UFC 225: os palpites
dos colunistas do Sexto Round

admin | 08/06/2018 às 16:34

A cidade de Chicago recebe um dos melhores cards do ano, contendo duas aguardadas disputas por cinturões. No combate principal do UFC 225, uma revanche entre dois gigantes nos médios entre Robert Whittaker e Yoel Romero.

O card, que começa a partir das 19h15 (horário de Brasília), ainda conta com a disputa do título interino até 77kg, entre Rafael dos Anjos e Colby Covington no co-main event.

Indo para sua primeira defesa de título, Robert Whittaker terá pela frente um velho conhecido. O australiano tenta repetir a atuação do UFC 213 e se firmar como o grande campeão dos médios.

Do outro lado do córner, o cubano, que não bateu o peso novamente, perde a chance de se tornar campeão do UFC aos 41 anos. Caso vença Whittaker, Yoel Romero fica sem o cinturão.

Já Rafael dos Anjos pode fazer história ao buscar o seu segundo cinturão dentro do octógono. Para isso, o brasileiro terá que despachar o falastrão Colby Covington.

O card ainda conta com outros duelos interessantes. Destaque para os combates femininos entre Holly Holm e Megan Anderson no peso-pena feminino, e Claudia Gadelha x Carla Esparza nos palhas.

Ótima oportunidade, então, para os palpites dos colunistas do Sexto Round.

Vamos a eles!

André Azevedo: Palpite muito, muito difícil. Imprevisível demais! Vou de#Andnew: Yoel Romero via KO.

David Carvalho: Acredito que esta luta será um mais do mesmo do primeiro embate: Whittaker via decisão.

Felipe Paranhos: Nada muda. Romero começa bem, assusta, mas cai do segundo round em diante. Whittaker, decisão.

João Vitor Xavier: Ainda que pareça que o campeão tem o número do desafiante, vou dar um voto de confiança a Romero. Ainda o acho um lutador fora de série na parte física e, após seu retorno triunfal diante de Rockhold, tenho a certeza de que ele ainda não está em declínio técnico. Por isso, aposto nele – Romero, nocaute técnico. 

Laerte Viana: Apostei na primeira e mantenho a posição. O jogo casa para Whittaker, que tem uma boa defesa de quedas, é mais veloz e habilidoso em pé e tem 14 anos de juventude a seu favor. Romero é um monstro e pode chocar o mundo, mas vejo Whittaker vencendo nos pontos. 

Leo Salles: Acredito que o australiano vá ditar o ritmo do combate como na primeira vez que enfrentou o cubano, e o resultado será o mesmo: Whittaker, por decisão.

Lucas Carrano: Whittaker, decisão.

Lucas Rezende: O cubano não fez de primeira, não o vejo se aprimorando mais do que Whittaker para conseguir de segunda. Robert por KO.

Luiz Fernando Ferreira: Romero, TKO.

Renato Rebelo: Whittaker por decisão. 

Rodrigo Tannuri: Por mais que Whittaker tenha vencido a primeira luta, seja mais jovem, mais rápido e tenha excelente defesa de queda, acho que o tempo afastado e a gravidade de sua lesão vão afetar sua performance. Por outro lado, Romero sabe que essa será a sua última chance de ser campeão, está com ritmo de luta e vejo o cubano como um atleta que até pode perder uma vez pro adversário, mas que não será derrotado duas vezes pelo mesmo oponente. Romero, KO. 

Thiago Sampaio: Whittaker é um lutador muito inteligente. Se o período em que esteve lesionado não afetar o rendimento, deve novamente ganhar pelo cansaço de Romero e controlar as ações a partir do terceiro assalto. Isso se sobreviver a esse fatídico round, onde o cubano costuma aniquilar. Whittaker, decisão.

André Azevedo: RDA é um monstro. O que ele fez com Robbie Lawler foi fantástico e a cada luta nas 170lb ele cresce mais. Sarrafo muito alto pra Colby neste momento. RDA via espancamento.

David Carvalho: Sentado na ponta do sofá, com medo de dar “M”, fico com RDA nocauteando.

Felipe Paranhos: Tecnicamente, Rafael é muito superior e tem condições de segurar Colby em pé. Rafael, decisão.

João Vitor Xavier: Caso você não seja um mestre do trash talk, suas provocações não irão entrar na cabeça de Rafael Dos Anjos. Nate Diaz já tentou, Cowboy também, Pettis idem. Esses três só fizeram com que RDA atuasse com ainda mais violência, agressividade e técnica. Espero o melhor Dos Anjos que já vimos e uma atuação de gala contra o falastrão Covington. RDA, finalização. 

Laerte Viana: Embora seja um babaca, Covington tem que ser respeitado pelas suas qualidades. O problema, para ele, é que seus pontos fortes esbarram no jogo redondinho de Rafael, superior em praticamente tudo. Vejo essa luta transcorrendo em pé. E Colby não vai aguentar os 25 minutos insanos do brasileiro. Dos Anjos nocauteia. 

Leo Salles: O nerd da favela é muito melhor tecnicamente que o virjão da Costa Leste, que não saberá besta de ficar na trocação com o ex-campeão dos leves. Porém, RDA é raposa velha no esporte e vai saturar a energia do garotão das piadas sem graça. Dos Anjos, por decisão.

Lucas Carrano: RDA, finalização. 

Lucas Rezende: Colby não é Khabib, mas precisamos nos atentar à imensa vantagem de tamanho que o americano possui sobre o carioca. Provável que o jogo de pressão de Rafael lhe garanta a vitória, apostarei atrevidamente. Colby por decisão.

Luiz Fernando Ferreira: Rafael dos Anjos, KO.

Renato Rebelo: Rafael dos Anjos por decisão. 

Rodrigo Tannuri: Concordo com o marão André no vídeo dos palpites. Covington não é ruim, mas na comparação lutador por lutador, Dos Anjos está além. Assim como ele, estou convicto na vitória do nosso conterrâneo. Um atleta que fez o que quis com Lawler e tantos outros, não pode temer Covington, que foi superado em pé por Demian. Dos Anjos, TKO. 

Thiago Sampaio: A única maneira do falastrão sem graça vencer é se conseguir travar Rafael a luta inteira. Mas considerando que o brasileiro só mostra evolução, não deve permitir isso. Em pé, o ex-campeão dos leves é anos-luz superior e deve dominar encurralando na base do volume. Rafael, decisão. 

André Azevedo: No confronto das beldades eu fico com Anderson. Peso-pena legítima e completa, vai dar um lutão com Cyborg. E como diz o amigo Tannuri: Merece! Megan via decisão.

David Carvalho: Cansei de apostar na Holm. Estou com feeling que a Anderson vai entrar com sangue nos olhos, vencer e gritar por Cris Cyborg. Megan Anderson KO.

Felipe Paranhos: A experiência e a frieza de Holm vão fazer diferença. Holm, decisão.

João Vitor Xavier: Holm é mais técnica e está mais acostumada às luzes do octógono, mais à vontade com a expectativa sobre seu nome. Anderson, por sua vez, entra no UFC como a possível desafiante da melhor lutadora de todos os tempos. A australiana é mais completa e maior fisicamente, capaz de se impôr à ex-campeã. Vou com a novata – Anderson, decisão. 

Laerte Viana: Pelo estilo parecidos de ambas, prevejo uma lutinha morna. Megan tem a envergadura a seu favor, mas Holm goza de mais experiência. De qualquer forma, fico com a ex-campeão, que tem jogo para apertar o passo nos 10 minutos iniciais. Holm, decisão.

Leo Salles: Luta que decidirá a próxima adversária de Cris Cyborg fatalmente, mas péssimo casamento a fazer no atual estágio de uma categoria que não existe. Holmpunzel, se perder, vai minando sua carreira no UFC. E Anderson terá o maior teste da vida logo na sua estreia na organização. Vou apostar na experiência da ex-campeã dos galos em manter a distância e contragolpear as investidas da mais envergada da luta. Holm, por decisão.

Lucas Carrano: Anderson, decisão.

Lucas Rezende: Megan e Holly parecem ter os mesmos pontos fortes e fracos, apesar de não acreditar que a australiana seja carta fora do baralho, vou com a mais experiente. Holly por decisão.

Luiz Fernando Ferreira: Holm, decisão.

Renato Rebelo: Francamente, além do tamanho (altura e envergadura), o australiana não tem nenhuma outra vantagem nesse casamento. Ficaria surpreso se Anderson – que é uma striker – engolisse em pé a campeão mundial de boxe/campeã de kickboxing. Serei conservador nessa: Filha do Pastor por decisão.

Rodrigo Tannuri: Sou fã da Holm, mas admito que ela mais tem decepcionado no UFC do que o esperado. Contudo, mesmo perdendo quatro das últimas cinco lutas, ainda a vejo sendo superior diante da gigante Anderson, que estreia na organização. A experiência acumulada no boxe e no UFC e o jogo cadenciado vão fazer a diferença numa luta estudada e pouco emocionante. Holm, decisão.

Thiago Sampaio: Holly Holm não vem em boa fase. Ter vencido apenas Bethe Correia nas últimas cinco lutas é um péssimo retrospecto. Megan Anderson tem um muay thai bem agressivo, mas está há mais de um ano parada. A Filha do Pastor tem técnica suficiente para golpear e sair, levando por pontos. Mas para isso vai precisar soltar o freio de mão, algo que não fez contra Germaine De Rendaime, por exemplo. Holm, decisão.

André Azevedo: Olho no gordinho da bunda tatuada! Mlk é bruto demais! E tem tudo para o combalido Pitbull servir de escada. Tai via KO.

David Carvalho: Você aposta no queixo do Pitbull? Eu também não. Tai Tuivasa nocauteia.

Felipe Paranhos: O que deu certo com Junior Albini não vai dar certo novamente. Tuivasa encontra o queixo de Arlovski. Tuivasa, nocaute.

João Vitor Xavier: Gordinhos apoiam gordinhos! (risos). Tuivasa tem mais fome (literalmente), mãos mais pesadas e queixo resistente. Acho que vai entrar em apuros contra o veteraníssimo ex-campeão, mas sua juventude irá lhe tirar do buraco. Tuivasa, decisão. 

Laerte Viana: Tuivasa é outro que não passa confiança nenhuma, mas Arlovski, embora venha de duas vitórias, não se porta bem quando pressionado. E a agressividade do australiano pode definir a parada. Tuivasa nocauteia.

Leo Salles: Luta da aposentadoria do ex-campeão dos pesados. Tuivasa, KO.

Lucas Carrano: Tuivasa, KO.

Lucas Rezende: O queixo de Andrei já se aposentou, agora só falta o resto. Tuivasa por KO.

Luiz Fernando Ferreira: Tuivasa, KO.

Renato Rebelo: Aquele papo de sempre: Arlovski é mais técnico em pé e ainda terá a envergadura a seu favor, mas a diferença de potência e resistência física entre o “Pit Queixo” e um rapaz de 25 anos com sete lutas profissionais é grande demais. Vou de Bam Bam via brutalidade (KO). 

Rodrigo Tannuri: Por mais que o veterano Arlovski tenha escondido bem o queixo nos seus dois triunfos consecutivos, uma hora a casa cai e chegou a hora de sofrer outro nocaute. O hype do invicto e jovem Tuivasa é grande e, por mais que esteja enfrentando o primeiro grande nome de sua carreira, acho que continuará encerrando suas lutas no primeiro round. Tuivasa, KO. 

Thiago Sampaio: Arlovski pode até vir de duas vitórias. Mas Stefan Struve não é parâmetro e Júnior Albini lutou travado. O jovem Tuivasa não deve ter o mesmo respeito e o queixo do Pitbull não é nada confiável. Tuivasa, nocaute. 

André Azevedo: Puro chute, Jackson via decisão.

David Carvalho: Se fosse o Michael Jackson levantando da tumba, apostaria nele nocauteando Punk com um moonwalk. Vou apostar no jornalista que treina MMA por mais tempo. Mike Jackson via TKO.

Felipe Paranhos: Ah, vá. Não vale fingir que sabe o que vai acontecer aqui. É chute. Vou de redenção e choro no octógono. CM Punk, finalização.

João Vitor Xavier: Cara, difícil dar qualquer prognóstico que não seja na base do achismo, numa boa. Mas acho que Jackson pode estragar a festinha em casa do ex-ator – Jackson, TKO.

Laerte Viana: Até vou torcer pro CM Punk, admito, mas a razão manda eu apostar em Mike Jackson por nocaute. 

Leo Salles: Uma freakice danada. Não faz feio frente ao grande combate freakítico entre Zuluzinho e Edvaldo Gameth na semana passada. Jackson deve ditar logo o ritmo da luta e dar fim ao sofrimento para os olhos alheios em acompanhar esta peleja. Jackson, TKO. 

Lucas Carrano: Jackson, finalização.

Lucas Rezende: Jackson CM Punk já é ruim, mas CM Punk com crise de ansiedade??? Não dá. Jackson por seja lá o que for.

Luiz Fernando Ferreira: Punk, decisão.

Renato Rebelo:  Mickey Gall, rapaz que finalizou ambos, disse que, apesar de Jackson ter durado menos, ficou claro pra ele que o fotógrafo/jornalista tinha mais noção do que estava fazendo. Isso é claro, aliás, porque Jackson tem cinco lutas amadoras de boxe e Punk adentrou o UFC praticamente 100% leigo. Ainda assim, Punk dedicou os últimos anos de treino à luta agarrada e o rival é tartaruga no chão. Palpite arrojado: Punk por decisão. 

Rodrigo Tannuri: Anotem aí: o circo foi montado e o resultado arranjado ao melhor estilo “se vocês soubessem o que aconteceu nos bastidores, ficariam enojados”. Punk, decisão.

Thiago Sampaio: O artista ou o jornalista? Sequer sabemos o que CM Punk tem oferecer, mas, deduzindo que Mike Jackson treina pra valer há mais tempo, deve vencer. E se o ex-WWE não ganhar dele, tem mais que desistir dessa invenção de lutar de verdade, por favor. Aqui não vale cadeirada e nem chamar o colega da plateia pra ajudar na briga. Mike Jackson, nocaute.

André Azevedo: Adoro ver Overeem lutar desde os tempos de magrelo no Pride. Mesmo fora do auge acho muito mais lutador que Blaydes. Overeem via KO.

David Carvalho: Overeem adora ganhar quando está com cara de que vai perder – e vice-versa. Como o meu feeling é que ele vai levar uma bucha, fico com Overeem nocauteando.

Felipe Paranhos: Não vejo Overeem no chão. Em pé, sou mais o velho holandês. Mas acho que chegou a hora da nova geração. Blaydes, decisão.

João Vitor Xavier: Mais um duelo equilibrado. A experiência e a cadência de Overeem têm tudo para fazer a diferença contra o garotão Blaydes. Vejo o holandês capaz de cozinhar a luta, bem ao seu estilo pós-Usada, evitar as quedas do wrestler americano e levar para casa mais uma vitória morna. Overeem, decisão.

Laerte Viana: Joguinho de xadrez clássico. Minha dúvida é se Overeem consegue brecar as quedas de Blaydes. Se o duelo ficar em pé, o jovem americano vai sofrer. Não costumo botar fé no holandês. E não vai ser dessa vez. Blaydes, TKO. 

