UFC Norfolk: os palpites dos
colunistas do Sexto Round

admin | 10/11/2017 às 19:35

Neste sábado, a cidade de Norfolk receberá pela primeira vez uma edição do Ultimate. No Ted Constant Convocation Center, Dustin Poirier e Anthony Pettis fazem a luta principal do UFC Fight Night 120.

Ex-campeão dos leves, o “Showtime” tenta emplacar a segunda vitória consecutiva, fato que não ocorre desde 2012. Enquanto isso, Poirier busca apagar o no contest contra Eddie Alvarez, em maio deste ano.

No co-main event, Diego Sanchez será o último lutador a dividir o octógono com Matt Brown, já que o “Imortal” anunciou que essa será a sua luta de aposentadoria do MMA.

O card ainda conta com várias presenças de brasileiros. Destaque para os duelos entre Nate Marquardt x Cezar Mutante, Raphael Assunção x Matthew Lopez e John Dodson x Marlon Moraes.

Ótima oportunidade para os palpites dos colunistas do Sexto Round e de Gustavo Menor, o campeão do Confere em 2016.

Vamos a eles!

David Carvalho: Nas últimas duas lutas me compliquei na pontuação por não ter apostado no Poirier. Agora, ele encara Showtime, que apenas tenta se reerguer no evento. Pettis é mais completo, mas vou apostar na resiliência do “Diamante”. Dustin Poirier vence por TKO.

Felipe Paranhos: Gosto muito de Poirier, mas temo que ele faça contra Pettis o mesmo que fez contra Jim Miller: lutar claramente abaixo de seu potencial, entrando em brigas de bar dentro do octógono. É claro que Anthony tem dificuldade com lutadores que o pressionam, mas acredito que Poirier não vai tão justo como, por exemplo, Rafael dos Anjos. O ex-campeão dos leves vence numa decisão apertada, desequilibrada pelo QI de luta. Pettis, decisão.

Gustavo Menor: Poirier, TKO.

João Vitor Xavier:  Lutão! Promete muito equilíbrio e creio que vai ser uma guerra. Acho que Poirier tem tudo para pressionar Pettis no estilo Rafael Dos Anjos, mas tenho minhas dúvidas se ele consegue manter o ritmo por cinco rounds. De qualquer forma, creio que o Diamante, com sua boa variação no boxe, pressão e wrestling bastante subestimado, leva essa. Poirier, decisão.

Laerte Viana: Hoje vou de palpites expressos por um simples motivo: esqueci de mandar as apostas antes e agora, aos 45 do segundo tempo, estou impossibilitado (leia-se falta de tempo) para discorrer sobre sete lutas. Pettis, finalização.

Leo Salles: Que luta! Dois lutadores habilidosos na trocação e que precisam da vitória para permanecerem tops dos leves. Será um brawl gourmet. Pettis, TKO.

Lucas Carrano: Com o Brave se aproximando a correria não para, mais uma rodada de palpites expressos. Pettis, TKO.

Lucas Rezende: Pettis, TKO.

Luiz Fernando Ferreira: Por motivos de ser um universitário em final de período, vou de palpites expressos. Pettis, TKO.

Renato Rebelo: Considero Poirier mais potente e técnico no “hand fighting”. Pettis tem como driblar o rival, com distância, chutes, criatividade, etc. O produto da ATT também não tem o melhor sistema defensivo do mundo, mas, ainda assim, Showtime, hoje, é fração do que já foi. Diamante, nocaute.

Rodrigo Tannuri:  Em CNTP, iria de Poirier, mas serei kamikaze pra tentar a consagração. Em cinco rounds, Pettis, que luta apenas pra ter highlights, terá uma oportunidade e vai conseguir mais um pra galeria. Showtime, nocaute.

Thiago Sampaio: Pettis até que teve boa atuação contra Jim Miller, com resquícios daquele ex-campeão do WEC e do UFC. Mas Poirier tem sido mais constante como peso leve, tirando aquele acidente contra Michael Johnson. Inclusive, estava sobrando contra Eddie Alvarez até ser prejudicado com a joelhada ilegal. Deve levar a melhor. Poirier, decisão.

David Carvalho: Palpite automático, pois, mesmo com ar de aposentadoria, Brown está acima tecnicamente de Sanchez. O que desequilibra entre os dois é a capacidade de ser atingido e continuar andando para frente de Diego, já Brown vem cada dia mais sentindo os golpes. Mas ainda aposto no Imortal por decisão.

Felipe Paranhos: Sanchez é um ex-lutador em atividade. Sobretudo num peso que não é o dele, para o qual ele já estava desconfortável mesmo jovem. Não que Matt Brown seja a representação da excelência, mas acho que um veterano nocauteia o outro. Brown, TKO.

Gustavo Menor: Brown, decisão.

João Vitor Xavier: Vou confiar na mão mais pesada de Brown e no gás extra que ele terá, já que faz sua luta de despedida. Sanchez ainda tem o queixo resistente e sabe se virar quando está atordoado, mas Brown é muito mais forte e saberá liquidar a fatura. Brown, TKO.

Laerte Viana: Brown, KO.

Leo Salles: Bem que poderia ser a despedida de ambos, porém, promete ser uma guerra de porradaria sem medirem a responsabilidade. Brown, TKO.

Lucas Carrano: Brown, decisão.

Lucas Rezende: Brown, decisão.

Luiz Fernando Ferreira: Brown, TKO.

Renato Rebelo: No duelo dos que se retiram, vou com o fisicamente mais avantajado e melhor na trocação. Matt Brown, decisão.

Rodrigo Tannuri: Vou aloprar de novo! Os dois loucos não estão mais no auge, mas, independente disso, a luta será das mais animadas. A selvageria de Brown lhe dará uma vantagem inicial, porém, a vontade de Sanchez vai prevalecer, o fazendo vencer via garfo. Sanchez, decisão.

Thiago Sampaio: Diego Sanchez não é meio-médio e nem tem o queixo de outrora. Justamente por isso aposto num fim de carreira vitorioso do The Immortal, que além de bem maior, mostrou contra Cerrone que ainda representa algum perigo. Brown, nocaute.

David Carvalho: Acredito que a entressafra no MMA está passando por um momento de parada dos mais experientes e surgimento de novos mitos. Não acredito que Baby seja o caso de um futuro top 5 nos pesados, mas digo pela fase final do Pitbull. Sendo assim, Junior Baby nocauteia.

Felipe Paranhos: Quem disser que é possível analisar, pelas lutas de Baby na carreira até agora, até onde ele vai chegar no UFC está chutando. A gigantesca maioria dos seus adversários fora do Ultimate tinha baixíssima qualidade e não é parâmetro. E prever o futuro baseado em uma só luta é algo muito prematuro. Apesar disso, acho que uma bomba do carismático paranaense acerta o queixo de cristal do ex-campeão. Baby, KO.

Gustavo Menor: Baby, TKO.

João Vitor Xavier:  O brasileiro tem a mão pesada e chutes muito fortes, mas acho o ex-campeão mais polido na trocação e, com sua grande experiência, tem condições de pegar Baby. Porém, não consigo apostar em Arlovski por conta do seu queixo mais que suspeito. Então, vou de Albini por nocaute. 

Laerte Viana: Arlovski, decisão.

Leo Salles: O brasileiro estreou atropelando o borracheiro texano de estrada do MMA e tem a chance de aposentar uma lenda do esporte. Baby, TKO.

Lucas Carrano: Albini, KO.

Lucas Rezende: Albini, KO.

Luiz Fernando Ferreira: Arlovski na decisão.

Renato Rebelo: A essa altura do campeonato, não consigo mais ter qualquer tipo de confiança no queixo o Pit. Sim, o bielorusso é mais técnico, experiente, blá, blá, blá, mas a primeira dura que entrar, é Deus nos acuda… Albini, TKO.

Rodrigo Tannuri: Arlovski já foi muito bom em pé, mas já deu. Albini me impressionou na estreia, é mais jovem, rápido e vai punir o veterano através de suas combinações. Albini, nocaute.

Thiago Sampaio: Vindo de cinco derrotas em seguida, sendo apenas uma por decisão, como depositar confiança no veterano russo? Se o rumo natural for seguido, bom para Baby, um brasileiro em projeção numa categoria escassa. Albini, nocaute.

David Carvalho: Mutante me parece alguém que possui muitas armas, mas não sabe usá-las. Vou apostar na experiência: Nate Marquardt vence nos pontos.

Felipe Paranhos: Queixo é queixo, é verdade. Mas Mutante há algum tempo não dá brechas na defesa. A única chance que Marquardt tem é acertar um golpe fortuito. Acredito que não vá acontecer. Mutante, decisão.

Gustavo Menor: Marquardt, decisão.

João Vitor Xavier:  O brasileiro tem tido atuações mais burocráticas, apostando na variação de golpes e quedas e evitando ao máximo a trocação franca. Acho que ele consegue manter o norte-americano sempre na defensiva para vencer ao longo de três rounds. Mutante, decisão.

Laerte Viana: Mutante, decisão.

Leo Salles: O grande perigo para Mutante é tomar um soco no queixo e apagar, como já levou em derrotas no UFC. Especialmente de um veterano, mesmo em decadência, que tem as mãos pesadas. Mas aposto no brasileiro em ser cauteloso e variar o jogo. Mutante, por decisão.

Lucas Carrano: Mutante, KO.

Lucas Rezende: Mutante por decisão.

Luiz Fernando Ferreira: Marquardt, TKO.

Renato Rebelo: Vamos de zebrinha? Não acho que o brasileiro vai quedar à vontade e a mão de tijolo do Grande, cedo ou tarde, entra. Marquardt, TKO.

Rodrigo Tannuri: Pensam que minha loucura acabou? Estou sentindo cheiro de zebra! Marquardt está decrépito, mas Mutante é Mutante e vai dar um jeito de entregar. Marquardt, nocaute.

Thiago Sampaio: Mutante vem lutando de maneira estratégica ultimamente e tem funcionado, apesar da derrota controversa para Theodorou. Se fizer o feijão com arroz, leva. Até porque a fase do veterano não ajuda nem um pouco. Mutante, decisão.

David Carvalho: Sou fã do Raphael Assunção e quem passa por ele está com uma mão no title shot. Ainda não é o caso de Lopez. Rafael finaliza.

Felipe Paranhos: Lopez não é bobo, mas tá muito longe do nível de Assunção, em qualquer espaço do jogo. Assunção, decisão.

Gustavo Menor: Assunção, decisão.

João Vitor Xavier:  Apesar da boa atuação de Lopez no UFC 212, não o vejo capaz de decifrar o jogo de Assunção. O brasileiro é mais experiente e talentoso e leva com certa tranquilidade, na minha opinião. Assunção, decisão.

Laerte Viana: Assunção, decisão.

Leo Salles: Luta que promete ser bem movimentada. O brasileiro, mais experiente e querendo se manter na linha de frente dos galos, pode usar o grappling a seu favor, pois possui mais repertório nesse quesito que Lopez. Assunção, por decisão.

Lucas Carrano: Assunção, decisão.

Lucas Rezende: Assunção, decisão.

Luiz Fernando Ferreira: Assunção na decisão.

Renato Rebelo: Cunhado no RFA, Lopez é um lutador bem duro, alto pra categoria e com apenas 30 anos – ou seja, boa margem para crescimento. Mas acho que ele não suplanta o veterano em pé e nem evita todas as quedas. Não será passeio no parque, mas Raphael leva na decisão.

Rodrigo Tannuri:  Já que estou ferrado em último, vou causar! Por mais que Assunção seja sólido, Lopez já fez uma graça na última luta e pode vir a ser um bom nome mais pra frente. Quem arrisca não petisca, baby. Lopez, nocaute.

Thiago Sampaio: Pobre Assunção. Vão ficar jogando adversários inferiores até que em algum momento ele perca e desista de disputar o cinturão. Matthew não é ruim, mas está alguns degraus abaixo. Assunção, finalização.

David Carvalho: Essa luta promete muito entretenimento, por dois lutadores experientes e de mãos cheias. Fico com Lauzon nos pontos.

Felipe Paranhos: Hoje, Lauzon aguenta um bom round e olhe lá. Depois, cai de produção. Guida, embora não seja mais o mesmo, ainda tem algum pique e pode desequilibrar a luta com quedas. Guida, decisão.

Gustavo Menor: Lauzon, decisão.

João Vitor Xavier: Outro lutão que seria ainda melhor há alguns anos, quando os dois não haviam ainda passado por tantas guerras. Fiquei tentado a apostar em Guida por decisão, por achar que ele está menos deteriorado, mas sua base é o wrestling e sinto que Lauzon é capaz de pegá-lo da guarda. Lauzon, finalização.

Laerte Viana: Lauzon por finalização.

Leo Salles: Combate eletrizante de veteranos. Lauzon, um dos recordistas de bônus no UFC, e Guida, o maluco-beleza do MMA, devem fazer uma luta equilibrada. Porém, vejo J-Lau em melhor momento. Lauzon, por decisão.

Lucas Carrano: Lauzon por finalização.

Lucas Rezende: Guida, decisão.

Luiz Fernando Ferreira: Guida na decisão.

Renato Rebelo: J-Lau, além de bem mais alto e forte, é tecnicamente superior em pé e no solo. 50 lutas depois, não acho que o Carpinteiro terá sustância para amarrar o rival no chão. Lauzon, decisão.

Rodrigo Tannuri: Sou fã dos dois veteranos, mas estou convicto. Guida vive melhor fase, está menos desgastado no MMA e esbanja cardio, ao contrário de Lauzon. Guida, decisão.

Thiago Sampaio: A atuação de Guida contra Erik Koch foi bem convincente, apesar das irregularidades nas luta anteriores. Lauzon é melhor lutador de maneira geral, mas parece estar numa decadência mais nítida. O wrestling do Capitão Caverna deve prevalecer. Guida, decisão.

David Carvalho: Que luta! Promete muita movimentação, técnica e velocidade. Vejo o brasileiro em melhor fase, mas Dodson é um oponente bem difícil. Aposto no brasileiro. Moraes nas papeletas.

Felipe Paranhos: Sinto cheiro de garfinho contra Marlon. Mas acho que o brasileiro, com muitos chutes nas pernas, diminui a mobilidade de Dodson e o acerta muito mais no segundo e no terceiro rounds. Marlon, decisão.

Gustavo Menor: Moraes, decisão.

João Vitor Xavier: Luta mais difícil de palpitar, disparado. Enquanto Dodson tem a velocidade, Marlon tem a força e um jiu-jitsu mais apurado. Mas será que o brasileiro será capaz de manter a Formiga Atômica no chão por muito tempo? Creio que não, mas de qualquer forma, vejo Magic fazendo o suficiente em pé para levar essa. Moraes, decisão.

Laerte Viana: Moraes, decisão. 

Leo Salles: Lutaça! Marlon está sendo jogado aos leões, mas tem que compensar a contratação contra os melhores galos da atualidade. Dodson é mais arisco e precisa vencer para continuar bem visto na categoria. E Marlon, o Kuririn do MMA, está na pressão de ganhar após perder na estreia. E acho que não será dessa vez. Dodson, por decisão.

Lucas Carrano: Moraes, decisão. 

Lucas Rezende: Marlon, TKO.

Luiz Fernando Ferreira: Dodson na decisão.

Renato Rebelo: Segue árdua a caminhada do ex-campeão do WSOF no Ultimate, hein. Depois de estrear contra o duríssimo porteiro Raphael Assunção, agora terá que se desvencilhar da velocidade e da pegada de Dodson. Mas acho que Moraes, com arsenal mais vasto em pé e envergadura superior, consegue diversificar as ações e passa raspando. Magic, decisão.

Rodrigo Tannuri:  Olha eu aqui de novo! Marlon “perdeu” em sua estreia no UFC, mas creio que isso tenha sido bom pra ele. Agora, poderá lutar sem tanta pressão e mostrar a verdadeira versão que encantou no WSOF. Dodson é muito rápido, mas sua rotação constante será prejudicada pelos low kicks do brasileiro. Moraes, decisão.

Thiago Sampaio: Dodson é tão rápido e difícil de ser encontrado que até um muay thai de alto nível como o de Marlon Moraes deve falhar. Apesar de ambos serem nocauteadores, o sorridente The Magician deve levar a melhor se lutar com a cautela que teve com Eddie Wineland. Dodson, decisão. 

Restante do card:

Tatiana Suarez x Viviane Sucuri
Sage Northcutt x Michel Quiñones
Angela Hill x Nina Ansaroff
Court McGee x Sean Strickland
Jake Collier x Marcel Fortuna
Darren Stewart x Karl Roberson

Ranking dos colunistas:

1 – David Carvalho – 765 pontos
2 – Luiz Fernando Ferreira – 760 pontos
3 – João Vitor Xavier – 755 pontos
3 – Laerte Viana – 755 pontos
4 – Lucas Rezende – 745 pontos
5 – Renato Rebelo – 740 pontos
6 – Felipe Paranhos – 730 pontos
6 – Gustavo Menor – 730 pontos
7 – Thiago Sampaio – 715 pontos
8 – Lucas Carrano – 695 pontos
9 – Rodrigo Tannuri – 680 pontos
10 – Leo Salles – 265 pontos

  • William Oliveira

    “Rodrigo Tannuri: Já que estou ferrado em último, vou causar! Lopez, nocaute.”
    https://uploads.disquscdn.com/images/f88d5bafb8eb4237117f078e56f903dcdee9945707f250a797ec6fcd1a6429c7.jpg

    • Evandro Reis

      Lopez nocaute é fechação pura rsrsr!!! (Hoje se chama, causar, lacrar ).Mas o que esperar senão isto do menino marombeiro de Niterói.
      O Lopez não bateu o peso, e vi numa entrevista no combate, que o Raphael teve pequenas lesões ou dores durante o camp, ainda muito confiante mas, fiquei com um pé atrás, sem saber se uma coisa vai ter haver com outra.

    • Eduardo Kovasc

      Off: cara, que dó que estou de vc… KKKKKK

      • William Oliveira

        Foda-se kk nem vou te dar moral, tá bloqueado já

        • Eduardo Kovasc

          uhauhauhauha spider é mau caráter cara. Mto mas muito pior que o Jon Jones mesmo!!!

  • douglas karpinski

    que card eim, não parece mais vai ser do caraio!!!

    • Mesmo vindo depois do 217, ele dá impressão que vai ser bacana mesmo!!

  • Evandro Reis

    E aê Paranhos, sei que provavelmente não fará sua coluna sobre riscos e oportunidades neste final de semana, mas se tiver um tempinho, sem maiores análises, para não tomar seu tempo, me diga quiais os teus palpites sobre:
    Nina x Hill Quem vence?
    Suarez x Sucuri Quem vence?
    Quem conhecer mais ou menos estas lutadoras e quiser dar esta força e opinar também é bem vindo. Desde já agradeço ao Paranhos e a quem se dispuser a ajudar.

    • Saulo Henrique

      Fala camarada. Acho que a Suarez vence, pela imposição física, a brasileira vai penar com o wrestling da americana. E penso que a Hill vence, por ser mais técnica em pé. Abraços.

      • Evandro Reis

        Valeu a opinião velho Saulo, anotei aqui, obrigado pela ajuda cara.

        • Felipe Paranhos

          Fala, Evandro! Essa semana, além de não fazer a coluna, por falta de tempo não analisei profundamente as lutas. Mas eu acho que Hill-Nina é uma luta mais parelha do que as cotações apontam. Pra mim, Ansaroff não perdeu em nenhuma de suas derrotas no UFC, pra Ju Thai e Justine Kish. Ela tem um jogo de chutes no corpo que é muito bom e pode incomodar Angela. Nas duas lutas que Nina perdeu, as quedas desequilibraram os juízes. Não creio que Hill saia do seu feijão com arroz. E, em pé, as duas têm qualidade. Não pretendo apostar nessa luta, mas acho que é uma luta do tipo “dog or pass”, ou seja: ou vai no azarão, pra ganhar mais, ou não aposta. No caso da luta da Sucuri, acho que o que define é realmente a defesa de queda da brasileira. Se quedar, Suarez deve dominar. Se não, acho que Sucuri tem boas chances com seu jogo muito efetivo de contra-ataques. Também acho que é dog or pass.

          • Tb acho que dá Nina.

          • Evandro Reis

            Muito obrigado pela dica e atenção Paranhos!!! E parabéns pelo excelente trabalho que você realiza.

  • Henrique

    Pettis KO
    Brown KO
    Albini KO
    Marquardt KO
    Assunção DEC
    Lauzon SUB
    Moraes DEC

  • magnuseverest

    Evento com boas lutas,Sucuri pode vencer e pedir a turma lá da ponta,Tecia ou Hill por exemplo.

Tags: , , , , , , , , , , , , , , , ,