O Futuro de Toquinho e a severidade da NAC

Fernando Henriques | 03/11/2015 às 17:07
pal-2

Kimura contra Shields

O brasileiro Rousimar Palhares, o popular Toquinho, foi julgado na última quinta-feira por ter segurado demais uma finalização contra o americano Jake Shields, no WSOF 22, em agosto.

Toquinho defendia seu título da categoria meio-médio e foi o primeiro a finalizar o duro americano. Tal título, porém, foi destituído logo na primeira semana depois da defesa, dada sua conduta considerada antidesportiva no combate – ele também foi acusado de colocar o dedo no olho do adversário durante a luta, quando em posição desfavorável.

No julgamento realizado pela Comissão Atlética do Estado de Nevada (NSAC), o lutador, que já cumpria suspensão temporária desde o dia 13 de agosto, foi suspenso por dois anos e condenado a pagar multa de US$ 40 mil (cerca de R$ 156 mil!), além de ter que reembolsar o órgão pelos custos com advogados (até isso os carniceiros da Comissão Atlética cobram) .

O resultado do combate também será alterado para “No Contest” (luta sem resultado), sendo esta, talvez, a punição mais cara ao atleta, por demover de seu cartel tão importante vitória.

Rousimar Palhares Submits Jon Fitch by Nasty Kneebar WSOF 16

Leglock contra Fitch

O destino de Toquinho agora é incerto. O mineiro já está com 35 anos e não acumulou capital suficiente que o permita aguardar pelo término da punição. A inércia não é uma opção para ele.

Pesa também o fato de que próximos dois anos serão, talvez, os seus melhores fisicamente – visto que vinha numa crescente em sua carreira, desde que encontrou sua categoria ideal (antes lutava como médio).

Suas últimas vitórias contra Jon Fitch e Jake Shields, que agora disputarão o cinturão que era seu, provam também que ele vive apogeu técnico.

Um caminho possível é a migração para a Terra do Sol Nascente, o Japão, onde a punição da Comissão americana não vigora. Mas se optar por isso, Toquinho provavelmente não lutará nos EUA novamente.

O fato seria encarado como descumprimento da pena, mesma esta não valendo em solo japonês (não vale também, legalmente, em outros estados americanos, mas há um respeito por parte dos atletas e dos eventos, para que não se burle uma sentença e crie-se mal estar, impossibilitando novas lutas naquele estado), o que certamente agravaria ainda mais o caso, pois ao fim da pena poderiam negar seguidamente a concessão de uma nova licença, o que, trocando em miúdos, seria o seu banimento do esporte em solo americano.

Existe ainda o problema contratual. Toquinho está sob contrato com o WSOF e uma batalha judicial para liberá-lo do mesmo não é um caminho desejável. Caso a opção seja mesmo lutar fora dos EUA, devem buscar um acordo com o evento.

Esta questão contratual, que tem tudo para virar uma querela, é um entrave ainda maior do que a suspensão.

Toquinho com os cabeças do WSOF

Toquinho com os cabeças do WSOF

O recém criado Rizin, que mesmo antes de promover uma luta sequer já é encarado como o “Novo Pride”, decerto gostaria de contar com Toquinho em seu plantel. Mas e o lutador, está preparado para fazer este cálculo e tomar a decisão certa?

Antes de decidir, é preciso que se esgotem os recursos nos EUA – e que um saída para o contrato com o WSOF seja acertada. Seu manager, Alex Davis, deve estar trabalhando nisso nesse exato momento.

Portanto, convém esperar.

Mas, caso a punição se mantenha, o Japão acabará por ser um caminho natural ao atleta. O que é um pesar para nós, fãs.

Sim, porque dificilmente o veremos contra os melhores de seu peso novamente, explorando todo o seu potencial. Entre os meio-médios, o que vimos de Toquinho foi impressionante. Ele colecionou feitos.

Na única luta pelo UFC no peso, finalizou rapidamente o duríssimo Mike Pierce, que sempre entregou luta dura ao tops e bateu em todos que não o eram.