Leo Salles: Dois negros maravilhosos se enfrentando é uma tristeza para o menino bronzeado de Niterói. Blaydes deve investir na trocação e amassar o queixo frágil do holandês, que, por outro lado, deve investir na grade e trabalhar o ground and pound. Overeem, por decisão.

Lucas Carrano: Overeem, decisão.

Lucas Rezende:Mandaram um garotão para Overeem e acho que a troca de guarda acontecerá. Blaydes implementa bem as quedas e leva no ground and pound. Curtis por TKO.

Luiz Fernando Ferreira: Overeem, TKO.

Renato Rebelo: Apesar da idade e dos pesares, Alistair Overeem sempre foi e sempre será um pesadelo para grapplers – exatamente o que o mano Blaydes é. O garotão, portanto, não deve arremessar o holandês a esmo e, em pé, ainda tá muito cru pra ir pra cima do campeão do K-1 World GP com algo além de um overhand pesado. Vou de Overeem – versão Jackson’s MMA – por decisão.

Rodrigo Tannuri: Em mais um confronto de gerações nos pesados, dessa vez um que faz meu coração se desmanchar, novamente, ficarei com os jovens. Overeem é excelente em pé, bom de chão, dificilmente é quedado, mas seu queixo e seu cardio me preocupam pra essa luta. Atributo por atributo, Blaydes é inferior, porém seu atleticismo o fará virar a luta. Blaydes, decisão.

Thiago Sampaio: O The Reem não é nada confiável. Mas considerando que a vantagem de Blaydes é no wrestling, onde o holandês tem uma defesa razoável, darei esse voto de confiança. Na trocação, Alistair ainda é diferenciado e oferece riscos reais. Overeem, nocaute.

Restante do card:

Cláudia Gadelha x Carla Esparza
Ricardo Lamas x Mirsad Bektić
Rashad Coulter x Chris de la Rocha
Rashad Evans x Anthony Smith
Joseph Benavidez x Sergio Pettis
Clay Guida x Charles do Bronx
Mike Santiago x Dan Ige

Ranking dos Colunistas:

1 – Felipe Paranhos: 40-24 (62,2%)
1 – Lucas Carrano: 40-24 (62,2%)
2 – João Vitor Xavier: 39-25 (60,9%)
2 – Laerte Viana: 39-25 (60,9%)
3 – Hericly Monteiro: 27-18 (60%)
4 – Leo Salles: 38-26 (59,3%)
4 – Luiz Fernando Ferreira: 38-26 (59,3%)
4 – Renato Rebelo: 38-26 (59,3%)
5 – David Carvalho: 37-27 (57,8%)
5 – Lucas Rezende: 37-27 (57,7%)
5 – Rodrigo Tannuri: 37-27 (57,8%)
5 – Thiago Sampaio: 37-27 (57,8%)
6 – André Azevedo: 32-32 (50%)

  • Matheus V.

    André já começou o palpite errado hahah. Não vai rolar #AndNew nem com k Romero matando o campeão

  • Henrique

    Whittaker DEC
    Dos Anjos DEC
    Anderson DEC
    Tuivasa KO
    Jackson TKO
    Overeen DEC

  • Bruno Machado

    Whittaker TKO, Rda SUB, Holm DEC, Tai KO, Punk DEC, Overeem TKO

  • Douglas Karpinski

    Se não fosse a escorregada do Romero, ei estaria torcendo por ele, pq em quem vencer o titulo ficara em boas mãos, Whitaker é um puta campeão e como fez a lição de casa vou torcer por ele, mudando de posição pois queria Romero como campeão…

    RDA vence, não vejo outra alternativa, mentalidade de campeão, força, e gás (sequencia épica de 48 socos no Lawler)…

    Queimaram mais uma luta feminina, ufc colocar as 2 melhores luadoras desse peso é querer fuder a categoria mesmo, vou de Anderson pra rolar um novo desafio pra Cyba…

    O Bielo russo vai dessa pra uma melhor,

    “Laerte Viana: Tuivasa é outro que não passa confiança nenhuma” …. WTF cara? se o Tuivasa não passa confiança eu não sei quem passa…..

