Atacando de Joe Silva: lutas
lutas a casar pós-UFC 216

Laerte Viana | 09/10/2017 às 10:15

Fala, galera.

O show entregue na entristecida cidade de Las Vegas correspondeu às expectativas dos fãs mais assíduos, que por muito pouco não ficaram sem uma das principais lutas horas antes do evento começar.

Quando os protagonistas entraram em ação, deu o esperado: novo campeão interino fazendo jus ao favoritismo, recorde de defesas de cinturão batido, ex-campeão fazendo o dever de casa, estreantes deixando boas impressões e lutas agressivas entre pesos leves.

Com os cenários desenhados, vamos deixar a conversa fiada de lado e falar do que de fato interessa: os próximos passos dos principais nomes do UFC 216:

1num

Tony Ferguson x Conor McGregor

Não há melhor forma de coroar o histórico feito de dez vitórias consecutivas na infernal categoria dos leves se não for com o cinturão. Interino, tudo bem, mas já é uma conquista digna de campeão linear, ainda mais superando nomes como Edson Barboza, Rafael dos Anjos e Kevin Lee, entre outros.

O problema é que o futuro de Tony Ferguson não está em suas próprias mãos. Conor McGregor, número 1 até 70kg, é quem dará as cartas. Se o irlandês optar pela trilogia com Nate Diaz, assim será feito.

Se escolher enfrentar El Cucuy pela unificação das cintas, o combate será marcado. E pelo bem do esporte e da meritocracia, a segunda opção precisa prevalecer.

O próprio Dana White disse ontem que McGregor x Ferguson é a luta a ser casada. Nos resta torcer para que o careca mantenha sua palavra, o que é um tanto quanto difícil, convenhamos. Se a justiça não cantar, Khabib Nurmagomedov está no primeiro lugar da fila esperando por Ferguson.

NUM_2

Demetrious Johnson x Cody Garbrandt / TJ Dillashaw

Não foi dessa vez que a zebra pintou numa disputa de título dos moscas. Aliás, longe disso.

Brilhante e genial como sempre, Demetrious Johnson fez o que quis contra o ótimo Ray Borg, fechou com chave de ouro e defendeu o cinturão pela 11ª vez, deixando Anderson Silva para trás. Agora, contudo, chegou a hora de voar (ainda) mais alto.

Não existe, no momento, absolutamente nenhum homem com 57kg capaz de parar DJ. Vai ser sempre chover no molhado. Portanto será bem triste e desanimador se o próximo passo não for uma superluta, de preferência se arriscando na divisão de cima.

Sair da zona de conforto é essencial para (tentar) conseguir ganhar a admiração daqueles que ainda não deram o braço a torcer para o pequeno grande fenômeno.

Cody Garbrandt e TJ Dillashaw medirão forças em menos de um mês, ou seja, o timing também favorece. Não tem segredo: o vitorioso encara Johnson no início de 2018. Só peço – quase imploro – para que não fujam do óbvio e marquem essa disputa.

NUM3

Fabrício Werdum x Alexander Volkov

É verdade que Fabrício Werdum não fez mais que a obrigação em despachar de maneira rápida o limitadíssimo Walt Harris, porém é preciso reconhecer que o gaúcho teve culhões para assumir de última hora um desafio que não o proporcionaria nenhuma grande recompensa. Ponto positivo para ele.

Como não precisou nem suar e segue sedento por uma nova chance pelo cinturão, a tendência é que Werdum retorne rápido ao octógono. A questão é que não há adversários da elite disponíveis.

O title shot não irá cair no colo do brasileiro, uma vez que temos Alistair Overeem e Francis Ngannou agendados para dezembro. Ou seja, terá que pegar alguém menos ranqueado.

E a única opção plausível é Alexander Volkov, 7º no ranking, que recentemente nocauteou Stefan Struve. De repente, pode pintar até uma revanche com Mark Hunt, que pega Marcin Tybura daqui um mês. Esse é o pesaroso cenário dos pesos pesados. Não tem tu, vai tu mesmo…

NUM4

Beneil Dariush x Al Iaquinta ou Mairbek Taisumov

Você pode estar se perguntando o motivo pelo qual escolhi agendar uma luta de Beneil Dariush ao invés de Evan Dunham, já que os dois empataram na abertura do card principal.

A resposta é simples: anotei vitória do iraniano, além de o considerar mais completo e legítimo integrante do top 10 dos leves, embora seja o 12º. Argumentos aceitos, né?

Bom, dentre os ranqueados livres no mercado, o pupilo de Rafael Cordeiro já perdeu para Edson Barboza e Michael Chiesa e venceu Michael Johnson (que descerá para os penas).

Sobram Al Iaquinta, que anda mais sumido que sapato de padre, e Mairbek Taisumov, que já esteve marcado para enfrentar Beneil há dois anos.

Não costumo ficar em cima do muro, mas vou abrir uma exceção. Tanto o americano quanto o russo, que podem subir na tabela contra um nome relativamente importante,  são bons testes para Dariush, que precisa voltar a ter seu braço levantado.

Casamentos extras:

  • Que estreia de gala teve Mara Romero Borella, hein? Apertou o pescoço da dura Kalindra Faria em 172 segundos e chegou com o pé na porta do recém-nascido peso mosca feminino. Por razões óbvias, a próxima terá que subir dos palhas ou descer dos galos. Como qualquer nome sugerido ficaria muito vago, vou sem inventar. Jessica Eye, que lutaria até 57kg em Vegas, está de bom tamanho.
  • Diferente da italiana, Poliana Botelho não teve a estreia dos sonhos, o que não quer dizer que a lutadora da Nova União não tem o que comemorar. O triunfo contra a chatíssima Pear Gonzalez, o primeiro por pontos de seu cartel, serviu, ao menos, para colocar a brasileira em condições de abocanhar uma oponente melhor qualificada. Ela, inclusive, foi esperta e já pediu para enfrentar Paige VanZant, que foi retirada do card em virtude de uma lesão. E, sinceramente, esse encontro de musas me agrada.
  • Será Lando Vannata o Paulo Henrique Ganso do MMA? O talento é imenso e facilmente perceptível, todavia um grande atleta não é feito só de highlights. A igualdade com Bobby Green, que se deve ao ponto perdido na primeira etapa, foi só mais uma prova de que Groovy precisa adotar aquela regrinha do ‘mais é menos’, saber a hora de fazer o simples para somar os três pontos. É bem provável que o coloquem contra algum sujeito ‘vencível’, até porque o hype precisa ser (re)alimentado. Que tal, então, o irregular Daniel Hooker, conforme esse jornaleiro que vos fala já havia sugerido?
  • Se me falarem que Brad Tavares é pragmático e suas lutas quase sempre são sonolentas, vou concordar. No entanto, o fato é que o havaiano sempre se manteve na nota de corte e perambulou na porta do top 15 dos médios. Com três resultados positivos seguidos e no ranking, talvez esteja na hora de darmos um pouquinho mais de mérito para o cara. Para testarmos até qual nível Tavares consegue chegar, acredito que o polonês Krzysztof Jotko, que também venceu Thales Leites, seja um bom parâmetro.

Amigos, me ajudem com os destinos de Kevin Lee (que indicou migração para os meio-médios), Ray Borg, Evan Dunham, Thales Leites e companhia? Mandem bala!

  • Renan Oliveira

    Casamentos para os vencedores:

    Ferguson x McGregor
    DJ x Benavidez 3 (Ou o vencedor de TJ x Cody)
    Werdum x Volkov
    Borella x VanZant (Fly)
    Dariush x Al Iaquinta
    Stamann x Caraway
    Vannata x Emmet
    Poliana x Moroz

    Casamentos para os perdedores:

    Lee x Khabib
    Borg x Reis
    Harris x Godbeer
    Kalindra x Calderwood (Fly)
    Dunham x MJ
    Duquesnoy x Eduardo
    Green x Brooks
    Gonzalez x Ju Thai

    • Tairon de Oliveira

      Que mané Benavidez, cara… kkk XD

      • Renan Oliveira

        É o que tá melhor credenciado na divisão. Se não for ele, vai o vencedor do TJ x Cody mesmo.

        • Laerte Viana Venâncio Alves

          Melhor credenciado será o vencedor de Cejudo x Pettis, que rola em dezembro.

          • Renan Oliveira

            Verdade. Tinha esquecido.

    • Julio Varoni

      Boa, mas Lee x Khabib?? Num gosta de Lee não é? Quer que ele perca de novo? rsrsrsrs
      Lee x Iaquinta 2 ia ser legal.

      • Renan Oliveira

        Quem gosta do Lee? Ainda mais depois de ter vencido o mito kkkkkkk

    • William Oliveira

      Caraway não aceita essa pedreira do Stamann nem fudendo haha aquele ali escolhe a dedo as lutas..
      Emmet tá com luta marcada e desceu pra peso pena, finalmente.
      Lee parece que vai pra peso meio-médio.
      Calderwood pega a Rawlings na próxima.
      MJ peso pena, também.

      Duquesnoy x Eduardo me soa bastante interessante, Green x Brooks pelo titleshot pro Bellator haha

      Agora Ju Thai vs Gonzales é p foder, eu não assisto isso nem ambas estiverem nuas.

      • Renan Oliveira

        Então pro Lee tava bom o Edwards, Nelson ou o Khabib mesmo na WW

        Mas os duelos sugeridos seriam interessantes. Sugeri a Ju Thai só pra tentar salvar a Gonzalez.

        • William Oliveira

          Que cara generoso você! Creio que não há segundas razões senão as habilidades da mesma, né.. Hahaha

      • Laerte Viana Venâncio Alves

        Iria responder o Renanzão, mas um Control C e Control V no seu comentário me representa bem. haha

        • Renan Oliveira

          E aí mano, curtiu as sugestões? Quais foram as melhores?

          • Laerte Viana Venâncio Alves

            Mestre, gostei bastante de Green x Brooks e Gonzalez x Ju Thai. Seriam boas lutas.

    • Thiago_NCO

      Renan, meu nobre! Benavidez?? Para!! 2-0 não deveria jamais virar trilogia, amigo!! Se essa é uma opção à mesa, o melhor a fazer é encarar superlutas, na boa…

      • Renan Oliveira

        Botei ele porque vêm de uma boa sequência de vitórias. Mas se for pra defender com FLY contenders, melhor o vencedor de Cejudo x Pettis mesmo.

    • Laerte Viana Venâncio Alves

      Johnson x Benavidez não faz nenhum sentido. Aliás, ninguém gostaria de ver essa trilogia. hehe

      • Thiago_NCO

        O Mestre do Paint tem uma resistência enorme em casar o seu ídolo em superlutas! hehehehehehehehe

        • Renan Oliveira

          Ursinho, eu coloquei lá entre parênteses “Ou o vencedor de TJ x Cody”. Seria uma boa também kkkkkkkkk

  • William Oliveira

    Ferguson VS Conor McGregor
    Harris VS Mark Godbeer
    Dariush VS Leonardo Santos
    Dunham VS Mairbek Taisumov
    Stamann VS Johnny Eduardo
    Duquesnoy VS Douglas Andrade
    Vannata VS Kajan Johnson
    Green VS Adriano Martins
    Botelho VS Justine Kish
    Gonzales RH
    Schnell VS Joseph Morales
    Beltran RH
    Moraga VS Wilson Reis
    Bibulatov VS Naoki Inoue
    Tavares VS David Branch
    Leites VS Martin Vettori

    • Laerte Viana Venâncio Alves

      Juro que pensei em colocar Vannata x Kajan Johnson. haha

      E, rapaz, gostei de Leites x Martin Vettori.

  • William Oliveira

    Jessica Eye vai ter a luta com a PVZ remarcada se não me engano.

    DJ já está falando sobre vencedor de Pettis-Cejudo.

    E queria deixar um questionamento pra galera do fórum, vcs acham possível que, em caso do Overeem ganhar do Ngannou em uma luta chata onde ele cozinhe o camaronês, o Werdum leve o titleshot?