Steve_Carl_vs._Rousimar_Palhares

Contra Steve Carl

Fora do UFC, depois de demitido por segurar novamente uma chave de perna de contra Pierce – é a genialidade misturada a burrice em nível jamais antes visto em esportes de alto rendimento -, ele finalizou rapidamente também o então campeão do WSOF (terceiro maior evento de MMA do mundo) Steve Carl, com uma chave de tornozelo animal.

Na sequência, defendeu o título contra o enjoado Jon Fitch, que depois de resistir a Georges St. Pierre e Demian Maia no UFC, perdendo sim, mas não sendo finalizo, teve que dar os três tapinhas para uma chave de joelho de Toquinho, novamente animal.

A segunda defesa de cinturão foi então sua última luta no WSOF. Dentro do cage vimos um combate e tanto, que terminou com o brasileiro quase arrancando o braço do top 8 mundial no peso, Jake Shields, que saiu do UFC depois derrotar Tyron Woodley e Demian Maia e perder para Hector Lombard, todos tops da divisão. Mas esta luta ainda não acabou, fora octógono.

Depois do julgamento da Comissão Atlética, que culminará na alteração do resultado da luta para “no contest”, o chato do Shields poderá voltar a dizer que jamais foi finalizado no MMA… numa luta limpa.

Afora qualquer má conduta do brasileiro, reincidente que seja, urge posicionar ao menos, ainda que de nada valha, que a Comissão de Nevada mais uma vez extrapolou. Toquinho foi punido triplamente – suspensão, multa e mudança de resultado -, depois de já ter perdido o título que detinha.

Não foi exagero? Logo na luta em que os segundos a mais com o golpe encaixado não prejudicaram o adversário – contra Tomasz Drwal e Mike Pierce sim, pois a dupla sofreu com as consequências do golpe.

Finalização contra Pierce

Finalização contra Pierce

Penso que a multa e uma suspensão, menor, já estariam de bom tamanho. Ele não foi pego por doping, afinal, como Anderson Silva. Segurar uma finalização seria pior do que dopar-se? É o que nos sinaliza a Comissão, uma vez que puniu Anderson Silva com um ano de suspensão e Toquinho com dois.

Se bem que, depois que puniram Nick Diaz com cinco anos por uso de maconha, fica difícil racionalizar sobre a questão.

O que tenho como certo é que mesmo o réu sendo Toquinho, um cara sabidamente problemático e reincidente, foi arbitrária a decisão de mudar o resultado da luta.

Ela foi vencida tecnicamente, mesmo que o árbitro Steve Mazzagatti, que também deveria ser punido severamente por acúmulo de más decisões dentro do octógono, tenha permitido as dedadas nos olhos de Shields durante a luta (até agora não vi essas dedadas, mas asumo que aconteceram pelo estado em que ficou o olho do americano chorão).

E Shields também deveria ser punido, pelo soco que deu em Toquinho depois de desistir e não ver seu braço livre logo. Sim, não foi ele que feriu o “PNA” (princípio da não agressão), mas se o que se quer é uma cultura de paz, cabe punição para ele também, como exemplo de que o revide não é bem-vindo.

Mas não. Enquanto Shields já tem luta marcada para tentar conquistar o cinturão que “na luva” (adaptação tosca de “na bola”, como dizem no futebol) não conseguiu, Toquinho vê sua carreira próxima do fim.

Culpa dele, claro, o que não nos exime de lamentar e de apontar outras problemáticas que envolvem o caso.

  • Bruno Conde

    Toquinho deveria entrar para lutar com uma cinta que dá um choque elétrico de baixa corrente, acionado por um árbitro lateral assim que fosse decretado o fim da luta.

    • Maxsupremo

      KKKKKK Boa! apesar que ele poderia ficar mais sangue no olho, tinha que ser um gadernal com tranquilizante.

    • Bruno Coelho

      Acho que seria mais “cool” posicionar estrategicamente dois snipers com dardos tranquilizantes.

