ser feitas: Pega o Zumbi, o Jeremy Stephens, o Emmet, o Lamas, o Yair e o Zabit nesse bolo, que dá de fazer bons casamentos. E se o Ortega não for o campeão a partir do ano que vem, então joga o Aldo nesse bolo também, que dá de fazer umas boas lutas.

    • Laerte Viana Venâncio Alves

      Sim, por isso adiantei que se o Dos Anjos vencer, pode ter mudanças nos planos.

      • Daniel Piva

        Mas e se o Usman vencer, você acha que o cenário muda tanto assim? Será que ele passa o Covington e disputa o cinturão? Se não, por que não colocar Usman vs Santiago?

        • Laerte Viana Venâncio Alves

          Acho que o Usman, em caso de vitória, vai ficar esperando o vencedor de Covington x Woodley.

          Ou, de repente, pode até surgir um tal de Ben Askren no caminho do nigeriano, caso ele bata o Lawler.

          • Netto Santos

            Cenário para o Santiago pode se complicar mesmo, se Usman e Askren vencerem, o argentino vai ter 3 caras, pelo menos, na frente dele pelo TS.

          • Laerte Viana Venâncio Alves

            Exatamente.

    • Andre

      Lamas foi brutalmente nocauteado pelo Emmet recentemente, não faz sentido casar essa luta agora.

      • Mauro

        Putz, tinha esquecido disso.

      • Mauro

        Então,

        Zabit x Emmet, um top 15 em crescente contra um top 9 (se não me engano),

        Yair x Jeremy,

        Lamas pode pegar o Michel Johnson, ou zumbi.

    • Roberto jr

      A probabilidade do usman vencer o Rafael é grande , acho que casar o gente boa contra o nigeriano ( se o kamaru ganahr ) seria queimar pólvora atoa. Dois possiveis contenders..

  • Anabolicboy

    Mutante evoluiu? Imagina se não tivesse evoluído !

    • Laerte Viana Venâncio Alves

      Evolução não significa que ele virou um fenômeno. O Mutante de hoje é muito mais sólido do que o de 2014/2015, por exemplo.

  • Sergio Araujo

    Woodley x Covington deve sair em breve. Dessa forma, se Usman vencer Dos Anjos deve ser o próximo contender e o Gente Boa pode pegar o Wonderboy. Se Dos Anjos vencer Usman, a luta a se fazer é Dos Anjos x Ponzinibio valendo o TS.

    No contexto dos penas a situação é mais clara. Mas colocaria Lamas x Pantera e Zumbi x Elkins.

    O vencedor de Theodorou x Anders tem mérito pra pegar coisa melhor. Da mesma forma, o Trator merece coisa melhor tb pois o perdedor das lutas sugeridas provavelmente deixará o ranking logo em seguida.

    • Laerte Viana Venâncio Alves

      Penso igual em relação aos meio-médios da elite.

      E o Theodorou não tem mérito para nada. Cara mais chato do plantel! hahaha

      • Sergio Araujo

        E quem disse q ele vai ganhar do Anders? Vai eh levar uma surra grande e o Anders pode pegar um rankeado em seguida q vai ser merecedor.

        • Laerte Viana Venâncio Alves

          Se você tá falando, tudo bem então. 🙂

Tags: , , , , , , , , , , ,
Instagram