Por que Lyoto x Henderson dificilmente acontecerá

Renato Rebelo | 15/09/2012 às 20:38

Em dias de incerteza como os atuais, onde cards inteiros são refeitos da noite pro dia, uma luta justa e bem casada se torna algo cada vez mais raro.

Quando Dana White, ainda magoado pelo cancelamento o UFC 151, anunciou Lyoto x Dan Henderson para definir o desafiante número um pelo cinturão dos meio-pesados, tomei até um susto.

O Machida deveria ter aceitado a luta. Já vimos isso, mas a história sempre se repete. Veja quanto tempo demorou pro Rashad lutar pelo título novamente. Você quer lutar com o Jon Jones, escala até a luta pelo título e não a pega. Agora, você vai lutar com Dan Henderson e pode nunca mais chegar ao título novamente – disse o ainda ressentido presidente

Afinal, a meu ver, nenhuma luta faz mais sentido no peso do que esta. Desde que foi apagado por Jon Jones no segundo round, Lyoto tem apenas uma vitória – contra o mediano Ryan Bader.

Agora, o carateca teria a chance de adicionar ao  seu currículo um nome de respeito – que justificaria publicamente mais uma chance.

Já o representante da Team Quest vem de quatro vitórias expressivas (Babalu, Feijão, Fedor e Shogun), mas a diferença de tamanho grotesca para Jones e a dependência da bomba de direita fazem com que todos torçam o nariz para o duelo.

Uma vitória sobre Lyoto seria a prova definitiva de que o coroa pode chegar lá.

Mas, nem tudo são flores. Parei para raciocinar e percebi que essa ‘’dream match’’ simplesmente não vai rolar.

Pensem comigo. Jon Jones é o campeão mais ativo do UFC – com três defesas (Rampage, Lyoto e Rashad) em apenas sete meses.

Caso ele vença Vitor Belfort, teria que esperar, no mínimo, até 2013 para assistir Lyoto x Henderson. Por quê?

Ora, o banguela ainda se recupera da lesão do joelho e o único pay per view de 2012 ainda em aberto é o UFC 155 (Cigano x Velasquez), no dia 29 de dezembro.

Como esse card, além do main event, já conta com Sonnen x Griffin e Weidman x Boetsch a possibilidade de mais uma luta de apelo nesta noite é quase nula.

Os ponteiros continuarão girando e ter um Jon Jones jovem e saudável esperando no sofá é dinheiro jogado no lixo.

E se Vitinho vençer? Aí que não rola mesmo. O cenário mudaria drasticamente e, certamente, Henderson ou Lyoto agarrariam o posto de desafiante número um.

Ainda temos Shogun x Gustafsson em dezembro… Vai que um dos dois se machuca… Lá vai Lyoto… ou Hendo…

Enfim, com o andar da carruagem, ficaria muito surpreso se essa luta se concretizasse. Uma pena.

Comments are closed.

Tags: , , ,