Texto:" /> Yamasaki quebra o silêncio: “Permiti a Pedrita ser guerreira” | Sexto Round
 

Yamasaki quebra o silêncio:
"Permiti a Pedrita ser guerreira"

05/02/2018 às 21:18

Texto: AG. Fight

O duelo entre Valentina Shevchenko e Priscila ‘Pedrita’ ainda dá o que falar. Depois de um verdadeiro massacre no octógono a favor da atleta do Quirguistão no último sábado (3), tanto o árbitro central do combate Mario Yamasaki como o treinador da brasileira foram criticados por deixarem a disputa continuar mesmo com o amplo domínio da vencedora. Discurso este que ganhou fôlego nesta segunda-feira.

Através de sua assessoria de imprensa, Mario Yamasaki reconheceu que poderia ter parado a luta antes, mas garantiu que a atleta, apesar da visível desvantagem no confronto, não parava de se mexer e tentava mostrar ação nos momentos de maior adversidade, o que o convenceu a permitir que a disputa não fosse interrompida.

No mesmo comunicado oficial, o árbitro, que não mencionou as intensas críticas que recebeu de Dana White, afirmou que demorou para interromper a disputa quando Pedrita bateu durante o estrangulamento. Alguns segundos depois, ela voltou a sinalizar em desistência, e foi quando o duelo chegou ao fim.

Confira o comunicado na íntegra:

“Durante o segundo round, sinalizei à atleta Pedrita que se ela não se movimentasse eu estaria parando a luta, e toda vez que eu iria parar eu sinalizava para ela e ela se mexia na tentativa de escapar dos golpes. Infelizmente, também não consigo controlar o número de golpes deferidos, novamente: enquanto a mesma busca uma reviravolta ela está no game.

Lutadores passam por períodos de muito esforço e dedicação para estarem lá. MMA é um esporte de contato e nenhum lutador gosta da luta interrompida sem a chance de reverter o resultado. Na minha visão permiti a Pedrita ser guerreira e continuar lutando, poderia ter parado a luta no segundo crucifixo ou na montada, mas ela se mexeu o tempo todo.

Reconheço também que deveria ter parado na primeira batida do mata-leão, e somente parei segundos depois. Quanto à opinião alheia, é de direito (novamente) emití-la”

  • Iago Batista

    “permiti ser guerreira” jogou pra galera pelo sentimentalismo pra justificar a cagada

  • Diogo Barbosa

    Se fuder, na boa.

  • Júnior Matielli Selva

    Lixo

  • William Oliveira

    “Na minha visão permiti a Pedrita ser guerreira e continuar lutando”

    Parei aí. Sua função não é essa não, brother.

  • Wendel Porto

    Só de ver esse coraçãozinho com as mãos já me dá náuseas

  • Matheus B

    Comedor de carniça desgraçado, enfia esse coraçãozinho no rabo.

  • Marllon
  • Lorenzo Fertitta

    “toda vez que eu iria parar eu sinalizava para ela e ela se mexia na tentativa de escapar dos golpes”
    Pois é, a Pedrita se mexia e tentava escapar dos golpes, repito: TENTAVA!
    Mas como ela não estava conseguindo, sua função era…
    Mario Yamazzagatti se superou nessa, hein?

    • Duns Scot

      Haha, “ela tava viva, estava até se mexendo!” Se estivesse imóvel com o olhos virados e babando verde a coisa seria diferente….

    • KRS Porlaneff

      Luta do Toquinho com ele arbitrando seria assim (e ele ainda ia falar que o Quan Chi vermelho estava se mexendo):
      https://www.youtube.com/watch?v=yw32oupXphA

  • Duns Scot

    É o Anderson Silva da arbitragem. A emenda sempre sai 20x pior que o soneto. E esse nem soco na cara levou pra ficar assim…

  • Shotokan Karate

    Antes ter continuado em silêncio a mandar uma barbaridade dessas…

  • Nelson Pacheco Jr.

    O grande culpado não é o Mario, mas sim quem casou essa luta. Totalmente desproporcional, parecia simplesmente uma amadora no cage. O fato é que ele não era obrigado a intervir por deficiência técnica da lutadora. Apanhou pelo amadorismo. E mais, se ele intervém antes, era bem capaz de ela e o Grana White estarem reclamando hoje.

    • Xizou

      Claro que iriam reclamar, apesar da surra ela estava ativa e nem tonta parecia ficar, diferente do Chiesa que já tinha até bambeado a mãozinha

    • Tairon de Oliveira

      A luta foi casada, porém ninguém colocou uma arma na cabeça da Pedrita e obrigou ela a assinar o contrato.

