Atacando de Joe Silva: lutas
a casar pós-UFC Boise

Laerte Viana | 16/07/2018 às 13:40

Fala, galera!

A expectativa antes do evento era boa, tanto que até o nosso crítico Thiagão positivou o card montado em Boise, no estado de Idaho. Na prática, no entanto, o show foi morno, com o main event longe de empolgar.

Um pouco antes, tivemos brasileiros estreando em situações opostas, promessas fazendo bonito, veteranos ficando com o emprego ameaçado e outros desdobramentos.

Bom, deixando o papo furado de lado e sem mais delongas, vamos direto para o que de fato interessa: os próximos passos dos principais vencedores do UFC Boise:

1num

Junior Cigano x Francis Ngannou

Não vimos o Junior Cigano demolidor de outrora. Também não vimos o Junior Cigano vivendo um romance com a grande. Sem extremos, opto por ver o copo meio cheio, com o brasileiro recuperando o ritmo de luta e batendo o duríssimo Blagoy Ivanov, que chegou a assustar em alguns lances, por mais que tenha adotado um gameplay nada inteligente.

Para ser fiel à linha de raciocínio traçada por aqui – com Stipe Miocic x Derrick Lewis e Curtis Blaydes x Alexader Volkov -, sobra apenas Francis Ngannou no topo. O camaronês, por mais que tenha sido bizarro na última rodada, goza de certo prestígio na 4ª colocação. Cigano, irregular e sem impressionar, precisar passar pelo brutamontes para reconquistar seu posto de desafiante.

NUM_2

Sage Northcutt x Danny Roberts

Bacana ver a evolução mostrada por Sage Northcutt. O menino de ouro de Dana White ainda está longe de ser competitivo frente à nata dos meio-médios, porém vai mostrando, pouco a pouco, que está tampando as brechas de seu jogo.

Apesar de ter perdido o primeiro round e nocauteado o experiente Zak Ottow na segunda etapa, Sage pintou a trinca pela primeira vez no UFC. Para dar continuidade ao processo de evolução do garoto Super Sayajin de míseros 22 anos, está de bom tamanho o inglês Danny Roberts, que vai encarar o estreante David Zawada no UFC Hamburgo, após seu par original Alan Jouban se machucar.

NUM3

Chad Mendes x Cub Swanson / Renato Moicano

Você, assim como eu, achou que Chad Mendes sentiria os 30 meses de inatividade? Achou errado, otário! Em menos de três minutos o produto da Team Alpha Male atropelou Myles Jury e nos lembrou porque sempre foi um legítimo top 3, carimbando o retorno direto à elite dos penas.

Uma peleja com Mirsad Bektic até que faria sentido, mas vou manter a coerência das colunas recentes e descartar o casamento, por hora. Dessa maneira, sobra para Money bater de frente com o vencedor de Cub Swanson x Renato Moicano, quem saem na mão no UFC 227, dia 4 de agosto.

De repente, se Jeremy Stephens tombar diante de José Aldo, também é uma boa opção.

Casamentos extras: 

  • Marquei vitória de Dennis Bermudez (que muito provavelmente passará no RH), entretanto dois dos três juízes anotaram superioridade de Rick Glenn, que segue sem dar sinais de evolução. De qualquer forma, o Gladiador baterá  ponto no meio da tabela dos penas, então nada mais junto que pegar outro atleta que vive de altos e baixos. É o caso de Chas Skelly, que não dá as caras desde maio de 2017, quando foi nocauteado por Jason Knight.
  • Embora seja um tanto quanto desengonçado e demonstra mais raça do que técnica, Niko Price tem seu valor – o nocaute estranho e inusitado que apagou Randy Brown comprova a tese. Voando fora do radar, o Híbrido já soma cinco vítimas no Ultimate, todas despachadas antes do terceiro round. Vejo um duelo com Warlley Alves, que igualmente busca os holofotes, na medida para ambos. Ps: Em maio, casei Warlley x Petter Sabotta, mas o europeu migrou para os médios.
  • Pragmática e eficiente, Cat Zingano pregou Marion Reneau com as costas no chão durante quase 15 minutos e superou a veterana adversária com sobras, quebrando uma sequência ruim de quatro anos sem ter seu braço levantado. Todavia, não acredito que Alpha, aos 36 anos, será protagonista na elite do peso galo feminino. Para tirarmos a dúvida, sugiro que Cat enfrente a ex-desafiante Raquel Pennington.
  • Confesso que não dava muito valor a Alejandro Perez, contudo o campeão do TUF América Latina vem queimando minha língua. O triunfo apertado contra Eddie Wineland, o quarto seguido e que manteve uma invencibilidade de sete lutas, faz o mexicano ser olhado com mais atenção. Número 13 no ranking dos galos, Perez seria testado e serviria como teste para Thomas Almeida, uma posição acima. Ou seja, bom para os dois lados.
  • A divisão dos penas ganha oficialmente mais um nome para fazer barulho dentro top 10. Sem tomar conhecimento do injustiçado e guerreiro Darren Elkins, Alexander Volkanovski venceu pela 15ª consecutiva (5-0 no UFC) e entrou no ranking com moral. Para continuar sua escalada, Ricardo Lamas, que em junho passado perdeu para Mirsad Bektic, seria um casamento de jogo interessante para o australiano.
  • Belíssimo cartão de visitas do carioca Raoni Barcelos, que, com nove meses de atraso, debutou brutalizando Kurt Holobaugh, somando sua 12ª vitória em 13 lutas. Ex-campeão peso pena do extinto RFA, o pupilo de Pedro Rizzo vai descer para os galos na próxima, de acordo com a informação de Luiz Felipe Prota, que narrava o duelo. Batendo 61kg, o brasileiro teria um teste à altura contra o promissor Boston Salmon, seu oponente original no UFC São Paulo de 2017, porém cancelado após uma lesão do americano.

