Pensando Alto: a análise
informal do UFC 216

Lucas Rezende | 08/10/2017 às 03:13

Em noite de recordes quebrados e finalizações majestosas, a cintilante Las Vegas ainda reservou aos perseverantes pagantes algumas surpresas para o UFC 216.

Sejam surpresas ruins como a saída de Derrick Lewis no último instante, deixando Fabrício Werdum (quase) sem adversário. Sejam surpresas bisonhas, como duas lutas culminando em empates no mesmo card.

Sejam surpresas fantásticas e que para sempre ficarão eternizadas na memória de quem as testemunhou ao vivo, como a finalização de Demetrious Johnson sobre Ray Borg.

Sem mais me exceder e para não entregar as próximas surpresas, vamos aos fatos.

Tony Ferguson x Kevin Lee

10 vitórias depois, um título interino. Este é o tipo de provação que se precisa atravessar para provar o seu valor neste formigueiro sem fundo que é o peso leve. E Tony Ferguson assinou cada uma dessas vitórias com sua marca registrada, para o bem e para o mal. Diante do maciço Kevin Lee, as nuances de jogo de El Cucuy podem ser facilmente observadas, principalmente o primeiro round como pior round. Com o queixo exposto na vitrine, Kevin Lee não teve problemas em acertar o alvo e depois de ground and pound feroz, o combate só não foi interrompido graças à guarda ativa e salvadora de Tony. Guarda essa que lhe garantiu a vitória por finalização com um belo triângulo no terceiro assalto. Graças, também, claro, ao preparador físico de Kevin Lee, que o incentivou a se estocar de músculos e torcer para dar cabo de um dos maiores maratonistas da categoria nos primeiros cinco minutos. Não deu. Legítimo campeão interino, Tony Ferguson desenha um cenário curioso contra o atual manda-chuva, Conor McGregor. Enquanto o irlandês é mortal e preciso no primeiro round, o americano brilha no solo e para o lado de lá dos combates. Fica a expectativa.

Demetrious Johnson x Ray Borg

Nunca foi tão fácil fazer história. Demetrious Johnson estilhaçou o recorde de defesas de Anderson Silva com uma amálgama de suplê e armlock, quando arrematou Ray Borg contra o tablado, em um movimento que só se pode esperar da fusão de um campeão mundial MMA com um gamer. Dono de um quinto round tão perigoso quanto Gilette em mão de criança, Demetrious Johnson sistematicamente demoliu Ray Borg em ritmo de treino, revertendo posições e encaixando golpes como se o adversário viesse em câmera lenta. É até repetitivo escrever isso, francamente, o homem se supera a cada nova aparição. Agora, uma vez estabelecido como o único defensor do maior recorde de defesas de cinturão do UFC e varrido a categoria dos moscas para baixo do tapete ao ponto de quase extinção da mesma, é questão de calamidade pública que Demetrious Johnson suba de categoria e realize uma super luta. Pelo bem de si mesmo e da própria divisão. Tem que plantar a horta enquanto o tempo o solo está fértil. Com sua gama de habilidades e brechas praticamente nulas, seria um desperdício tremendo não arriscar laçar um segundo cinturão e se solidificar como um lutador mais lendário do que já é.

Fabrício Werdum x Walt Harris

No equivalente mais próximo de sortear um nome da plateia para enfrenta-lo de última hora, Fabrício Werdum não fez nada além da obrigação contra Walt Harris. Mas pelo menos o fez com estilo; Walt Harris nada mais é do que uma versão piorada do já nada espetacular Derrick Lewis. O desfecho desse combate, embora bonito, não surpreende tampouco convence e muito menos certifica alguém a disputar um cinturão. Sei que aos 40 anos de idade cada segundo passado faz enorme diferença e Werdum quer desatar o nó que ficou na garganta após o beijo na lona durante o UFC 198, mas esse caminho não é este.

Evan Dunham x Beneil Dariush

Desta vez, o boxe tailandês prevaleceu sobre o tradicional. As joelhadas e principalmente os chutes baixos de Beneil Dariush determinaram o rumo do confronto contra Evan Dunham, este que, a propósito, só escapou da encrenca que se enfiou no primeiro assalto graças a um coração que mal cabe dentro do peito. Obrigado a combater de pé, após inúmeras quedas rechaçadas, Dunham reagiu e arrancou um suado empate que o impediu de interromper a subestimada sequência de quatro vitórias consecutivas. Dariush, por outro lado, sofre apenas do mal de ser um peso leve. Em categorias menos povoadas, seria um Top 5 legítimo, mas aos 70kg, sempre que ameaça despontar, é detido por outro. Paciência, fazer o quê?

