Atacando de Joe Silva: lutas
a casar pós-UFC 225

Laerte Viana | 10/06/2018 às 20:15

Fala, galera!

É, vamos ter que aguentar o falastrão. O produto da American Top Team, uma espécie de cópia mal feita e sem graça de Conor McGregor fora do octógono, mostrou que não é só lero. Pelo contrário. Tem que ser respeitado dentro do cage. Se o ouro vai permanecer em sua cintura por muito tempo (eu duvido), aí é outra história.

Ainda tivemos uma das melhores lutas de 2018 (quiçá a melhor), diversos exemplos de troca de bastão de gerações no esporte, brasileiro batendo recorde, dentre outros.

Bom, deixando o papo furado de lado e sem mais delongas, vamos direto para o que de fato interessa: os próximos passos dos principais vencedores do UFC 225:

1num

Robert Whittaker x Kelvin Gastelum

Se Yoel Romero é um monstro – e é, de fato -, Robert Whittaker é um fenômeno. O moleque tem só 27 anos é mostra uma qualidade técnica e maturidade fora do comum para a idade. Bater Romero duas vezes, depois de 50 minutos de guerra, nos faz crer que o australiano será um dos maiores do MMA atual.

Seu próximo desafio deve ser Kelvin Gastelum, que se credenciou ao derrotar Ronaldo Jacaré no mês passado. A questão é que tudo indica que essa luta vai demorar para acontecer. O campeão quebrou a mão e não deve dar as caras tão cedo.

Apesar dos pesares, não vejo isso como empecilho para mudar os caminhos. É só esperar até o final de 2018/começo de 2019 e marcar a peleja. Seis ou sete meses de espera nem é muita coisa quando estamos falando de esporte de combate, convenhamos.

NUM_2

Colby Covington x Tyron Woodley 

Embora poucos duvidassem que Colby Covington tinha qualidades para anular Rafael dos Anjos, a maioria – e eu me incluo nessa – não acreditava nesse cenário, muito em virtude do jogo mais completo do brasileiro. Chaos, então, traçou uma estratégia melhor, mostrou estar com o preparo em dia e cumpriu o que tanto prometeu. Triunfo merecido.

Com o título nas mãos, Colby já voltou sua metralhadora de m***** para Tyron Woodley, que rapidamente mordeu a isca. Aliás, nem tem muito papo. Se Dana White e companhia não inventarem moda, é campeão linear x campeão interino.

NUM3

Holly Holm x Ketlen Vieira 

Prazer, Holly Holm versão grappler. Da série “quem tem, tem medo”, a Filha do Pastor não quis saber de trocar porrada com a gigante Megan Anderson e a pregou de costas no chão, sem dar brechas para zebra. Vitória tranquila, mostrando uma nova ferramenta em seu jogo.

Um detalhe importante: o resultado tira o único suposto real desafio de Cris Cyborg, abrindo, automaticamente, as portas para a superluta da curitibana com Amanda Nunes. Sendo assim, ambas as categorias não precisam de desafiantes imediatas.

Holly, que já tinha avisado que voltaria ao peso galo, poderia chamar Ketlen Vieira para a dança. Número 2 no ranking, a manauara, por sua vez, precisa se manter ativa e carimbar de uma vez por todas sua chance pelo cinturão.

NUM4

Tai Tuivasa x vencedor de Marcin Tybura / Stefan Struve 

Um cara que entra com a música do Titanic não pode perder! E pelo jeito os juízes também pensaram isso, dando um questionável 29×28 para Tai Tuivasa, que engatou a trinca, manteve sua invencibilidade e chegou no top 10.

Se Tuivasa teve tanta dificuldade frente ao combalido Andrei Arlovski, fica claro que o garotão de 25 anos ainda está cru para enfrentar o pelotão de cima dos pesados. O ideal é seguir se testando contra nomes do meio da tabela.

Por isso, o vencedor de Marcin Tybura x Stefan Struve, que se enfrentam no UFC Hamburgo, dia 22 de julho, está de bom tamanho, especialmente se o polonês confirmar o favoritismo.

NUM5

Curtis Blaydes x vencedor Francis Ngannou / Derrick Lewis 

Curtis Blaydes aparece, enfim, como um real sopro de renovação na devastada categoria mais pesada do mundo. O rapaz de 27 não é um primor técnico, mas vencer Mark Hunt de maneira contundente e brutalizar Alistair Overeem dessa maneira é um belo cartão de visitas para a elite.

Eu só não acredito que Razor irá disputar o cinturão na sequência, pois Alexander Volkov está um passo à frente, tanto que está na reserva para Stipe Miocic x Daniel Cormier. Ou seja, tem que jogar mais uma rodada.

Que tal, então, o vencedor de Francis Ngannou x Derrick Lewis? Lembrando que se Ngannou triunfar, será uma revanche. Ou, quem sabe, se o brasileiro Junior Cigano superar Blagov Ivanov, é outra boa opção

NUM6

Cláudia Gadelha x Tatiana Suarez

A luta foi boa, porém fiquei com uma dúvida: Claudia Gadelha deixou a desejar ou Carla Esparza que surpreendeu? De qualquer forma, três pontos importantes para a brasileira, que segue sua incansável busca pela cinta.

O problema é que Claudinha, além de não vir de atuações convincentes, se encontra numa limbo, mesmo sendo top 3. Isso porque Rose Namajunas sequer tem data oficial para enfrentar Jéssica Bate-Estaca, duelo que deve ser oficializado em breve.

Por Gadelha já ter finalizado Karolina Kowalkiewicz e Tecia Torres marcada contra Joanna Jedrzejczyk no mês que vem, sobra a jovem e talentosa Tatiana Suarez, que vem impressionando em suas perfomances. Há tempo o suficiente para que elas se enfrentem e definam quem fica com o title shot para o início de 2019.

Casamentos extras: 

  • Por mais que o duelo não tenha entregado o esperado, Mirsad Bektic mostrou contra Ricardo Lamas, mais uma vez, que é produto para, no mínimo, top 5 dos penas. Com quase toda a elite até 61kg com compromissos marcados, um dos poucos sem par no baile é Josh Emmett, que também bateu Lamas (de forma bem mais contundente), ainda que não tenha provado pertencer à nata. Ao mesmo tempo que Bektic tentará seguir seu caminho rumo ao topo, servirá como um ótimo teste para o produto da Team Alpha Male mostrar seu atual patamar.
  • Triste fim de carreira de Rashad Evans, um dos grandes do esporte. Anthony Smith, que não tem nada a ver com isso, tratou de brutalizar o ex-campeão em míseros 53 segundos e chegar com o pé na porta dos meio-pesados. Na entrevista ainda no octógono, Lionheart foi cirúrgico ao pedir a cabeça de Sam Alvey, 15º no ranking e com um jogo favorável ao seu. Sem querer parecer engenheiro de obra pronta, juro que essa já era minha primeira opção antes da luta, nos rascunhos que sempre faço. Ps: Esqueçam o casamento entre Sam Alvey e Patrick Cummins, feito semana passada. Como vocês sabem, ideias são mutáveis e os cenários mudam rápido, como nesse caso. Smith x Alvey é a luta a ser feita.
  • Afastado desde dezembro de 2016, Joseph Benavidez claramente sentiu o ritmo de jogo. Melhor para Sergio Pettis, que aproveitou a situação para anotar a vitória mais importante de sua carreira. Com Demetrious Johnson x Henry Cejudo 2 agendado para o UFC 227, em agosto, há tempo o suficiente para Pettis e Jussier Formiga realizarem uma eliminatória pelo posto de próximo desafiante dos moscas. Pedida ideal para dois legítimos top 5.
  • Charles do Bronx teve 12 dias de preparação, precisou de somente 138 segundos para laçar o pescoço de Clay Guida, se igualou a Royce Gracie como o maior finalizador da história do UFC, com 10, e ainda embolsou 50 mil dólares extras. Nada mal para o menino Charlinho, né? Por ter salvado uma luta do card em cima do laço e ter tido uma atuação da gala, é provável que seu desejo de voltar aos penas seja concedido (eu não o faria, mas é a vontade do rapaz). Dessa forma, seria uma boa bater de frente com o sempre irregular Andre Fili, que se encontra perto dos 15 melhores. Se seu pedido não for atendido e tiver que bater 70kg, a sugestão atende por Bobby Green, que seria o adversário original de Guida.

Amigos, me ajudem com os destinos de Yoel Romero, Rafael dos Anjos, Andrei Arlovski, Alistair Overeem e companhia? Mandem bala!

  • Felipe Cotto

    Gadelha só é top3 se não contar a campeã. Ela foi sovada pela Jéssica e pela Joanna. E, a julgar pela estagnação e uma de evolução da outra, acho que perderia da Tecia tb (que deu calor na Jéssica).

    Isso pq qdo ela saiu do Brasil saiu arrotando para o alto.

    • Laerte Viana Venâncio Alves

      É a número 3 no ranking. Isso que eu quis dizer.

  • Mauro

    Dos anjos x Masvidal. Até mesmo quando o Br estava com aquela vibe toda, já suspeitava que Stephen ou till o mataria na porrada. Ao ver sua trocação com Colby, tive certeza. Então para ter luta, dos anjos x Masvidal.

    • Felipe Cotto

      Acho que o masvidal dá ruim para ele tb. Mta pressão. Tem que ser estratégico e pegar um Nelson/Cerrone… na mão do Wonderboy ele vira highlight pra passar na abertura do UFC.

      • Mauro

        Masvidal e uma incógnita: Tem luta que parece um Belfort do boxe, e tem luta que parece um bisping contra o Belfort no TRT. Creio que não haveria grandes favoritismo.

        Se na mão do Stephen vira highlight, na mão do Till bate o recorde do Aldo, euehe. Cerrone tem luta marcada, e já li o mesmo dizer que quer voltar aos leves.

        Eu marcaria assim:

        Till x usman,
        Stephen x Gente Boa (mas poderia ser uma luta desnecessariamente arriscada para o Stephen),
        Dos anjos x Masvidal.
        E Woodley x Colby.

        • Felipe Cotto

          Mano, tiro como parametro a luta contra o Ferguson onde o RDA acabou engolido, e o Masvidal não foi finalizado pelo Maia, então… Pra ser honesto, acho que apesar daquele feito historico contra o Lawler, o lugar do RDA é nos leves. Nem nos leves ele é grande.

          • Mauro

            Não quero Anjos lutando nem com quem seria esmagado, nem com quem esmagaria, afinal não tem graça. Quero luta. Além do Masvidal, pode ser o Gente Boa. Dá o Usman para o Till, o Maia para o Stephen, e o Gente Boa para o Anjos. Mas honestamente? Pra mim, o Anjos toma pau pro Gente Boa. Não falo isso na emoção, quem aqui me conhece sabe, sempre achei superestimada a trocação do Anjos. Gente Boa é brigador e louco. Pode casar também Anjos x Maia, mas não sei se o UFC gostaria disso, ou uma luta que eu gostaria muito, mas que não tem motivos para tal, Anjos x Gunnar Nelson. Gunnar tá muito atrás no ranking, e não vejo porquê Anjos aceitar essa luta, mas eu gostaria que acontecesse, pois acho Gunnar um oponente tenso!

          • Felipe Cotto

            N vejo dos Anjos atropelando ngn do top 15 hehe. Da parte dele daria luta contra todos. Talvez o Neil Magny ele vença fácil sempre que se enfrentarem, pq o jogo casa bem.

        • Felipe Cotto

          O Alvarez estava maior que o RDA na luta dos 2. Mas ele (Rda) sofre MUITO pra bater, é foda.

