Pensando alto: a análise
informal do UFC Singapura

Rodrigo Tannuri | 23/06/2018 às 13:33

Ihiiiii, brothers! Confesso que sempre vibro ao ser escalado pra fazer o “Pensando Alto”, mas o dessa vez foi ingrato.

O UFC é uma gracinha mesmo, viu? Como pôde, em plena Copa do Mundo, realizar um eventinho em Singapura, na madrugada de sábado? Isso não se faz com os fãs! Como se diz na Islândia: estou putson!

Pra sorte de quem acompanhou, tivemos certa dose de violência, alguns resultados decisivos e outros surpreendentes. Permitam-me começar?

Leon Edwards x Donald Cerrone

Quando se escala um lutador jovem, embalado por cinco vitórias seguidas, contra um veterano, que está próximo de dar adeus ao esporte, o resultado não poderia ser diferente. Leon Edwards, simplesmente, não respeitou Donald Cerrone. Muitos atletas sentem o peso de encabeçar um evento pela primeira vez, ainda mais contra um oponente renomado, mas o jamaicano se comportou muito bem, sendo superior do início ao fim do combate. E olha que nem precisou fazer a conhecida “luta feia”. A sexta vitória seguida e o modo como foi conquistada provam que Edwards tem sim que estar na elite dos meio-médios. Por outro lado, Cerrone nunca ficou confortável. Mais do que isso, ao ver que nada que jogava entrava, se mostrou abalado. Sua linha de cintura segue sendo um ponto fraco, juntamente com seu aspecto mental. Por mais encorpado na divisão e técnico que seja, a quilometragem é implacável. O Cowboy possui muitos danos acumulados. Não digo que ele tem que se aposentar, mas, nitidamente, seu grau de competição caiu. Contra a nova geração, isso fica evidente e é até injusto ser colocado frente a frente com ela.

Ovince St-Preux x Tyson Pedro

Parecia que Ovince Saint-Preux perderia da mesma forma que perdeu pra Ilir Latifi, ou seja, tomando knockdown e sendo pego na guilhotina. Tyson Pedro tentou, mas não é tão bruto quanto o sueco. Na sequência, o haitiano se recuperou, reverteu a tentativa de queda e foi sua vez de finalizar, ainda no primeiro round. Quando digo que o vodu do bruxo é perigoso, não estou mentindo. Dizem que o jiu-jitsu salva, mas, no caso de OSP, é a magia negra mesmo. A categoria dos meio-pesados é tão freak, que o Sobrenatural de Almeida faz a diferença. Sabemos qual é o limite de OSP na divisão, agora, o de Pedro, passa a preocupar. Ele é um bom nome da nova geração, mas perdeu tanto pra Latifi quanto pra OSP, ou seja, sente o peso de estar numa luta decisiva. Tomara que evolua no aspecto mental, pois há tempo pra isso.

Jessica Eye x Jessica-Rose Clark

E não é que depois de quatro derrotas seguidas, Jessica Eye emplacou a segunda vitória em sequência nos moscas? Ela não era favorita, mas atuou como tal, algo que não se via há certo tempo. A pressão era tanta, que o desabafo da atleta foi forte, pedindo que UFC e fãs a valorizem mais. Até dá pra entender a reação, mas ela é injusta, pois foi a própria Eye que se colocou nessa posição (tanto que seu cartel na companhia é negativo). Ao mesmo tempo que o resultado foi surpreendente, também foi decepcionante pra Jessica-Rose Clark, que tinha vencido as últimas três lutas. A pergunta que não quer calar é: será que emplacou a sequência por ser boa lutadora ou pela fragilidade das rivais?

Menções honrosas:

  • Não é só a seleção russa que se empolgou com a Copa. Petr Yan também. A expectativa em torno da estreia do russo era grande e ele não sentiu o peso dela. É bem verdade que o adversário foi acessível: o folclórico Teruto Ishihara. Mas, independente disso, nocautear no primeiro round sempre deixa uma boa impressão. Finalmente, o campeão dos galos do ACB chegou ao UFC e não vai parar por aí. Se já é bom com 25 anos, tende a ficar ainda melhor. É um reforço e tanto pra divisão dos galos, que não cansa de elevar seu nível.
  • Tenho que destacar a violência dos chineses Song Kenan e Song Yadong, que são atletas definidores. O primeiro aproveitou o knockdown pra aplicar um ground and pound avassalador em Hector Aldana, quando começava a se complicar na luta. Vale lembrar que Kenan já havia nocauteado em sua estreia no UFC. O segundo passou como quis por Felipe “Sertanejo” e encerrou o duelo ao acertar uma cotovelada cruel, quando o brasileiro estava na grade. Essa também foi sua segunda aparição no UFC e, antes, Yadong já havia finalizado seu oponente. O pena, de apenas 20 anos, tem um futuro promissor e mostrou comprometimento ao ingressar na Team Alpha Male. Olho nele!
  • Sinceramente, não entendi o motivo de Jake Matthews ter parado no card preliminar de um evento fraco, após ter vencido Li Jingliang e parece que o garoto também não gostou dessa escolha. Pior pro limitadíssimo Shinsho Anzai. Visivelmente mais forte, Matthews puniu o adversário, o finalizou sem qualquer resistência, ainda no primeiro round, e venceu pela terceira vez seguida. Sei que não é legal queimar etapas, mas essa luta foi um retrocesso pro jovem australiano de 23 anos. O UFC tem que se desculpar lhe dando um adversário melhor ranqueado.
  • Eu brinco que Ulka Sassaki mais parece um integrante da franquia “Pânico na Floresta” do que um lutador, mas, no chão, ele tem que ser respeitado. O mosca fez uso do seu porte físico pra dominar Jenel Lausa e venceu pela quarta vez no UFC, todas por mata-leão. Apesar de ter 28 anos e ser grande pra categoria, dificilmente, o japonês vai integrar a elite dela, mas, sem dúvida, é garantia de entretenimento.
  • Rogerio Troy

    Seria assisti, certo? Pretérito perfeito.

    • Edinelson Santos De Oliveira

      Ainda bem que temos um professor aqui.

      Se eu escrevi algo errado, me corrija por favor.

      • Rogerio Troy

        Prontamente.

        Corrija-me seria o correto.

        • Joe Silva

          Legal, vou aproveitar também!
          Boa tarde professor Rogerio, gostaria de saber qual a oração principal, o tipo de conjunção e também como classificar a oração subordinada contida na seguinte frase:

          “Tamanho foi o barulho, que ficou irritado.”

          Desde já, grato pela atenção.

        • Edinelson Santos De Oliveira

          Grato pela correção

  • William Oliveira

    Yadong é realmente mt promissor, impressionante. Esperava que ganhasse do Sertanejo, mas o guri não se contentou com isso, destruiu o cara, tava caminhando em direção a 2 rounds com 10-8 antes da cotovelada. Diferenciado.

    PS: Ele desceu pros galos.

  • Lorenzo Fertitta

    Minha intenção era dar uma olhada no card nos momentos em que Bélgica X Tunísia estivesse chato. No fim das contas acabei vendo apenas a luta das Jessicas e o main event a partir do R3.
    Particularmente, fiquei surpreso com o modo como o Saint-Preux finalizou o australiano. Ótimo para o haitiano, nem tanto para a divisão como um todo.

    “Quando digo que o vodu do bruxo é perigoso, não estou mentindo. Dizem que o jiu-jitsu salva, mas, no caso de OSP, é a magia negra mesmo.” #SóIssoExplica

  • Mauro

    Leon Edwards pode pegar o Gente Boa.

    Debatam aqui comigo: Edgar disse que quer ser o próximo contender, e Dana já disse que ele será, porém, o que Dana fala, não se escreve. Edgar então disse que toparia alguma luta que faça sentido. Qual luta faz sentido para ele? Edgar x Aldo/Stephens?

    • Guilherme Martins

      Mano, tenta não se ofender, mas tua tara pelo Edgar me assusta! Kkkkkkkkk

      • Mauro

        Me ofende não, ueheue, tá boa.
        Faço de propósito. Tento falar de quem os outros esquecem.

      • Shotokan Karate

        Edgar é um grande lutador aguentar o pau que ele levou do Zé Aldo na primeira luta entre eles e terminar em pé não é pra qq um. Um cara desses justifica ter fanboys BEM diferente de certos palhaços e dopadões…

    • Joe Silva

      Só li verdades, amém irmão Maurinho. Só você mesmo para acabar com o marasmo das notícias sobre MMA e focar no que realmente interessa, nosso louvado Deus Frankie Edgoat.
      Continue assim nobre irmão, propagando a palavra edgariana acima de tudo e de todos. Sempre que houver matérias envolvendo lutadores inexpressivos, devemos divulgar a palavra.
      Contra tudo e contra todos, vai continuar vencendo qualquer um que cruzar na sua frente. Só perdeu para os dopados Gray Marinado, Rosé Hamburgaldo (na época em que o tupim fazia reposição de esteróides intravenoso pós pesagem), Ortega (quando jogaram aquele skate no octógono, e o GOAT ainda se saiu melhor que o Shogun, pois caiu cheio de estilo, fazendo manobra) e para o Smooth Bendo, que chamou os parentes para atuarem como juízes de linha nas duas lutas. Menti? O.o
      Irmãos Manxa, Pôncio, Sinhô, André Amorim e eu estamos lhe esperando na Pool Party, lá na piscina infantil, após GOAThe Answer conquistar o cinturão dando uma chave de orelha no Holloway. Caloroso graplling Edgariano pra você, irmão.
      Todos os simpatizantes também sintam-se convidados. Basta ter, no máximo, 1,40m de altura, como todos da Seita. Singelos double legs Edgarianos para todos.

      • Mauro

        Obrigado pelo reconhecimento.

        • Joe Silva

          Não sejas modesto, irmão. Como não reconhecer o precursor do Edgarismo? Como não reconhecer aquele que não perde a oportunidade de louvar o conteúdo da coquilha de Frankie? Como não reconhecer quem desempenha o árduo trabalho de incutir o nome de Edgar em toda e qualquer matéria do site? Como não reconhecer quem consegue, de maneira subliminar, fazer com que os foristas acreditem que The Answer é #1 P4P?
          Não! Jamais cometerei tal injustiça, irmão. Sua peregrinação deve ser enaltecida! O mundo todo deve tomar conhecimento de quê você – e ninguém mais – é o responsável pelo sempre impecável corte de peso do Edgar, ficando a madrugada inteira fazendo grappling com ele e desidratando-o com as inúmeras sessões de sexo oral, permitindo-lhe a eliminação de fluídos e o preparando para a pesagem. Vida longa ao irmão Mauro!

          • Mauro

            Agradeço, de novo.

    • Shotokan Karate

      Defendo uma nova luta contra o Ortega. Não acho que o Edgar seja inferior a ele e vai servir pra ele passar uma borracha no que ficou do pega anterior e se credenciar pro titulo. Zé Aldo não deve continuar na divisão logo um 3 pega entre eles perde o sentido (a não ser que o Edgar suba). Stephens faz um pouco mais mas prefiro ver o Edgar fazendo uma revanche contra o Ortega.

      • Mauro

        Também gostaria dessa revanche, mas gostaria muito de ver o Jeremy num ts, confesso.

Tags: ,