Menções honrosas:

  • Bela estreia da italiana Mara Romero Borella que desbancou a favorita Khalindra Faria com uma sequência perfeita de queda e mata-leão. Primeira italiana a pisar no octógono, diga-se de passagem. É por aparelhos, mas o MMA respira na Velha Bota.
  • John Moraga não tomou conhecimento do cartel imaculado de 14 vitórias de Magomed Bibulatov e o espatifou com uma única bordoada de esquerda ainda no primeiro assalto. Bem-vindo ao UFC, eu serei seu guia.
  • Lando Vannata é um lutador consistente: ele consiste em providenciar belos espetáculos às custas da própria face, não à toa seu cartel permanece negativo na organização. Penalizado por uma joelhada ilegal contra Bobby Green, Vannata perdeu o ponto que lhe sagraria a vitória, mas o resultado teve sabor de vitória para o par, uma vez que Green sofreu três derrotas na última luta e Vannata duas nos últimos três combates. Melhor que perder, não?

Demais resultados:

Amigos, todos os resultados, vídeos, os bônus praticados e as discussões sobre o evento estão no tópico do UFC 216 no nosso fórum.

  • Guilherme Urquisa

    A finalização do DJ foi coisa de cinema! Espetacular!

    • Paulo Zanchet

      Muito TOP

  • Mateus Elias

    Eu gosto muito da Hype do Vanatta, mas queria que ele fosse mais contundente pra chegar num top 5 da categoria …

    • Valdeir Porto Freire

      Relaxa!
      Ele tem 25 anos… vai amadurecer e melhorar o jogo ainda. Acredito no potencial dele.

    • Luiz De Marco Freitas

      fiquei fãzasso do vannata quando apareceu contra o ferguson, mas já tá na hora de mostrar evolução defensiva e QI de luta… desse jeito vai virar recordista de ‘lutas da noite’, mas sem chegar nunca chegar no top5…

  • Rudá Costa

    Engraçado que Werdum dá show finalizando no primeiro round, mas não fez mais do que a obrigação.

    O anão fujão quebra o record do Spider em mais uma de suas lutas chatas que não despertam interesse em ninguém e é um gênio.

    É mais facil ser gênio envolto num mar de mediocridade, quando lutou na categoria de cima e fatalmente perdeu a desculpa pronta do tamanho estava lá.

    Agora pensem quantos homens no mundo tem esse tamanho minúsculo para lutar nessa categoria bizarra que não deveria existir? Quantos destes homens lutam MMA ? DJ é tão bom assim ou tem poucos adversários ?

    • Thiago Gon

      Parei no “anão fujão”…

    • Yuri Yamaura

      Isso que você falou sobre o mar de mediocridade não vale para o peso pesado também? Quantos homens de 120kg existem no mundo? Quantos desses optam pelo MMA ao invés do basquete, futebol americano, etc?
      Gostar das lutas do DJ é questão de opinião, eu pessoalmente gosto bastante. Mas o peso mosca é anos luz melhor que o pesado, quando o DJ subir tem muita gente boa que pode brigar pelo título. E quanto ao fato dele ser bom, o papel que ele fez no peso galo apesar da diferença de tamanho e a evolução demonstrada desde a luta com o Ian McCall responde essa pergunta.

      • Festim Diabalico

        dizer que o peso mosca é anos luz melhor que o pesado é locura, as duas categorias são rasas. O borg chegou ao top 3 com duas lutas, uma contra o top 15 smoka e outra contra o na época top 8 formiga

        • Yuri Yamaura

          Porque todo mundo já disputou o titulo. O Borg disputou o cinturão apesar de o Benavidez estar com 6 vitórias seguidas. Se o Miocic defendesse o cinturão com a mesma frequência que o DJ, já teriam arrancado o Ngannou pela raiz também.

