Bem-vindos à era Max
Holloway no peso-pena do UFC

Leo Salles | 05/12/2017 às 13:53

Moçada do Sexto Round,

Definitivamente, o bastão de melhor peso-pena do UFC foi passado. Para quem ainda tinha uma partícula de dúvida, ela deve ter cessado : Max Holloway mais uma vez derrotou José Aldo  por nocaute técnico, no UFC 218 do último sábado (03).

São 12 triunfos seguidos para o havaiano de 26 anos, que estreou há cinco no UFC. Nesse tempo, já encarou grandes nomes da divisão, como os ex-campeões Conor McGregor e José Aldo, além de Cub Swanson, Ricardo Lamas, Jeremy Stephens, Charles du Bronx e hoje os leves Anthony Pettis e Dustin Poirier.

Atropelando o maior campeão da categoria

Diante deste quadro de vitórias sobre grandes oponentes, a pergunta que fica é: teremos um longo de ‘‘Blessed”? Acredito que sim e os motivos são pertinentes.

Primeiramente, já bateu o melhor peso-pena a pisar no octógono por duas vezes (foi a quarta derrota de Aldo na carreira) e os melhores ranqueados da categoria foram surrupiados por Holloway, cujas eventuais revanches o havaiano seria amplo favorito.

Outros novos nomes da categoria, como Doo Ho Choi, Misrad Bektic, Renato Moicano e o impressionante Zabit Magomedsharipov estão muito verdes para terem qualquer chance de cinturão.

Ainda, sua última derrota foi em 2013, quando tinha 21 anos, para McGregor, por pontos (o combate mais duro no irlandês nos penas), que também derrotou Aldo, porém nunca defendeu o título, como sabemos.

Além de ter a maior sequência de vitórias e já ter o maior de triunfos na divisão (15), está empatado com o maior número de nocautes na história dos penas (7), cuja conta só tem a aumentar.

Lamas: também dominado

Também, a fase que O Abençoado vive é espetacular. Aproveitando-se da sua altura (a envergadura não é tanta vantagem para ele) na divisão até 66kg, o plano de luta de movimentar-se bastante no octógono e entrar  com jabs potentes e a blitz quando percebe que pode nocautear aliada com um preparo físico impecável são as grandes armas para que o cinturão fique com o havaiano por bastante tempo.

Enquanto tivemos Aldo com o cinturão por quase cinco anos no UFC, fazendo uma média de uma defesa por ano, e McGregor vagando a cinta sem colocá-lo em jogo, com Holloway esse cenário pode mudar.

A premissa dentro do MMA de que campeão é aquele que põe seu cinturão na roda vai valer literalmente para o havaiano. Assim que soube que o brasileiro substituiria Frankie Edgar, o ”Topo Gigio made in Hawaii’‘ não deu uma de João-sem-braço e aceitou a revanche com a conhecida frase :”It is what it is”, ou seja, venha quem vier.

O espírito guerreiro de Holloway, que nunca recusou luta ofertada, pegando adversários graúdos dos penas, é o que me faz acreditar que o campeão será mais ativo que os últimos detentores do cinturão.

Pettis sucumbindo

Parece não se importar em quem o UFC vai colocar na sua frente e a vontade de cair na mão com alguém é uma característica intrínseca de ”Blessed”, cujos companheiros de equipe, como Yancy Medeiros, têm o mesmo ímpeto para o combate.

Assim, a curto prazo, quem seria seu próximo adversário? Tudo leva a crer, se a recuperação da lesão sofrida na face for rápida, que Edgar seja o próximo e não há mais ninguém além dele, a principio. Nessa mesma condição de tempo, talvez o vencedor de Cub Swanson e Brian Ortega, que se enfrentam no UFC Fresno neste fim de semana (10), consiga o title-shot. Porém, se não o lograrem, ficarão na fila de espera.

Agora, duas questões interessantes que o havaiano pode levar como desafio e continuar, pouco a pouco e com discurso pé no chão, a ser um dos maiores dos penas: nocautear Edgar e ser o primeiro a fazê-lo (como foi discutido no podcast da semana) e uma possível revanche contra McGregor. Será que ambos acontecerão?

Quanto ao irlandês, Holloway foi provocado nas redes sociais, numa foto em 2013 em cadeiras de rodas após derrota para o próprio McGregor. Nela, o campeão dos leves está no fundo, de óculos escuro, e pôs a seguinte legenda: ”Saudades daquele óculos escuro”. A resposta de ”Blessed”, via Instagram, foi épica, com a foto com dados relevantes do havaiano no UFC:

Saudade do óculos escuro? Aposto que você tem saudade de 2015 (em referência  à conquista do titulo  de McGregor sobre Aldo), amigo. Atletas aposentados amam o passado”, rebateu Holloway.

A mini treta está aberta. E quem sabe essa luta não acontece? Acho bem improvável casarem-na, principalmente nos penas, onde o irlandês tem dificuldades para bater o peso. Aliás, se ele vai voltar a lutar já é outra discussão.

Mas o reinado de Holloway nos penas está selado e, com estes cenários, poderemos ter um campeão duradouro, porém ativo nas defesas do seu titulo. Belo começo da ”Blessed Era”, que tem tudo para prolongar-se por longos anos.

Amigos do Sexto Round, concordam que Holloway terá um longo domínio nos penas?

Vamos bater um papo nos comentários!

Abraço

  • Vinicius Maia

    Tomara que não tenha a duração da Era Lyoto. Profetizada por Joe Rogan.

    • Felipe Couto

      Falta apenas mais uma defesa para ultrapassar a “Machida’s Era”

      • Vinicius Maia

        Sim. Foda que é contra o Edgar. Se não torcia pra ele kkkk.

  • Matheus Soares

    Rapaz, só acredito que de fato haverá uma “Era Holloway” após bater o Edgar. Porque analisando o cartel, esse cara nunca pegou um wrestler de ponta, até quando era bem verde, perdeu para o limitado Bermudez. O que me leva a crer que o Edgar têm reais chances de vencer.

    …e que tem um outro ali, um pouco esquecido que se voltar nessa “Era PÓS-USADA” com o nível que detinha antes, tem também muitas chances contra o Holloway é o Chad “minityson” Mendes.

    Enfim, passando esses dois, o reinado do Holloway fica mais certo, visto que não há nenhum striker próximo ao nível dele e muito menos algum wrestler relevante, fora esses dois citados.

    • Paulo Zanchet

      Verdade, cara, Edgar e Mendes têm chances de vencer na base do grappling. E a categoria ficaria bem esquisita caso isso se concretizasse: pois Edgar/Mendes ganhariam do Holloway mas perdem pro Aldo, que por sua vez perde pro Holloway. Particularmente, acho que o orelhudo veio pra reinar.

  • douglas karpinski

    A ultima vez que ouvi esse tipo de frase foi na Era machida e deu no que deu, se McGregor lutar acredito que leva de novo, não pela tamanha diferença na primeira luta onde Hollaway foi sub-julgado sem só, até pq o havaiano é de longe o melhor peso pena, mas McGregor ta em outro nível, demorei pra aceitar isso mas hoje com muita clareza vejo isso…..

    • William Oliveira
      • douglas karpinski

        Esse imagem é classica, eu acho a luta que mais torci nos ultimos tempos, antes da luta da Rose Namajunas, foi essa…. kkkk

    • Thiago de Carvalho

      Não acho que o Mcgregor tá tão acima do Max. O Havaiano evoluiu muito depois da luta deles 2. Mas não acho uma boa ele trocar com o Conor, é fato ele tomar um KO

      • Dow Jones

        Você quis dizer tomar knockdown? Porque você bem sabe que eles já lutaram e o Holloway não foi nocauteado naquela, o que te faz pensar que dessa vez aconteceria?
        Complementando, fiquei deveras admirado com a resistência do Holloway, pois ele levava golpes do Aldo e era mesma coisa de nada.

        • Malk Suruhito

          O McGregor lutou com o joelho estourado, por isso inclusive teve que partir para o chão com o Holloway. Provavelmente, foi o que fez que o KO não ocorresse.

        • douglas karpinski

          holloway é como o fergurson, muito gás e resistencia, e a idade a favor, mas MCGregor é jovem tb e é um provocador nato, ele consegue desestabilizar, é dificil prever, mas seria uma luta muito boa….

      • douglas karpinski

        Sim o irlandês tem um punch muito preciso, e mesmo perdendo muito peso nos penas ainda é muito forte, incrivel, não é a toa que é o maior astro da organização, ele provoca, promete e faz….

    • Paulo Zanchet

      Discordo de você, Douglas, pois o havaiano tem um queixo dos infernos. Em uma luta de 5 rounds, acho que ele não iria se expor tanto nos rounds iniciais pra não ser nocauteado e depois usaria seu excelente boxe, com muito volume e contundência, aliado ao seu gás interminável. Mas tb não me surpreenderia com algo diferente, pois o irlandês tem uma trocação diferenciada e é um cara de quem não se pode duvidar.

      • douglas karpinski

        Boa, tambem penso isso, não subestimo o Holloway, mas ainda acho que ele tem desvantagem contra o Irlanda, mas é só especulação minha, valeu brother!!!

        • Paulo Zanchet

          Especulação de ambos… hahaha

  • douglas karpinski

    Ah e outro ponto, seu chão é horrivel, diferente do Aldo que tinha uma das melhores defesas o Holloway foi derrubado por…. MCGregor???? ou seja, ta cedo pra profetizar, convenhamos que no momento é o campeão e em pé ta fatal, volume e resistência absurda…. perfil dos novos lutadores pós USADA, magros, altos e resistentes….

    • Julio Varoni

      Holloway foi derrubado do verbo que já passou. Provavelmente Conor não o derrubaria hoje. O havaiano melhorou muito.
      Claro que Conor também melhorou, mas acho que hoje seria um luta bem diferente da primeira.

      • Baixista Loko

        Ainda acho que é 55 a 45 pro irlandês , se bem que numa luta de 5 rounds o gás dele morre logo, ai se n nocauter até o 3° thau Mc money.

        • Paulo Zanchet

          Numa hipotética nova luta entre os dois, apostaria no Holloway se a luta acontecesse nos penas, . Tem o queixo muito bom, ou seja, aguentaria os golpes do McGregor até o segundo round. A partir dali seria um passeio do havaiano. Digamos que seria um Nate bem melhorado, guardadas as devidas proporções de tamanho e técnica. Nos leves já tenho dúvidas, não sei como o Holloway se comportaria nessa faixa de peso, mas arrisco a dizer que venceria da mesma forma.

  • William Oliveira

    Só aceito essa possibilidade dps de passar pelo Edgar também.

  • Alisson Passos

    De fato Holloway evoluiu muito, mas tem um casamento um tanto quanto complicado a ser feito e o nome do problema é Frankie Edgar! Não que reste duvidas sobre o lutador que o havaiano se tornou, mas os estilos de cada um tende para o lado do ex campeão dos leves. Confesso que quero ver o Edgar levantar a cinta dos penas, o cara merece antes de se aposentar. Se passar pelo Edgar, ai vai demorar um pouquinho a aparecer um oponente que fará frente, não será a curto prazo. Talvez Chad Mendes, se voltar bem e tirar a ferrugem possa dar trabalho!
    Se o Aldo tivesse sido mais inteligente, poderia colher os frutos de uma trilogia… mas não adianta chorar o leite derramado!

  • Rod (:

    https://www.youtube.com/watch?v=2BYP2OLUIQ8
    Aparentemente esse cara fingiu fazer uma gameplay pra transmitir o UFC ao vivo.
    Desculpas pelo off.

    • Lyn

      GÊNIO.

  • KRS Porlaneff

    Vejo a ascensão de Max Holloway semelhante à que teve Rafael dos Anjos na LW.

    * ambos perderam há bastante tempo para um cara que muitos diziam que iriam ser campeão (RDA para Khabib e Holloway para Conor, que realmente virou campeão);
    * ambos enfrentaram uma série de lutadores que já haviam chegado à disputa de cinta anteriormente, inclusive do WEC (Diaz, Bendo, Cerrone e Guida para RDA e Lamas, Swanson e Pettis para Holloway)
    * ambos venceram aqueles que um dia foram, em suas categorias, considerados campeões invencíveis (Aldo e Pettis) sem dar margem à interpretação

    RDA, porém, perdeu na segunda defesa de cinta linear. É esperar pra ver se Frankie Edgar fará as coincidências continuarem.

    • Leo França

      Coincidência ou não, Edgar é parceiro de treino do mesmo Alvarez

    • Felipe Muniz

      Nem… RDA já chegou bem mais velho e com dez derrotas nas costas

  • Carlos André

    Magomedsharipov nele.

  • Dow Jones

    O nome do Mirsad Bektic ficou invertido no texto, está Misrad.

  • Minirott

    Não passa por 2 wrestler.

  • bedotRJ

    Acho que a luta com o McGregor tem grande chance de acontecer. O Holloway já tinha sido citado pelo irlandês como possível adversário para seu retorno, um aparente contrassenso em relação à categoria de peso, mas algo com algum sentido na projeção calculada de lutas rentáveis (e vencíveis) que ele sempre fez. Obviamente que ele traria o havaiano para os leves, levando vantagem em ‘frame’, e ainda se livraria de riscos como Ferguson e Nurmagomedov, ambos tendentes a levar a luta para o chão com mais naturalidade e força do que o Holloway. Por tudo isso, vejo esse confronto bem fortalecido na casa de apostas.

    • douglas karpinski

      é um bom argumento e faz muito sentido, sendo dos 3 o Holloway o mais vencivel…

  • wanderson

    Olha vitória maiuscula do havaiano mas o aldo não quer mais lutar mma e sim boxe isso ficou evidente na luta, não tentou quedas, clinch, usar o jiu jitsu, pois aldo é um dos lutadores mais completos do mma mas ele só queria trocar com o holoway e pior basicamente so usando Boxe, resumindo o aldo não quero mais competir no mma e sim no boxe

  • Louis

    Acho bem exagerado essa moral que a galera aqui dá pro Edgar…Holloway é bem favorito pra essa luta, e pra mim tá muita na cara que vai passear e ser o primeiro a nocauteá-lo.

    Sim, Edgar será o melhor wrestler que ele vai enfrentar, mas acho isso muito pouco pra achar que o Frankie tem boas chances no combate. Holloway não é Yair Rodriguez, e evoluiu demais o seu TDD. A luta deve transcorrer na maior parte do tempo em pé, e a diferença técnica entre os dois lutadores nessa área é grande.

    A verdade é que o jogo do Edgar é limitado para ganhar de caras de calibre do Aldo e Holloway. Pessoal superestima ele por causa de sua longevidade e competitividade durante todos esses anos, oq é algo louvável, mas não vamos nos enganar: Quando é pra atingir o próximo nível, ele não tem capacidade para tal.

  • Arcanjo Rodrigues

    Também tenho o mesmo pensamento. Digo isso porque ainda acho Aldo o maior/melhor nome da categoria hoje depois do próprio Holloway. O hawaiano é jovem e está no auge de sua carreira, não há perspectiva de queda de rendimento ou algo do tipo. A não ser que apareça uma fênix na categoria, como foi Cody Garbrandt no peso-galo, Max deve reinar absoluto durante algum tempo.

  • Tiago Nicolau de Melo

    Não creio que alguém consiga defender a Cinta dos Penas a metade das vezes que o Aldo conseguiu, mas o Max é favorito contra todo o Top10, o mais parelho (51/49) é o Edgar.

Tags: , , , ,