Pensando Alto: A
Análise Informal do UFC 221

Lucas Rezende | 11/02/2018 às 04:18

De volta ao pedaço de terra mais perigoso deste planeta, o UFC 221 reuniu o melhor do MMA oceânico para representar o continente em mais um pay per view apagado, mas divertido.

Desde o surpreendente giratório de Jussier Formiga, passando por Jake Matthews e Curtis Blaydes, até à decapitação de Luke Rockhold, algo de imprevisível sempre ocorre quando o UFC realiza sua longa jornada até a Austrália.

Pela primeira vez na cidade de Perth, não seria diferente.

Acompanhem-me.

Yoel Romero vs. Luke Rockhold

Não há muito o que se fazer contra a magia negra do terceiro round de Yoel Romero.

Para evitá-la, Rafael Feijão nocauteou-o no primeiro, seu assalto mais tímido e econômico. Robert Whittaker sobreviveu concentrado, sem tocar uma nota fora do tom, angariando três providenciais pontos para superar o inimigo.

Todos os outros não resistiram. E com Luke Rockhold, já são seis.

O surfista tentou. Impôs a envergadura, segurou Romero do lado de lá de seus chutes baixos, evitando as quedas e o ground and pound letal do cubano. Até sobreviveu à um ataque relâmpago, com as costas contra a grade, no segundo assalto. Tudo parecia ir a seu favor.

Até o terceiro.

Bastou não mais do que uma patada de Romero para Rockhold deixar esta forma mortal e outro, quando já espatifado, para o Soldado de Deus desintegrar até a alma que deixava o corpo. Mais um para a conta do cabalístico e quase infalível round três. Aconselho sempre adotar o caminho de Rafael Feijão.

Aliás, mesmo sem bater peso e ilegítimo para o título interino, não espero nada além de uma revanche com Robert Whittaker para Romero, na sequência. Afinal, quais as consequências por desrespeitar um título imaginário?

Curtis Blaydes vs. Mark Hunt

Mark Hunt pisou no octógono que muito lhe bem e mal tratou pela última vez. E por pouco não foi uma saída emblemática para sacramentar as décadas de estrada.

Se Curtis Blaydes ainda possuir memórias dos dias de hoje, quando tiver netos, gastará os ouvidos da criançada à exaustão com a historieta sobre a noite em que sobreviveu a três petardos consecutivos de Mark Hunt e ainda virou o combate.

São regalias que um corpo de 26 anos e sabedoria de luta olímpica permitem.

O senhor Hunt, incapaz de defender inúmeras quedas e respirando fundo, reprisou o mesmo desfecho de praticamente todas as suas derrotas. De costas estateladas, com um brutamontes sobre seu corpo, desferindo golpes e tentando lhe estrangular. Pelo menos conseguiu sobreviver até o último gongo.

Vitória traiçoeira para Blaydes, que não me parece apto à nata da categoria, mas acaba de deixar para trás um enganoso número cinco.

Jake Matthews vs. Li Jingliang

Impulsionado pelos cantos de apoio dos australianos, o ex-Justin Bieber, Jake Matthews, parece outro ser humano nos meio-médios. Mas com as mesmas lacunas.

Felizmente para o menino celta, Li Jingliang tem a seu favor muita raça, resiliência e um queixo que tem de resistente o mesmo que de saliente, e praticamente apenas isso.

Distribuindo knockdowns no asiático que se recusava ser finalizado, Matthews sofreu com as tentativas de Fatatily, de Jingliang, que não só tentou arrancar sua cabeça com murros, mas também seus olhos numa bela homenagem ao clássico Mortal Kombat.

Por fim, a vitória por decisão veio com sobras para o atleta local, mas também com uma sensação de que nenhum dos dois cultivará muito sucesso no futuro, a não ser que evoluam como até agora jamais evoluíram.

Jussier Formiga vs. Ben Nguyen

“Uma hora ia pegar!”, berrou Jussier Formiga, para o córner, imediatamente após a surpreendente vitória.

E ele tinha razão.

Um nocaute por soco giratório seria tão inesperado para Jussier Formiga, que o próprio achou um desfecho absurdo demais e estrangulou o que restava da carcaça de Ben Nguyen antes do árbitro intervir e declarar vitória por golpes.

Foi um fim apropriado, para o brasileiro, que sempre apostou e investiu em seu jiu-jitsu refinado e no bom e velho mata-leão, para despachar suas vítimas.