          • Festim Diabalico

            esta totalmente enganado ao dizer que o DJ defende o cinturão com frequencia , o jhonson faz apenas duas defesas de cinturão por ano, para conferir é só ir na wiki
            Mesmo o jhonson defendendo o cinturão duas vezes ao ano o borg consegue entrar no top 3 com duas vitõrias contra caras abaixo do top 6, sem mais
            as duas categorias são rasas, pesado e mosca

          • Festim Diabalico

            esta totalmente enganado ao dizer que o DJ defende o cinturão com frequencia , o jhonson faz apenas duas defesas de cinturão por ano, apenas em 2013 foi que defendeu o cinturão 3 vezes ao ano que é uma quantidade normal,para conferir é só ir na wiki
            Mesmo o jhonson defendendo o cinturão duas vezes ao ano o borg consegue entrar no top 3 com duas vitõrias contra caras abaixo do top 6, sem mais
            as duas categorias são rasas, pesado e mosca

          • Yuri Yamaura

            A comparação foi com o Miocic, e, apesar de você não achar, 2/3 defesas por ano é muita coisa em terra de Bisping, McGregor, Garbrandt, etc. E quanto ao ranking, Ngannou é top 5 ganhando do Arlovski e do Hamilton, tinha gente que queria o TS para o Gaethje, apesar de o Michael Johnson estar 1-4 nas últimas 5 lutas. Repito, o Borg disputou o cinturão porque ninguém queria ver mais um DJ x Benavidez, são os males de um campeão dominante.

          • Festim Diabalico

            sério?
            dar TS para o gaethje, poderia sim, o cara provou que é foda
            poderiam dar para nurmagomedov por que ele é foda
            olha o tanto de luta que o ferguson fez para ficar com interino, ele vem de 9 vitória seguidas ele é foda. Barbosa tb. Cara o peso leve só tem tubarão, me fale um tubarão dos moscas? Só ha uma opção no mosca depois da saida de dodson, o bom e velho benavidez.
            pois é , ngannou emplacou um sequencia de 5 vitórias seguidas e não conseguiu o TS, vai ter que lutar com um top para conseguir o TS. Agora o incrivel borg com apenas duas vitorias seguidas com caras sem expressão(formiga top 8 na época e smoka topr15) chegou ao top 3 ganhando uma disputa de cinta.
            Depois desta analise chego a conclusão que o peso mosca e´ a categoria mais rasa do ufc

          • Yuri Yamaura

            Ok cara, tá bom.

          • William Oliveira

            Próximo titleshot deve ser pro vencedor de Cejudo x Pettis no UFC 218. Benavidez creio eu que pega o Nguyen na próxima rodada.

          • Luiz De Marco Freitas

            cejudo é bom p/ caralho, medalha de ouro e talz… só que foi tirado p/ nada pelo DJ

            justin gaethje… já viram a luta dele c/ o maninho sem um braço? tudo bem que faz um tempo, mas ô luta feia e desengonçada…

          • Savio Cardoso

            Vamos esperar uma disputa dele com o Garbrant, Cruz ou Dillashaw, ou o senhor não vai permitir.

          • William Oliveira

            Ninguém queria dar TS pro Gaethje somente pela vitória sobre o MJ. Tem um 17-0 por trás disso. Ele bateu alguns bons nomes fora do UFC também.

          • Savio Cardoso

            Yuri a categoria é fraca car por mais que vc goste do Dimitrios e compare as categorias com outras de peso não tem para onde correr meu jovem, muitos aqui podem inumerar inumeros motivos para que o Dimitrios suba, inclusive até ele, o Dana e os dirigentes da organização, mas vc vai insistir em argumentar o contrário, o tempo trará respostas mais convincentes…

          • Yuri Yamaura

            Eu disse que ele não deve subir?

      • William Oliveira

        Concordo com você no geral, mas discordo sobre o peso pesado estar anos luz atras do mosca. Pra mim o pesado é a segunda pior categoria, com apenas a meio pesado estando mais precária, mas a mosca é a terceira, não muito longe. Essas são as 3 piores by far pra mim.

        Você realmente acha que Borg, Reis e Formiga seriam top 6 em outras categorias competitivas? Eu duvido. Eles são grapplers uni dimensionais, o próprio Cejudo 4-2 tava top 2 da categoria, com vitórias só sobre caras medianos e sobre o Formiga. Essa categoria tem 3 lutadores nível top, completos: DJ, Joe B e Cejudo. O Dodson que era muito bom subiu, também.

        • Yuri Yamaura

          Para mim o pesado é o pior de longe. Tirando o Miocic, os demais componentes do ranking ou estão em final de carreira, ou são de qualidade duvidosa. O Hunt, por mais que seja empolgante, não é lutador de top 5. Depois tem meio pesado, galo feminino, daí vem o mosca. Não disse em nenhum comentário que a categoria é recheada, que é melhor que o peso leve, nem nada disso. Só disse que é bem melhor que o pesado, e continuo achando isso.