          • Mauro

            Não acho Anjos tão mais leve que os demais, acho mesmo mais forte que o próprio Colby, Maia, e outros. Ele é muito pesado para os leves, corta 20 kg, com idade já num certo nível, não é fácil…

          • Felipe Cotto

            Ele é do tipo que fica gordão em off.

    • Laerte Viana Venâncio Alves

      Dos Anjos x Masvidal seria uma boa luta, realmente.

  • bedotRJ

    Whittaker vs Gastelum
    Romero vs vencedor St.Preux-Pedro LHW
    Woodley vs Covington
    Dos Anjos vs Masvidal
    Holm vs vencedora Reneau-Zingano
    Anderson vs DeRandamie
    Tuivasa vs vencedor Tybura-Struve
    Arlovski vs perdedor Cigano-Ivanov
    Blaydes vs vencedor Cigano-Ivanov
    Overeem vs Olenik ou Lewis (quem perder na próxima)
    Gadelha vs Suarez
    Esparza vs Herrig
    Bektic vs Emmet
    Lamas vs Choi
    Evans vs Liddell 2 (Bellator)
    Smith vs vencedor Rountree-Saki
    Pettis vs Formiga
    Benavidez vs Moreno
    Do Bronx vs Benitez FW
    Guida vs Green

    • Laerte Viana Venâncio Alves

      Dos Anjos x Masvidal também seria minha primeira opção.
      Smith x Rountree-Saki é uma ótima pedida. Mandou bem!

    • Felipe Cotto

      De Randamie acho que nem luta mais depois de todo aquele papelão.

  • Mauro

    Bronx está claramente melhor nos leves, sem se matar de perder peso, mesmo assim quer descer aos penas para ter, em teoria, uma vantagem física que não terá… caso queira realmente voltar, Chad poderia dá boas vindas e torturá-lo um pouco. Chance de título não tem, nem nos leves, nem nos penas. Então fica nos leves: não se mata para bater peso, e tem vencido.

    • Laerte Viana Venâncio Alves

      É a vontade do cara, tem que respeitar. Ele sabe o que é melhor pra si mesmo, mesmo que a gente concorde ou não.

  • Antônio Damacena

    Até parece, o UFC colocou dois amadores no principal por conta das vendas que um conseguiria, certamente Holly não vai precisar passar por mais ninguém, vai direto para cinta conta Amanda! E a brasileira que não é besta e sabe do poder de venda da Holly e deve considerar uma luta mais fácil do que contra Cris, já aceitou!

    • Laerte Viana Venâncio Alves

      Sim, essa é a ideia delas. Mas a organização quer outra coisa. O próprio Dana White falou que quer fazer Cyborg x Amanda.

      Até porque se rolar Holm x Amanda, a Cyborg teria que pegar outra galinha morta.

  • Lucas Santana

    Yoel Romero vs Volkan Oezdemir(caso seja vitória do suiço) nos 93 kgs ou Yoel Romero vs Jacaré 2 (bons nomes pra liderar fight night) no Brasil.
    Rafael dos Anjos vs Stephen Thompson ou Jorge Masvidal
    Andrei Arlovski vs Ruslam Magomedov( depois que acabar a suspensão do russo)
    Alistair Overeem vs perdedor de Ivanov vs Cigano

    • Laerte Viana Venâncio Alves

      Boa opção pro Romero com 93kg.

  • Sergio Araujo

    Concordo com os casamentos. Só tenho uma adição a fazer. Nesse cenário, da Amanda subindo pra pegar a ciborg, acho q a luta da Vieira com a Holm poderia valer um cinturão interino. Ademais, a Amanda disse recentemente q vai cuidar de uma lesão não me lembro onde…dessa forma demoraria muito pra termos outra defesa do cinturão linear.

    • Laerte Viana Venâncio Alves

      Eu não gosto dessa banalização do cinturão interino, mas concordo que nos dias atuais essa opção é bem possível.