  • Pedro Duarte

    Na boa, acho a punição extremamente justa. Até um possível banimento do esporte me parece plausível. Não bastasse ter lesionado seriamente dois adversários por segurar demais o golpe, o cara cometeu o mesmo erro QUATRO vezes seguidas após já ter sofrido algumas consequências por conta de seus erros. O texto aborda que a punição foi severa demais por um golpe que nem chegou a lesionar o Shields, mas deveríamos esperar o que então? Que o brasileiro pegasse um gancho de seis meses, pra depois voltar e arriscar acabar a carreira de mais um lutador? Acho o caso do Toquinho sem precedentes e incomparável aos demais casos de doping julgados pela NAC. O lutador foi avisado e mesmo assim, não corrigiu algo que poderia elevar os patamares de suas carreira. Se é intencional ou não, aí podemos discutir. O que é indiscutível é o perigo que ele representa para o esporte.

    • Eu não vejo esse perigo todo não. O árbitro, em luta dele, deve ficar em cima, MUITO em cima, e dar uma porrada nele assim que o oponente bater. Ele não machucou o braço do Shields, e poderia tê-lo feito, se quisesse e mal intencionado. Não estava. Apenas segurou a posição idiotamente, sabe-se lá porque. Agora, quando é tornozelo ou calcanhar, amigo, já pega lesionando. Soltando rápido ou não o cara está lascado.

      • Paulo Souza

        foi contabilizado o número de tapas que o juiz deu no toquinho, se não me engano foram quase 40 tapas, por fim o juiz estava espancando o toquinho com tapas.
        Ele foi expulso do ufc, e nessa ele segurou mais do que aquela no ufc
        Acho que o wsof foi solidario com ele e deu uma punição minima, mas
        para não cair em descrédito como organização de mma

  • Bruno Koga

    Foi justo

    • Bruno Koga

      Sem contar a completa falta de reflexão do Toquinho, nem sequer se questionou sobre seus atos

  • Vitor Torre De Avila

    Punição Justa? Creio que sim!
    Com critério? Oi??? Critério?? Sei oque é não…é de comer???

    Alias, preguntita, quem supervisiona a NSAC? Se discordo de suas decisões, posso apelar a qual instancia? Justiça comum? A nível estadual ou federal?

    • Seu eu fosse o Alex Davis, já estava na justiça comum.

    • Bruno Coelho

      Ninguém vigia os vigilantes, camarada.

  • KRS Porlaneff

    Para um atleta reincidente no mesmo problema – como o próprio Fernando Henriques disse, na burrice – a punição foi justa. Não dá mais pra passar a mão na cabeça de Rousimar Palhares depois dele próprio achar que não faz nada demais (e ainda colocar a culpa no replay em câmera lenta).

    O mínimo que um atleta especialista em um golpe só deve saber – que é o caso dele – são as conseqüências do golpe. Ronda Rousey é especialista em armlock e nunca segurou uma finalização para machucar a outra atleta. Não me lembro de Cro-Cop chutar de canhota a cabeça de nenhum adversário caído. Hendo, tirando a H-Bomb pulando que deu no Bisping, também nunca bateu desse jeito na maldade. E Toquinho parece não entender as conseqüências de finalizar – agora provou-se que o problema não é só com a chave de calcanhar, mas com todas as finalizações – e não soltar, coisa que qualquer instrutor-professor de BJJ que não seja um zé mané deve ensinar aos seus alunos.

    Como eu disse, a punição foi justa. Justa por se tratar de Toquinho, porque se eu sou dono de uma liga de MMA e resolvo contratá-lo mesmo passando por cima da decisão da NSAC, eu tomaria minhas providências. E uma delas seria um soldado com rifle carregado de tranqüilizante instantâneo na beirada do cage ou do ringue, prontinho pra atirar

    • Suspensão de 1 ano e a multa de U$ 40 mil, que é o que acharia de bom tamanho, seria passar a mão na cabeça? Eu acho que não.

      Outra: Ele não é especialista em um golpe só. Pega tornozelo, calcanhar, joelho reto e, como se viu da última vez, ataca bem de kimura também. É bicho no solo, afinal.

      E o que tem a ver chutar adversário caído com segurar finalização? Não misture as estações, Bro.

      Sobre a Ronda, se não viu ela quebrando o braço da Miesha da primeira vez?