          • William Oliveira

            O Hunt de fato não é lutador de top 5, muito menos o Lewis. Mas o mesmo vale pro Reis e pro Formiga, lutadores totalmente unidimensionais, veja bem, Werdum é um grappler também, assim como eles. Mas compare o striking dos 3, o Werdum foi ser campeão aos 38, mesmo com 40 continua competitivo demais.

            Categorias femininas eu nem comparo, me refiro às masculinas somente. Concordaremos em discordar então, acho que a HW é melhorzinha, até o Oleinik tem um striking mais refinado que o Reis e seus overhands nada ver.

          • Paulo Zanchet

            Eu era preconceituoso com as categorias mais leves, mas aprendi a gostar delas e hoje sao as minhas preferidas, dada a dinâmica que as acompanha. Concordo com vc, é muito mais empolgante ver as lutas peso mosca que as lutas do peso pesado, que acabam com um soco e que depois do 3º round (ou bem antes disso) os dois lutadores estão se arrastando. Quanto ao DJ, é um dos lutadores mais genial, completo e empolgante que já vi lutar, não fica fazendo lutas burocráticas.

    • Luiz Henrique

      Benavidez, Cejudo, Borg, Elliott, Dodson, Moraga, McCall, Horiguchi.. Venceu todos sem deixar margem pra dúvida. Ele já finalizou o Horiguchi aos 4:59 do quinto round. Olha essa última finalização, quem você viu fazendo essas coisas absurdas? Se lutas que definem o que é o MMA não desperta interesse em você, é problema seu, “ninguém” é descabido. Só quero saber qual é a dificuldade em aceitar que DJ é o maior lutador que temos hoje.

      • Savio Cardoso

        Discordo, opinião é que nem c##$, cada um tem o seu.

        • Marco antônio

          E as vezes as duas coisas produzem a mesma.

    • Shotokan Karate

      Rudá tanto o gremista quanto o Mighty Mouse são gênios. Em comentário acima destaquei os méritos do gremistão mas não tem como negar a competência e a virtuosidade do DJ. É disparado hj o melhor P4P da atualidade.

      • Savio Cardoso

        Discordo, a controversias.

    • Valdeir Porto Freire

      Ou DJ sobe ou pelo menos se arrisca com bons desafiantes da categoria de cima, caso contrario o Ultimate encerra as atividades da categoria. Podem anotar!
      Eu admiro muito o DJ, mas a verdade é que já não tem mais graça assistir as lutas do peso mosca. Se eu que realmente gosto de MMA e assino o Combate penso assim, imaginem o telespectador esporádico!
      O UFC é uma empresa que visa lucros e as portas estão se fechando para o DJ. Quando ele teve a oportunidade de fazer uma super luta contra o TJ ele caiu fora. Titio Dana e dirigentes do Ultimate não estão nem um pouco satisfeitos em ter ele como campeão.Incrivelmente existem muito mais expectativas para a categoria peso mosca FEMININO.
      Demetrious Johnson deveria ser mais valorizado sim, mas ele também tem que querer se ajudar.

    • Leo Ferreira

      Vc esqueceu do #causei e do #trollbait no final

  • Savio Cardoso

    Entendo que Demitrius bateu o recorde de defesas de cinturao e que tanto ele quanto Anderson tinham muitas defesas no cartel, mas parei para analisar e percebam, sem querer ser hater e correndo o risco de ser bastante negativado ness3 comentário, mas não acho digamos um recorde justo para com os outros lutadores tanto de Dimitrios como do Anderson esses recordes de defesas, vejam bem, tanto Dj como Anderson já entraram no UFC disputando nas primeiras lutas o cinturão, e como bater esse recorde hoje se atualmentr o lutador faz dependendo da categoria uma media de umas cinco luyas vencedoras em sequencia para enttar no top 5, o Fergusson por exemplo aqui, possui dez vitorias seguidas, e dessas nenhuma defesa de cinturão e ainda é o interino e como o El cucuy, alguns outros, endenderam então, analisem , e vejam, no minimo um recorde injusto, pois tempos atrás principalmente, lutadores mais gabaritados de outrss organizações, ja chegavam disputando o cinturao, me negativem mais vão devagar, porque essee recorde não é e nunca será justo.