      • Sergio Araujo

        Eu tb não gosto da banalização do cinturão interino. Mas gosto menos ainda de esperar mais de um ano por uma defesa do cinturão linear. É ultimamente sentar no cinturão virou moda.

        • Laerte Viana Venâncio Alves

          Verdade, infelizmente tem muito campeão que não defende a cinta.

  • Henrique

    Whittaker x Gastelum / Romero x Glover/Latifi
    Colby x Woodley / RDA x Masvidal
    Holm x Amanda / Megan Anderson x não faço ideia
    Tuivasa x Struve/Tybura / Arlovski aposentadoria
    Jackson e Punk demissão
    Blaydes x Ngannou/Lewis / Overeem x Barnett
    Gadelha x Suarez / Esparza x Herrig
    Bektic x Emmett / Lamas x Yair/Zabit
    De La Rocha x KLB / Coulter demissão
    Smith x Alvey / Rashad aposentadoria
    Pettis x Formiga / Benavidez x Reis
    Oliveira x Duffy / Guida x Lentz
    Ige x Hall / Santiago demissão

    • Douglas Karpinski

      gostei !

      • Henrique

        De qual em especial?

        • Douglas Karpinski

          da lista toda, principalmente dos casamentos entre os lutadores que perderam….

    • Sergio Araujo

      Tá com a gota … demitiu/aposentou 6 lutadores! O leite tava azedo hoje?

      Hahahaha

      • Henrique

        Nenhum desses tem condições de estar no Ultimate kkkkk

        • Sergio Araujo

          Se for pra demitir os lutadores piores q o Arlovski, na categoria dos pesados não vai sobrar nem 10 lutadores. Deixa o koroa aí, de vez em quando ele ele faz um freak show divertido.

    • Laerte Viana Venâncio Alves

      Rapaz, Overeem x Barnett seria uma boa, caso o Bebê assassino realmente voltasse a lutar. Curti.

      • Henrique

        E sobre a sugestão pro Lamas, o que achou? Ou tem outro casamento melhor pra ele?

        • Laerte Viana Venâncio Alves

          É uma boa também. O único problema é que a luta entre Yair e Zabit vai acontecer só no meio de agosto. Se o Lamas não tiver com pressa de voltar, aí tudo bem. Hehe

  • Igor Barbosa

    – Yoel Romero x perdedor de Ilir Latifi x Glover Teixeira (sim, acho que Yoel deveria subir)
    – Rafael dos Anjos x Stephen Thompson
    – Megan Anderson x alguma lutadora peso pena a ser contratada
    – Andrei Arlovski x vencedor de Cigano x Ivanov (trato o Arlovski como real vencedor da luta)
    – Mike Jackson x Jim Wallhead
    – CM Punk x RH
    – Alistair Overeem x Marcin Tybura
    – Carla Esparza x Alexa Grasso
    – Ricardo Lamas x Chan Sung Jung
    – Chris de la Rocha x Dmitry Sosnovskiy
    – Rashad Coulter x RH
    – Rashad Evans x aposentadoria
    – Joseph Benavidez x Ray Borg
    – Clay Guida x perdedor de Olivier Aubin-Mercier x Alexander Hernandez
    – Dan Ige x Enrique Barzola
    – Mike Santiago x perdedor de Kurt Holobaugh x Raoni Barcelos

    • Laerte Viana Venâncio Alves

      Arlovski e Cigano treinam juntos na ATT, não rolaria essa. E o bielorrusso não tem mais fôlego para pegar a elite.

      No mais, gostei de Benavidez x Borg e Esparza x Grasso.

      • Igor Barbosa

        Ih esqueci desse detalhe… Então eu o colocaria contra o Ivanov mesmo independente do resultado. Pegar Cigano e Arlovski em sequencia poderia ser um bom teste.

Tags: , , , , , , , , , , , , , , , , , ,
Instagram