Bellator 200 / UFC
Liverpool / O fim do TUF

Renato Rebelo | 28/05/2018 às 17:31

Está no ar a edição de número 211 do nosso podcast!

Nesta semana, tive as companhias dos colunistas do Sexto Round Lucas Rezende e Rodrigo Tannuri.

Pautas:

1m38s – Resenha do Bellator 200
9m38s – Resenha do UFC Liverpool
31m08s – O fim do “The Ultimate Fighter”

Youtube:

Castbox:

Soundcloud:

 

*Para baixar o programa, basta clicar na setinha apontada para baixo na parte superior do “player” à direita.

** Para escutá-lo no Itunesclique aqui.

  • Gabriel Azevedo

    35:38
    Renato: “…Borrachinha, Tiago Marreta…”
    Tannuri: “Patolino, por que não?”
    Rezende: “Rs…porque não. né!”

    Que é isso, Rezende? O fenômeno do meio-médios brasileiro! kk

    http://m.ufc.com.br/news/William-Macario-A-Phenom-is-Born

    • William Oliveira

      Hahaha melhor parte do podcast, a transição logo em seguida ficou perfeita também!

    • Rodrigo Tannuri

      Rezende é herege! O cara gosta de Dan Kelly e não do Patolino. Dá pra entender isso? kkkkk

  • Felipe Cotto
    • Renato Rebelo

      Vai virar transição!

  • William Oliveira

    Ambos irmãos Teymur são bem talentosos, mas realmente o David parece mt melhor adaptado pro MMA.
    Eles ainda precisam se provar contra grapplers, mas na trocação sobram.
    O Daniel perdeu pro Henry (12-2 MMA, 2-0 UFC) na estreia mais pelo condicionamento do que por qualquer outro motivo, ainda que perder pro escocês não seja muito demérito, pois é outro bom lutador (ex campeão do EFC).
    Apesar do Daniel ser mais técnico, eu acho que o David tem mais potencial, parece saber dosar melhor o gás e tem bom queixo também, cartel dele é algo como 40-2 no Muay Thai e as 2 derrotas são pra um lutador de nível mundial, que hoje tá no K1 JPN e antes estava no Glory.
    Enfim, ambos são excelente strikers pra se manter o olho..

  • Douglas Castilho

    Nem o Thompson entendeu que perdeu a luta quando veio duplo 49-46 pro Till.
    Como RDA escreveu: “Esses caras tocam as luvas e se abraçam mais vezes que dão socos na cara.”
    Por fazerem essa lutinha mequetrefe mereciam um empate.
    E o Till nem fodendo devia pegar title shot já. Sequer bateu o peso, portanto no máximo tem direito a um Kamaru Usman ou Demian Maia (oh God) da vida.
    O Thompson devia se envergonhar de ser número 1 do ranking e fazer uma luta bosta dessa, além de ter sido garoto por deixar a decisão ir pros juízes na casa do adversário.

    Aí Renato, duas sugestões para as transições:
    https://youtu.be/0Szj21arytU?t=30
    https://youtu.be/SjWGZb9cC_k?t=37

    • Renato Rebelo

      As duas já são usadas. A segunda, nessa edição, inclusive.

    • Rodrigo Tannuri

      Tem uma do McGregor que adoro: “Fuck the Mayweathers!” kkkkk

  • Fernando Ribeiro

    Sobre o MVP. Quando anunciaram ele contra o Cyborg, disseram que seria seu primeiro oponente decente, e que ele era muito azarão. Dai ele despachou o Cyborg facilmente, e logo veio os comentários de que a luta foi comprada. Lembro-me até de um comentário de um antigo fórista daqui do SR, o Bruno Coelho, que ironizou na noticia da lesão do Cyborg, “Que gênio, entregou a luta via afundamento de crânio!”. Agora as mesmas coisas estão sendo ditas com relação ao Rickels. Não que eu ache que o Page seja essa Coca-cola toda, mas também não precisa relativizar todas suas vitórias, especialmente quando estas são tão maiúsculas. Enfim, ele é nitidamente acima da média no quesito trocação a média distância, talvez por isso faça tanta firula no cage, pq sabe que tem que atrair o adversário pra sua área porque nas outras áreas ele é limitado. Também acho que tá na hora de ele pegar alguém do topo pra ver se o hype se justifica, o Rory não, pq é o Rory. O sugerido Paul Daley me parece uma boa. Daria um lutão.