Embora seja a vitória mais emblemática de Formiga, o timing não poderia ser pior, pois pela primeira vez na vida, Demetrious Johnson considera verdadeiramente uma super luta com os camaradas de cima. É rir pra não chorar.

Menções Honrosas

  • Tyson Pedro se recuperou da derrota para Ilir Latifi, o que não é demérito algum, com uma bela kimura sobre o mais-baranga-impossível Saparbek Safarov, ainda no primeiro assalto. O que reconheço não ser muita coisa, mas qualquer tentativa de renovar os meio-pesados, eu estou comemorando.
  • Em noite de gala diante dos compatriotas, o ex-jogador de rúgbi e miniatura de tanque de guerra, Alexander Volkanovski choveu murros e cotoveladas por quase 10 minutos sobre o pobre e rendido Jeremy Kennedy, para laçar a quarta vitória consecutiva no octógono. Nada como aproveitar a brutalidade de um esporte, no outro, hein?
  • Insensível à noite de debutante e as luzes cintilantes, invicto Israel Adesanya assim se manteve. Ágil e criativo, ouvi até uma ou duas comparações ao estilo e porte de Jon Jones, durante seu atropelo legalizado de Rob Wilkinson. Fez bonito, mesmo.
  • Paul Kersey

    “A interrupção foi precoce. Deviam ter posto Yamazagatti para arbitrar. Teria dado a chance de Luke ser guerreiro e campeão interino.” – Rockhold’s fan.

    • Diogo Barbosa

      Nunca um fã do Rockhold gostaria de ver o rostinho dele mais danificado.
      REFUTADO!

      • Tairon de Oliveira

        Mandaram o surfista pra Nárnia, mas queriam ver ele em Mordor…

    • magnuseverest

      Poderiam refazer Jaca vs Romero até RW se recuperar.
      Deixa o Yamaza de juiz….

  • Louis

    Boxe defensivo do Rockhold ainda continua extremamente problemático…

    E essa vitória do Romero só reforça ainda mais o quão gigante é o Whittaker. E detalhe: Lutou sem o joelho esquerdo desde o primeiro round contra esse monstro.

    Revanche já! Embora a tendência é o Whittaker levar novamente – revanche entre um cara jovem vs outro em final de carreira sempre tende a favorecer o primeiro -, creio que o Romero pode sim ir com um gameplan melhor do que na primeira luta entre eles. Eu acabei de rever aquele combate deles agora, e percebi que o cubano insistiu demais nas quedas(não contava com a defesa de quedas absurda do australiano) e acabou cansando demais nos três rounds finais, perdendo a luta.

    • Igor Bittencourt

      romero não tem como trocar com o whittaker, ele tem que variar mais as entradas de queda, fintar mais pq se for trocar com o australiano não vai achar nada

      • William Oliveira

        Numa trocação mais técnica e ortodoxa, não tem mt o que o Yoel fazer msm, agr que esse não é o ponto forte dele, tbm é verdade.

        O Romero contra um cara monstro no striking vai continuar dependendo de golpes advindos da sua explosão ao invés de fintas e técnica: joelhadas voadoras, rodados como aquele que entrou no Jacaré etc

        • Igor Bittencourt

          claro, as fintas que eu me referia era pra entrar na queda

          • William Oliveira

            Sim, nisso vc tá certo, mas meu ponto é que o Romero vai continuar dependendo da sua trocação p ganhar essa luta, não vejo ele levando isso por decisão e nem ganhando através de GNP, vejo suas chances em algum golpe explosivo msm

          • Igor Bittencourt

            ah sim, entendi seu ponto de vista. o que torna a situação dele ainda mais difícil, né? conseguir um golpe de sorte contra um garotão que sabe manter a distância e é mais ágil

          • William Oliveira

            Com certeza, acho q nem é tanta sorte, n acredito mt nisso nesse esporte, mas o tipo de golpe que ele vai precisar para ganhar é certamente um golpe que depende mais das suas características físicas do que da sua técnica, isso é muito doido de se pensar considerando que em alguns meses ele terá 41 anos..

          • Vinicius Maia

            Yoel Romero se realmente esta passando pelo crivo da USADA e não caiu é uma aberração genética. PQP.

          • William Oliveira

            Sim, mas o fato de só lutar a uns 6-7 anos afeta demais também, apesar da idade sua quilometragem no esporte é mt menor do que a de uns caras como o Machida, Shogun, Leites.. O corpo cobra as guerras que tds esses já estiveram, Romero não tomou tanto dano durante a carreira, se pararmos pra comparar.

            De qualquer jeito não deixa de ser impressionante, isso sem duvida alguma.

      • Felipe Couto

        Em trocação limpa ngn tem a menor chance contra o Whittaker. Até acho que o Romero é o que mais poderia se sair bem contra ele. Em segundo lugar o Luke, que certamente acabaria levando um soco/chute nessas recuadas sem guarda.

  • Uni F. Letras

    Talvez a próxima luta do cubano seja pelo cinturão (algo que se ouviu, mas não se escreveu na FOX, pois quem garantiu foi Dana), mas isso possa não ser contra o australiano. Whittaker já voltou aos treinos e o cubano acha que quebrou a perna ainda no primeiro round, então talvez o Robert tenha que defender o cinturão contra outro top contender. Assim, se realmente estiver certa a suspeita de perna quebrada do cubano, ele ficará de molho e na volta fará a disputa de cinturão, mas talvez não esteja mais com Whittaker, nada é muito certo nesse esporte, muito menos nessa divisão.

    • Rodrigo

      caraca essa é a era pós AS.. até o peso pesado segura mais cinturão kkk

    • William Oliveira

      Manager do Romero disse que é recuperação de poucos meses, Romero deve estar de volta pra ser a primeira defesa do Whittaker sim

  • Paul Kersey

    Confirmado: Romero é a besta-fera.

    https://www.youtube.com/watch?v=RWUX_C4ptKU

    O cara fez o Rockhold ir ao outro mundo com a perna quebrada! Ô, capiroto cubano…!

  • Lero

    Boa vitoria do Adesanya. O cara é o melhor kickboxer da categoria na historia do UFC que eu me lembre. Em uma luta entre ele e o Anderson Silva no prime, eu nao apostaria tranquilo no Spider nao. O cara tem uma porrada de lutas no Glory e no Kickboxing chines.

    Esperemos uma luta entre ele e um amarrao com mais experiencia. Em pé, só o Withaker para ele.

    • William Oliveira

      Ele era p/ ter sido inclusive campeão do Glory (perdeu numa decisão controversa, eu marquei p/ ele), era um dos tops lá.

  • Vinicius Maia

    Nesse evento eu lavei a alma kkkk. No fantasy eu só errei 2 lutas e 2 resultados não foram no round ou do modo que escolhi kkkkk.
    Luke estava lutando muito bem. Estratégia certa, muitos falando sobre o seu queixo, mas não é qualquer um que aguenta aquelas patadas do Romero e não cai no segundo round.
    A luta estava empatada na minha contagem e com a lesão na perna do Romero era questão de conseguir passar do R3 pra vencer. Mas engoliu o golpe e caiu que nem um saco de bosta. O Confere foi só pra satisfazer o árbitro que queria sangue kkk.
    Adesanya no card preliminar com Cyrill Asker x Tai Tuivasa foi uma vergonha.
    E o árbitro da luta do Asker x Tuivasa devia ter algo contra o Asker. Maluco nocauteado em pé e ele querendo que a luta continuasse kkkk

    • Paul Kersey

      Acho que não é só o queixo do Luke que é suspeito. Ele tem um problema crônico de expor aquele queixão dele no cruzado que ele dá na mão da frente. Ele desfere o cruzado com a mão da frente e se inclina pra trás sem proteção.
      Óbvio que em algum momento o outro faz uma leitura disso e capitaliza no padrão. Bisping o pegou assim, e o Romero só fez a lição de casa.

      • Vinicius Maia

        Sim sim. O golpe que ele levou do Romero qualquer um cairia. Tenso.

  • Sergio

    A namorada do Romero deve ficar bolada quando ele fala que a ama…

    • Paul Kersey

      Amor perigoso esse do Romerito. xD

    • Diogo Barbosa

      Ela deve morar no porão da casa dele.

    • Silas K

      Acho ele sinistro, tinha acabado de arrancar a cabeça do Luke e foi lá dizer que amava ele e ainda deu um beijo molhado no rosto….WTF???

  • desmond

    Pra saber quem vai ganhar é só ir no aposto do que a maioria dos colunistas do sextoround apostam… menos de 33% de acerto.

  • Doniel Porter

    Flagra do exato momento em que ocorreu uma tentativa de homicídio, ontem durante o evento: https://uploads.disquscdn.com/images/405f779a04826f303f76a876035008ec3f935ecb25391f03567639228a4b07ff.gif

  • Sergio Araujo

    Romero eh um monstro mesmo …

    Agora resta saber se vai ficar muito tempo de molho. Nesse caso quem sai sorrindo eh o Jacaré q deve ganhar o TS sem ter q passar pelo weidmann

  • bruno

    Não gostei da falta de fair play do Romero contra o Kennedy e o jacaré, mas é inegável a qualidade como lutador. Rockarrogante-hold só me faz feliz ao ver sua cabeça girar contra bel4, bisping e Romerito

  • Victor Martins

    Possibilidades:
    Whittaker vs Romero II quando o australiano se recuperar. Essa opção é a mais provável.
    Romero vs Jacaré II valendo Title Shot (Carlo Marcos estava certo, a história se repete). Essa opção seria a mais justa na minha opinião.
    Romero vs Gastelum para enrolar um pouco e Weidman vs Jacaré valendo TS.

    Rockhold vs Gastelum
    Rockhold vs Weidman II
    Ou Rockhold vs… Marreta ?

    Claro, isso depois do Rockhold ficar 1 ano de gancho

    • Matheus V.

      Bem, o Romero está com a perna machucada, então calculo que ele deve voltar bem a tempo da recuperação do Whittaker. Quanto ao Luke, eu não espero-o voltando a lutar tão cedo.
      Ao meu ver, as únicas opções são Whittaker x Romero pela cinta e Jacaré x Weidman pelo TS.

  • Bodhisattva
  • Paul Kersey

    Vejam o final épico. kkkkkk…

    https://www.youtube.com/watch?v=1jFCPcG5CJA

  • Bodhisattva
  • Bodhisattva
  • Omagnífico

    Tem como não respeitar o Whittaker?

    • Henrique

      O cara é um monstro, com os dois joelhos ferrados conseguiu parar as quedas do Romero. Comecei a prestar mais atenção no Whittaker depois que ele apagou o Tavares, antes eu pensava que ele não fosse chegar tão longe.

      • Diogo Barbosa

        Eu duvidava dele até atropelar o Jaca, principalmente por não ter nocauteado o Sapo.

        • Henrique

          Não conseguiu o nocaute, mas surrou o Sapo a luta toda, fiquei até surpreso ele ter aguentado aquele chute na cabeça no final do terceiro round.

      • Manu

        Eu acompanhava o Whittaker desde que ele venceu o TUF, e quando ele subiu pro Peso Médio, fui um dos poucos que acreditava num sucesso dele. Porém achava que ele seria um puta top 3, encardido pra todo mundo na divisão menos pro campeão e os dois primeiros. Nunca cheguei a acreditar que ele iria por exemplo sobrar contra Jacaré e vencer o Romero.

      • Omagnífico

        eu duvidava do australiano depois de surra contra o karateka, mas foi lindo ele se provar contra o top 3 da categoria, não tenho nem argumento. Eu quero muito ver um revanche entre ele e o cubano.

  • William Terres

    Caraca, até eu que assisto todos os eventos do UFC me senti mal na hora do knockout. Rockhold já estava apagado, sem defesa nenhuma, e o juiz muito mau posicionado. Romero mapeou essa brecha do surfista que o Bisping e até o David Branch já haviam descoberto, os golpes com a mão esquerda por cima da guarda. Quando o Romero soltou aqueles dois jabs era nítido que ele ia soltar um direto ou um cruzado de esquerda, na minha opinião foi um erro crasso do americano

  • Igor Martins

    Romerito é sinistro deita qualquer um, ele não tem a trocacao mais tecnica mas sabe quando usar sua explosão e potencia nos golpes e sempre consegue um golpe diferente que pode definir uma luta, porém contra o australiano acho difícil levar mas não impossível, Whittaker tem um background de karatê muito forte de movimentação e posicionamento e sabe mesclar muito bem com boxe, média e curta . Só nisso já se tira esses momentos explosivos do cubano, de resto queda a whittajer lo não é das tarefas mais fáceis e certamente desgastaria o Romero, bem ele pode até conseguir definir a luta sim em um golpe, mas acho que será uma reprise na luta anterior de ambos. Obs Whittaker lutou sentindo joelho na primeira luta, imagina se não tivesse. Acho que o australiano leva essa novamente.

Tags: , ,