UFC Denver: os palpites
dos colunistas do Sexto Round

admin | 09/11/2018 às 17:39

Neste sábado (10), cidade de Denver recebe o UFC Fight Night 139, card que marca o 25º aniversário da maior organização de MMA do mundo. Na luta principal um explosivo encontro entre Chan Sung Jung e Yair Rodriguez, pela divisão dos penas.

Afastado do octógono desde fevereiro de 2017, Zumbi Coreano tenta não só emendar o segundo triunfo seguido, mas, também, provar que continua sendo um legítimo membro da elite da categoria.

Do outro lado do córner, El Pantera que não luta desde março de 2017, quer provar que a derrota para Frankie Edgar ficou para trás.

No co-main event, Donald Cerrone e Mike Perry prometem uma verdadeira pancadaria no octógono. Vivendo momento irregular, ambos precisam do triunfo para afastar a má fase na organização.

Ótima oportunidade para os (nem sempre tão precisos) palpites dos nosso colunistas!

André Azevedo: Zumbi, finalização.

David Carvalho: O coreano é experiente, tem punch, mas acredito que Yair vai ganhar na velocidade e movimentação. Pantera TKO.

Felipe Paranhos: Nunca dá para saber o que esperar de Chan Sung Jung, mas eu ainda não me convenci da qualidade de Yair Rodriguez. O Zumbi, embora não esteja ficando mais novo, já mostrou capacidade de se desvencilhar de situações ruins e deve mostrar um pouco mais de ritmo do que contra Dennis Bermudez, quando, apesar de ter nocauteado rapidamente, levou golpes que mostraram que não estava ainda 100%. Zumbi, finalização.

João Vitor Xavier: Ainda que Yair tenha armas para vencer o Zumbi Coreano em pé, acredito mais no jogo incessante do sul-coreano, que sufoca seus oponentes com uma mistura de queixo duro, golpes verticais e muito gás. Como aceitou a luta em cima da hora, Pantera não deve ser capaz de aguentar o ritmo do adversário por 25 minutos. Zumbi, TKO.

Laerte Viana: Yair mostrou contra Edgar, como a maioria de nós suspeitávamos, que tem muitas falhas em seu jogo defensivo. Mais completo que o mexicano, Chan Sung Jung tem jogo para abafar o Pantera, jogar na curta distância e levar para o chão quando necessário. Zumbi Coreano, decisão.

Leo Salles: Zumbi Coreano, decisão.

Lucas Carrano: Yair, decisão.

Lucas Rezende: Yair pode até surpreender o zumbi enferrujado, mas não vejo Jung caindo nas pataquadas do Pantera. O coreano é experiente e sabe definir combates como poucos. Se Rodriguez deslizar, acho que não se recupera. Jung por finalização.

Luiz Fernando Ferreira: Zumbi Coreano, finalização.

Renato Rebelo: Apesar da discrepância em pé, Zumbi aguenta pancada e, no chão, a balança pende bastante para o seu lado. Considerando que se trata de uma luta de cinco rounds e o Pantera chega com pouco tempo de preparo, vou de coreano. Zumbi, finalização. 

Rodrigo Tannuri: Yair, decisão.

Thiago Sampaio: Difícil opinar entre dois atletas que não atuam há mais de um ano e meio. Porém, Chan Sung Jung, mesmo uma luta nos últimos cinco anos, é um lutador mais completo e tem raça de sobra. O Pantera é um cara talentoso que tem um caminho a percorrer. Se conseguir abafar, o zumbi leva. Zumbi Coreano, finalização.

André Azevedo: Cerrone, decisão.

David Carvalho: Palpite difícil, pois quando demonstra sinais de declínio, Cowboy reaparece nos fazendo mudar de ideia. Já Perry tem muita força e explosão, podendo ser o calcanhar de Cerrone. Perry TKO.

Felipe Paranhos: Em outros tempos, iria de Cerrone tranquilo. Mas Perry é, estilisticamente, o lutador perfeito para ganhar de Donald – pelo menos em pé. Pressionar Cowboy para não lhe dar espaço e ter pegada nos golpes é geralmente o que faz alguém vencê-lo. Perry, TKO.