      • KRS Porlaneff

        Fernando, você não entendeu muito bem o que eu falei na minha opinião. Pra mim, ele devia ser banido do esporte – Toquinho não tem discernimento a respeito de conseqüências do golpe e isso é coisa que ele, como faixa-preta, devia ter. Foi o que eu usei de exemplo o Cro-Cop, quando eu falei que não lembro dele chutando cabeça de adversário caído com a canhota – Cro-Cop sempre me pareceu o tipo de cara que sabe o estrago que aquela perna esquerda faz. Do mesmo jeito que o Hendo com a H-Bomb e a Ronda com o armlock de judô.
        Toquinho não: pra ele, segurar uma finalização além do que devia parece uma coisa muito banal.
        Ainda falando de Ronda, faz muito tempo que vi a primeira luta dela com a Miesha, realmente não lembro e vou atrás de assistir. Mas não vi nada disso nela enquanto no UFC.
        E quando eu disse que o Toquinho é especialista em chave de calcanhar, foi justamente o que eu quis dizer – e não que ele é ruim em outras finalizações / não sabe – afinal um cara não chega numa final de ADCC sendo “monogolpe”.

        • Rodrigo Rojas

          Ronda quebrou o braço da Miesha porque ela não bateu, não por segurar depois de a luta ter acabado.
          Acho justa a punição do Toquinho, décima vez que o cara faz isso, não dá pra deixar passar em branco, vai que ele atrasa a carreira de mais um, como fez com o Mike Pierce

          • Sim, não disse que ela segurou depois da Miesha bater. Só quis lembrar ao amigo que essas coisas acontecem com esses tipos de golpes.

          • felipe

            Pois é fernando, o braço da miesha quebrou, pq ela nao bateu. Ja no caso do toquinho, shields deus uns 8 tapas para ele parar e mesmo assim ele continuou. Nao sei qual é o problema dele (carater ou sei la o que), o que nao pode é continuar com isso!!!

          • KRS Porlaneff

            Shields bateu e Mazagatti bateu, aí que tá. Como acabei de responder pro Fernando Henriques, o caso da Miesha, do Minotauro, da Angela Magana que ontem postou uma foto no hospital falando que tava lá por não ter batido quando estava treinando e foi pêga em um twister, a responsabilidade cai em cima deles que não bateram porque não quiseram. No caso do Toquinho, cai em cima dele que não soltou quando o Shields bateu e nem quando o árbitro bateu.

          • KRS Porlaneff

            Claro, Fernando, acontece – é um esporte de contato, concebido na violência, e o cara que entra pra lutar tem que estar consciente de que merdas podem acontecer. Miesha Tate esperou um tempão pra desistir. Minotauro achou que conseguia sair da kimura do Frank Mir e também não bateu.

            Definitivamente não são os mesmos casos de Toquinho e seus adversários – em especial o Mike Pierce citado pelo Rodrigo Rojas agora há pouco, a cara de dor do americano me dá mais medo que muito filme de terror que já assisti.

          • A cara de dor não diz muito. O golpe é dolorido per si, segurando a mais ou não – sei disso porque já me lesionei levando um. O vídeo neste texto mostra que contra o Pierce ele não demorou muito para soltar, veja: http://www.feedbackmag.com.br/toquinho-realmente-merecia-ser-demitido-do-ufc/.

          • KRS Porlaneff

            O vídeo mostra que o árbitro até foi rápido. Mas que o Toquinho podia ter soltado já no terceiro tapa que o Pierce deu, podia. “Ah, mas se ele solta e o juiz não vê e tal…” revanche de Bendo VS Pettis tá aí, o campeão bateu e o desafiante soltou, tanto não precisou de árbitro intervindo que quando eu vi a luta precisei do replay pra entender o que tinha acontecido. Toquinho contra o Shields precisou do Shields batendo, Mazagatti tentando tirar ele de cima… próximo passo é o que, juiz carregando taser e atirador de elite com dardo tranqüilizante porque Toquinho é burro?

            É o que eu falei aquela hora de você saber as conseqüências do golpe que você é especialista – e isso ele não sabe / finge que não sabe.

          • Ele sabe das consequências, o ponto não é esse. Chega a ser inexplicável o fato dele não soltar rápido nunca, mas o engraçado é que vinha melhorando, antes do Shields.

          • KRS Porlaneff

            Quanto a ele saber das conseqüências eu tenho minhas sérias dúvidas. Talvez ele seja o tipo de cara que só entenda a gravidade da situação em que ele pode deixar o adversário em caso de não soltar, se um dia acontecer igual com ele. E com a qualidade de grappling dele, duvido que isso aconteça.

            Quanto a vir melhorando, é um ponto meio relativo. Ele é pequeno tanto pra MW quanto pra WW, mas é muito musculoso. Lembro de uma edição do extinto UFC Sem Limites que passava na RedeTV! que o Fernando Navarro disse que Toquinho, pesando quase 100kg fora da época de competição, estava “seco” – musculoso e quase sem gordura corporal. Navarro também disse que ele sofria pra bater os 84kg da MW.
            Porque estou dizendo isso? Ele não é um striker (apesar de quase ter vencido Dan Miller na pancada, no UFC 134) e baixando pra 77kg, ele deve ter que perder massa magra e com isso acaba perdendo em força e resistência. Aí ele baixou pra WW e deve ter recebido a orientação de evitar trocar e receber golpes e se focar no que ele sabe fazer melhor, que é derrubar e finalizar – já que de Pierce a Shields, todos são WWs natos e bem-acostumados ao peso e à categoria. Foi assim com Pierce, com Carl e com Fitch, que somado o tempo que levaram pra ser finalizados, não dá um round inteiro. E ele também trocou pouco com o Shields.

          • KRS Porlaneff

            Foi justamente uma das coisas que eu disse no começo – ele teve problema no ADCC por causa disso e continuou, depois no UFC foi a mesma coisa e continuou, foi demitido do UFC por causa disso e continuou, perdeu o cinturão do WSOF, foi multado e suspenso por causa disso e ainda tem a cara-de-pau de dizer que foi culpa do replay em câmera lenta? Pelamor, né…

            Sou fã do cara, acho o BJJ dele finíssimo, agressivo e de qualidade inquestionável, mas já percebi que ele não vai aprender com os erros, que ele vai continuar segurando finalização e… meu, não dá pra passar a mão na cabeça do cara e esperar que ele não deixe ninguém aleijado – ou pior…

  • Vinicius Maia

    Concordo com o texto, só tenho algumas ressalvas. Acho muito complicado o Toquinho se aventurar no Rizin, e vou explicar o motivo. Eu to meio por fora do Rizin, mas não sei se este evento vai durar muito tempo, se realmente veio pra ficar ou é somente esse evento com o Fedor. Lutar no circuito asiático pra queimar de vez a ponte dos EUA é complicado, pois se este evento tiver uma vida pequena, Toquinho vai ficar num mato sem cachorro. O ideal é tentar reverter a punição da NAC na justiça comum, negociar com o WSOF a liberação de contrato e conseguir lutar no Rizin depois de reverter a punição. Sei que este cenário é quase impossível de ocorrer, mas no meu ver, seria a melhor saída pro Toco.

  • Marcos Henrique Lira

    Ninguém sabe oq passa na cabeça do toquinho quando começa a luta. O cara se transforma, principalmente quando está perto de finalizar. É muito louco isso. Parece que ” desliga”. Infelizmente acho que na América ele tá queimado, mesmo que consiga reverter a punição. Ninguém vai querer contrata lo. E na Ásia só daria pra ele se o mesmo conseguisse se liberar do contrato, caso contrário o evento pode ser processado. No mais ele se encaixaria bem no one fc.

    • Fabricio Alves

      Se eu nao me engano, o proprio empresario do Toquinho disse que ele “desliga” quando aplica o chave.

  • Caio Abreu

    Toquinho é um monstro, essa chave no Fitch chega a dar náuseas a forma como joelho enverga ao contrário, é jogo ruim pra qualquer um, e um terror pra wrestlers, admiro muito a forma como ele usa seu jiu-jitsu e os golpes nos membros inferiores, mas infelizmente falta juízo no nosso querido Toco.

  • Bruno Coelho

    Bem, o problema é que depois das duas bisonhas decisões da NAC temos valores referência para opinar sobre decisões da NAC: 1 e 5 anos. Podemos criar uma tabela, à la Sistema Métrico, chamada “Sistema Diaz-Silva”.