    A finalização dele foi muito impressionante, mesmo contra um não rankeado. Também tem a questão do apelo comercial, que no momento seria muito maior pro Werdum, uma vez que sua luta contra o Stipe faz mais tempo e Werdum tem mais moral com os fãs.

    Ainda adiciono o fato de a luta deles ter sido super controversa, é claro.

    Por fim, Werdum fez um favor pro UFC e aceitou o Harris sem obrigação alguma, afim de continuar no evento. Pode ser recompensado. Deveria, na minha opinião.

    Agora se o Overeem nocautear ou se o Ngannou simplesmente passar por esse teste, aí a luta com o Volkov é o certo a se fazer.

    • Tairon de Oliveira

      Acho que o Jones vai ser inocentado e vão continuar o andamento das negociações pra fazer a luta contra o Miocic, fazendo com que o Jones suba de vez pros pesados e pare de atrapalhar a carreira do Cormier.

      • Renan Oliveira

        Tomara que não. Se for, espero que seja marcado e o Miocic mate.

        • Tairon de Oliveira

          O Miocic é meu 4º lutador favorito é badass pra caralho, mas o Jones é muito gênio no 8. 50/50, ao meu ver.

          • Renan Oliveira

            De nada adianta ele ser muito gênio no 8 e ter uma cabeça de camarão fora.

          • Tairon de Oliveira

            Nisso eu concordo.

      • William Oliveira

        Duvido. Não vão achar Tbol em alguma coisa que não tinha risco.

        • Tairon de Oliveira

          Ah, sempre há… Não houve o tal “viagra tailandês” pra salvar alguns nomes por aí? Não duvido acharem carne de cachorro, vinda da china, contaminada com turinabol.

      • Laerte Viana Venâncio Alves

        Olha, se eu não me engano, o Jones ficará, no minimo, um ano afastado, mesmo se for inocentado.

        Ou seja, Miocic não vai esperar todo esse tempo.

        • Renan Oliveira

          Por ser reincidente acho que dessa vez não vai ser só 1 ano não.

          • Tairon de Oliveira

            O que tá se ventilando é que ele vai não vai sofrer suspensão se conseguir provar que consumiu algum produto/alimento/suplemento contaminado, considerando toda a circunstância na qual ocorreu o doping.

          • Renan Oliveira

            Mas toda a vez esse lance de produto contaminado? Acho que dessa vez não vai colar.

        • Tairon de Oliveira

          Aí entra em um cenário com o qual não tô familiarizada. XD
          Pode ter pena retroativa, etc., etc.

      • Shotokan Karate

        Eu apoio marcar Miocic vs aspirador de pó. Vai ser divertido ver o aspirador cair de olhos arregalados na primeira que o bombeiro meter na cara dele kkkkkkkkkkkkkk

    • Laerte Viana Venâncio Alves

      Cara, sobre seu questionamento: não acredito muito, mas não ficaria nada surpreso se o Werdum ganhasse o title shot em caso de vitória do Overeem sobre o Ngannou.

      Se o camaronês ganhar, aí é caso encerrado e o Werdum terá que esperar.

    • Lorenzo Fertitta

      Bom questionamento William, mas acho que se o Overeem vencer o Francis em uma luta polêmica, chata ou de resultado duvidoso (como foi Overeem X Werdum 3, por exemplo), o máximo que o UFC vai fazer para “penalizá-lo pela performance” será marcar uma 4ª luta entre ele e Werdum, como TS eliminator e enquanto isso Miocic defenderia a cinta contra o Volkov ou Tybura (caso vença Hunt).
      Por mais controversa que tenha sido a vitória do Reem sobre ele, na minha opinião, a única maneira do Werdum “passar na frente” é caso Overeem e Ngannou empatem em uma ótima luta. Aí, quem sabe, o inglês e o camaronês fariam um rematch e Werdum enfrentaria Miocic novamente.

      • William Oliveira

        Acho difícil veio. Acho eu que se o Overeem ganha numa luta semelhante a última com o Werdum, poderíamos argumentar em favor do titleshot pro gaúcho. Ele já tá com 40 anos e não tem muito tempo no esporte, seria a luta a se fazer na minha opinião. Além disso, como falei tem a questão do tempão que faz a primeira luta entre Miocic e Werdum.

        Volkov e Tybura ainda precisam se provar, talvez um dos dois poderia pegar o Overeem, nesse cenário que desenhamos.

        • Tarley Guimarães Ferreira

          Tá pintando um Miocic Vs. Cormier, pressentimento.

          • William Oliveira

            Gostaria muito, mas acho difícil, DC parece que fica no meio-pesado mesmo.

  • Idonaldo Gomes Assis Filho

    Ferguson x Khabib
    Lee x Usman
    Johnson x Vencedor de Garbrandt/Dillashaw
    Borg x Moraga
    Werdum x Volkov
    Harris x Godbeer
    Dariush x Khabilov
    Dunham x Taisumov
    Stamman x Yahya
    Duquesnoy x Rivas
    Vannata x Mustafaev
    Green x Case
    Botelho x Aldrich
    Bibulatov x Schnell
    Tavares x Branch
    Leites x Vencedor de Theodorou x Kelly

    • Laerte Viana Venâncio Alves

      Tadinho do Lee. rs

      Moraga x Borg faz sentido. Tavares x Branch também me agrada, hein.

      • Idonaldo Gomes Assis Filho

        kkkk o cara disputando title shot se for subir tem que pegar gente que representa, e acho que ele venceria o Usman por finalização hehe

        • Laerte Viana Venâncio Alves

          Seria uma boa luta, sem dúvidas.

    • William Oliveira

      Duquesnoy x Rivas é mismatch, coitado do chileno. Perdeu pra aquele mexicano ruinzin que mal tem 10 lutas.

      Stamann x Yahya parece lutão, bom teste pra ele.

      • Idonaldo Gomes Assis Filho

        A intenção é essa mesmo, recuperar o francês kkkk

  • Daniel Piva

    Se o Lee migrar para os meio-médios mesmo, não acha uma boa a luta contra o Serginho Moraes? Ambos vêm de derrotas, possuem cartéis semelhantes e quem vencer ganharia moral para pavimentar um novo caminho. Já quem perder também não terá um cenário tão devastador.

    • Laerte Viana Venâncio Alves

      Piva, eu concordaria com esse casamento se fosse feito no início do ano. Lee atingiu outro patamar com essa disputa de cinturão. E o Serginho ainda vem de um nocaute brutal, certamente vai pegar alguém bem menos relevante.

  • Victor Hugo Marinho

    Gosto dos casamentos sugeridos. Agora; não acredito que Tony Ferguson x Conor McGregor vá acontecer assim tão fácil.
    Acredito mais que Conor vá esperar o resultado entre Bisping x Saint-Pier.
    Seria muito mais rentável um combate com o canadense do que com o novo agraciado com bumbum de cachorro desferido por Werdum. Como diria o caro Renato Rebelo. Ou até mesmo como já ouvi da Ana Hissa no revista combate, eu acho, ele pode querer Woodley. Não é nenhum absurdo achar isso. Já imaginou o irlanda com 3 cintas?!

    • Laerte Viana Venâncio Alves

      Cara, faz muito sentido isso que você falou. Contudo, prefiro acreditar que o próximo passo será defender o cinturão dos leves, aí depois pensa na divisão dos 77kg.

      Mas não me surpreenderia se acontecesse isso que você disse.

      • Victor Hugo Marinho

        Então Laerte, como bem sabemos, o mérito esportivo não é prioridade no UFC. E essa coisa de achar que o esporte é nosso, por que o Royce criou e o entretenimento vem por último não existe. Há muito tempo o esporte é dos americanos. Tanto é que não possuímos mais um número grande de campeões. Na minha opinião, o rankig é só uma orientação. Não tem peso de lei. Acredito que se o Saint – Pierre vencer o Bispin, o Connor deve subir para enfrenta-lo e tentar outra cinta. Parece que tem uma cláusula no contrato do canadense que o obriga a defender o cinturão. Acho que esse é o cenário que pode se desenhar nos próximos meses. Me parece o mais rentável. E diferente do Brasil, lá os caras são capitalistas.

  • Tarley Guimarães Ferreira

    Como Conor é a bola da vez, o midas da parada, acho Fergusson pouco pra ele, luta de apelo pro Conor é Woodley e GSP, já que a parada já virou palhaçada é isso ai.
    Todo mundo fala que o Anderson subiu de categoria 3 vezes, mas ele não enfrentou o campeão da categoria, pelo contrário, pegou 2 frangos e um ex campeão que o jogo casava muito pra ele(mas não quero tirar seus méritos) e o tamanho compatível.Não acho que o DJ deveria desafiar a cinta de cima e sim o campeão descer.

    • magnuseverest

      Se TJ perder até poderia descer,pois já perdeu para o Cruz,aí com uma vitória em nova categoria poderia pegar DJ,caso ele fique por lá mesmo.

    • Laerte Viana Venâncio Alves

      Acho que uma luta entre McGregor x Ferguson venderia mais que McGregor x Woodley. O campeão dos meio-médios tá sem moral nenhuma pelas lutas chatíssimas contra o Thompson e o Demian.

      • Tarley Guimarães Ferreira

        Mas ai não é a questão do Woodley ter apelo, e sim o cinturão de uma terceira categoria que seria algo inédito.

  • Henrique

    Ferguson x McGregor / Lee x Dunham
    DJ x Cejudo/Pettis / Borg x Moraga
    Werdum x Hunt/Tybura / Harris x Godbeer
    Dariush x Iaquinta
    Stamman x Zahabi/Carcacinha / Duquesnoy x Kelleher
    Vannata x Kim / Green x Brooks
    Botelho x Kish / Gonzalez x Jeon
    Schnell x Bibulatov / Beltran RH
    Tavares x Hall / Leites x Lombard

    • Laerte Viana Venâncio Alves

      Stamman x Zahabi/Carcacinha seria uma boa, assim como Borg x Moraga.

      E rapaz, não tinha pensando em Lee x Nelson. Seria irado.

      • Henrique

        Pensei que você iria destacar Leites x Lombard… Sqn hahaha

  • Thiago Tanikawa

    El Cucuy vs McGregor-agora o Irlanda ta sem ter pra onde escapar, vai ter q encarar o Ferguson.
    Lee vs Nelson- se ele pretende mesmo subir pro welterweight então o Nelson ta perfeito,vem de derrota mas ta no top 15 e daria um bom combate pro bad boy.
    DJ vs TJ ou Cody- a categoria precisa movimentar, pelo amor de deus Mighty Mouse,suba e deixe o vencedor de Pettis vs Cejudo ser o novo campeão.
    Borg vs Benavidez- acabou de sair do title shot e,dps da sova que levou, quando voltar deve ja deve ter voltado o Benavidez tbm pros dois se enfrentarem.
    Werdum vs Volkov- essa vitoria rapida não credenciaria ngm. Volkov esta em acensão e ja seria um nome a se levar em conta se o gremista quiser mesmo o title shot.
    Dariush vs Khabilov-combate bastante interessante,se o russo vencer finalmente retorna pro top 15.
    Vannata vs Marco Polo Reyes- Lando,o novo papa bônus, contra o porradeiro Reyes….outro fight of the night.
    Moraga vs Formiga- a luta q eu casaria antes e q ainda quero casar.
    Bibulatov vs Schnell-luta de levante pro prospecto russo contra o Danger q acabou de ser salvo do RH.

    • Laerte Viana Venâncio Alves

      Porra, eu iria destacar um ou dois casamentos que mais curti, mas gostei de quase todos. Então vou apenas registrar meus parabéns aqui. haha

  • magnuseverest

    Se o Lee subir,e Nurma não conseguir bater o peso,Lee vs Nurma em peso combinado seria legal.
    Tony vs Irlanda,
    Botelho vs Hill
    Eye vs Italiana.

    • Laerte Viana Venâncio Alves

      Botelho x Hill seria uma boa, curti.

Tags: , , , , , , , , , , , , ,