João Vitor Xavier: Acho que Cerrone tem todas as armas para vencer Perry, já que é mais técnico e tem muito gás. Porém, Perry tem duas das mãos mais pesadas da divisão e queixo duríssimo, além de ser um lutador conhecido por pressionar seus adversários, justamente o tipo de jogo que encrenca o Cowboy. Vou de Perry por decisão.

Laerte Viana: Por mais que Cerrone esteja longe de seu auge e não sabe se portar quando pressionado, ele ainda é mais lutador que Perry, cujo jogo se baseia em muita agressividade e pouca técnica. Mais estratégica e mais versátil, Cowboy vence por decisão.

Leo Salles: Perry, TKO.

Lucas Carrano: Cerrone, decisão.

Lucas Rezende: Apesar da recente esfriada no rendimento de Cerrone, não consigo apostar que o limitado Perry, que luta para encontrar um único golpe, baterá o veterano. Posso me equivocar, pois  Donald não possui a melhor absorção de golpes, mas vou com Cowboy por finalização.

Renato Rebelo: Cerrone é um striker muito mais técnico, de fato, mas seu poder de absorver golpes já é questionável. Contra um garotão forte, resistente e que compensa limitação técnica com coração e punch, acho que Cowboy terá problemas. Vou de Perry por TKO.

Rodrigo Tannuri: Cerrone, finalização.

Thiago Sampaio: Se essa luta fosse há uns dois anos, apostaria de olhos fechados no Cerrone, que é um lutador bem mais completo. Mas a fase não ajuda e Perry, que bate muito pesado, tem boas chances de encurralar e liquidar a fatura. É só mirar na linha de cintura. Perry, nocaute.

André Azevedo: Pennington, decisão.

David Carvalho: Sou fã da Pennington, tem coração e sempre andando para frente. Mas, De Randaime tem a qualidade técnica que nos faz imaginar que ela se sobressairá, considerando as corridas de responsa de Germaine, vou apostar na adversária. Raquel Pennington, decisão. 

Felipe Paranhos: Pennington é brigadora, Randamie é muito mais polida em pé. Mas GDR é semi leiga no chão. E Raquel ao menos tem algumas finalizações na brutalidade. Raquel, finalização.

João Vitor Xavier: De Randamie é uma kickboxer de qualidade e sabe investir nos chutes baixos. Isso será fundamental na luta com a “brawler” Pennington. Se conseguir evitar a curta distância e a troca de socos imprevisível, GDR naturalmente leva vantagem, já que é mais técnica que “Rocky”. Porém, Pennington tem um subestimado jogo de quedas e aposto na ex-desafiante ao cinturão investindo nessa faceta para levar vantagem. Pennington, decisão. 

Laerte Viana: Pennington terá que cortar um dobrado para evitar a ótima trocação de Germaine de Randamie, que é uma striker de elite. Como não acredito que Raquel tem jogo para amarrar a holandesa, vou apostar na Dama de Ferro por nocaute.

Leo Salles: Randamie, decisão.

Lucas Carrano: De Randamie, TKO.

Lucas Rezende: Pennington sabe surpreender.  Exceto pelo combate contra Amanda Nunes, a americana sempre encontrou um meio de vencer combates em que era constantemente subestimada. Do outro lado, Germaine me inspira confiança negativa. Vou de Pennington por decisão.

Luiz Fernando Ferreira: Randamie, decisão.

Renato Rebelo: Nesse duelo de strikers, a holandesa é mais completa, dinâmica e contundente. Acho que o boxe da estática Raquel não será o suficiente. Randamie, decisão.

Rodrigo Tannuri: Randamie, decisão.

Thiago Sampaio: Randamie não convenceu nem na luta em que se sagrou a campeã menos memorável de todos os tempos. Apesar do ótimo muay thai da holandesa, Pennington tem o antijogo ideal, na base dos contragolpes e clinches na grade, para levar a melhor. Pennington, decisão.

André Azevedo: Dariush, TKO.

