Jiu-jítsu no MMA: Demian é o último dos moicanos?

João Vitor Xavier | 26/03/2015 às 15:39

Quando se entra no perfil de Demian Maia no site oficial do UFC, a seguinte frase se coloca em destaque:

Minha técnica favorita é finalizar meu oponente sem machucá-lo e sem que ele me machuque”.

Demião embalando LaFlare no RJ

Demião embalando LaFlare no RJ

Esse pode ser o resumo da carreira do meio-médio, vitorioso no último sábado em luta polêmica no main event do UFC Rio 6.

Demian nunca foi o boxeador mais talentoso ou o cara que bate mais forte no ground and pound. Sempre preferiu avançar posições, colocando seu jiu-jitsu em prática.

Faixa-preta de quarto grau e campeão mundial na arte suave, o paulistano deixou o quimono rumo às artes marciais mistas, mas parece que o quimono nunca o deixou.

Mesmo usando luvas e bermuda, Demian segue com os preceitos do jiu-jitsu – inclusive o de não agredir seu adversário mais que o necessário.

Batendo Sonnen sem desferir um soco

Batendo Sonnen sem desferir um soco

Na coletiva pós-UFC Rio 6, ele até deixou escapar que não gosta de bater nos oponentes e que segue a filosofia de Hélio Gracie, um dos transformadores do jiu-jitsu em uma arte marcial brasileira.

Mas esse não seria um pensamento equivocado num esporte multidisciplinar como o MMA?

Pode até ser que sim, principalmente nos dias atuais, com atletas no auge físico aderindo a todo tipo de disciplina marcial para arredondar seu jogo no cage.

Mas vou confessar aqui que eu gosto dessa postura do Demian.

"Jonfitchando" Jon Fitch

“Jonfitchando” Jon Fitch

O fato de ele se manter fiel à sua arte faz com que nós tenhamos um pouco do começo do vale-tudo de volta, quando se lutava pela glória da arte marcial e não tanto por orgulho próprio.

Não é que ele não treine muay thai, boxe ou wrestling. Seu jogo de quedas, aliás, é um dos mais subestimados de todo o esporte atualmente.

Mas todo esse treinamento é voltado para sobreviver em pé e colocar seu oponente no chão quando, em posição de vantagem, ele coloca sua disciplina em prática.

É uma excelente exceção num universo que cada vez mais tem lutadores que não cresceram sob as rédeas de uma única disciplina e treinam todos os principais fundamentos do MMA desde o começo da carreira (o grande exemplo dessa nova safra é Rory MacDonald, que sempre treinou todas as artes marciais).

O porém

Shields aproveitando cansaço de Demian

Shields aproveitando cansaço de Demian

Apesar disso, as últimas lutas de Demian e seus números recentes exigem uma reflexão: ele tem colocado mesmo em prática esse jogo?

De acordo com o “Fightmetric”, o brasileiro tem 1,2 tentativas de finalização por luta. Mesmo tendo uma média de praticamente três quedas (2,98) por combate.

A falta de efetividade/agressividade na hora de dar o bote pode lhe custar caro quando enfrentar um top. Ou alguém vê monstros como Robbie Lawler, Hector Lombard, Tyron Woodley ou Johny Hendricks aceitando de bom grado a queda de rendimento do brasileiro nos assaltos derradeiros (isometria cansa e Demian já tem 37 anos)?

No UFC Rio 6, mesmo vendo quatro dos seis duelos do card principal terminarem via jiu-jitsu, ele se mostrou despreocupado com a seca de interrupções.

Na humildade, Demian, será que não está faltando tentar mais?

  • William Amaral

    Tem um jogo de quedas muito, muito bom, acentuado pelo medo dos adversários de serem colocados em posições complicadas já na queda ou na transição dela. Lembro que o Story ficou travado quando o Demian grudou e, aos poucos, foi se entregando ao mata-leão.

    Acho que contra o Shields o que matou não foi o cansaço e sim o próprio Jiu-Jitsu. O Demian tentou avançar em todos os rounds e, em alguns deles, foi raspado e amarrado.

    • Rodrigo Tannuri

      E o que dizer da performance mítica contra o Fitch? Não esperava ver tamanho domínio.

      • Thiago Marques

        Mítico? Pepey? Ah, foi mal!

    • Vitor MacGruber

      Demian vs Toquinho seria mítico demais de ver, seria uma luta que eu não perderia.

    • Thiago Marques

      O Shields põe no bolso 99% dos lutadores de MMA, desde que a luta esteja no chão. O Shields, por exemplo, já venceu o Vinny Magalhães numa luta de submission e, recentemente, foi superior ao Satoshi no Metamoris.

  • guilherme

    Acho que o Demian tem medo de dar o bote não consegui pegar e cansar,esse jogo dele para três rounds é tranquilo agora para 5 é foda a idade não ajuda, e ele é da velha guarda do iu-jitsu que era a tecnica pura na maioria das vezes,hoje se for observar os cara do jiu-jitsu perdem peso para lutar campeonato a parte fisica ta sendo muito exigida tando no jiu-jitsu e no mma e o Demian alem de não tem acompanho a evolução fisica não acompanho a evolução técnica, não vejo ele ganhando de nenhum top 5 , mais é um baita lutador e conseguiu chegar muito longe sendo unidimensional.

    • Thiago Marques

      Favorito contra Condit e Brown, pelo menos.

      • Rodrigo Baroš

        Condit e Brown assassinariam o Demian no primeiro round.

        • Thiago Marques

          Como se não parariam de pé? 😀

          • Numa luta de 5 rounds, parariam sim. E aí, meu amigo, a selva é densa.

          • William Amaral

            No caso de Condit e Brown, que, geralmente, dão giro no solo, tenho minhas dúvidas se não seriam finalizados em 2, 3 rounds. Caso não fossem, a chance de pegarem o Demian em pé é muito grande mesmo. Talvez, maior do que a do brasileiro finalizar.

          • Thiago Marques

            Mais fácil finalizar até o 3 um desses pangarés no chão! 😀

          • Finalizar o Condit? Condit pangaré no chão? Acho que você tá precisando ver umas lutas dele, o cara hoje em dia tem uma das guardas mais agressivas do MMA.

          • Thiago Marques

            Grande Alexandre! Honra tê-los respondendo a uma portagem minha, mais que isso só poder ver o Mítico Mestre Pepey lutar! 😀

            Pangaré foi força de expressão, mas uma comparação com o chão do Maia, todavia, sendo mais realista o Maia pondo o Condit no chão tem certeza que ele monta em 99% das vezes, finalizar é mais difícil, especialmente com limite de tempo de 5 minutos [2 minutos após montar!].

            O Rory, por exemplo, tem o chão muito subestimado, veja que ele teve até uma uma luta razoável contra o J. Torres, que é um monstrinho da Atos e, contudo, o Maia quedou e montou nele com menos de 3 minutos?

          • Thiago Marques

            A selva é densa, concordo contigo. Só acho mais provável o Maia limpar o chão do octógono por cinco rounds com as costas de ambos, nenhum deles tem a defesa de quedas do Rory.

        • Malk Suruhito

          Igual o Rory McDonald fez?

          • Rory MacDonald fatalmente teria nocauteado se a luta fosse de 5 rounds. Demian tava morto no terceiro.

          • Malk Suruhito

            Mas o ponto aqui é que afirmaram que a luta contra o Brown ou Condit não passaria do primeiro. Ninguém nunca se arriscou (ou conseguiu) a tentar nocautear o Demian no primeiro round, nem mesmo o Anderson. Esse é o meu ponto.

          • William Amaral

            O Marquardt se arriscou.. rs

          • O cara fala de Brown e Condit e vc responde com Rory MacDonald?

          • Malk Suruhito

            Justamente por considerar o Rory acima deles dois. Vimos bem o que ele fez com o Safedine por exemplo…

        • Thiago Marques

          Como faraoisso com as costas no chão?! Kkk…

  • Bruno Conde

    Ele realmente se tornou conservador nos botes para a finalização.

    • Thiago Marques

      São duas coisas: medo de perder a posição e confiança de quedar no próximo round.

      • Numa dessas, numa luta de 5 rounds, ele cansa e toma um nocautão de um desses animais da categoria.

        • Thiago Marques

          Faz tempo que o Maia não leva um nocaute, nesse nível que ele luta é coisa rara de acontecer Alexandre! 😀

  • Gefferson Nesta

    Falta ao Demian o que ta sobrando agora no Pepey…Hehehheheeh

    • Rodrigo Tannuri

      Mas cá entre nós, você pegou pesado na comparação. Quem pode se comparar ao novo mito da marra? Acho que ninguém kkkkk

      • Thiago Marques

        Mestre abalou com seu terno roxo!

      • Gefferson Nesta

        Hehehehhehehehehehehehehhehehe Verdade!

    • Thiago Marques

      O mestre há de premia-lo pelo reconhecimeto mortal!

  • Tiago Nicolau de Melo

    Demian sempre foi agressivo contra o Jake, mas este raspava e ficava por cima sem fazer “nada”. Contra o Fitch, a legenda da imagem acima diz tudo. Curto o Demian, acho que ele mesmo (lá no fundo) sabe que não rola mais cinta. Não consigo ver o jogo dele entrando em prática contra nenhum Top 5, talvez nem mesmo contra o Índio.
    Mas é um cara que merece cada êxito, guerreirão.

    • Eu achei o Demian super defensivo contra o Shields, mal conseguiu passar a guarda do cara (nem lembro se passou alguma vez, mas tomou várias passadas), imagine estar em posição pra finalizar.

      • Tiago Nicolau de Melo

        É. O meu “agressivo” não foi a ponto de dizer que ele sempre buscava dar fim na luta, mas, ao meu ver, fazia mais do que o Shields por cima. Só que ficava por menos tempo nessa posição.

  • Lucas Andrade

    Até o post sobre o Demain me deu sono hehehe Zoera à parte, ótimo texto Jhon!

    • Renato Rebelo

      Que isssssso, rapaz!!!

  • Rodrigo Tannuri

    Demian e o Toquinho são totalmente diferentes. Enquanto o primeiro sabe se comunicar, é educado, o outro é matuto, sem instrução. Se o primeiro prefere administrar o jogo, o outro é mais do que selvagem. Quem vocês preferem? Sinceramente, gosto mais do Demian. Concordo com o João. Ele realmente é bem subestimado. Se ele terá fôlego pra mais uma disputa de cinturão, eu não sei. Creio que não. Mesmo assim, é bonito ver um cara especialista no Jiu-Jitsu mostrando toda a sua superioridade. O que ele faz contra wrestlers é um absurdo! Ainda bem que o Demian deixou de lado aquela versão “quero me testar em pé”. O negócio dele é o chão e que fique nele. Treine as outras artes, mas não evite/ignore o seu carro chefe,

    • A questão pra mim é que o Demian tem uma produção muito forte no chão, mas que não se reflete em situações de vencer a luta. Contra o LaFlare, ele fez o suficiente em quatro rounds pra se arrastar no quinto. Contra Hendricks, Lawler, Woodley, Condit e outros, ele teria uma grande chance de acabar nocauteado no R5 depois de abrir 40-36.

      Como ele não bate muito no chão (nessa parada de não machucar), não desgasta tanto os adversários como poderia. Numa divisão cheia de animal, isso pode custar caro.

      • Rodrigo Tannuri

        Sobre os nocautes, apostaria que os três primeiros que você citou venceriam dessa forma. Fico meio assim, em relação ao Condit. Acho que o Demian pode ter êxito. A verdade é que, agora, as chances de vitória do Demian diminuem consideravelmente. Se o Lombard tivesse apto, também apostaria nele.

        • William Amaral

          Eu já apostaria o contrário. Acho o Condit mais perigoso em 5 Rounds. Os outros costumam chegar mais exauridos ao fim das batalhas.

        • João Vitor Xavier

          Rodrigo,

          Eu vejo o Condit da seguinte forma. Vai cair com quedas do Demian? Vai. Mas vai se levantar e, eventualmente, pegar o brasileiro em pé. Principalmente porque ele vai cansar o Demian jogando embaixo.

          • Condit por baixo é mais arisco que o LaFlare e mais difícil de deixar quieto.

        • Eu tô com o @william_amaral:disqus. Talvez apostasse no Demian em 3 rounds, mas certamente no Condit em 5.

      • João Vitor Xavier

        Exatamente, Alexandre. Foi aquilo que a gente discutiu. Se ele tivesse um gás pra jogar esse jogo por anos, como o próprio Cain.

  • João, meu brother, belo texto! Concordo integralmente contigo que o Demian é o último dos moicanos. E sobre a frase que está no perfil do brasileiro, me lembrei de outro compatriota que é especialista no jiu-jitsu e teve uma atitude exemplar: Roan Jucão, quando finalizou Mark Muñoz há um mês atrás, teve maior cuidado com o adversário que apagou com a finalização.

    Abraço!

  • Danilo Lopes

    Acho que o trabalho que o Eddie Bravo tem feito também mostra que o Jiu Jitsu ainda tem muito o que dar ao MMA.

  • Kelion Almeida

    Gosto dos temas que vc escolhe e o caminho que segue. Parabéns

    • Renato Rebelo

      O João é mt fera msm!

  • Leo Corrêa

    Exatamente por isso que eu sou fã do Demian. o

  • João Vitor Xavier

    Pessoal,

    Algumas pessoas falaram que eu exagerei ao colocar o Demian como último representante do jiu-jitsu, visto que tínhamos outros nomes como Jacaré, Durinho e Roger.

    O que eu quis colocar em discussão, na verdade, foi o fato de o Demian ser o único que se manteve super fiel ao seu jogo desde que entrou no MMA. O Jacaré hoje é um puta de um lutador de MMA, totalmente superdimensional, com mão pesada e uma trocação que melhora a cada dia. O Durinho já nocauteou o Bananada, um cara duríssimo do circuito nacional.

    O Roger pode ser um dos caras que ainda mantêm a fidelidade pelo jiu-jitsu, mas não é um cara 100% comprometido ao MMA, correto?

  • Dênnys Dias

    Demian merece credito por ganhar como ganha,apenas no JJ.Mas hj isso nao eh suficiente pra ganhar dos tops.Eh preciso evoluir!Vide RDA

Tags: ,