    5—————–4——————3————————2———————–1

    5: Puta Injustiça!
    4: Injustiça
    3: Injustiçazinha
    2: Ah, claro e isso é pior que tomar bomba
    1: Decisão justa, desde que você venda sempre mais de 500 mil pacotes de PPV.

    —– —- —–

    Se ele fosse réu primário, OK. Mas depois de ver o cara fazer a mesma cagada tantas vezes – e sem reconhecer o próprio erro! -, fica difícil defender… Além disso, o Toquinho não tem hype e sabemos como isso conta pontos na hora da decisão de punir ou não punir.

  • Wilker Fonseca

    Toquinho vs Ben Askren pelo cinturão do One FC seria legal de acontecer caso o Toquinho rume para o Oriente?

    • Seria uma ótima. Será que ela pega o Askren?

      • Lero

        Acho Toquinho o pior casamento possível para o Askren.

        • Também acho um casamento. Bate nele em pé e possivelmente finaliza no chão.

  • Gutierres Nascimento

    O no contest e o tempo da suspensão acho justo, a grana que ele vai dar, não. Por o dedo 150 vezes no olho do Shields já era motivo pra deixar aquela luta sem resultado. Que tenha boa sorte e juízo (parece ser pedir demais) no Rizin ou no KSW, quem sabe.

    • Mas o dedo no olho é controverso até hoje e o árbitro deveria ter parado a luta e tirado ponto dele. Só. Se não o fez, isso não avaliza o no contest.

      • Vinicius Maia

        Vide o Faber com o knockdown com dedo no olho e finalização. O resultado da luta foi julgado e se manteve a vitoria do Faber. Foi em cima do Francisco Riveira se não me engano.

        • Exatamente, e nesse caso foi ainda pior. Por que a dedada teve impacto direto no desfecho da luta, no caso do Toquinho não. É bizarro mudarem o resultado.

      • Gutierres Nascimento

        Entendido. Não sei de cór as regras, mas me parece justo já que o dedo no olho provavelmente o ajudou a vencer.

  • douglas karpinski

    Um puta de um lutador, um monstro, mas ta cada vez mais dificil de defender, ele ja pode arrumar as malas que na América ele não luta mais, o cara fico muito marcado pela critica, nem achei que ele segurou tanto contra o shields, mas como ele ta marcado qualquer cara de dor que o shields fizesse nego ia cair em cima, bom agora ja era, é da a mão pro Wanduca e vazar….

  • Charles Sansaloni

    Ele tem um problema, isso é evidente. Não solta nem mata leão. Aquela postagem com lutas dele no cenário nacional prova isso. E mais prova que o problema não foi trash-talker com o Shields. Suspensão correta, multa correta. O cara faz isso 5, 6, 7, vezes na carreira… uma hora ia dar esse pano todo. Contra o Zé da Borracharia não ia, mas cinturão contra um cara jamais finalizado, cena pronta. Única coisa que não acho certo é o contrato. WSOF quer ele? Se quiser Ok, se não libera, deixa ele lutar é o cara trabalhar é o sustento dele. Punir a vida totalmente do cara é errado.

    Só acho o seguinte, quem do alto nível vai querer lutar com Toquinho? Dúvido que Askren se coloque nesse risco. Ou vai mofar dando aula ou vai lutar com o João Mitsubishi no Japão ou com o João Jedrzejczyk na Polônia.

  • Gabriel Moreira Neves

    Como já disse, certa vez, é difícil aceitar uma punição tão dura ao Toquinho face a uma tão leve ao Shields, que cometeu uma agressão ao brasileiro. Até agora não entendi a lutar ter se tornado ‘NC’, pois a luta foi vencida com méritos.

    • Exatamente. Obrigado por me deixar menos sozinho nesse pleito.

    • Fabricio Alves

      O toquinho passou a luta inteira com os dedos nos olhos do Shields e quase arranca o braço do homem fora, e vocce ainda quer puniçao para o Shiels por causa de um soquinho? Pelo amor de Deus. Cade o seu senso de proporção?

  • Heitor de Assis Ramos

    vejo japas com pernas e ligamentos estourados em 5, 4, 3…

    DALHE TOCO, melhor no que faz =p

  • Fabricio Alves

    Nas lutas do toquinho o arbitro deve ter um taser a disposição.

Tags: ,