David Carvalho: Pedreira para o brasileiro, chega no evento já pegando um ótimo teste, prevejo uma luta boa e movimentada. Dariush vence nos pontos.

Felipe Paranhos: Apesar dos resultados recentes, Dariush é muito bom lutador. Por outro lado, sinto nele um pouco da falta de confiança que se abateu em Chris Weidman, por exemplo. Vou na surpresa: Moisés, TKO.

João Vitor Xavier: Luta perigosíssima para Dariush, que não vem em boa fase. Acredito que o brasileiro tem tudo para surpreender o duro adversário, mas vai sofrer com o pouco preparo, já que aceitou a luta em cima da hora. Vejo Dariush capaz de cozinhar o jogo do brasileiro investindo no seu muay thai da Kings MMA e levando na experiência. Dariush, decisão.

Laerte Viana: Dariush é um ótimo lutador, completinho e oferece poucas brechas. Thiago Moisés segue a mesma linha, embora, assim como o iraniano, precisa evoluir para brigar na elite – natural, pela pouca idade. Se não sentir o peso da estreia, Thiago leva essa por pontos.

Leo Salles: Dariush, decisão.

Lucas Carrano: Moisés, decisão.

Lucas Rezende: Que estreia cabeluda para o brasileiro. Dividir o octógono com Dariush é tarefa árdua até para os pesos-leves mais experientes. Se Thiago levar, será uma surpresa colossal. Vou de Beneil por KO.

Luiz Fernando Ferreira: Dairush, decisão.

Renato Rebelo: Não se enganem. O brasileiro de 23 anos tem um potencial enorme, sim, mas estrear logo contra um duríssimo Dariush babando por redenção é morder mais do que se pode mastigar no momento. Vou de Dariush por decisão.

Rodrigo Tannuri: Dariush, decisão. 

Thiago Sampaio: O estreante brasileiro não é nada bobo. Já conseguiu uma chave de braço “helicóptero” rara quando se tornou campeão do RFA e impressionou com o nocautão com chute na cabeça no Contender Series Brasil. Mas ainda não enfrentou nenhum adversário do nível do Benny, que é um lutador completo e, se vier com estratégia bem definida, vence. Resta saber como anda a auto-estima e o cérebro chacoalhado após os nocautes sofridos para Barboza e Hernández. Dariush, decisão.

Restante do card do UFC  Denver:

Maycee Barber x Hannah Cifers
Mike Trizano x Luis Peña
Ashley Yoder x Amanda Cooper
Chas Skelly x Bobby Moffett
Davi Ramos x John Gunther
Devonte Smith x Julian Erosa
Joseph Morales x Eric Shelton
Mark de la Rosa x Joby Sanchez

Ranking dos Colunistas:

1 – Laerte Viana: 84-51 (62,2%)
2 – Renato Rebelo: 82-53 (60,7%)
3 – Felipe Paranhos: 80-55 (59,2%)
4 – Lucas Carrano: 79-56 (58,5%)
4 – Rodrigo Tannuri: 79-56 (58,5%)
5 – Thiago Sampaio: 78-57 (57,7%)
6 – David Carvalho: 77-58 (57%)
7 – João Vitor Xavier: 76-59 (56,2%)
7 – Lucas Rezende: 76-59 (56,2%)
8 – Leo Salles: 74-61 (54,8%)
9 – Luiz Fernando Ferreira: 73-62 (54%)
10 – André Azevedo: 62-65 (48,8%)
  • Mauro

    Vou mudar de última hora

    Yair por nocaute,
    Mike por nocaute

  • Henrique

    Zumbi SUB
    Perry KO
    Raquel DEC
    Dariush DEC

  • Alyson D’Gramont

    – Chan Sung Jung x Yair Rodríguez = Jung, finalização.
    – Donald Cerrone x Mike Perry = Perry, KO.
    – Raquel Pennington x Germaine De Randamie = De Randamie, KO.
    – Beneil Dariush x Thiago Moisés = Dariush, decisão.

  • Sergio Araujo

    Pantera TKO
    Perry TKO
    Pennington DEC
    Dariush DEC

Tags: , , , , ,
Instagram