    • Diogo Barbosa

      O grande culpado IMEDIATO foi Mário e a equipe sim. Mediato foi quem casou essa barbaridade.

  • Idonaldo Gomes Assis Filho

    Maluco total, o nível de arbitragem dos brasileiros é deplorável, não conheço um bom

  • Victor Cazzoli

    Nao procede o que Yamasaki falou.

    “Na minha visão permiti a Pedrita ser guerreira e continuar lutando, poderia ter parado a luta no segundo crucifixo ou na montada, mas ela se mexeu o tempo todo.”

    Só ia parar então quando ela tivesse estatelada no chão ?

  • Lorenzo Fertitta
    • Duns Scot

      Imaginei o corner tentando invadir o octógono e o Yamasaki barrando os caras, dizendo que está lá pra preservar a integridade dos atletas.

    • Victor Martins

      ”Se não reagir eu vou parar a luta hein”

  • KRS Porlaneff

    “(…) permiti a Pedrita ser guerreira e continuar lutando (…)”

    Yamasaki devia ser permitido calar a própria boca e as comissões atléticas deviam permitir que ele trabalhe com outra coisa.

  • João Lucas

    Teve vários momentos que ela se transformou em um saco de pancadas e não se defendia e o Mario não parou. Mas todo mundo sabia que o Mario estaria “apitando”. Então me pergunto, pra que casar uma luta absurda dessas? Valentina não precisava de uma luta dessas pra mostrar suas qualidade. Foi assustador ver essa luta!

  • Honorato Neto
  • Iago Batista

    caras, a Pedrita não tem nem dois anos como profissional…

  • Victor Martins
  • Anderson Tibana

    E quem permitiu esse cara se tornar árbitro?

  • Conrado Calvet

    Tinha que ter acabado com a luta no primeiro round. A Pedrita não estava pronto para essa luta e ele tinha que ter a consciência e proteger a integridade da lutadora. É uma irresponsabilidade do Yamasaki.

  • Yosvani bolt

    Mário yamasaki fez a Valentina parecer um monstro, não sei se as outras lutadoras vão aceitar lutar contra ela, principalmente a campeã Nicco Montaño. Péssimo árbitro

  • Marco André Sales

    O Mário é seguramente um dos árbitros mais polêmicos do UFC ! Para não dizer péssimo árbitro!!!
    Penso que suas decisões nas lutas já comprometeu negativamente a carreira de varios lutadores.

  • Tairon de Oliveira
    • Diogo Barbosa

      Aquela referência marota…

      • Tairon de Oliveira

        Só os mitos sacaram. XD

    • Lucas

      Personagem mais foda de todos !

  • Nathan Dreak

    O erro no casamento da luta, para mim, foi pior do que o árbitro, embora este também tenha sido péssimo. Faltou declaração pública do nosso amigo “matchmaker” se justificando.

    Sobre o Mario, ele já desclassificou o Erick Silva por supostos golpes na nuca que não existiram. Já parou antes de lutador bater, já precisou de lutador batendo algumas vezes para parar. Ele não é apenas carniceiro. Mario tem erros de todos os tipos. Infelizmente ele não tem dom para coisa mesmo.

    • Malk Suruhito

      Mas acho que é justamente a quantidade críticas que ele recebeu por estes (terminar a luta antecipadamente) que tornou o carniceiro de hoje. Se notar, aconteceu com vários, até o Herb Dean sempre que ocorreu de receberem críticas por interrupções prematuras.
      E o outro ponto, é que quando para atrasado, recebe críticas do público e imprensa especializada, quando para prematuramente, recebe destes e do lutador e equipe que se sentiu injustiçado. Pode conferir aqui mesmo no R6 que a Pedrita tá dando razão ao Mario. Então eles pensam que se é para errar, vamos errar para mais…

      • Nathan Dreak

        Aí que está o dom para ao profissão. Eles vão recebendo críticas e tentando se adaptar a elas. O Mario já tinha recebido críticas antes por permitir soco atrás da cabeça e do lado e desclassificou bizarramente o Erick Silva. Foi criticado por interromper antes de finalizações e agora permitiu essa carnificina.

        Herb Dean também foi criticado por interromper rápido os combates e depois deixou o Rockhold montado espancar o Weidman até a cara dele parecer o Chuck, e segue o jogo, próximo round.