    • Rodrigo Tannuri

      Eu acho que o limitado Rickels foi escalado justamente pra ser surrado, mas isso é mérito do MVP. O ideal é encarar o Daley mesmo. Hoje, acho que o Fitch ainda o para. Sobre o Rory, não tem nem o que pensar: é surra ou surra!

      • Fernando Ribeiro

        Cruz credo, Jon Fitch não, não, não, Jon Fitch não! Já fiquei puto de terem casado ele com o Daley, não sei pq casar um dos trocadores mais insanos com um cobertor humano. Jon Fitch não pode ser casado contra quem faz luta boa, já que ele sempre faz luta ruim, é muito desperdicio. E quem leva a dita surra entre MVP X Red King? Vc esqueceu de dizer rsrsrsrs.

        • Rodrigo Tannuri

          Não dá pro MVP. Rory é além da capacidade. Quero muito vê-lo contra o Mousasi no futuro.

          • Fernando Ribeiro

            Quer ver quem contra o Mousasi, o Page ou o Rory? jkkkkkkjkjjk Brincadeira.

    • William Oliveira

      David Rickels é um peso leve.
      Um peso leve que sempre é bastante acertado, e que de técnico não tem nada.
      Esse foi um casamento pra fazer o MVP parecer fenomenal, e pelo visto funcionou.
      Os 2 peso meio-médios respeitáveis que o MVP pegou, fizeram ele lutar de forma terrível: Burrell e Gonzales.
      MVP é um mero hype job, até que prove o contrário.
      Cyborg velho pra caralho e vitórias sob peso leves não dizem nada.

      • Fernando Ribeiro

        Se acha o Rickels tão mosca morta quanto disse agora, pq semana passada vc disse isso: https://uploads.disquscdn.com/images/15ce4031e322c218151a9b62423869f230cfc1e4c970626f7f834b74e9ca1bf3.png
        Suas opiniões mudam depois que as lutas acontecem, não é?

        • William Oliveira

          E de que forma eu me contradisse?
          Kkk eu falei q gostava do casamento, pq achei que a luta seria divertida já que o Rickels n faz luta chata, e até certo ponto isso se concretizou.

          Agora.. que ele é um peso leve, é fato.
          Mosca morta eu não disse. Ele ganhou de caras decentes NOS LEVES: Davi Ramos, Ambrose, Saad Awad..

          Então não, minha opinião continua a msm.

          • Fernando Ribeiro

            Antes da luta: Ele deve fazer MVP lutar.
            Depois da luta: É um peso leve que sempre é bastante acertado e que de técnico não tem nada.

          • William Oliveira

            E por acaso essas duas afirmações são mutualmente exclusivas?
            Que baita bobagem.

            Se vc botar o Diego Sanchez no octógono com o Thompson, pode ter certeza que vai ter luta, graças a agressividade do Sanchez, mas isso não torna a luta equilibrada de modo algum.

          • Fernando Ribeiro

            São.

          • William Oliveira

            Explique, por favor.
            Você entende que uma luta pode ser divertida sem ser equilibrada, certo?
            Eu pelo menos curti Lobov-Swanson.

    • Lorenzo Fertitta

      Page X Daley tem potencial para ser um lutão. Eu achei que o MVP fosse tomar um choque de realidade contra o Rickels, mas fui surpreendido.
      Cá entre nós, deu a impressão de que o Caveman iria continuar tomando atraso na movimentação e engolindo jabs a cada tentativa de aproximação até o final dos 15 minutos, mas a forma como ele desistiu foi bizarra né? Aquela desistência verbal foi tão constrangedora quanto o Griffin sair correndo após ser derrotado pelo Spider.

      • Fernando Ribeiro

        Não tem como Page X Daley dar luta ruim, tem que ser marcada. Estranho mesmo o jeito que o Rickels desistiu, sei lá, as vezes achou que desistir era menos humilhante que continuar sendo espancado daquele jeito.

  • Rodrigo Tannuri

    Patolino merece tudo de bom! Pepey é outro querido kkkkk

Tags: , , ,