Amigos, me ajudem com os destinos de Blagoy Ivanov, Zak Ottow, Myles Jury, Dennis Bermudez e companhia? Mandem bala!

  • Otaviano Jr

    Mendes x Stephens seria animal!
    eu casaria Cigano vs Lewis
    Miocic vs Blaydes
    e deixaria o Ngannou vs derrotado Hunt/Volkov

    • Laerte Viana Venâncio Alves

      Pode ser também, gostei das sugestões para os pesados.

      Ps: o Hunt pega o Oleinik, o Volkov tá sem luta marcada.

      • Otaviano Jr

        confusão minha, mas ambos seriam ótimas lutas para o Ngannou se recuperar ou então ver se era apenas produto de Hype mesmo

        • Laerte Viana Venâncio Alves

          Boa.

  • Mauro

    Chad Mendes, que perdeu para Conor, Aldo e Edgar, quer voltar ao top 3, mas hoje não é mais como ontem, não tá no nível de exigir algo. A ele, resta algumas boas opções: O Alexander, que após vencer Elkins, certamente deve subir legal no rankin, e seria um lutão já que ambos tem estilo de luta parecido, e o vencedor de Moicano x Swanson. Se sou o Dana, dou essas duas opções ao Chad, e deixo ele escolher. Ainda daria mais uma opção passiva de mudança, que é o Jeremy caso perca para o Aldo.
    Chad mostrou ainda ter pujança, quero ver se ainda tem o gás daquela luta épica com Aldo no rio. Aldo já não tem, vejamos Chad.
    O Cigano tá há cinco anos sem nocaute, mesmo sendo do boxe e um peso pesado, não o vejo beirando o ts, não agora. Vejo atrás de Volkov e Blaydes, além do DC. Dane-se o ranking (rsrs). Dessa forma, se não casar Miocic com DC, casa-se com Blaydes ou Volkov, numa luta legítima para decidir o próximo contender. Cigano fica com Lewis ou Ngannou.

    • Laerte Viana Venâncio Alves

      Concordamos na linha de raciocínio.

      • Mauro

        Outro possível casamento ao Chad é o vencedor de Zabit x Yair. Chad não é ex campeão, então apesar de ser querido do UFC, não tem tanta moral. Tem que conquistar seu espaço lentamente de novo, e receber um dos mais novos é o caminho. Edgar já enfrentou, Aldo já enfrentou, Jeremy já enfrentou, Swanson ta enfrentando de novo, então Chad tem que pegar um dos mais novos também… Yair/Zabit/Moicano/Alexander…

    • Otaviano Jr

      um Ex campeão,categoria muito rasa,ja lutou com todo mundo… O pior de tudo amigo, é que um cara assim sempre está próximo do TS

      • Mauro

        Se vencer mais duas, merece TS. Por enquanto, não..

  • Felipe Cotto

    Eu ainda estou traumatizado pela última luta do MENGANOU. Em tese, seria a luta ideal, mas eu não quero mais ver uma luta como a última até o fim dos meus dias.

  • Daniel Piva

    Será que não seria a hora da revanche entre Cigano x Werdum? Uma nova vitória do catarinense o embalaria para o topo da categoria, já um triunfo do gaúcho o reergueria. Isso, é claro, com o Werdum resolvendo rapidamente o problema dele com a USADA.

    Quanto ao Sage Northcutt, o nome do Mike Perry não cai bem? Ele venceu na semana passada, é jovem…

    • Laerte Viana Venâncio Alves

      O problema é que o Werdum, mesmo que seja declarado inocente, deve ficar 9 meses fora, ou seja, só em 2019. Se ele tivesse disponível, certamente seria o casamento ideal.

      Acho o Mike Perry um passo muito grande pro atual estágio do Sage. Iria com mais calma. rs

  • Thiago Tanikawa

    Cigano vs Tuivasa: Tuivasa vem com um hype bom, mas passou raspando pelo Arlovski e é quase uma fotocópia do Ivanov: baixinho,roliço e menos técnico que o Cigano. No máximo pode se tornar um Hunt 2.0, mas seria uma boa luta pra encabeçar o card na Austrália em dezembro.
    Ivanov vs Harris: JDS foi muita carne pro búlgaro mastigar, Harris já é alguém levemente acima da média pra categoria (pra você ver a tristeza) e é bem mais mastigável.
    Northcutt vs Garcia: outro wrestler levemente superior a esse que o Super enfrentou agora, um último teste antes de puxar o gatilho de fato.
    Mendes vs Volkanovski: Mendes disse que aceitaria o combate, devo dizer que meu interesse nesse combate é grande.
    Glenn vs Johnson ou Fili: os três são bem vencíveis, mas podem esgueirar um lugar no ranking depois dessa possível semifinal.
    Perez vs Assunção: essa luta vai acontecer, não importa se o Assunção tem um número absurdo de vitórias e merece uma luta pela cinta faz tempo…o UFC vai dar pra ele qualquer prospecto em boa fase na esperança dele ser vencido. Perez é a bola da vez.
    Barcelos vs Young: Barcelos pode ter idade mais avançada, mas parece um cara com potencial de top 10 pelo menos. Uma luta com o Young seria uma boa porradaria em potencial.

    • Laerte Viana Venâncio Alves

      Tadinho do Assunção, cara. Haha

      Receber Matthew Lopez, Rob Font e Alejandro Perez em sequência, mesmo sendo um legítimo top 3, seria uma das coisas mais bizarras e injustas com um lutador. Rs

      • Thiago Tanikawa

        Como o próprio Raphael diria : o mundo não é justo.

Tags: , , , , , , , , , , , , , , , ,