    • Beto Magnun

      A situação das categorias que não favoreceram nem um pouco o Holloway e Fergunson. Mas é bom lembrar que o DJ passou por um GP pra poder conquistar o título. Anderson bateu o Cris Leben, que vinha numa boa fase e depois ganhou uma enquete no site do ufc pra poder disputar o título.

      Agora se for analisar os adversários que cada um enfrentou já é outros quinhentos.

    • Yuri Yamaura

      A maioria dos recordes são injustos, porque comparam atletas em épocas diferentes. Como bater os 100 pontos no Brasileirão daquele Cruzeiro de 2003, sendo que hoje só temos 20 times disputando a série a? O recorde está aí, bata quem puder.

    • bedotRJ

      Levantou um ponto interessante. Antes de ser campeão, Jon Jones já tinha detonado todo o meio da tabela dos meio-pesados num tempo em que a categoria era a mais empolgante do UFC. Nomes importantes como Bonnar, Matyushenko, Vera, Hamill (este com “derrota”) e Bader, que certamente comporiam a rabeta do ranking top 15 de então, foram brutalizados por ele antes da cinta. Jones não teve a vantagem de poder enfrentar lutadores menos gabaritados em defesas de cinturão, coisa que o Mighty Mouse teve. As revanches contra Dodson e Benavidez fortaleceram os números dos DJ – Jon Jones só encarou em sua mais recente (e fatídica) luta. Sendo assim, sem levar em conta outros aspectos como a vantagem física, o seu argumento é válido sem sombra de dúvida.

    • William Oliveira

      A questão é que como campeão você só pega, pelo menos teoricamente, o que há de melhor na divisão. Essas 10 vitórias do Ferguson não foram contra os melhores, o Vannata mesmo é uma das mais recentes e ele não é nem top 40 nos leves.

    • Paulo Zanchet

      Interessante ponto de vista!

  • Beto Magnun

    Dunhan é foda. Falei aqui que era um cara injustiçado e alguém disse que é pq as vitórias dele não empolgam. Mas porra o cara raramente faz luta ruim. E que raça ele teve ontem. Uma pena que já esteja com idade avançada numa categoria com idade de cachorro.

  • Carlos André

    É curioso ver esse pessoal tentando desmerecer a marca alcançada por DJ, em vez de simplesmente aplaudir. Dói menos. Parabéns ao DJ por sua inesgotável capacidade de aprimorar-se. Que atleta!

    • Valdeir Porto Freire

      Eu também acho ele sensacional, mas confesso que passei a perder um pouco o interesse pela categoria dele. Ele e a Cyborg não possuem adversários à altura em vossas categorias de peso.

  • Expert

    Tive a impressão que se não fosse pela falta de gás do Lee, ele poderia ter levado esse cinturão ( talvez pelo corte de peso, ou do treinamento não adequado)

    Sobre o Ferguson: Tem um excelente jogo de chão e um cardio de dar inveja a outros lutadores. Mas como todo bom lutador tem brechas em seu jogo. Se com o Kevin levou knockdown, seria inteligente – se quiser manter sua cinta – não trocar em pé com o McGregor.

    • Paulo Zanchet

      Acho que ele não seria tolo de sair trocando com o irlandês. Igualmente acredito, usando sua analogia, que o McGregor não seria capaz de nocauteá-lo, pois não nocauteou nem o Nate Diaz. Nunca vi tanta absorção de golpes, o cara parece ser feito de titânio e fibra de carbono. Digo mais: numa hipotética luta entre os dois, vislumbro que a partir do terceiro round o Ferguson faria o que quisesse com o irlandês.

  • Shotokan Karate

    Buenas gurizada. Seguem pareceres das principais lutas da noite:

    Gremista vs Harris : Na condição de gremista como o Werdum com mto orgulho digo que me senti representado. Gremistão cumpriu bem o dever de casa e colocou o adversário em seu devido lugar. Foi um ato de coragem pois topou em 3 horas topar com um adversário diferente já que seu camp previa outro rival. Lewis que por sinal foi tão irresponsável quanto a Amanda no caso da sinusite. Sua contusão nas costas não era de hoje e foi relapso ao não informar a organização quanto a esse problema pros caras deixarem o gremista de sobreaviso. Por sorte ele teve hombridade de aceitar quando não tinha obrigação alguma.

    Mighty Mouse vs Ray Borg : Vitória maiúscula e incontestável do Mighty Mouse. Johnson dominou toda a luta, em nenhum instante se viu sob ameaça e mais uma vez varreu a divisão. Mighty Mouse não tem a exuberância e a técnica do Spider mas é um digno representante do posto de Nro 1 P4P da atualidade. AO contrário do que alguns colegas e mesmo tu Lucas não vejo motivos pra ele subir de vidisão. Mesmo pros moscas DJ é mto pequeno (Borg era maior e tinha mais alcance do que ele) e se percebe claramente que é a sua divisão natural.

    El Cucuy vs Lee : Vitória convicente do El Cucuy. Topou com um cara chato que era o Lee e controlou bem. Houve alternância de dominios do combate em vários momentos mas nas horas cruciais Ferguson foi decisivo. Mesmo embaixo nas quedas El Cucuy sempre foi ameaça. Agora é prepararmos nossos ouvidos para o clássico dos palhaços Palhaço Irlandes vs El Cucuy…

    • William Oliveira

      Eu sinceramente só acredito nessa luta quando o Conor pisar no octógono haha até lá não creio que ele encara o El Cucuy na próxima.

  • William Oliveira

    Texto muito bem escrito brother, excelente, que noite haha os resultados foram os esperados, sem duvida, mas as performances? De jeito algum. Surpresas positivas.

  • Leo França

    DJ entrou de cabeça com o Spider na disputa do MAIOR de todos os tempos(tirando o Jones, por motivos obvios), mas a discussão do MELHOR de todos os tempos é incabível, DJ já mostrou ser o melhor lutador que já pisou no octagono, não tem a trocação do Anderson, e nem o wrestling do GSP, mas ele consegue ser muito bom em todos os aspectos e ter uma resposta para todas as investidas de seus adversários. Na minha visão o Anderson continua sendo o maior de todos, mas o DJ tá com o pé na porta, se ele ganha a cinta de cima, ele crava seu nome como o MAIOR e MELHOR da história.

  • magnuseverest

    O único nome que pode superar o DJ seria a Joanna se continuar defendendo a cinta contra Hill ou Tecia,por exemplo.

  • Tarley Guimarães Ferreira

    Então, mas tem umas pessoas que inclusivem ”gostam muito de mma” que diz:Ah, o Demetrios Johnsson não vende…como se fosse eles que recebem o valor do payperview…a categoria do categoria tem bons lutadores sim, só lembrar o que todos diziam por exemplo do Benavizez, do Jussier Formiga entre outros.DJ, um dos mais completos e dominantes lutadores de todos os tempos, se fosse loirinho do olho claro (Sage, Conor, Brock, Sage, Page Vanzant entre outros) ai sim ele seria considerado um Deus.

  • Nathan Dreak

    Khabib deixou o barco passar. Fergusson é o verdadeiro campeão da categoria.
    E já encheu essas superlutas de DJ vai desafiar Jussier Formiga ou um prospecto qualquer. Continuar escolhendo lutas e ninguém liga.

  • Idonaldo Gomes Assis Filho

    Não entendo quem não gosta do Demetrious Johnson, sei lá não tem como, se falam que ele é amarrão ele finaliza as lutas com muita frequência, se chamam a categoria de rasa a MW na época do Anderson nem era muito diferente, o cara entretêm e muito, quando o Borg mochila e ele derruba como se fosse nada,quando ele faz uma armbar no ar depois de um suplê, quando ele acerta joelhadas do inferno no clinche no Cejudo, quando ele no chão estraga o rosto do melhor jiujiteiro da divisão e o finaliza, ele sabe todas as manhas. Por favor DJ, sobe agora pros galos, acho que de peso mosca já deu certo, o negócio é subir e continuar crescendo, fã demais desse monstro, deixou o Ferguson no segundo plano desse evento, quando ele seria o primeiro na minha opinião.

    “em um movimento que só se pode esperar da fusão de um campeão mundial MMA com um gamer. ” hahahah, essa foi boa, DJ tá usando gameshark nas lutas, só pode kk

  • Luiz De Marco Freitas

    fiquei impressionado c/ a mara borella, daí fui pesquisar o cartel da moça: ela foi nocauteada pela anna elmose, aquela baixinha dinamarquesa que lutava nos galos (depois desceu p/ palha) e perdeu p/ germaine de randamie!

    ou ela evoluiu muito, ou sei lá…

Tags: , , ,