Cyborg x Amanda faz sentido?
#jornaleiroresponde

Renato Rebelo | 09/01/2018 às 22:28

Pessoal, nessa edição do #jornaleiroresponde matutei sobre a intenção declarada de Dana White, presidente do UFC, casar duas das duas melhores lutadores da história do MMA.

A questão é: Amanda Nunes, campeã peso-galo, versus Cris Cyborg, campeã peso-pena, faz sentido?

Venham comigo!

  • Lero

    A Leoa tem mais bolas do que muito campeao homem do UFC

    • Duns Scot

      E ex campeoes tb, se é que vcs me entendem.

    • MWFoschera

      Eu diria que tem mais peito que os outros campeões kkkkkkkkkk

  • Paulo Zanchet

    No caso da luta, de fato, acontecer, a Amanda abdicaria do cinturão dos galos ou, mesmo perdendo, continuaria detentora da cinturão referido?

    • William Oliveira

      Depende do UFC. Mais provável que continue.

  • Thiago_NCO

    Fantástico, Renato.

    Concordo com tudo.
    Esse discursinho “não luto com brasileiro” é uma das babaquices mais antiquadas do nosso MMA e precisa, sim, pelo bem e desenvolvimento do esporte, ser extinto.

  • Nathan Dreak

    Para Cyborg, seria melhor o crescimento da categoria. Mas uma campeã, ainda que da categoria de baixo não está ruim, comparado as adversárias anteriores dela. E ela sabe disso. Agora, a disposição da Amanda em encarar a Cyba é louvável. Em tempos de campeões arregões, só querendo lutas fáceis, é bonito de se ver a atitude dela.

  • Lorenzo Fertitta

    Acho justa a motivação de ambas: Amanda já deu declarações de que não quer lutar por muitos anos. Certamente apenas quer se aposentar podendo dizer que é a melhor lutadora de todos os tempos, e se vencer a Cyborg com certeza terá argumentos para tal, tendo vencido também Ronda, De Randamie, Miesha, Budd e Shevchenko. Sem falar nas cifras que essa luta movimentaria, daria para ela e a Nina viverem numa boa o resto da vida.
    A Cris, por sua vez, não tem tanto a ganhar caso vença a Lioness nesse momento. Acabou de assinar um “contrato para múltiplas lutas” e, para ela, seria melhor vencer uma campeã que limpou a categoria de baixo, que é o que acontecerá caso a Amanda vença a Pennington, a Holm, a Peña e uma eventual revanche contra a Zingano, por exemplo. Chegaria a 10 vitórias seguidas e, com certeza, seria a luta feminina mais importante da história.
    Nessa discussão toda, concordo com a Cyborg. Prefiro ver o UFC contratando meninas do peso-pena para que a categoria finalmente seja criada. Não é o momento para superlutas femininas, o UFC que concentre seus esforços em pagar o que o DJ merece para enfrentar o Dillashaw.
    Para o momento: Amanda X Pennington e Cyborg X Anderson.

  • Cristiano

    Só a Amanda tem a ganhar por que pode ganhar 2 cinturões, se perder mantém 1
    e a Cris? apesar que eu torço para ele dar uma surra na Amanda, que está se achando demais.

  • felipe

    Faz a luta aomoanhado da porra de um TUF peso pena feminino. Pronto problema resolvido.

Tags: , ,