Atacando de Joe Silva: lutas
a casar pós-UFC São Paulo

Laerte Viana | 30/10/2017 às 13:32

Fala, galera!

O calendário brasileiro do UFC foi fechado com grande estilo, hein? Um festival de combates eletrizantes animou a galera presente no ginásio do Ibirapuera, em São Paulo, que começou a noite animada, ainda que tenha terminado em silêncio.

Sobre os resultados, quase nenhuma surpresa, com choque de gerações favorecendo a juventude, favoritos despachando azarões, prospectos brasileiros crescendo em suas respectivas categorias e outros desdobramentos.

Com os cenários desenhados, vamos deixar a conversa fiada de lado e falar do que de fato interessa: os próximos passos dos principais destaques do UFC Fight Night 119:

1num

Derek Brunson x Luke Rockhold 

É, o caldo azedou para Lyoto Machida. Seguro e sem a famosa pipocada que já deu em outras oportunidades, Derek Brunson foi cirúrgico e apagou o brasileiro em menos de três minutos, calando de maneira completa o público local.

Confesso que estava louco para casar Brunson x Thiago Marreta, o que, no momento, não tem muito cabimento. Oras, número 7 no ranking e com a maior vitória de sua carreira, o americano deve alçar voos maiores nos médios. Seu pedido por Luke Rockhold, inclusive, bem que poderia ser atendido.

Até porque não há muito para onde correr. Outras opções seriam Chris Weidman, Ronaldo Jacaré ou até uma revanche com Yoel Romero. Sinceramente, prefiro contra o bom de feição da AKA, até pela curiosidade que despertaria no choque de estilos.

NUM_2

Lyoto Machida x Sam Alvey / Rashad Evans

Apesar dos três atrasos em sequência, os 39 anos e o queixo já (muito) danificado, não tomo conta da carreira do Lyoto e vou evitar esse papo de que deveria se aposentar. Digo mais: é bem provável que seu retorno já tenha até data marcada: 03/02/18, em Belém, no Pará.

E nada de pedreira. Uma luta em casa, com a chance de se redimir em seu estado natal, seria um belo capítulo da rica trajetória que Machida construiu. Portanto, fica aqui duas sugestões: Rashad Evans e Sam Alvey.

O primeiro, que vive péssima fase, já tem toda uma narrativa com o brasileiro, não preciso nem me prolongar. Já o segundo é um lutador carismático, que tem a mão pesada e só – além de sempre topar qualquer parada. De fato, ficaria contente com qualquer uma das duas escolhas.

NUM3

Colby Covington x Stephen Thompson / Jorge Masvidal

Colby Covington conseguiu o que queria. Bateu Demian Maia, falou um monte de groselhas, desafiou Tyron Woodley e foi o grande destaque do UFC São Paulo. Odiado ou amado, o que importa é que seu nome está em evidência. Em outras palavras, objetivo concluído com sucesso.

Voltando ao cenário dos meio-médios, um embate com Kamaru Usman seria perfeito. Uma pena o matchmaker ter feito caca e colocado o nigeriano contra Emil Meek. De repente, se quiserem fazer um duelo de prospectos, um embate com Darren Till é outra opção.

Entretanto, a sugestão aqui é pegar o vencedor de Stephen Thompson e Jorge Masvidal. E relaxem que o fato dele treinar com Gamebred na American Top Team não atrapalha em nada, segundo o próprio Covington garantiu após o show.

NUM4

Francisco Massaranduba x Evan Dunham 

Francisco Massaranduba não cansa de evoluir e mostrar, passo a passo, que é sim um lutador de nível mundial, mesmo estando no infernal cenário dos leves. Tudo bem que Jim Miller não é – e nunca foi – um suprassumo técnico, contudo a a adaptação do jogo do carismático brasileiro durante o combate mostrou que ele está pronto para figurar, no mínimo, entre os 15 melhores.

Tendo passado por oito dos últimos nove oponentes (e ganhou o primeiro round contra Kevin Lee, diga-se de passagem), Massara precisa ser escalado mais vezes contra os melhores até 70kg. Na sala de imprensa, logo após triunfar, pediu por Anthony Pettis. A princípio, achei estranho. Pensando bem, faz sentido se o ex-campeão perder para Dustin Poirier.

Apesar de tudo, minha primeira opção é o também subestimado Evan Dunham, que recentemente empatou com Beneil Dariush. Ótimo pedido para incrementar o card do UFC Belém.

NUM5

Thiago Marreta x David Branch

De marretada em marretada (me perdoem, sério), Thiago Marreta vai escrevendo seu nome na divisão dos médios. O atropelo para cima de Jack Hermansson foi o sétimo nocaute do carioca no Ultimate, ficando atrás apenas de Anderson Silva, com oito. Já pode voltar a ser testado contra um top 10, né?

O brasileiro é o número 15, com chances de subir na tabela. Isso o deixaria pertinho de David Branch, o nono. O ex-campeão do WSOF, que chegou a dar sufoco em Rockhold, poderia testar o jogo de chão de Marreta, que precisa mostrar que seu jogo não se baseia somente em sair castigando os outros na porrada.

Se lembrarmos que Thiagão por pouco não liderou o UFC Polônia, o duelo poderia até mesmo servir como main event de algum Fight Night americano no primeiro trimestre de 2018. Já fez por merecer a oportunidade.

NUM6

John Lineker x Raphael Assunção 

Maior favorito da noite, John Lineker fez o dever de casa e bateu Marlon Vera sem precisar suar muito, porém ficou devendo. Até pela diferença técnica entre eles, era esperado que o ex-peso mosca fosse mais contundente, que não deixasse chegar nas mãos dos juízes. Bem, como no final o que vale são os três pontos, dever cumprido.

Na entrevista pós-luta ele disse que está pronto pra substituir Dominick Cruz ou Jimmie Rivera, que saem na mão dia 30/12. A questão é que não dá para ficar de braço cruzado esperando pela infelicidade alheia, há necessidade de ter outros planos.

Plano que atende pelo nome de Raphael Assunção. Sim, eu sei que o brasuca tem luta marcada contra Matthew Lopez no próximo dia 11, todavia o favoritismo é todo de Rapha, que, convenhamos, tem grandes chances de ter o braço levantado. Até mesmo se for surpreendido o encontro com o compatriota das mãos pesadas faz bastante sentido. Em outras palavras, Lineker x Assunção é a próxima peleja a ser feita.

Outra sugestão é Lineker x Thominhas Almeida, ainda que eu prefira ver o Chute Boxe se recuperando contra alguém fora da elite.

Casamentos extras: 

  • Longe de querer ser engenheiro de ombros pronta, mas sempre disse que Pedro Munhoz é bastante subestimado – juro que não entendia o motivo de ser tão azarão nas apostas. De qualquer forma, pintou o quatro com especialidade da casa, dessa vez vitimando o ótimo Rob Font numa guilhotina justíssima. Olhando para o top 10, vejo dois casamentos que fariam muito sentido com o atual momento de Pedrinho: Marlon Moraes ou John Dodson. Os dois se enfrentam em Norfolk, dia 11/11, e quem levar a melhor pega o paulista no próximo ano.
  • Já falei isso há um ano e repito: muita atenção em Vicente Luque. O poliglota de 25 anos não para de evoluir e mostrar toda sua qualidade tanto em pé quanto no chão. Bem completo mesmo, tanto que todas suas vitórias no UFC foram pela via-rápida (três finalizações e dois nocautes). Se não tivesse tropeçado diante de Leon Edwards, muito provavelmente já estaria no top 15 até 77kg. Sendo assim, o caminho correto é colocá-lo frente à frente com alguém que já esteve no ranking. Situação que se encontra Tarec Saffiedine, que, aliás, já foi pedido por Luque em algumas entrevistas.
  • Três finalizações em quatro lutas não é nada mal, né? Antônio Cara de Sapato mostrou, mais uma vez, o fenômeno que é no solo. Tudo bem que Jack Marshman não é parâmetro, mas o campeão do TUF Brasil 3, que nada tem a ver com isso, tratou de laçar de maneira rápida e eficiente o pescoço alheio, pedindo passagem para invadir o top 15 dos médios. Duas constatações. 1) Já ficou provado que Sapato dará cabo de qualquer lutador do meio de tabela. 2) Está na hora de ser testado contra algum ranqueado. Que tal, então, o bárbaro Tim Boetsch? Boa porta de entrada para o ranking.
  • Dá gosto de ver Elizeu Capoeira lutando. Sujeito bom tecnicamente, adora uma anarquia e tem um coração que não cabe no peito. Os três bônus de performance recebidos em quatro ocasiões mostram o quão empolgante é seu estilo de atuar. Com quatro bons resultados em sequência, já vale um teste mais qualificado, de preferência outro trocador. Pensei em Alan Jouban, que vem de dois maus resultados e precisa provar que tem lenha para queimar. Já conseguem ouvir a porradaria cantando alto?

Amigos, me ajudem com os destinos de Lyoto Machida, Rob Font, Jim Miller e companhia? Mandem bala.

  • Idonaldo Gomes Assis Filho

    Brunson x Rockhold
    Lyoto x Mutante
    Covington x Thompson vencendo ou perdendo
    Maia x Edwards
    Munhoz x Caraway se vencer o Sanders
    Font x Johny Eduardo
    Massaranduba x Dunham
    Miller x Pearson
    Marreta x Branch
    Hermansson x Marshman
    Lineker x Almeida
    Vera x Tanquinho
    Luque x Vencedor de Taleb x Aliev
    Price x Good
    Sapato x Boetsch
    Gordon x Martin
    Capoeira x Barberena
    Figueiredo x Ortiz
    Brooks x Joby Sanchez
    Golm x Bhullar

    • Laerte Viana Venâncio Alves

      Po, tinha pensando muito em Capoeira x Barberena, Seria um lutão.

      Vera x Tanquinho é uma boa, gostei.

  • Renan Oliveira

    Casamentos para os vencedores:

    Brunson x Weidman
    Covington x Till
    Munhoz x Wineland (UFC PA)
    Massaranduba x Dunham (UFC PA)
    Marreta x Tavares (UFC PA)
    Lineker x Assunção (UFC PA)
    Luque x DHK (UFC PA)
    Cara de Sapato x Boetsch (UFC PA)

    Casamentos para os perdedores:

    Machida x Kelly (UFC PA)
    Demian x Cerrone (UFC PA)
    Font x Lopez
    Miller x Pearson
    Hermansson x Jotko
    Vera x Stasiak
    Price x Good
    Marshman x Vettori

    • magnuseverest

      Bons casamentos,mas acho que o UFC precisa dar uma reciclada para não ficar sempre os mesmos brasucas lutando por aqui,por exemplo,o Massara precisa lutar fora do país.

    • Laerte Viana Venâncio Alves

      Tirando as sugestões de acontecerem no UFC Belém, gostei dos casamentos. rs

      Ps: Caraway enfrenta o Luke Sanders em dezembro.

  • Matheus V.

    – Eu queria muito ver Rockhold x Romero e Jacaré x Weidman, mas aí não sobra muito para o Brunson. Até prefiro vê-lo servindo de escada, só não tenho ideia contra quem. Acharia a cara do UFC dá-lo o Borrachinha se passar bem pelo Hendricks (por mais absurdo que isso soe).
    – Lyoto vs. Sam Alvey: o jogo até casa para o Lyoto pelo Alvey ser lento, nada explosivo e zero grappling.
    – Colby vs. Till: duelos de prospectos do TOP 10 que curtem um trash talking e vem de vitória sobre lutadores consolidados. Faz sentido (e espero que o Till atropele).
    – Massara vs. Dunham.
    – Marreta vs. Tavares.
    – Lineker vs. Assunção.
    – Munhoz x Sterling (se passar pelo Rani).
    – Luque x Gunnar.
    – Sapato x Boetsch.
    – Capoeira x Jiangliang (se vencer o Ottow).

    • Laerte Viana Venâncio Alves

      Capoeira x Jiangliang seria animal demais!!!!

  • Shotokan Karate

    Poderia colocar o palhaço (dessa vez me refiro ao Colby Covington) a topar com o Rafael. Iria me divertir vendo o Rafael dar um pau nesse elemento e colocá-lo em seu devido lugar kkkkkkkkk

    • Laerte Viana Venâncio Alves

      Se o Rafa perder para o Lawler, é uma luta que faz sentido.

  • Diego Florentino

    Só digo uma coisa: a categoria dos galos está surreal! Confronto TOP atrás de confronto TOP.

    • Laerte Viana Venâncio Alves

      Uma das minhas favoritas.

  • Mauricio

    Eu particularmente iria de

    Machida vs Evans
    Brunson vs Jacaré
    Colby vs (Vencedor de Usman vs Meek)
    Demian vs (Derrotado de Usman vs Meek)(pensei em Cerrone mas ele deve pegar um babado qualquer)
    Munhoz vs vencedor Sterling ou Yahia
    Massara vs Pettis
    Liniker vs DJ (Sei que é improvavel… mássss)
    Luque vs Safadinho
    Marreta vs Branch seria um teste bom pro brasileiro
    Shoes Face vs The Barbarian

    • Laerte Viana Venâncio Alves

      Brunson x Jacaré também me agrada, para ser sincero.

      Munhoz x Sterling ou Rani também, principalmente se for o americano.

      • Stefan Fraga

        brunson ja lutou com o jacaré e foi nocauteado em 44 seg se nao me engano … acho que eles irao casar brunson vs rockhold mesmo

  • Gustavo Souza

    Iria sugerir Ponzinibbio x Colby, porém, o Argentino medirá forças com Mike Perry em dezembro. Não vejo outra alternativa a não ele enfrentar o vencedor de Thompson x Masvidal.
    Quanto ao Lyoto, acho que seria uma boa pegar o Brad Tavares (#13 do ranking), que não tem muito poder de nocaute como o Brunson, e tem um sistema defensivo fraco. De preferência encabeçando o card do UFC Pará.

    • Laerte Viana Venâncio Alves

      Pode ser, é uma boa também.

  • Thiago Tanikawa

    Brunson vs Jacare ou Rockhold- confesso que quero Jaca vs Weidman e Rockhold vs Romero…mas se tiver q abrir mão de um dos casamentos acho q prefiro ver ele contra o brasileiro, que precisaria de alguem mais atras no ranking antes de pegar o Weidman,q pode esperar por não ser dos mais ativos, mas se o evento quiser atender os pedidos do Brunson…tbm não tenho nada contra ele e o Rockhold.
    Machida vs Tavares- se ainda quiser ser top 15, o dragão vai ter q começar galgando de baixo. O Tavares entrou no top recentemente e pode ser um possivel adversario pro UFC Belem…talvez no co-main event, pra não por tanta responsabilidade no Lyoto.
    Colvington vs Perdedor de Dos Anjos e Lawler- nem de longe me considero um cara patriota, mas o Colby ganhou minha atenção no pior sentido possivel. Se ele quer tanto um title shot,pra mim, tem que passar por um desses tubarões antes…espero ver ele nocauteado em breve )
    Massaranduba vs Dunham-confesso q não pensei nesse casamento e q ele me agrada bastante. Massara sequer devia ter saido do top 15 dps de perder pro Lee…talvez bater o Dunham o coloque de volta.
    Marreta vs Smith- porradaria franca. Essa luta me atrai muito e quem quer que vença deve avançar bastante entre os tops da categoria…espero um bônus de performance ou mesmo de luta da noite.
    Lineker vs perdedor de Cruz e Rivera- sou fã do Lineker como lutador mas confesso q acho bem irritantes as pregações dele dps das lutas kkkk. Enfim, se ele almeja ser campeão o mais cedo possível, esse caminho é o mais simples.Quem quer q perca nesse combate ainda é um baita nome, e talvez o mão de pedra vencendo consiga sentar e esperar a luta pelo título, alá Tyron Woodley.
    Luque vs Barbarena- os dois estão a meio caminho dos top 15 e recentemente perderam pro Edwards, um tira teima entre eles me soa adequado pra ver quem fica mais perto de se tornar rankeado.
    Cara de Sapato vs Alvey- luta vencível pro brasileiro e que pode até botá-lo entre os 15 se vencer…já que inexplicavelmente o Alvey tava perto do top 10 apenas alguns meses atrás.
    Capoeira vs Pyle- estou ficando cada vez mais fã do Capoeira,apesar dele ser difícil de se casar. Ora pega um oponente recém estreado, ora alguém q vem em fase irregular. Vou casar com o Pyle pq é um nome relativamente conhecido mas q também não oferece tanto risco. Se o brasuca passar…talvez um tal Belal Mohammed seja interessante de se casar com ele.
    Figueiredo vs Lausa ou Shelton- como o próprio Deus da Guerra falou, ele não fez o suficiente,por isso mesmo acho que ele ainda não deve ser ranqueado ainda e pegar alguém fora dos tops na próxima. O vencedor do combate na Austrália me parece justo por agora.
    Golm vs Mulheron ou Asker- o Marcelo teve uma boa estréia,do jeito q anda a categoria já o considero um prospecto. O vencedor de Asker vs Mulheron me parece uma boa,pq os dois não deram conta de vencer lutadores bem medianos, então acho q se o Golm passar de um deles já prova não ser ruim e pode pegar alguém com mais nome depois.

    • Laerte Viana Venâncio Alves

      Tadinho do Alvey se pegar o Sapato. rss

      Marreta x Smith seria uma anarquia das boas, mas vejo o brasileiro em outro patamar.

  • Daniel Piva

    Não é que a luta não faça sentido, mas honestamente não vejo o Brunson ganhando do Rockhold. Por isso prefiro ver Romero vs Rockhold.

    A suspensão do Lyoto foi de 60 dias. Como o UFC Pará é só em fevereiro, acredito que não tenha problemas para ele participar.

    Em relação ao Liniker, eu gostei da opção sugerida: Raphael Assunção. Não o vejo fazendo frente ao trio Garbrandt, TJ e Cruz.

    • Laerte Viana Venâncio Alves

      Danielzão, também não vejo o Rockhold perdendo para o Brunson. É que o topo da categoria dos médios está meio enrolada, há alguns casamentos possíveis.

      Abraço.

  • Lorenzo Fertitta

    Bons duelos. Não tem como (e nem porque) fugir de Brunson X Rockhold. Se antes o Brunson havia pedido o Cara de Sapato (ou seria o Pezão kkkkkk), agora ele soube ser inteligente. Espero que essa luta saia do papel.
    Também acho que Branch é o oponente ideal para o Marreta. Assim como Usman para Covington, mas o Mr Shelby não pensa assim. Lineker X Thominhas seria um digno just bleed brasileiro.

    Meus casamentos seriam:

    VENCEDORES:
    Brunson X Rockhold
    Covington X perdedor Lawler / RDA
    Munhoz X vencedor Sterling / Yahya
    Massaranduba X perdedor Pettis / Poirier
    Marreta X Branch
    Lineker X perdedor Cruz / Rivera
    Luque X Kim
    Cara-de-Sapato X Tavares
    Gordon X Netto BJJ
    Capoeira X Saffiedine
    Deiveson X Sasaki
    Golm X Bhullar

    PERDEDORES:
    Lyoto X Boetsch
    Demian X vencedor Usman / Meek
    Font X vencedor Marajó / Perez
    Miller X Pearson (ambos já lutaram contra todo mundo, mas nunca se enfrentaram)
    Hermansson X Bahadurzada
    Vera X Barão
    Price X Warlley
    Marshman X Vettori
    Hacran X Holbrook (RH Fight)
    Griffin X Anzai
    Brooks X Beltran
    Colombo X Grabowski (RH Fight)

    • Laerte Viana Venâncio Alves

      Gostei de tantos casamentos que fica até injusto citar apenas alguns aqui. Deitou essa semana, irmão.

      • Laerte Viana Venâncio Alves

        Ah, só Colombo X Grabovski que ninguém merece ver. Demite os dois logo! hehehe

        • Lorenzo Fertitta

          kkkkkk como eles são HW, eu coloquei como RH fight. Mas realmente é uma pena demitir um só.

      • Lorenzo Fertitta

        Valeu Laerte, essa edição do UFC foi tão boa que eu até fiquei inspirado hahahah

  • Henrique

    Brunson x Rockhold / Lyoto x Alvey
    Covington x Thompson/Masvidal / Demian x Usman
    Munhoz x Caraway / Font x Eduardo
    Trinaldo x Dunham / Miller x Makdessi/Trujillo
    Marreta x Branch / Hermansson x Marshman
    Lineker x Assunção / Vera x Wineland
    Luque x Capoeira / Price x Griffin
    Sapato x Tavares
    Gordon x Kim / Hacran RH
    Figueiredo x Moreno / Brooks x Sasaki
    Golm x Bhullar / Colombo RH

    • Laerte Viana Venâncio Alves

      Demian x Usman? O que você tem contra o brasileiro? rss

      • Henrique

        Nada contra kkkk apenas acho que o Usman deveria ser testado contra alguém bem rankeado, mas ninguém quer enfrentá-lo.

  • diego rizzo

    Brunson X Jacaré
    Lyoto X Branch
    Demian X Till
    Pedro Munhoz X Eddie Winelland
    Massaranduba X Taisumov
    Marreta X Brad Tavares
    Lineker X Raphael Assunção/Matthew Lopez
    Vicente Luque X Zak Cummings
    Cara de Sapato X Ramazan Emeev
    Elizeu Capoeira X Peter Sobotta
    Deiveson Marajo X Boston Salmon
    Golm X Bhullar

    • Laerte Viana Venâncio Alves

      Golm x Bhullar é uma boa, assim como Luque x Cummings. Curti.

  • William Oliveira

    Brunson vs. Luke Rockhold
    Font vs. Cody Stamann
    Trinaldo vs. Beneil Dariush
    Miller vs. Gregor Gillespie
    Hermansson vs. Trevor Smith
    Vera vs. Johny Eduardo
    Luque vs. Tarec Saffiedine
    Price vs. Bryan Barbarena
    Sapato vs. Krzysztof Jotko
    Marshman vs. Oskar Piechota
    Hacran RH
    Zaleski vs. Alan Jouban
    Brooks vs. Magomed Bibulatov
    Golm vs. Adam Milstead
    Colombo RH

    O resto prefiro esperar alguns resultados de lutas já casadas.

    • Laerte Viana Venâncio Alves

      Sapato x Jotko treinam juntos na ATT, até perguntei pro brasileiro sobre esse possível duelo.

      Rapaz, tadinho do Miller se pegar o Gillespie. hahah
      Curti Massara x Dariush.

      • William Oliveira

        Pode crer, Sapato X Branch e Santos X Jotko então!

  • William Oliveira

    Sou mt contra Lineker e Assunção, o Raphael é um dos lutadores mais técnicos e metódicos do UFC, n tenho duvida alguma que assim como o TJ ele cozinhará o Lineker e o fará socar o vento por um tempo antes de derruba-lo e domina-lo no chão. Acho um péssimo match up pro Hands of Stone, prefiro que ele pegue o vencedor de Caraway x Sanders.

    • Laerte Viana Venâncio Alves

      Se for pensar por esse lado que você levantou, faz sentido, mas esse é pensamento de torcedor. rs

      Se analisarmos com a razão, Lineker e Assunção faz sentido, ambos são top 5 e brigando por uma chance pelo cinturão. Quanto ao estilo, o cara que quer ser campeão não pode escolher luta pensando nisso.

      • Laerte Viana Venâncio Alves

        Ah, e o Caraway é ainda mais pragmático que o Assunção. hehe

        • William Oliveira

          Acho q n, Assunção não abandona o gameplan nem por 1 segundo, tá nem aí pra finalizar uma luta ou se a luta tá chata kkk

          E de qualquer jeito o Caraway tem um striking mt pior, n acho que ele conseguiria manter o Lineker longe controlando a distância como o Assunção faria, a defesa de quedas do Lineker poderia foder com ele.

    • Marllon

      TJ não cozinhou o Lineker,pelo contrario quedou e bateu nele até que sua mandibula quebrasse.

      • William Oliveira

        Em parte da luta, sim, teve um ótimo GnP, mas na maior parte, cozinhou metodicamente.

  • magnuseverest

    Till vs Colby
    Brunson vs Luke
    Lyoto vs Kelly
    Lineker vs Caraway
    Munhoz vs Sterling
    Luque vs Perry
    Price vs Tarec
    Font vs Vera
    Golm vs Curtis
    Colombo vs Harris.

    • Laerte Viana Venâncio Alves

      Boa, feroz.

  • Marllon

    Acho que não há motivos para não dar um ts ao Colby, seo o Woodley puder voltar em Janeiro/Fevereiro, deixa o vencedor de RDA X Lawler de molho até Julho(tempo normal de descanso) e faça Colby X Woodley, luta que basicamente, já esta promovida.

Tags: , , , , , , , , , , , ,