Cris Cyborg e Amanda Nunes:
não se enfrentem agora

Leo Salles | 02/01/2018 às 02:42

Moçada do Sexto Round,

Vitória incontestável

Finalmente, Cristiane Justino teve sua prova de fogo no UFC (da sua carreira até agora, na minha opinião) e foi dominante mesmo assim contra a ótima Holly Holm no UFC 219 no penúltimo dia de 2017.

Atuação segura e convincente da campeã dos pesos penas, que literalmente reina sozinha na divisão. Toda luta que ela fizer, serão duas preocupações: quem será a próxima oponente e quais mulheres podem fazer parte da categoria até 66kg.

Como não dá para esperar nada a curto prazo, por falta de adversárias qualificadas para atuarem nos penas, algumas vozes dos galos começaram a se manifestar e um delas foi a atual detentora do cinturão, Amanda Nunes.

E quem gostou desse possível embate foi o chefão Dana White:

Essa é uma grande luta para a Cyborg. Amo essa ideia e amo que a Amanda Nunes quer isso. Para ser tornar uma grande estrela, você precisa ter essas grandes lutas, você precisa fazer os combates que as pessoas têm interesse em assistir”, disse Dana, durante a fight week do UFC 219.

Portanto, a benção está dada, porém pode ser um grande problema não somente para as duas divisões (sei que chamar os pesos penas de divisão nesse momento é forçar a barra), mas para o próprio percurso do MMA feminino.

Nunes: melhor ficar no seu quadrado

Não vejo com bons olhos fazer uma superluta entre duas campeãs agora. Apesar do grande apelo que seria ver as duas brasileiras se enfrentando (seria um main event em algum evento numerado da organização no Brasil fatalmente), seria melhor cada uma seguir seu caminho nas suas respectivas categorias.

Acho que a combinação de golpes pesados de uma mulher que é bem mais forte fisicamente que a baiana, além de demonstrar ter mais preparo físico para aguentar cinco rounds seriam fatores para Cyborg ser ampla favorita contra ”Leoa”.

Dito isto, outros aspectos poderiam estar contra o casamento desta luta e que estou a favor deles. As duas são as representantes do Brasil como campeãs do UFC. Não há mais José Aldo, Anderson Silva, campeões de longa data e outros que perderam-no recentemente, como Rafael dos Anjos.

Caso Amanda vencesse a luta, além dela ter duas cintas simultaneamente, uma não a teria mais e o Brasil ficaria com apenas um detentor de título.

Fico imaginando quem ”Leoa” enfrentaria numa eventual disputa de cinturão dos penas. Revanche contra Cyborg? Enfrentar adversárias que ela deveria encarar nos galos? O caos seria implantado.

A verdade é que tanto a curitibana quanto a baiana tem seus caminhos bem particulares. Cyborg não tem oponentes a sua altura nos penas e nem a longo prazo o UFC conseguiria montar uma divisão com pelo menos 15 lutadoras.

Acho bizarro ver o único ranking com uma campeã sem adversárias alinhadas para a enfrentar e mesmo que algum dia aconteça, estarão muito abaixo técnica e fisicamente da brasileira.

Já Amanda, após roubar o cinturão de Miesha Tate no UFC 200 e destruir Ronda Rousey no UFC 207 em atuações memoráveis, ainda devia ampliar seu reinado nos galos para tentar qualquer subida para os penas.

Já derrotou a adversária mais dura dos 61kg até aqui, Valentina Shevchenko, e pegaria atletas em que ela seria bem favorita.

Por que não fazer história nos galos e se criar depois contra Cyborg? Uma derrota de Amanda neste combate seria uma balde de água fria para a volta a sua divisão. Não consigo ver tanta vantagem, a não ser financeiramente.

Anderson é do mesmo “top”

Quanto à curitibana, o único embate disponível é realmente contra Megan Anderson, australiana campeã peso pena do Invicta FC e que teve problemas pessoais como empecilho para não encarar a brasileira no UFC 214, em julho.

Depois que se encararem (Cyborg pediu para estar no card do UFC 221 em fevereiro, que será na terra do canguru),  o UFC terá nova dor de cabeça para achar adversária para a brasileira.

Em suma, uma provável vitória da ”Leoa” empacaria de vez a categoria dos penas e também traria problemas nos galos, pois praticamente enfrentaria as mesmas oponentes nos penas.

Enquanto Cyborg, vencendo, ficaria na busca de achar alguma adversária de bom nível para enfrentá-la e não sairia dessa espiral. E Amanda, derrotada, poderia trazer uma enorme pressão sobre seus ombros para defender o título até 61kg.

Pode até ser que aconteça o combate futuramente, mas, no momento, o melhor, na minha opinião, é cada uma ficar na sua e o Brasil seguirá com dois cinturões (PS: não tenho Pacheco no meu sobrenome).

O que vocês acham? Um combate entre as duas seria o melhor a fazer? Ou cada uma seguir seu caminho é a solução?

Vamos bater um papo nos comentários! Feliz 2018 a todos vocês!

Abraços!

  • Ricardo Cortez Lopes

    ótimo argumentos! Mesmo levando eles em conta, eu ainda acho que seria legal a super luta, porque a qualquer momento uma delas pode perder. Eu tomo como base a Joanna, ela era soberana até aparecer a Namajunas. Vai saber se a Anderson não dá uma zebra enorme contra a Cyborg e outra menina faz o mesmo contra a Amanda? É só mais por isso que eu queria ver, porque várias super lutas caíram porque um dos adversários perdeu, o que automaticamente tira o interesse do público

    • João Lucas

      Pois é apesar que acho que o Dana quer ver se quebra um pouco a Amanda e lógico aproveita essa oportunidade de ganhar muita grana, porque realmente os fãs estão pedindo essa super luta, principalmente os fãs da Amanda e fãs da Ronda que querem ver a Amanda se machucar. Mas que é uma luta muito interessante, seria um sonho assistir esse combate, mas certeza que a Leoa estaria em sérios apuros.

  • João Lucas

    A real é que Dana não gosta muita da Amanda e sabe que colocar ela pra lutar com a Cyborg ela sendo campeã da sua categoria, ver Amanda ser destruída na categoria de cima destruiria o mental da Baiana além de mostrar novas brechas para outras lutadoras. Amanda que já não é muito Amanda por

    • Festim Diabalico

      vc fala em destruir o menal da baiana? O normal é crescer com as derrotas, este seu raciciocinio não cabe,,vc fala em ver brechas no jogo da amanda, cara tem um monte de lutas da manda, todo mundo ver brechas no jogo do nurmagomedov, mas na hora da luta é outro papo.
      é uma ótima oportunidade para a amanda, pois não vai arriscar nada, se perder volta para a categoria de baixo e outra a holm só fez uma grande luta de mma que foi com a ronda, em todas as suas lutas ela fez lutas que foram ganha em decisão dividida, estava empatando com a bethe até a bethe inflar o ego e por tudo a perder, a holm fez uma boa luta com a cyborg, isto mostra que cyborg não é tudo isto, para mim a amanda tratoriza a holm e tem grandes possibilidades de ganhar da cyborg
      Dana white esta dando uma ótima oportunidade para amanda virar uma estrela, enfrentar a cyborg vai lhe dar muito status.
      Quando dana white pediu para demetrious jhonson enfrentar dillashaw , dana foi muito sensato, o peso mosca esta muito fraco e uma luta contra dillashaw daria mais status para demetrious jhonson e sua categoria desprestigiada pelo publico, mesma coisa com a categoria da cyborg,
      é uma ótima oportunidade para a amanda virar uma estrela e uma ótima oportunidade para a cyborg ter mais prestigio com sua categoria

      • Jefferson Rosa

        Rapaz… Não sei se Amanda passa tão facilmente assim pela Cyborg não ein e nem pela Holm pra ser sincero… Na minha opinião ela pode até ganhar da Holm, passando um sufoco mas dá Cyborg acho que não passa do segundo round!

        • Brandon Pires

          Cara nem da Valentina ela ganhou com superioridade. Foi dividido. Imagina da Holme ou da Cyborg.

      • Duns Scot

        Já perdeu da Valentina rpz, garfo duro

      • Vinicius Maia

        Concordo em partes. Concordo que é uma forma de promover a Amanda mas não creio que ela passe tão fácil assim pela Holm. E Cyba x Amanda da luta sim.

      • João Lucas

        A Cyborg não é tudo isso? Cara a Cyborg lutou na função da Holm como contra golpeadora e optou por não tentar derrubar até porque achou a Holm um pouco escorregadia e seguiu em pé. Ou seja Cyborg não usou o 100% das suas habilidades pra vencer a Holm uma multi campeã de boxe, preferiu lutar em pé e venceu no jogo da adversária. Venceu bem, não foi uma vitória duvidosa. Tu quer tirar habilidades da lutadora porque ela não vence todo mundo nocauteando e sim em decisões? Na moral vc realmente acredita que a Holm seria tratorizada pela Amanda, cara eu já vejo que seria uma luta difícil para Amanda, teria que dosar bastante o gás, os golpes da Holm são mais pesados do que os da Valentina. Nos primeiros dois Rounds a Amanda apresentaria mais perigo sim, mas depois tudo ficaria mais complicado com a Holm se movimento como uma doida e com gás insano e nessa luta pelo que percebi Holm evoluiu seu próprio jogo. Não é porque ela foi vencida pela Bullet e a Amanda venceu a Bullet que seria tudo mais fácil pra Amanda. É um quebra cabeça novo com peças novas, mma não funciona assim. Sobre Amanda Vs Cyba, Não aposto na Amanda não, eu acho que vai pesar muito ela estando mais pesada, com mais massa, o desgaste vai ser maior, estará em desvantagens. Mas sim claro que dá luta e claro que é interessante pra Amandinha, mas ela não vai ter o mesmo desempenho da Holm em 5 rounds esquece. A Chance dela é, ou noucateia a Cyborg nos primeiros dois rounds, algo que acho muito difícil porque o queixo da Cyborg é muito duro, depois disso ela vai perder rendimento, aí consigo ver a Cyba nocauteando a Baiana no quarto round. Eu quero ver essa luta sim, me manifestei a respeito. Mas agora diretamente não acho uma boa.

        • Vinicius Maia

          Cara, ela mesmo falou que a Holm tava escorregadia e não deu brechas pra quedar. Não tem essa de não quis. Ela não teve oportunidade.

          • William Oliveira

            Mas em que momento ela tentou? A Cris é muito humilde, normal ter dito isso. Sinceramente, não acredito. Ela quis ganhar provando o ponto dela sobre a evolução na trocação, na minha opinião.

          • Vinicius Maia

            E só por que ela não tentou ela não levou por que não quis veio??? Ela já falou que não viu brechas e não tentou levar.

          • William Oliveira

            Se ela sequer tentou as quedas ou é pq A) não fazia parte do seu gameplan ou B) não viu necessidade. Todo mundo sabe que o chão da Holly é fraco e seria o caminho mais fácil, pra mim a Cyborg quis provar que na trocação encara qualquer uma, até pq ela tem interesse em fazer lutas de boxe etc

          • Vinicius Maia

            Caramba veio. Ela falou que treinou queda e que fazia parte do gameplan dela. Falou na entrevista pós luta mano. Falou que a Holm tava escorregadia.
            PS: Pós luta, mas não no cage.

          • William Oliveira

            Sim, e todo lutador diz que seu shape pré luta é o melhor da sua vida. Quase todo corte de peso é o mais fácil de tds. Não vejo motivo pra acreditar em tudo que eles dizem, simples assim.

            Escorregadia? Desde o começo? Duvidoso.
            Enfim, vc pode acreditar, eu não consigo kk

          • Vinicius Maia

            Realmente, até por que se ela quisesse aumentar sua performance ela teria falado que não quedou por que quis e não por que não teve brechas.

          • William Oliveira

            Mas como eu disse, a Cris é humilde pra caralho, sempre foi. Ela não ganha nada aumentando a performance, pelo contrário, quanto mais vencível parecer maior a chance de conseguir outras lutas no MMA.
            E como falei ter ganho de uma ex campeã do boxe usando somente o seu striking pode ajudar ela a conseguir uma luta de boxe, talvez contra a Braekhus, que a Holly nunca lutou.

          • William Oliveira
          • Vinicius Maia

            Vamos ter que concordar em discordar então. Pois a Cyba inclusive não tava conseguindo nem dominar no clinch a Holm, coisa que fez com extrema facilidade em quase todas as suas lutas. Ou ela não clinchou e usou o Muay Thai por que não quis?
            Pra mim ela lutou muito, venceu com tranquilidade mas acho absurdo querer supor que ela não quedou por que não quis. Ainda mais uma lutadora tão inteligente como a Cyba.

          • William Oliveira

            Concordo em discordar. A Cyborg levou a melhor no clinch, Holm não fazia nada enquanto Cris deu muitas joelhadas na região do abdômen. Como já disse, ela tem motivos pra ter mantido a luta em pé, se provou na trocação e agora talvez a liberem pra lutar boxe. Performance muito inteligente. Não digo que ela arremessaria a Holly de um lado pro outro se quisesse, mas ela nem tentou quedas, até porque ficou confortável em pé.

        • Festim Diabalico

          —-A realidade sobre a cyborg é que indiscutivelmente ela é uma ótima lutadora, mas sempre enfrentou atletas da organização de mma invicta fc ,não da para comparar o nível do invicta com o ufc, agora foi a primeira vez que enfrentou uma atleta vinda do peso galo feminino do ufc( o nível do ufc é outro). Sobre a holm ela tem um ótimo curriculum no boxe mas não conseguiu ter o mesmo desempenho no mma, assim como a germanie tb tem um ´´ótimo curriculum no muay thay e kichboxe, mas não conseguiu ter o mesmo desempenho no mma. A holm é muito limitada no mma e só fez uma grande luta que foi contra a ronda as outras foram ganhas em decisão dividida contra atletas sem expreção, contra a bethe estava empatando, até a bethe vacilar naquela inflada de ego
          Por isso acho que amanda tem grandes chances de ganhar da cyborg

          • João Lucas

            Invicta mas cara tem varias atletas que vieram de lá e são de Elite. A Rose por exemplo veio do invicta e nocauteou a Joanna na primeira oportunidade. Tem várias lutadoras boas lá, e logico que tem umas meia bocas até porque invicta só tem mulheres. Concordo que a Cyborg não enfrentou só lutadora top, mas dizer que ela e é isso tudo. A Holm se não me engano tem só 3 lutas que venceu plr decisão, ela fez 8 nocautes na carreira. E meu pior que eu queria um nocaute da Cyba mas meu coração sabia que não era assim

          • Brandon Pires

            Concordo. A Holme e é dura pra caralho. Pra acabar a discussão. Seria bom colocar a Amanda pra lutar com a Holme no peso pena. E quem ganhasse teria o direito a disputa de cinturão. Aí sim. Seria testado esse “grande” poder da Amanda nos penas.

          • Brandon Pires

            Que burro. 0 pra ti mano. Tem muitas lutadoras de ponta que vieram do IFC. A Rose é uma delas. E pegou a polonesa lá que ninguém ganhava. Deixa de baba ovo mano.

  • felipe

    Primeiramente, acho que deveria achar lutadoras para a categoria da Cyborg Sendo atraves de um TUF com a Megan e ela. Deixar a categoria dar uma movimentada e futuramente, se as duas ainda forem campeãs de suas respectivas categorias, fazer essa luta

  • Marllon

    Acho que a Amanda tomaria uma surra, então vmaos marcar logo isso ai.

  • Lorenzo Freitas

    Cyborg é muito dominante ainda, e será por ainda um bom tempo, mas essa luta com a Holm abre um precedente que ela no mínimo não é imbativel, já que chegou a perder um round, isso pode ser um fator decisivo nas próximas lutas

    • Igor Bittencourt

      Jon Jones perdeu vários rounds na carreira, Mayweather perdeu round pro McGregor, isso não quer dizer nada

      • William Oliveira

        Verdade, pra mim muito pelo contrário, isso mostra a capacidade do lutador de reagir contra adversidades e fazer reajustes durante a luta, algo que não sabemos bem se a Amanda consegue fazer por exemplo. Ela lutou os 5 rounds do msm jeito com a Valentina e perdeu pra Zingano por causa do gás, tbm quase perdeu pra Valentina na primeira luta desse msm jeito..

        Jon Jones é um bom exemplo disso, perdeu o 1º round pro Lyoto sendo contra atacado e com algumas mudanças de gameplan finalizou ele no segundo.

        • Igor Bittencourt

          Exato. Tem essa situação, onde o lutador encontra uma situação diferente da que ele esperava e consegue contornar, e também a situação de trocar rounds com o adversário de forma controlada pra poder descansar.

    • João Lucas

      Ninguém é invencível, mas a Amanda não poderá vencer a Cyborg já que acho dificil que vá nocautear nos 2 primeiros rounds. Amanda vai cansar não pode oferecer o ritmo da Holm em 5 rounds.

  • Concordo com você, Leo. Mesmo por que, Megan Anderson não é uma lutadora qualquer, é uma adversária real para a Cyborg e a Amanda poderia pensar em tentar bater o record da Ronda de defesas e ai sim pensar em pegar a Cyba (se o timming der certo).

  • Duns Scot

    Na real a Amanda perdeu pra Valentina, que tem que se entupir de brigadeiro para conseguir se manter na categoria. Isso ja diz tudo.

  • Shotokan Karate

    Mandar a Amanda pra cima da Cris é sinônimo de mandar direto pro hospital kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

  • David Oliveira

    É uma luta que me agrada. Tem tudo para ser violenta.

  • William Oliveira

    Concordo com você, gostaria de ver essa luta mas não agora. Daqui umas 2 defesas de cada uma, beleza.

    A Amanda tem pela frente tanto a Raquel Pennington quanto a vencedora de Zingano-Vieira.

    A Cyborg pode enfrentar a Megan Anderson e quem sabe o UFC não trás de volta a Dandois? Ela tá invicta no peso pena (e leve), já venceu da Megan Anderson e tbm venceu da King Reina (estava 7-0) no Rizin. É uma lutadora legítima sim, perder pra Alexis Davis não é motivo pra ser cortada, tem um dos melhores grapplings do MMA feminino.

  • Evandro Reis

    A Cyborg já comentou e falou que aceita, o Dana já comentou e disse que adoraria fazer esta luta, que seria uma grande luta. A única pessoa que não vejo, na mídia, falando mais sobre isto é a Amanda. KKKKK
    Escola Marlom Moraes de DESAFIOS

  • Tairon de Oliveira

    ZzzzZzzz

  • Silas K

    Concordo 100% cara, o Brasil precisa de mais campeões e não menos, nessa luta teríamos o risco, ainda que baixo, de ter a Amanda como única pessoa nascida no Brasil dententora de um cinturão do UFC.

  • nelson alves domingos

    Provavelmente ela terá uma crise de sinusite no dia da luta, se caserem ela

  • FabioH

    Também acho precipitado o momento, a Amanda tem apenas 2 defesas nos galos, precisa fazer mais algumas lutas antes, uma revanche com a Zingano seria interessante, ela vai pegar a Ketlen que está em ascensão no #222 em março.
    O ruim dos galos é que a Amanda cresceu em um momento ruim da categoria com a aposentadoria da Ronda, Miesha, a instabilidade da Holm, a descida da Shev, gravidez da Peña, mas é preciso renovar a categoria com novos nomes, e uma superluta nos penas não ajuda muito nisso.

  • Silas Alves

    Pros fãs brasileiros essa luta não não é interessante, acho que deveriam se preservar mais na categoria, esperar, assim como o Conor, travar tudo.

Tags: , , ,