Atacando de Joe Silva: lutas a casar pós-UFC 154

Renato Rebelo | 18/11/2012 às 19:44

Com o UFC 154 na conta, é hora de olhar para frente. Na noite em que GSP defendeu seu cinturão após 18 meses de molho, contra o duro Carlos Condit, outros talentos também emergiram e bons casamentos devem pintar em breve. Como o “matchmaker” Joe Silva está sempre de olho no Sexto Round, lá vou eu tentar influenciá-lo:

Georges Saint-Pierre x Johny Hendricks

Antes que me xinguem, me baseei em constatação e não opinião pessoal. Quem acompanha o blog sabe que não entusiasta de GSP x Anderson Silva – por vários motivos que não vêm ao caso agora. Mas os fatos são que, para o canadense, o duelo só faria sentido se o “Spider” batesse 77 kg – o que é muito improvável. Além disso, a divisão dos meio-médios anda cheia de desafios. Jake Ellenberger e Nick Diaz correm por fora e o mão de pilão barbudo aguarda de camarote. Em entrevista ontem, Dana White disse que a situação se desenrolará nos próximos 10 dias e qualquer coisa pode acontecer, inclusive GSP x Hendricks e Anderson x um médio. Faz sentido.

Carlos Condit x Martin Kampmann

Dois top 5 que precisam resolver pendências do passado. No UFC Fight Night 19, o dinamarquês levou uma decisão dividida bastante contestada. Agora, um tira teima cairia como uma luva. Um se reabilita e volta a trilhar o caminho do cinturão e o outro afunda de vez. Que tal?

Francis Carmont x Mark Muñoz

Apesar da fraca exibição de ontem contra Tom Lawlor, o francês chegou à quarta vitória consecutiva no UFC. Hora de dar um passo à frente em termos de competição. O filipino Mark Muñoz, que se recupera de lesão, poderia ser um bom anfitrião nessa tentativa de incursão no top 10. Se tá na chuva é para se molhar!

Rafael dos Anjos x Eddie Alvarez

Assim como no caso acima, tá na hora do carioca mirar alto. As últimas três atuações provaram que Rafael evoluiu bastante desde a derrota para Gleison Tibau. Hoje, ele é uma ameaça a qualquer um que bata 70kg. Fazer as honras da casa recebendo no UFC um cara visado como Eddie Alvarez pode alavancar sua carreira e colocá-lo nos rankings. Lutaço!

Pablo Garza x Charles do Bronx

A boa exibição do “Espantalho” contra Hominick não só salvou seu emprego como nos mostrou um atleta mais dinâmico e impetuoso. A altura avantajada (1,85m) e o queixo duro tornam o americano perigoso no peso pena. Outro cara alto com estilo ofensivo é Charles do Bronx. Prevejo menos de 15 minutos de luta e muita ação nessa aqui.

Patrick Cote x Alessio Sakara (revanche)

Que o italiano deu mole ao lançar uma saraivada de golpes (ilegais) contra a nuca de Cote ninguém tem dúvida. Agora, dar a vitória para o canadense semi-nocauteado também não me parece justo. Por que não declarar o duelo um “No Contest”? Dana White já anunciou que uma revanche é bem provável.

Tags: ,