    Vou de CM Punk, o pessoal pega no pé do cara, mas convenhamos que ele tem culhão, com a idade e dinheiro que tem, poderia estar de boa, mas optou em subir ali com profissionais de alto nivel, merece uma nova chance….

    • Guilherme Martins

      Mano, torço pra crl pelo Punk justamente por isso.

      • Igor Barbosa

        Também. O cara tá correndo atrás do sonho dele, e essa carreira de lutador de MMA exige muito esforço e dedicação.

    • Matheus V.

      Tuivasa é ruinzão sim, mas até agora só vem pegando lutadores cujo o estilo casa com o dele.

      • Douglas Karpinski

        Ai eu já discordo,na parte dele ser ruinzão, ta invicto, se ele não perdeu não tenho parametro pra comparar, é claro que só pegou nomes pequenos, e nenhum westler renomado, mas convenhamos que o gordinho é explosivo e usa muito bem os cotovelos, e tem poder de nocaute… pra mim ele passa confiança sim….

    • Laerte Viana Venâncio Alves

      Tuivasa, embora tenha vencido (pra muita gente ele perdeu), mostrou que ainda tem muitas brechas. É nesse ponto que eu disse que ele não passa confiança. A menos que tenha uma evolução considerável, não o vejo vencendo ninguém da elite.

      Mas se você bota fé nele, sem problemas. Apenas uma questão de opinião diferente.

  • Fernando Ribeiro

    “Leo Salles: Uma freakice danada. Não faz feio frente ao grande combate freakítico entre Zuluzinho e Edvaldo Gameth na semana passada.”
    Kkkkkkkkkk, não exagera também, Zuluzinho tem 40 anos e não lutava a oito, e ainda pesou 60 kgs a mais que o Edvaldo. Vergonha alheia total. Mas admito que assisti a transmissão do inicio ao fim só pra ver se seria tão ruim quanto eu esperava, e foi mesmo, e ainda com o final mais broxante possível.

  • Mauro

    Palpites:
    Overeem, Tuivasa, Robert: nocaute.
    Colby: decisão unanime (mesmo achando Anjos mais completo e melhor).

  • Igor Barbosa

    “Gordinho da bunda tatuada”
    kkkkkkkkkkk

    Então, ainda acho o Whittaker o campeão mais subestimado do UFC. Acredito que o fato dessa luta não valer mais o cinturão (ainda estou até agora lamentando pelo UFC não deixar ninguém de standby) vai fazer com que o campeão se solte mais e desenvolva seu jogo sem pressão, e que o ânimo do Romero sofreu um abalo, natural dar uma pequena desmotivada por ter chegado tão perto do objetivo, e ver que não será dessa vez, mesmo que vença. Dito isso, acredito que Whittaker nocauteia a partir do quarto round.

    Só vejo o Rafael dos Anjos perdendo essa luta se caiu na pilha do Covington. Se conheço bem nosso monstro, isso é muito improvável. Rafael nocauteia.

    Megan Anderson vence na decisão;
    Tai Tuivasa nocauteia;
    Overeem finaliza (sim, a guilhotina vai dar as caras novamente);
    Mike Jackson nocauteia (apesar da minha torcida pelo Punk);
    Claudinha finaliza;
    Bektic vence na decisão;
    Coulter via KO;
    Rashad Evans na decisao;
    Benavidez na decisão;
    Guida via TKO;
    Dan Ige na decisão.

  • flavio israel

    Na torcida pelo RDA atropelar o Colby ! Uma pena a luta principal não valer mais cinturão , que trágico .

Tags: ,
Instagram