UFC Belém: os palpites dos
colunistas do Sexto Round

admin | 02/02/2018 às 13:51

Neste sábado, o octógono mais famoso do mundo irá desembarcar pela primeira vez em BelémPará.

Arena Guilherme Paraense irá receber a edição do UFC Fight Night 125, que terá como luta principal o combate entre Lyoto Machida e Eryk Anders.

Nascido na Bahia, mas radicado no Pará, o “Dragão” lutará em casa em todos os sentidos. Vindo de três derrotas seguidas – sendo duas por nocaute – o ex-campeão dos meio-pesados terá o apoio de toda torcida brasileira para retornar ao caminho das vitórias.

Do outro lado do córner, o invicto Eryk Anders terá o maior desafio de sua carreira no MMA. O ex-jogador de futebol americano quer provar que não é apenas um promessa, mas uma realidade da divisão dos médios.

No co-main event, um duelo na divisão até 61kg. Pedro Munhoz tenta emplacar a quinta vitória seguida diante do duríssimo nocauteador John Dodson.

O card ainda conta com a presença da ex-desafiante do cinturão peso-galo feminino Valentina Shevchenko, que debuta na divisão dos moscas, contra a estreante Priscila Pedrita.

Ótima oportunidade para os palpites dos colunistas do Sexto Round e de Hericly Monteiro, o campeão do Confere em 2017.

Vamos a eles!

André Azevedo: Boa luta para o retorno ao caminho das vitórias do Dragão. Apesar de bom lutador, acredito que Anders vai conhecer seu primeiro revés. Lyoto via KO.

David Carvalho: Vou de palpites expressos, pois é de expresso que tenho sobrevivido nas últimas noites na produtora. Pedreira para o Dragão, fico com Anders nocauteando.

Felipe Paranhos: Anders está longe de ser um grande prospecto neste momento, mas acho que a queda na velocidade, elusividade e absorção de Machida vão ajudar o americano. Anders, KO.

Hericly Monteiro: Essa luta é interessante porque traz, em seu cerne, o clássico conflito “velho x novo”. De um lado, temos o brasileiro experiente, com um estilo elusivo com base no Karatê. No outro temos um ex-jogador de futebol americano, muito explosivo, atlético e invicto. Infelizmente, por mais fã que eu seja do Lyoto, não vejo essa luta indo pra ele. Anders, nocaute.

João Vitor Xavier: Por mais que ache que Anders ainda não mostrou muita coisa, vou ser obrigado a apos tar nele, principalmente pelo peso de sua mão e pelo fato de o queixo de Lyoto não ser mais o mesmo. Com muita dor no coração, vou em Anders por TKO.

Laerte Viana: Anders é forte à beça, tem a mão pesada e um bom condicionamento físico, mas é até pecado comparar a qualidade técnica do americano com a de Lyoto. Por mais que o ex-campeão esteja na pior fase da carreira, vou dar um último voto de confiança. Lyoto nocauteia.

Leo Salles: Para o brasileiro, é o jogo ideal para voltar a vencer. Anders tentará impor o jogo de wrestling e ser o agressor na trocação, enquanto Lyoto contragolpeará. Mas o americano já mostrou em combates anteriores que será incansável na pressão para incomodar o brasileiro. Mas, ainda assim, confio na experiência do ”Dragão”, já que enfrentou adversários mais perigosos e com o mesmo estilo de Anders. Lyoto, KO.

Lucas Carrano: Eu entendo os problemas que essa luta pode trazer pro Lyoto, mas sinceramente não consigo entender como Anders é franco favorito nas casas se apostas. Lyoto vence na decisão.

Lucas Rezende: O Lyoto de outrora comeria três Anders no café da manhã antes da primeira xícara de urina e eu nem precisaria perder tempo com metáforas estapafúrdias. Entretanto, o Lyoto de hoje é uma grande e surrada incógnita. Não dá pra confiar, mesmo em casa. Anders por TKO.

Luiz Fernando Ferreira: Lyoto, TKO.

Renato Rebelo: Concordo quando Lyoto diz que Anders, tecnicamente, não é nada demais. Mas é mais rápido, atlético, jovem e resistente do que o Dragão de quase 40 anos. Vou me apegar ao abismo técnico entre eles, mas também recordo que o local foi a nocaute há menos de três meses. Sei não, hein!? Com pé atrás, vou de Lyoto por KO.

Rodrigo Tannuri: Não é nada animador ver o atual Lyoto, que foi aniquilado por Brunson, que foi destroçado por Jacaré, no octógono. Sim, Anders é novo no MMA, mas tem muita força bruta. Mesmo lutando no Brasil, duvido muito que o queixo do Dragão aguente a bronca. Anders, KO.

Thiago Sampaio:  É duro apostar contra Lyoto Machida. Mas as últimas atuações, somado ao tempo de inatividade pela suspensão por doping, deram fortes indícios de que o prazo de validade está perto do fim. O brasileiro é bem mais técnico, porém, os quase 10 anos a menos do nem tão conhecido Anders, que é um lutador bem atlético e agressivo, serão cruciais. Anders, nocaute.

André Azevedo: Dono de uma guilhotina mortal, profetizo mais um pescoço para a coleção do Pedrinho. Munhoz via submissão.

David Carvalho:  Munhoz, decisão.

Felipe Paranhos: Em pé, Dodson é melhor e tende a repetir a superioridade demonstrada por Rob Font na luta entre ele e o brasileiro. Como Dodson não deve cair na guilhotina marota de Munhoz, acredito numa vitória relativamente tranquila. Dodson, decisão.

Hericly Monteiro: Acho muito difícil que o brasileiro aplique o seu jogo contra um lutador veloz e nocauteador como o americano. Dodson por TKO.

João Vitor Xavier: Luta de difícil prognóstico, hein…Pedro está em excelente fase, mas vinha tomando um atraso de Rob Font antes de encaixar uma finalização. Acho que Dodson é mais arisco e muito, muito mais rápido que Font, de modo que não o vejo caindo em uma armadilha do brasileiro. Dodson, decisão.

Laerte Viana: Chega de subestimar o Pedrinho, né? É verdade que a velocidade de Dodson pode complicar para o brasileiro, mas acredito na evolução do brasuca, que sempre encontra uma maneira de vencer. Munhoz na decisão dividida.

Leo Salles: Grande duelo pelos galos. Dodson, apesar de não ter se encontrado na categoria ainda, tem feito bons embates, assim como o brasileiro, que vem de quatro vitórias seguidas. Promessa de um combate bem movimentado, mas a experiência de Dodson deve prevalecer. Dodson, por decisão.

Lucas Carrano: Munhoz é um excelente atleta e vem em grande fase, mas Dodson parece ser um nível acima do brasileiro. Dodson leva na decisão.

Lucas Rezende: Percebo uma certa queda de rendimento no atômico John Dodson. A velocidade e o poder de nocaute pareceram ter minguado um pouquinho. Munhoz está numa ascendente e acredito que se concretizará na categoria. Munhoz finaliza.

Luiz Fernando Ferreira: Dodson, decisão.

Renato Rebelo: Tenho Munhoz em boa consideração. O garoto é, de fato, bastante talentoso – bom de muay thai e com guilhotina absolutamente mortal. Mas o Scooby Loo é dificílimo de ser batido. Muito rápido, mão pesada, bom wrestling, centro de gravidade baixo, gás… Acho que a torcida se frustra nessa. Dodson, decisão.

Rodrigo Tannuri: Gosto de Munhoz e o acho um dos brasileiros mais subestimados no UFC, mas não tem jeito. Dodson, mesmo não sendo tão temido como era nos moscas, ainda é mais lutador. “The Magician” não dará mole pro brasileiro e vencerá via velocidade, pra variar. Dodson, decisão.

Thiago Sampaio:  Pedrinho vem numa fase incrível e tem uma guilhotina fatal. Mas Dodson, apesar de ter adotado um estilo nem tão agressivo nos últimos combates, é difícil de ser encontrado em cheio por conta da movimentação frenética e nunca foi finalizado. Previsão de duelo equilibrado, com leve vantagem para o The Magician. Dodson, decisão.

André Azevedo: Muitas correram e a brava Pedrita pegou o desafio. Mas estamos falando de uma das cinco melhores lutadoras do planeta. Valentina por TKO.

David Carvalho:  Shevchenko, TKO.

Felipe Paranhos: Pedrita tem mãos pesadas, é verdade, mas a diferença técnica entre ela e a quirguistanesa é grande demais. Shevchenko, TKO.

Hericly Monteiro: Shevchenko nas cabeças! Se ela já conseguiu quase ganhar o cinturão da categoria de cima contra uma lutadora como a Amanda, não vejo como a Priscila vai fazer frente à quirguitanesa. Valentina na decisão.

João Vitor Xavier: Não tem muito o que falar sobre este combate. Pedrita vai estrear com a maior encrenca possível. Não vai achar a cor da bola. Shevchenko, TKO.

Laerte Viana: Pedrita deve ter feito algum mau muito grande ao matchmaker responsável por casar essa luta. Só isso explica pegar a futura champs dos moscas logo na estreia. Valentina finaliza.

Leo Salles: Teremos estreias neste combate: Shevchenko nos moscas e Pedrita no UFC. Uma luta que a brasileira, invicta, não terá nada a perder e deve partir para a trocação franca para fazer jus ao apelido de ”Zombie Girl”. ”Bullet” deve controlar a luta, utilizando-se de contragolpes e de entradas para derrubar Pedrita. Shevchenko por TKO.

Lucas Carrano: Na moral, economia de gastos é a única justificativa pra esse casamento. (Andryi) Shevchenko vence por TKO.

Lucas Rezende: Não espero nada menos do que total aniquilação da peruana/quirguistanesa. Valentina por finalização.

Luiz Fernando Ferreira: Shevchenko, TKO.

Renato Rebelo: Maior mismatch da noite. Pedrita, que se gaba por ser voluntariosa e resistente à surras, estará completamente fora de sua liga contra a campeã mundial de muay thai/faixa-preta de judô. Em pé e no chão. Talvez, a brasileira consiga a façanha de resistir até o fim. Vou dar esse crédito a ela. Shevchenko, decisão.

Rodrigo Tannuri: Sinceramente, fiquei muito surpreso em ver a Valentina, com o nome que tem no WMMA, aceitando essa luta. Desejo boa sorte à Pedrita, mas, como a disparidade técnica é enorme, não tenho como inventar. Shevchenko, finalização.

Thiago Sampaio:  O que a Priscila Pedrita fez para arrumarem esse castigo para ela? A brasileira vai entregar o melhor de si e, se perder proporcionando um show de garra, pode ser considerada vitoriosa. Impossível não enxergar um triunfo até fácil da Bullet, que é anos-luz mais técnica. Valentina, TKO.

André Azevedo: O bicho é bruto. Marreta via KO.

David Carvalho: Thiago Marreta, KO.

Felipe Paranhos: Claro que MMA é MMA, mas Marreta só perde essa se cometer um erro técnico muito grande no chão. Fora isso, Marreta, KO.

Hericly Monteiro: War, Marreta! Thiagão vai nocautear o americano bonito com uma canelada cinematográfica! Marreta por nocaute.

João Vitor Xavier: O brasileiro tem tudo para encaixar mais uma vitória em casa. Bate mais pesado e tem instinto assassino, fundamental contra um cara como Smith. Marreta por nocaute avassalador.

Laerte Viana: Smith quase conseguiu a proeza de perder para o decrépito Héctor Lombard. Marreta é produto pra top 15 e vai mostrar isso novamente, na velha e boa base da porrada. Marreta, TKO.

Leo Salles: Não vejo este combate ser chato de forma alguma. Ambos vão trocar golpes a rodo e tem tudo para ser a luta do evento. Mas, pelo equilibrio que promete, vejo o brasileiro com mais recursos em pé. Marreta por decisão.

Lucas Carrano: Smith não tem tanta idade, mas tem a rodagem de um 1313 cabine baixa. A exposição do crânio a sucessivas pancadas vai cobrar seu preço aqui. Marreta vence por TKO.

Lucas Rezende: Garantia de violência entre dois nocauteadores com gosto duvidoso para tatuagens. Smith é o mais selvagem do par, então vou com o mais técnico. Marreta por KO.

Luiz Fernando Ferreira: Marreta, KO.

Renato Rebelo: Smith está 11-1 nas últimas 12 lutas e o último que o venceu (Cezar Mutante) praticou antijogo de cabo a rabo. Não é o caso do Marreta – que chega pra trocar chumbo. Smith ainda é bem mais alto (1,93m x 1,83m) e cinco anos mais jovem. Vou com a zebra. Smith, decisão.

Rodrigo Tannuri: Sinceramente, acho bem difícil Marreta não vencer essa luta nos dois primeiros rounds. O brasileiro tem tudo pra fazer a alegria da casa, brindando o público com mais um nocaute brutal. Marreta, KO.

Thiago Sampaio:  Entre dois caras que não têm característica de amarrar, eles devem ir para o matar ou morrer, numa pancadaria franca desde o início. Vantagem para o brasileiro, que é mais talentoso em pé, bate mais pesado e tem tudo para anotar mais um KO no cartel. Marreta, nocaute.

André Azevedo: Essa pra mim o pássaro sujo levará por pontos. Means via decisão unânime.

David Carvalho: Means, KO.

Felipe Paranhos: Serginho não é o cara mais confiável do mundo no quesito estratégia. Mas já sabemos que, no chão, Means – um striker baseado menos na potência e mais no volume – entrega os pontos. Confiando no caminho mais fácil, acho que o sorridente brasileiro leva. Serginho, finalização.

Hericly Monteiro: Alex Cowboy mostrou o caminho finalizando o “Pássaro Sujo”. Resta saber se o “O Orgulho da Cohab” vai aplicar o seu fino jiu-jitsu para conseguir essa vitória. Serginho por Finalização.

João Vitor Xavier: Acho uma luta perigosa para Serginho, mas ao mesmo tempo bastante vencível. Principalmente se mantiver o feijão com arroz, colocando a luta para o chão e trabalhe o jiu-jitsu. Mesmo em pé, investindo nos golpes no corpo, pode ter sucesso. Mas o caminho mais óbvio é mesmo o chão. Vou de Pantera por finalização.

Laerte Viana: Jogo de xadrez clássico. Como o americano tem uma defesa de quedas fraca e mil brechas no chão, vou apostar no brasileiro. Serginho finaliza.

Leo Salles: Duelo de estilos bem distintos. E quem leva, no geral, mais prejuízo é o brasileiro, que não poderá passar muito tempo trocando golpes com o ”Pássaro Sujo”, que vai se defender das investidas de queda de Serginho. Como o brasileiro tem tido dificuldades para encurtar a distância, acredito que Means vai conseguir terminar com o combate. Means por TKO.

Lucas Carrano: Essa luta me deixa intrigado, pois ambos os lutadores tendem a “não aparecer” e isso pode mudar completamente o panorama da luta. Darei um voto de confiança ao brasileiro, Serginho vence em decisão apertada.

Lucas Rezende: Duas coisas que não se pode confiar: queixo de Serginho Moraes e jiu-jitsu defensivo de Tim Means. Serginho até evoluiu um tanto na trocação, acredito que sobrevive para arrastar o americano ao solo e definir o combate. Serginho finaliza.

Luiz Fernando Ferreira: Serginho, finalização.

Renato Rebelo: O Pássaro Sujo é finalizável e neutralizável. Mas Serginho terá que ser voluntarioso, estar afim e com o gás/ritmo em dia. Fazendo o antijogo certinho e fugindo da briga contra a grade, ele consegue se recuperar do vareio que levou do Usman. Voto de confiança: Serginho, decisão.

Rodrigo Tannuri: Eu não me iludo mais com a simpatia do Serginho! O ótimo grappler virou um limitado trocador e pagará, novamente, o preço por essa escolha, porque Means não vai deixar barato. Means, KO.

Thiago Sampaio: Tarefa difícil para o Serginho encurtar a distância contra um lutador esguio e bom de trocação como Means. Se o sorridente brasileiro optar por manter o combate em pé, vai sujar pra ele. Mas não tem como confiar na luta agarrada do Pássaro Sujo, que já mostrou um tanto perdido quando sai da zona de conforto. Se coneguir impor o seu jiu-jítsu de alto nível, melhor para Moraes. Serginho, finalização.

Restante do card:

Michel Trator x Desmond Green
Timothy Johnson x Marcelo Golm
Alan Nuguette x Damir Hadžović
Douglas D’Silva x Marlon Vera
Iuri Marajó x Joe Soto
Deiveson Figueiredo x Joseph Morales
Maia Stevenson x Polyana Viana

Ranking dos colunistas:

1 – Felipe Paranhos: 8-5 (61,5%)
1 – Lucas Carrano: 8-5 (61,5%)
2 – David Carvalho: 7-6 (53,8%)
2 – João Vitor Xavier: 7-6 (53,8%)
2 – Thiago Sampaio: 7-6 (53,8%)
3 – Laerte Viana: 6-7 (46,1%)
3 – Luiz Fernando Ferreira: 6-7 (46,1%)
3 – Renato Rebelo: 6-7 (46,1%)
3 – Rodrigo Tannuri: 6-7 (46,1%)
4 – André Azevedo: 5-8 (38,4%)
4 – Leo Salles: 5-8 (38,4%)
4 – Lucas Rezende: 5-8 (38,4%)
5 – Hericly Monteiro: 3-6 (33,3%)

  • Henrique

    Anders KO
    Dodson DEC
    Valentina DEC
    Marreta TKO
    Means TKO

  • Renato Rebelo

    Caiu Dodson x Munhoz. Baixola não topou lutar com o brasileiro 2kg acima do peso!

  • Lorenzo Fertitta

    Que moral da Pedrita, hein colunistas! Quem não apostou na Valentina, apostou na Shevchenko kkkkkkkk

    • Vinicius Maia

      huiehaiuaehiuaheahui. PQP veio. Ri alto agora. Eu fui procurar lutas dela pra ver como ela luta. Puta merda né. Ela vive de overhand mano. Qualquer striking gabaritado, contra golpeia seus overhand com golpes retos e abraço.

      • Lorenzo Fertitta

        kkkkkkkk Vi também, ela bate pesado e só. Trocação e movimentação muito rudimentar. Vou torcer muito por ela, mas acho que é mais uma brasileira que o UFC trouxe antes do tempo.
        Sei não, mas acho que não veremos o “Martelo do Thor” amanhã…

Tags: , , , , , , , , , , , ,