Pensado alto: a análise
informal do UFC São Paulo

Renato Rebelo | 29/10/2017 às 03:39

Se o time verde-amarelo vinha bem – com nove vitórias e uma derrota – até as duas lutas principais da noite, a sopa azedou quando os riscos aumentaram no Ginásio do Ibirapuera.

Demian Maia e Lyoto Machida, os grandes nomes que encabeçaram o UFC São Paulo, foram despachados – até com certa facilidade – por Colby Covington e Derek Brunson (respectivamente).

O público presente ainda teve que engolir, rangendo os dentes, as ofensas diretas do meio-médio representante da American Top Team (curiosamente, equipe formada e repleta de brasileiros).

Francisco Massaranduba, Thiago Marreta, John Lineker e cia, pelo menos, fizeram as honras da casa.

Cortando o papo furado, eis a minha leitura sobre o que rolou de mais relevante na Terra da Garoa:

Derek Brunson x Lyoto Machida

Pra esquentar o nosso Instagram, lancei os meus dois centavos sobre a luta principal em nossa nova rede social. Sigam-nos os bons!

Um vídeo publicado por ufc (@ufc) em

Colby Covington x Demian Maia

Colby Covington venceu Demian Maia via juventude. Sério, pra mim, o que decidiu essa luta foi o fato do primeiro ter nascido em 1988 e ser 11 anos mais jovem. Demian, aos 40 anos, não tem muito no tanque, por isso, fiquei surpreso dele ter usado os cinco, oito bons minutos que tinha trocando mão. Levou o primeiro round, aterrissando meia dúzia de diretos de canhota – que abriram o supercílio do rival -, mas, assim que desacelerou, a diferença de velocidade e resistência ficou claríssima. E pior: não havia sequer condição de tentar as quedas. Covington, wrestler all-american, com meia dúzia de sprawls, evitou tudo com facilidade. Enfim, a luta era complicada no papel, mas Demian rendeu abaixo e não se ajudou com essa estratégia. Até por isso fiquei zero impressionado com o sujeito que chamou o Brasil de “lixeira” e o seu povo de “animais imundos” na entrevista pós-luta (será que vão força-lo a cumprir trabalho comunitário também?). É outro wrestler com jab+jab+overhand. Seria zebra contra Rafael dos Anjos, Robbie Lawler, Stephen Thompson e até Jorge Masvidal. Tyron Woodley certamente não perderá uma noite depois do que viu hoje…

Francisco Massaranduba x Jim Miller

E não é que a potência e a agressividade do Massara conseguiram driblar a “experi” do Miller? Se no primeiro round o americano jogou bem com o regulamento debaixo do braço – quedando quando pintava brecha e evadindo da maioria dos golpes -, a partir do segundo, o ex-TUF marchou pra cima e um Miller, já na descendente, não encontrou resposta. Fisicamente, inclusive, parecia abaixo daquele cara que conhecemos de outros carnavais. Enfim, Massara se recupera da derrota para Kevin Lee encaixando a oitava vitória em nove lutas – e está 12-3 no UFC fazendo três lutas por ano desde 2013. Consistência impressionante!

Thiago Marreta x Jack Hermansson

O sueco radicado na Noruega, que nocauteou em 10 das suas 16 vitórias, sequer conseguiu trocar mãos com Thiago “Carreta”. Digo, faltando um segundo pra terminar o primeiro round, o visitante já se encontrava em posição fetal clamando pela misericórdia de Odin. Contando que são três vitórias seguidas por KO/TKO, acho que Marreta, 15º do ranking, podia ser alimentado/promovido pela empresa. Ótimo valor – ainda mais considerando que, agora, na história da categoria até 84kg do UFC, ele só tem menos nocautes do que Anderson Silva (7×8)!

Menções honrosas:

  • Pedro Munhoz vinha tomando um atraso grande de Rob Font na trocação até achar a distância e contar com um presentão do rival – striker que usou o double leg como primeira manobra evasiva quando oi encurralado contra a grade. Caiu na especial da casa, né? Terceiro degolado na guilhotina em quatro lutas…
  • Enquanto um temia as absurdas diferenças de altura e envergadura a favor do grappler superior – que podia muito bem amarrá-lo com a estratégia correta -, o outro queria tudo menos provar os punhos de dinamite do rival. Em outras palavras, um John Lineker ancorado e fora de ritmo (estava parado há 10 meses) até passou, mas não brilhou. Marlon Vera só soltou os cachorros no fim e até roubou o terceiro round, mas não foi o suficiente.
  • Impressionante como o Vicente Luque evoluiu em pé desde o TUF: ATT x Blackzilians. Parece até outra pessoa. Pegou a luta em cima do laço e demoliu um cara invicto, que até então vinha tirando onda na categoria. O brasileiro sobrou em cima, expulsou o gringo da trocação e laçou um triângulo de mão belíssimo em seguida. 5-2 no UFC e devidamente recuperado da derrota para Leon Edwards.
  • Cara de Sapato teve uma noite tranquila de trabalho. Quedou e montou Jack Marshman rapidinho. Pra melhorar as coisas, o galês tentou sair da montada no desespero – à la faixa-branca sem grau. Contra um campeão mundial absoluto na marrom, não rola. Mata-leão no primeiro round.
  • Elizeu Capoeira precisou atravessar o Vale da Sombra da Morte pra manter a série de invencibilidade no UFC. Levou knockdown e teve as pernas bambeadas, mas o coração falou mais alto. Rapaz tenaz. Merece ser recompensado nos meio-médios. Ah, seu treinador de wrestling, Marcelo Zulu, ainda contou uma quentinha para nós (confira!).

Para os demais resultados e a resenha antes, durante e depois do evento, é só dar um pulinho na nossa conta do Instagram.

  • Priscila Gaublosh

    Não é o caso, mas o pessoal, na minha opinião precisa parar de tratar certos lutadores que há pelo menos a uma década sao saco de pancadas ou completamente irregulares, como Lendas. Eunão consigo conceber ou entender isso…no futebol que é um esporte com mais de 150 anos, existem pouquíssimos lendários. No MMA tem um monte aí que o povo trata como se fosse, tivesse sido uma glória! Ganhou um título e pra muita gente já é uma lenda viva…..menos, né! Vamos parar de banalizar as coisas!

  • Marcos Henrique Lira

    Gostei do evento, as lutas foram legais e os brasileiros tiveram boas performances. Agora gostaria de deixar meu agradecimento pelo bons serviços prestados ao mma aos senhores Lyoto Machada e Demian Maia. Muito obrigado por tudo.. Agora vão pra suas casas, curtam suas famílias e a grana adquirida. Chega dessa conversa de tentar cinturão. … Todos sabemos que não da mais.
    No máximo fazem suas lutas de despedidas e encerrem. Se não vão acabar servindo de escadas para outros prospectos e eu não acho isso legal, preso pela saúde dos meus ídolos. ” lutei um bom combate, encerrei a carreira e guardei a saúde “.

  • bedotRJ

    Não curto pedir aposentadoria de lutador, mas dessa vez irei contra esse pensamento: é hora de parar, Lyoto! Sem potência, sem reflexo e sem queixo, o jogo “elusivo” morreu. Pareceu ainda mais acabado do que colegas contemporâneos e ex-top contenders como Belfort, Marquardt e Rashad. Pegue um desses, faça uma luta de despedida diante do público paraense em fevereiro e vá difundir sua arte como mestre.

    Quanto ao Demian, há decadência física também, mas não tão flagrante. O que mais pesou foi a péssima estratégia. Se tivesse sido comedido naquela melhorada, mas ainda insuficiente trocação do primeiro round, chegaria mais inteiro nos demais e teria condições de encurralar na grade um Covington que também estava cansado, de forma a não ficar à mercê daqueles double-legs ultra-telegrafados que até eu defenderia. Já vimos algo parecido acontecer em lutas anteriores (me lembro das derrotas para Mark Muñoz e Rory MacDonald), então ainda não é o caso de decretar aposentadoria. O agravante foi a falta de qualidade do adversário que só está bem rankeado por ter tido um caminho muito apropriado prá fazer sua escalada. Mas ainda dá pro Demian renovar o contrato por umas 4 lutas. Ele pode pegar um Yushin Okami na próxima prá se recuperar.

    • Thiago_NCO

      O Demian tem dois agravantes nessa sua fase atual: 1) o jogo está por demais estudado 2) que gás foi aquele, meu Deus?
      E concordo contigo: o gameplan foi horrível. Péssima luta do meu lutador favorito.

      • Baixista Loko

        Demian ta inspirando nos gameplans José Aldo, gastar gás com o jogo desnecessário e depois apanhar pq o gás morreu.

        • Thiago_NCO

          E eu aqui na minha ignorância achando que o grande vilão do gás era o jogo de isometria… Demian me mostrou que uns jabs e uns cruzados esgotam o tanque em 5 minutos. Muito frustrado com a atuação dele, na boa :/

    • William Oliveira

      Concordo com tudo, menos com esse casamento bizarro kk aí é demais, tava top 3, perde e pega unranked que acabou de retornar pro evento? Se o Medeiros passar pelo CowboyBR pode ser 1 opção, n tem pq ter pressa tbm. Cerrone seria outra opção interessante.

  • Fezes do Chacal

    “”” chamou o Brasil de “lixeira” e o seu povo de “animais imundos” na entrevista pós-luta (será que vão força-lo a cumprir trabalho comunitário também?”””
    chamar o brasil de lixeira é fato, quanto a chamar o povo de animais imundo foi infantil
    O Brasil produz lixo semelhante à de países desenvolvidos, mas ainda tem um padrão de descarte equivalente ao dos países pobres, com envio para lixões a céu aberto e pouca reciclagem. Sem falar na quantidade de lixo que jogam nos rios, tietê é um exemplo, poucas estações para tratar(limpar) as aguas
    bilhões de denuncias sobre acumulo de lixos que não são retirados, o serviço de coleta de lixo geralmente é falho em muitas cidades
    O povo no geral desconhece a importancia da coleta seletiva de lixo, dificil a coleta seletiva funcionar. fora que muitos jogam lixo na rua mesmo
    …..não culpo o povo, culpo o governo por não investir o dinheiro arrecadado dos impotos em limpeza urbana( tratamento de residuos do lixo, estações de limpeza de residuos de lixo em rios), culpo também a população consciente(com mais instrução) que não se mobiliza para exigir o retorno dos impostos para saúde, limpeza urbana e educação
    —————————————————————————————————-
    Demiam maia foi no padrão de sempre, sem conseguir levar a luta para o chão fica sem chances, mas até que surpreendeu na trocação, faltou gas.
    o mestre em manter a distancia ser pego do jeito que foi, ja não é mais o mesmo

    • Fezes do Chacal

      Depois das ultimas declarações do colby da para ver que o cara é sem noção , deveria ta falando que o brasil é uma lixeira apenas por que jogaram lixo nele, o cara generaliza demais

  • Rudá Corrêa Viana

    Cara… Se a luta do Lineker tivesse mais rouds, ia azedar pras ele. Vera deu trabalho na trocação no terceiro round e Lineker claramente cansou. Talvez seja a falta de ritmo ou realmente sentiu alguns golpes do equatoriano (em especial aquelas caneladas na cabeça, as quais levou tbm do jonh dodson).

  • Lucas Silva

    “Colby Covington venceu Demian Maia via juventude”, Sentence of the year.

  • Rudá Corrêa Viana

    Lyoto e demian já não dão mais conta de correr atrás do cinturão. O demian até vejo como problema o casamento da luta mas o caso do lyoto eh mais complicado. No demian ainda não temos certeza da decadência, uma vez q já sabíamos da falta de gás (apesar de q está deficiência foi mais marcante dessa vez). Talvez a adrenalina gasta no ato de trocar e vencer trocando, deve ter ajudado a consumir mais rápido o tanque. Talvez essa emocao e tensao ajudaram a minar o gas mais rapidamente. Precisamos ve-lo lutar novamente pra cravar essa certeza. Agora no caso do lyoto… Já são três seguidas. E de forma brutal!!! Já está mais q confirmado q não dá mais contra os tops. No passado brunson não veria a cor da bola (tipo 5 anos atrás). Mas agora sem velocidade e consequentemente sem punch, não co segue mais abalar os adversários. O queixo nunca foi seu forte (sua defesa eh baseada em evitar golpes) e agora acho q chama-lo de queixo frágil seria até um elogio. O jogo já era. Precisa pegar alguém q tbm esteja próximo da morte, vencer e se aposentar. E se for aki em Belém, seria a em alto estilo, apesar de que o risco de perder em casa a quarta seguida, seria desolador. Enfim, cenas dos próximos capítulos. Quem sabe um lyoto vs rashad 2 não seja a uma boa.

    • Thiago_NCO

      Gostaria de ver Lyoto x Belfa, já que nenhum dos dois tem essa frescura de evitar amigos e/ou brasileiros (nem sei se são amigos). Pena que não vai rolar.

  • Ayrllys Allan

    O ponto alto da noite foi o Rhoodes pegando no pé do Luciano haha
    “O sueco radicado na Noruega” – Luciano Andrade.

  • magnuseverest

    Evento bom,com lutas terminando rápido,o ponto negativo foi as críticas do Colby.
    Agora o Maia repensa sua carreira,tem mais uma luta e pode deixar o MMA.
    Já o Lyoto tem que pegar a turma do meio da tabela,Evans novamente,ou Kelly.

  • Bernardo Oliveira

    Zulu é muito maneiro. Torci pra ele e pro Dourado no BBB 4 kkkkkkk

    • Rodrigo Tannuri

      Dupla mítica!

  • Marcelo

    Poderia sempre ter um post aqui no Sexto Round sobre quem ficou com os bônus da noite.

  • Shotokan Karate

    Um pouco chateado emito meus pareceres sobre as principais de mais um UFC que custou os olhos da cara inviabilizando presença em loco…

    1 ) Lyoto Machida vs Derek Brunson : Faltam palavras pra descrever minha tristeza ao ver essa luta. Brunson mostrou seu valor ao não desperdiçar a chance de resolver a luta (aumentando o valor da vitória do Spider sobre ele) mas doeu mto ver o Lyoto totalmente abaixo do estilo que o consagrou. Trabalho de distância totalmente nulo e por consequência sem conseguir colocar golpe algum. Como o bedotRJ tenho restrições de pedir aposentadoria de lutadores mas começo a imaginar que é o único cenário viável pro Lyoto. Hj só o vejo ganhando do Belbomba (lembrando que Lyoto já o desafiou 2x com o bombado correndo do pau) ou do Marquardt entre outros em vias de se aposentar.

    2 ) Demian Maia vs Colby Covington : Deixado de lado o fato de Covington ser um otário e babaca por suas provocações e risadinhas totalmente desnecessárias uma vez que se encontrava no Brasil (eu tb detesto os Estados Unidos mas nem por isso vou ficar xingando os caras se por um acaso eu tiver que estar lá) e avaliar o combate em si. A seu favor Covington conseguiu neutralizar as quedas do Demian (Woodley acordou os gansos na luta contra o Demian mostrando bem como neutralizar o seu jiu-jitsu por excelência) só que de forma totalmente constrangedora chegou a apanhar do Demian em pé no 1R (Colby ganhou mas não por 30-26 como um cego chegou a apontar, pra mim foi claro 29-28 com o 1R pro Demian e os outros 2 pro Colby).

  • Paulo Magalhaes

    Cara sou muito fã do Massara, luta dura contra qualquer um na divisão.

  • William Oliveira

    Porra muito foda, Capoeira é um cara mt esforçado e que merece demais não só essa vitória mas também o bônus da noite e esse “presente” aí da esposa! Que homem! Nas suas 4 lutas foram 3 FOTN, isso não é pra qualquer um. Que continue a evoluir e proporcionar grandes lutas.

    Grande atitude e ideia do time dele também, pena que não foi televisionado.

  • Willian Matos

    Uma dúvida honesta: gritar “uh vai morrer” fazendo alusão à morte do adversário pode? Ofender o país do adversário não pode? Querer “matar” o adversário é ético e de acordo com as artes marciais? Falar mal do Brasil é pior que pedir o “assassinato” do adversário? Fica a reflexão.

    • Shotokan Karate

      Se o cara se ofendeu com o “uh vai morrer” então tem que se internar em um hospicio… Nos EUA tb deve existir retórica…

Tags: , , , , , , ,