Passando a limpo as atrações de sábado à noite

admin | 21/09/2012 às 20:59

Brian Stann x Michael Bisping

Apesar de ter um excelente retrospecto na carreira dentro do MMA (22-4, com derrotas para Sonnen, Hendo, Wand e Rashad), Bisping é conhecido tanto por sua atitude agressiva e provocadora, quanto pela leveza de suas mãos. Stann, que conquistou o cinturão dos médios do WEC e chegou ao UFC como um dos bons nomes para ameaçar o reinado tranquilo de Anderson Silva, ainda não mostrou no principal torneio de MMA do mundo o domínio de outrora. Derrotado por Chael Sonnen e vindo de uma vitória sobre o inexpressivo Alessio Sakara, o “All American” precisa mostrar contra Bisping que é um nome sério na categoria. Acredito em vitória do americano por decisão dividida dos juízes, após uma luta muito amarrada no chão, e troca de golpes pouco potentes em pé.

Demetrious Johnson x Joseph Benavidez

Benavidez é o favorito, por ser o melhor lutador da categoria. Johnson, por sua vez, precisou de duas lutas contra Ian McCall para garantir sua vaga na decisão do primeiro cinturão dos moscas do UFC. Vejo Benavidez mais completo tanto na trocação quanto no chão, mas é preciso reconhecer que Johnson tem muita velocidade e um queixo duro. Acredito em vitória de Benavidez por finalização.

Vitor Belfort x Jon Jones

Diante do quinto ex-campeão em sequência, Jon Jones mais uma vez é o favorito na defesa do seu cionturão dos meio-pesados do UFC. Vitor Belfort tem velocidade e força para ameaçar Jones no primeiro round. Se a luta se estender, a vantagem de Jones, que já é grande, tende a aumentar. Vitor é um atleta, está bem preparado fisicamente, e provavelmente possui mais jiu-jítsu que o americano. Mas não custa lembrar que foi derrotado pela versão anterior de Jones – Anderson Silva – no primeiro round, apesar de ter ameaçado o Spider com dois socos velozes e fortíssimos, que poderiam ter dado outro rumo à luta. Encarando o lutador que considero a evolução de Anderson, acredito que apenas um bom golpe, na hora certa, pode dar a Vitor Belfort uma vitória que o consagraria definitivamente como um dos três maiores lutadores da história. Caso isso não aconteça, vitória de Jon Jones por nocaute técnico.

Tags: