Daniel Cormier: uma mudança
de ares lhe fará bem

Leo Salles | 31/07/2017 às 13:24

Por mais que Daniel Cormier não gere tanta simpatia entre os fãs do UFC, foi desolador vê-lo aos prantos após ser nocauteado brutalmente por Jon Jones no UFC 214 do último sábado (29).

Jones encerrando a conversa nos meio-pesados

Perder duas vezes de maneira incontestável para seu maior rival dentro e fora do octógono (dois anos entre trocas de ofensas, cancelamentos por lesões e doping do agora campeão dos meios-pesados) certamente o fez ficar daquela maneira, ainda sob efeitos do potente chute alto e a saraivada de socos no chão (foi diagnosticado com concussão cerebral ao final do evento).

Pela recente rivalidade com Jon Jones e ter a fama de falar demais, ”DC” parece nunca agradar os fãs de MMA em qualquer lugar que lute.

Porém, a meu ver, aparentou sempre ser um cara bastante respeitoso com seus oponentes, com a imprensa (tem um belo emprego como comentarista da Fox) e com os aficionados do esporte, mesmo eles o odiando.

Foi, portanto, eloquente ao dizer para Joe Rogan (que achou que mandou muito mal em entrevistar Cormier ainda no octógono), mesmo atordoado, que sua rivalidade com ”Bones” chegou ao fim:

Eu não sei, cara. Acho que se o lutador ganha duas vezes, não existe mais rivalidade”, disse ‘DC’.

Por isso, já que o bad blood com o provável maior lutador de MMA (ainda não o considero) não ter mais cabimento e ter sido campeão dos meios-pesados enquanto ”Bones” resolvia suas pendências particulares, acho que seria uma boa para ”DC” voltar a sua categoria de origem, os pesados.

No entanto, DC ainda é o Nº 2

Duvido que Cormier queira refazer seu caminho ao title-shot da divisão até 93kg, já tendo batido Anthony Johnson (será que volta da aposentadoria?) por duas vezes, e Alexander Gustafsson, calcanhar de Aquiles de Jones.

Uma trilogia, caso acontecesse, levaria algum tempo para acontecer e ”DC”, beirando os 40 anos, não tem muito tempo para esperar.

E uma volta aos pesos-pesados, mesmo com seu amigo e colega de equipe da AKA, Cain Velasquez ser top 5 da categoria, traria a Cormier um novo fôlego.

Primeiro porque não precisaria cortar tanto peso. Segundo, os adversários da divisão até 120kg são, no atual momento, bem inferiores técnica e fisicamente e ”DC” tem esses elementos de sobra para chegar voando novamente nos pesados.

Terceiro, com a escassez de bons nomes na categoria, ele seria top 5 fácil e, ao meu ver, tem jogo o suficiente para derrotar qualquer um deles (Junior Cigano, Fabrício Werdum, Alistair Overeem e até o temido general de um exército, Francis Ngannou) e faria, inclusive, um combate bem equilibrado com o atual campeão Stipe Miocic.

Por fim, tornando-se campeão dos pesados o colocaria num seleto grupo de lutadores detentores de cinturões em duas divisões distintas (apenas Randy Couture, BJ Penn e Conor McGregor conseguiram essa proeza). E, na recente conjuntura dos pesados, é um caminho bem possível para ”DC” trilhar e fazer história.

Como pesado, DC também foi bem…

Lembremos que Cormier já derrotou nomes da categoria até 120kg como Josh Barnett e Antonio Pezão no Strikeforce (onde foi campeão do GP) e no UFC ganhou do veterano ex-campeão Frank Mir e Roy Nelson, que na época era bastante temido pelos nocautes.

Então, campo ele tem para tentar nova caminhada nos pesados, e só a questão com o Cain Velasquez, que vive constantemente com lesões e mal tem lutado, que poderia ser um empecilho para sua volta.

Portanto, não vejo nada perdido e desesperador para ”DC” achar que sua carreira possa estar terminada.

Apesar da idade, ainda possui muita resistência, um belo jogo de chão, notório desenvolvimento na luta em pé (vinha ganhando a luta contra Jones até o chute derradeiro) e já chegaria nos pesados fazendo barulho. Tenha calma, Cormier, e recomece sua história nos pesos-pesados.

Queridos amigos do Sexto Round, acham que Daniel Cormier deva voltar ao seu peso de origem? Vamos bater um papo nos comentários.

Abraço!

  • Victor Cutrale

    Acho q DC pode se aposentar com méritos e não sofrer mais danos.

  • Marcelo Silveira

    o Problema é se o Jones resolve ir pelo mesmo caminho…

  • Raphael Pinheiro

    Voltar aos pesados seria sim uma opção viável. Tecnicamente não há discussão, Cormier segue numa fase com o jogo mais refinado do que boa parte dos tops de até 120 kg. É fato que ele também ainda é uma força temida nos meio-pesados, mas também já fez basicamente o que poderia fazer na categoria, não fazendo sentido em martelar uma terceira luta com JJ tão cedo.

    Sobre a reputação, sua soberba nunca foi um fator que ajudou, comum aos atletas da AKA e que sempre venderam uma aura de imbatíveis porém atravessando uma série de “senãos” físicos. Cormier já era chato com aquele papo de tratar o Cain como seu protegido de ouro e o único que poderia batê-lo. Chegou ao cinturão quando a leva de ouro dos 93 kg anterior praticamente saiu de cena – Rashad, Lyoto, Shogun… uma conjunção de fatores que não ajudaram na construção da imagem, acho

  • Hyuriel Constantino

    kkkkkkkkk… Sacanagem da porra a thumb que usaram para a matéria, viu? kkkkkk…

  • douglas karpinski

    Bom texto, mas vinha ganhando a luta contra o Bones? não vimos a mesma luta então, mas concordo que a subida de peso pode dar uma sobre-vida, mas na boa, acredito que seu papel ja se encerrou, sair por cima (perder apenas para o Bones não é demérito) é a melhor escolha….

    • Douglas, vi o Jones levando o primeiro, DC o segundo e no terceiro ele estava melhor que JJ até tomar aquele petardo. Pelo menos eu vi assim. Abs!

  • Mauricio

    Concordo, acho que ele deve subir de peso e se pah! lá ele enfrentar o Jones pela terceira vez! Nos meio pesados não deve ter mais motivação…

    David Carvalho precisa atualizar essa charge e colocar o DC e a Claudinha hehe https://uploads.disquscdn.com/images/4105e4f62fe83f9ce7e7b36e942a0cf27b93b6384b3019ba4b3918cd0d70cc22.jpg

    • