Dissecando as dificuldades de
ex-atletas do UFC no Bellator

João Vitor Xavier | 25/10/2017 às 14:54

O armênio-holandês-iraniano Gegard Mousasi foi mais um ex-lutador do UFC a ter problemas no crossover com o Bellator. Em sua estreia na nova casa, olho fechado, muitos problemas com o veterano Alexander Shlemenko e vitória bastante contestada.

Independente de como você, caro leitor, marcou a luta principal do Bellator 185, há de convir que o Mousasi que se apresentou na última sexta-feira não parecia em nada com aquele que nocauteou o ex-campeão Chris Weidman há alguns meses.

Não estou feliz com minha performance, claro que não. Mas ele me deu um soco bem no olho logo no primeiro minuto, então lutei no instinto, tentando apenas sobreviver e permanecer no combate. Lutei com apenas um olho durante quase três rounds , então não foi a performance que eu queria. Mas uma vitória é uma vitória. Os críticos podem me c…Tenho algo bem grande para eles c…”, rugiu Mousasi, em entrevista ao The MMA Hour, com falta de, digamos, cortesia.

E Mousasi é apenas mais um nome em uma crescente lista de lutadores que têm dificuldades quando trocam o UFC pelo Bellator.

Mousasi comendo o pão que o russo amassou

Apesar de ter um gosto por generalizações (um dos meus grandes defeitos), creio que não há uma fórmula que nos explique esse fenômeno, que também já atingiu Benson Henderson, Lorenz Larkin, Josh Thomson, Josh Koscheck, entre outros.

Não dá para cravar, por exemplo, que o nível do Bellator é melhor do que muita gente acha e, por isso, as dificuldades são naturais. Até acho que isso ocorre em alguns casos, mas não dá para comparar a robustez dos elencos das duas organizações.

Acho que foi justamente essa questão que “pegou” Bendo. Ex-campeão dos leves e vindo de vitórias nos meio-médios pelo UFC, o Menino Mogli chegou ao Bellator com sede ao pote e disputou logo os cinturões das duas categorias, levando dois grandes vareios de Andrey Koreshkov e Michael Chandler.

Hoje ex-campeões, o russo e o norte-americano têm lugar no UFC e seriam ranqueados tranquilamente entre os top-15. Chandler tem potencial de top-5, mesmo no tanque de tubarões dos leves do Ultimate.

Koreshkov patrolando Bendo

Mas o mesmo conceito não pode ser aplicado a Mousasi. Não dá para colocar Shlemenko, hoje em dia, como um lutador sequer perto do nível de Weidman. No seu auge, o russo teria problemas para chegar no top-10 dos médios do UFC da mesma época.

Creio que houve um certo relaxamento por parte do “Dreamcatcher”, de verdade. O discurso é sempre o mesmo quando um grande atleta do Ultimate assina com o Bellator: buscar cinturões em duas categorias.

Foi assim com Bendo, Rory MacDonald e agora com Mousasi. Creio que ele subestimou o elenco do Bellator como um todo e entrou relaxado até demais, letárgico.

O punho que explodiu em seu olho esquerdo deveria ter feito Mousasi perceber que, ainda que o buraco não seja tão fundo, ele está mais abaixo do que imaginava. A julgar pelas palavras proferidas acima, porém, o peso médio não aprendeu nada.

De qualquer forma, que olho fechado de Mousasi fique como alerta para quem ainda acha que uma mudança do UFC para o Bellator é garantia de águas mais calmas para a sequência da carreira.

  • Gustavo Lima

    Shlemenko não é nenhum mendigo não, assim como Douglas não é, nem Chandler, nem uma porrada de nego do Bellator.

    Esse papo de “série B” é coisa de nego leigo e burro que resume tudo a uma visão simplista e dicotômica das coisas.

    E anotem o que tô dizendo: caso o Douglas bata o Rory, a enorme massa de gado burro vai abaixar o canadense nos rankings e proferir que ele está em franca decadência ao invés de citar o Douglas como um dos melhores WW da atualidade.

    • William Oliveira

      Exatamente, se for pra fazer alguma analogia nesse estilo que seja algo do tipo “Libertadores/Champions League”, uma vez que a real diferença esteja na quantidade de atletas de elite, e não no fato de que somente um deles os possui.

      • Baixista Loko

        Falou tudo , robustez do UFC é muiito maior e tem maior NÚMERO de atletas de elite , não necessariamente significa que o Belator não tenha atletas tão top quanto no UFC mas em bem menor numero.

  • Vinicius Maia

    Vale citar que Shlemenko tem tamanho de meio médio apesar de lutar nos médios e a derrota pro Tito foi devido a disparidade de tamanho entre ambos. Porra, vendo a luta parecia pai e filho.
    https://i.ytimg.com/vi/SI2De5WKDzE/maxresdefault.jpg
    Creio que Shlemenko no meio médio se o corte fosse bom poderia dar trabalho pra muita gente no UFC.

  • bedotRJ

    Shlemenko é o típico caminhoneiro e pode dar trabalho prá qualquer um que lute em pé. Mas o problema do Mousasi é mesmo de ambientação. Ele demorou a engrenar no UFC. Estreou fazendo uma lutinha prá lá de sem sal com o Ilir Latifi e depois, ao voltar para os médios (onde não lutava há vários anos), ficou em 3-3 até emendar a boa sequência de 5 seguidas. Ele é mais lutador do que os plantéis MW e LHW do Bellator e pode sim ser campeão de ambas, desde que não cometa alguns vacilos que ele é chegado a dar de vez em quando. Na próxima, ao invés da cinta da MW, ele poderia fazer uma revanche contra o King Mo na LHW, prá também se credenciar nessa categoria e ver a quantas anda o antídoto contra amarrões.

    • William Oliveira

      Coker disse que o King Mo quer lutar de peso pesado de agora em diante.

  • Victor Cutrale

    É q nem ir treinar em outra academia. Nego msm n sendo bom, vai tentar d qlqr jeito t amassar ou t enfiar a mão. É natural, assim como os tops do UFC receberam qlqr outro lutador d outra liga.

    Acho q esse lance de “não parecer tão facil” é justamente a vontade dos caras em mostrar serviço e mostrar de quem é a casa. Creio q seja uma motivação extra em mostrar q esse papo de série B é coisa do passado. Até pq com a USADA vemos mts lutadores do UFC cairem de rendimento, enqnto outros estão tirando proveito de sistemas não tão rigidos.

  • Fezes do Chacal

    dizer que bellator é serie “B” é elogio, apesar de ser o segundo maior evento do planeta em mma, esse evento é apenas um evento amador , um evento que não tem parceria com a usada não é um evento que possa servir de referencia para comparar niveis de lutadores que migram de uma organização para outra
    os pilares eticos de competição são fair play e condição de igualdade,o bellator não condições de garantir isso os testes anti doping que são feitos pelas comiçoes estaduais na semana da luta, esses testes pegam só caras que não sabem se dopar.
    O ufc pegou tubarões no doping depois que passou a adotar testes surpresas, logo de inicio pegaram: sonnen e wanderley foram pegos 45 dias antes da luta, anderson silva foi pego mais ou menos 20 dias antes da luta
    hendo nem era top 5 no ufc
    phil davis e bader se derem bem, acredito que mousassi e rory vão se dar bem
    ———————————————————————————————-
    no ufc com testes anti doping de supresa os caras se arriscam para se dopar, imagina no bellator com estes testes na semana da luta, isto é uma piada
    só estrelas: jon jones, anderson silva, chad mendes, ben hothwell, barnnett, block lesnar, cigano, minotouro e um monte que não lembro

    • Vinicius Maia

      Quem disse que USADA é condição de igualdade? Usada simplesmente dificulta para alguns e pra quem tem dinheiro e consegue PED’s mais avançados e de difícil detecção.
      Sou contra o doping mas não há como acabar com ele no esporte. Sempre vai existir.

      • Fezes do Chacal

        um evento tem a usada por tras com seus testes surpresas e outro evento tem as comições com seus testes na semana da luta
        responda estas perguntas:
        Aonde há maior probabilidade de pegar atletas que se dopam?
        Qual evento é mais facil para se dopar?
        o atleta fica tranquilo para ciclar antes da luta, pois a sua unica preocupação é chegar limpo na semana da luta, pois ele sabe quando sera´testado
        E vc não foi atento ao meu comentario, eu não disse que a usada iria acabar com o doping, veja o que escrevi, vou colar:
        “”no ufc com testes anti doping de supresa os caras se arriscam para se dopar, imagina no bellator com estes testes na semana da luta, isto é uma piada”””
        fiz uma comparação, se com os testes surpresa do ufc os caras continuam a se dopar imagina no bellator
        por isso o bellator é um evento amador, pois basta ele querer assinar um acordo com a usada, não assina por que não é um evento sério e por isso é amador

        • Vinicius Maia

          Eu não comparei os programas antidoping dos dois eventos. Leia meu comentário. Apenas estou falando que vai existir doping com ou sem USADA.
          E é engraçado você julgar o evento como amador mas se parar pra pensar o Bellator não tem faturamento igual o UFC e se ele colocar a USADA seus custos vão subir e é bem provável que simplesmente não exista.
          E você ta supondo que o UFC vá manter a USADA após o contrato acabar e eu creio que não vá fazer isso.
          No mais não to entrando no mérito de se é bom ou não ter a USADA, apenas falei que o doping sempre vai existir.

          • Fezes do Chacal

            vc diz: ….” apenas falei que o doping sempre vai existir” ….ok amigo mas eu tb falei isto, eu disse que os atletas continuam se dopando no ufc , no meu primeiro comentario veja:
            “no ufc com testes anti doping de supresa os caras se arriscam para se dopar, imagina no bellator com estes testes na semana da luta”
            o meu comentario era uma comparação com as duas organizações, o ufc trabalha a etica esportiva por ter um programa anti doping de ponta, coisa que o bellator não faz , o programa anti doping do bellator é ridiculo, pois qualquer um pode praticar o doping sem risco de ser pego no teste antidoping, lógico, o cara pode ciclar a vontade antes da luta pois nunca será pego, ele só será pego se der mole e chegar no dia da luta turbinado

          • Vinicius Maia

            Ninguém discorda de você nesse ponto mano. Doping de xixi no pote com hora e dias marcados só cai debiloide. Agora o doping será combatido somente com repreensão da USADA e sim com o conjunto USADA e nova geração de atletas com mentalidades de treino e visão diferentes. MMA é esporte para jovens.

      • William Oliveira

        N acho veio, se fosse questão de dinheiro JBJ jamais cairia por exemplo. A USADA é a top 1 do ramo, realmente acho q hj mais q 80% dos atletas estão limpos.

        • Vinicius Maia

          Você ta especulando esse número sem saber se realmente é verdade. Apenas podemos saber que mesmo com a USADA existe gente caindo no doping – fato – e que vão continuar caindo. Muita gente usa e as drogas evoluem rápido – Rússia mesmo com todos os procedimentos de doping na olimpíadas conseguiram burlar durante muito tempo.
          Não vejo a USADA acabando com o doping e nem ouso precisar quantos se dopam ou não.
          Apenas creio que o doping nunca vá acabar. Pelo menos não nessa geração de atletas. Talvez daqui a 10 anos ou mais. Numa nova geração de atletas com novas metodologias de treinamento quem sabe.
          Edit: Por exemplo nunca achei que o Lyoto fosse cair mas ele caiu.

          • William Oliveira

            Sim, esse numero n tem baseamento algum, é puro chute otimista. E blz, o doping nunca vai acabar, mas não creio que o dinheiro seja suficiente pra não cair, atletas tops ou atletas de baixo, todos vão cair, questão de timing da USADA somente.

          • Vinicius Maia

            Dinheiro faz diferença sim. Pega o Lance Armstrong mano como foi difícil detectar seu doping. Claro que não só dinheiro é suficiente, tem no meio a sorte. Substâncias com prazo de detecção pequenos etc etc.
            O doping vai evoluir junto com os exames kkkk. Sempre foi e sempre será assim.
            Agora não creio que a USADA vá continuar no UFC. É muito dinheiro envolvido.

          • William Oliveira

            Não acho não veio, uma coisa é os caras terem se arrependido, Dana White e equipe, mas cancelarem o programa? Na cara de pau? O esporte perderia qualquer legitimidade. Duvido que o farão.

          • Vinicius Maia

            Não é cancelar. É não renovar o contrato.

          • William Oliveira

            N tem mt diferença, seria igualmente ridículo.

          • Vinicius Maia

            Que seria ridículo sim, mas estamos falando de uma alta soma de dinheiro. Mas tem diferença pois ele não estaria diretamente cancelando, apenas não renovando o vínculo. Coisa comum.

  • Ricardo Cortez Lopes

    Eu acho que, se for comparar o número de atletas top, realmente o UFC tem bem mais. Mas na parte de cima de cada divisão eu não acredito que seja tão diferente assim. O Fedor por exemplo, por mais que pegasse uns frangos, quando ia enfrentar cara top, conseguia manter o nível. Acho que acontece a mesma coisa com o pessoal do Bellator enfrentando o pessoal do UFC, na média enfrenta menos desafios, mas quando chega um cara do UFC, consegue mostrar a que veio

Tags: , , ,