        Eles tem que saber lidar com críticas e manter o bom senso. Para mim, o Mario nunca teve essa habilidade. Erra demais para um lado ou para o outro mesmo com tanto tempo de experiência. Existe pressão dos donos do UFC, dos lutadores, público e esses interesses são conflitantes. Por isso não é fácil o trabalho e eles tem que saber o meio termo. Discernir esportividade de violência desnecessária, proteção ao atleta e oportunidade de recuperação. É difícil e o Mario, para mim, não é bom no que faz, infelizmente.

        • Malk Suruhito

          Então, eu entenderia até esta argumentação do Mario se fosse uma disputa de cinturão com duas lutadoras que sabemos que tinham nível para chegar a tal, mas pelo próprio background do Mario, ele tinha que saber que a Priscila não ia arrumar mais nada desde a primeira queda, não tinha motivo para deixar continuar.
          E para ver como é sempre o oposto da última crítica, o Mario tinha sido detonado e até desafiado pelo Chiesa por ter interrompido a luta prematuramente (para alguns e para o Chiesa). O Hearb Dean foi bem criticado por ter interrompido aquele TS do Barão com Faber e antes, por não ter parado a do Cigano x Carwin (essa para mim foi foda, o Cigano chegou a parar de bater e perguntar para ele se não ia parar e o Carwin se manteve na mesma posição).
          Pessoalmente, prefiro quando erram para menos, mas neste caso, se for errado a culpa só é do arbitro e será detonado por todos (como foi o Chiesa), mas quando o arbitro erra para mais, muita gente esquece do corner do atleta que também tem poder de pedir para interromper e prefere se omitir.

  • Wellington Fonseca

    A Pedrita tomou suspensão de 180 dias. Vamos botar na conta de quem? Do árbitro, do head coach ou do matchmaker?

    • Malk Suruhito

      Ela TAMBÉM vai operar o joelho (que segundo ela, já estava lesionado quando entrou para lutar). Em suma, a suspensão não está refletindo o que ocorreu na luta.

      • Wellington Fonseca

        Exatamente. Seis meses é a suspensão imposta pela CABMMA. Pode ser que seja reduzida, caso apresente um laudo médico a liberando para os treinos, como também pode aumentar, devido à gravidade da lesão, complicações pós-cirurgia, tempo de recuperação, etc. Enfim, uma lambança, uma várzea.

    • Iago Batista

      um ano sem ganhar a “tinta” porque foi “guerreira”

  • Fezes do Chacal

    Absurdo colocar a culpa no casamento da luta em uma categoria que esta começando agora ou no técnico
    Tem um juiz escalado para garantir a segurança dos atletas no octogono
    E a atleta já passou pela fase de amadora, já fez 9 lutas e tem 4 nocautes

  • Fezes do Chacal

    Absurdo colocar a culpa no casamento da luta em uma categoria que esta começando agora ou no técnico
    Tem um juiz escalado para garantir a segurança dos atletas no octogono
    E a atleta já passou pela fase de amadora, já fez 9 lutas e tem 9 lutas, com 4 nocautes, Pedrita esta estreiando na categoria junto com a valentina que é carimbada na categoria de cima, mas precisa se recuperar.e provar que bate o peso
    Já o técnico age no emocional, na boa intenção de que seu atleta consiga se superar a qualquer custo e vencer a luta. Não se pode culpa-lo. O bom senso cabe sempre ao juiz.
    enfim: se o juiz parace a luta na hora certa ninguém estaria culpando técnico ou o casamento da luta

    • Diogo Barbosa

      O técnico, como o nome já diz, deve ser técnico não emocional.
      O erro aí foi cumulativo de todo mundo.

      • Fezes do Chacal

        ——-Vc conta nos dedos no mma mundial desde a sua origem a vez que um técnico pediu para parar a luta ou jogou a toalha. O ideal seria que o técnico tivesse este bom senso, mas isto é raro. Por isso o responsável é o juiz,..o juiz ele não esta torcendo para nenhum dos oponentes,, por isso cabe a ele o bom senso, enquanto o técnico esta torcendo para o seu pupilo ganhar, apesar de se manter como técnico……………………

        • Diogo Barbosa

          Claro que cabe TAMBÉM ao juíz, mas a menina reclamou do joelho para o técnico e ele me manda um “vai porra!”.
          Totalmente sem profissionalismo.

  • Lyn

    Mazzagatiou.

  • Leo Corrêa

    Que ela foi guerreira não há dúvidas. Mas, se a regra diz que o combate deve ser interrompido em circunstâncias como aquelas, esse discurso do Mário não cabe mais.

  • Davi freitas

    olha o yamasaki vacilou mas o dana ta pegando pesado uma q pq da luta do cheisa que até agora não sei pq a galera ta braaba o cara tava desmaiando no braço do lle mas o yamasaki viajou sem duvidas