O futuro de Renato Moicano
#jornaleiroresponde

Renato Rebelo | 05/08/2018 às 23:16

Pessoal, nessa edição do #jornaleiroresponde, analisei a atuação deslumbrante de Renato Moicano no UFC 227.

Será que a vitória por finalização sobre o veterano Cub Swanson prova que o brasileiro está pronto para a nata da categoria?

Venham comigo!

  • Fernando Cruz

    Olhando o plantel do peso-pena do UFC, creio que além da passagem de bastão da antiga para a nova geração, estamos presenciando uma crescente evolução técnica e física dos lutadores. A elite desta divisão está mais alta (além de forte, é claro) e impondo esta diferença física nos confrontos.

    A quem diga que o knockdown via jab aplicado pelo Moicano evidencia a deterioração da capacidade de absorção de golpes do Swanson. Mas revendo o golpe em câmera lenta, percebe-se nitidamente que o golpe acertou, em cheio, o queixo do americano. O braço do Moicano parecia um rapieira (espada medieval) atingindo um pedaço de carne.

    Olhemos para a nova geração de lutadores do peso-pesa do UFC:

    Mirsad Bektic (173 cm) , Zabit Magomedsharipov (185 cm) , Renato Moicano (180 cm) , Max Holloway (180 cm) , Brian Ortega (175 cm) , Yair Rodriguez (180 cm) e Alexander Volkanovski (167 cm).

    Todos com menos de 30 anos. MÉDIA de 27,14 anos e Moda de 27 anos. Alturas acima de 170 cm com exceção do Alexander Volkanovski, o baixinho da turma.

    Por curiosidade, comparei as médias das alturas dos lutadores que Aldo enfrentou ao longo da carreira antes e depois do UFC 194: Aldo vs McGregor, primeira derrota do brasileiro em muito tempo. Comecei a análise quando o brasileiro conquista o cinturão diante do Mike Brown no WEC.

    A fase antes do UFC 194 eu chamei de PRÉ-MCGREGOR. A fase durante e depois do UFC 194 eu chamei de PÓS-MCGREGOR.

    Na Era PRÉ-MCGREGOR, temos:

    Mike Brown (168 cm) , Urijah Faber (168 cm) , Manvel Gamburyan (165 cm) , Mark Hominick (173 cm) , Kenny Florian (178 cm) , Chad Mendes (168 cm) duas vezes, Frankie Edgar (168 cm) , Chan Sung Jung (170 cm) , Ricardo Lamas (173 cm) . MÉDIA de 169,9 cm de altura e Moda de 168 cm.

    Vale destacar que, na Era PRÉ-MCGREGOR, o Aldo enfrentou um lutador menor ou igual a ele (em altura) 7 vezes dentre 10 confrontos. Vale destacar que o Aldo enfrentou o Chad Mendes duas vezes na Era PRÉ-MCGREGOR.

    Na Era PÓS-MCGREGOR, incluindo a luta em que o Aldo perdeu o cinturão, temos:

    Conor McGregor (175 cm) , Frankie Edgar (168 cm) , Max Holloway (180 cm) duas vezes , Jeremy Stephens (175 cm). Média de 175,6 cm de altura e Modas de 175 cm e 180 cm.

    Vale destacar que, no PÓS-MCGREGOR, o Aldo enfrentou metade do número de lutas no PRÉ-MCGREGOR. Entretanto, nota-se que antes do Irlandês, o brasileiro poucas vezes teve DESvantagem física. Mas desde o fatídico UFC 194, o Aldo só não foi o lutador mais baixo quando encarou a revanche contra o Frankie Edgar.

    • Felipe Cotto

      O Poirier já lutava nos penas antes do McGregor e é maior que o irlandês. A carcaça óssea é maior tb.

  • Fernando Cruz

    Informações que levantei e publiquei no post da RESENHA DO UFC 227.

    NOVA GERAÇÃO X VELHA GUARDA do peso-pesa do UFC

    Considerando a NOVA GERAÇÃO (idade menor ou igual a 30 anos) do Top 15 do peso-pena, composta por:

    Mirsad Bektic (173 cm) , Zabit Magomedsharipov (185 cm) , Renato Moicano (180 cm) , Max Holloway (180 cm) , Brian Ortega (175 cm) , Yair Rodriguez (180 cm) e Alexander Volkanovski (167 cm).
    MÉDIA DE 177,14 cm de altura e Moda de 180 cm.

    Considerando a VELHA GUARDA ainda ativa (idade maior que 30 anos) do Top 15 do peso-pena, composta por:

    José Aldo (170 cm, 31 anos) , Frankie Edgar (168 cm, 37 anos) , Cub Swanson (172 cm, 34 anos) , Jeremy Stephens (175 cm, 32 anos) , Chad Mendes (168 cm, 33 anos) , Chan Sung Jung (170 cm, 31 anos) , Ricardo Lamas (173 cm, 36 anos).
    MÉDIA DE 170,86 cm de altura e Modas de 168 cm e 170 cm.

    Vale destacar que não incluir nem o Darren Elkins (177 cm, 34 anos) por entender que este só adentrou o Top 15 recentemente, nem o Josh Emmett (169 cm, 33 anos) pelo fato deste ser contratado pelo UFC em 2016 – não considerei velha guarda.

  • Mauro

    A vitoria do moicano foi ótima, e sua performance acima daquilo que ele faz. Quanto ao Swanson, sou fã, mas quando cai num jab, precisa rever se vale a pena continuar a lutar.
    Por outro lado, apesar do Moicano pedir o Ortega, e a galera do combate falar em cinturão, vamos com calma, que a categoria tá sinistra. Alexander Volkanovisk, invicto no UFC, controlou o Elkins na última luta, na base da pedrada, e na luta anterior, matou um maluco na base do grappler, também pede passagem. José Aldo, recentemente, matou o Jeremy Stephens. Em breve teremos Zabit x Yair, e quem vencer, também chega nessa onda, e vamos ter Edgar x zumbi, se Zumbi vencer, derrotou o Bermúdez, então top 7, e Edgar, top 3. Se Edgar vencer, derrotou Swanson, então top 5, e zumbi.
    Vendo tantos lutadores querendo um lugar ao sol, e tantas lutas que fariam sentido ao moicano, a galera do Combate falar em cinturão, ou o mesmo pedir o invicto Ortega que se tornou top 1 com mérito, não e plausível. Mas entendo, Brasil sem cinturão masculino, acaba supervalorizado os lutadores acima do ideal. Já vi em outros sites comentários de pessoas dizendo que Marlon matará o tj.

  • Douglas Karpinski

    Cinturão agora é queimar largada, tem lutador ainda na fila da cinta, essa categoria esta tão sinistra e boa, com tantas opções, acho que moicano não tem esse apelo todo pra ja ganhar o title, mas esta bem, acredito que moicano vs Mirsad Bektic ia ser um lutão, dois prospectos que eu vejo que estão no mesmo patamar…..

  • Mauricio

    Eu acho o Moicano um ótimo lutador e tem tudo para disputar a cinta porem acho meio cedo ainda uma luta contra o Chad Mendes ou José Aldo seria um excelente teste de fogo pro cara.

  • Sergio Araujo

    Moicano pegar o vencedor de Edgar x Zumbi já está ótimo. Caso vença aí sim merece um TS.

Tags: , ,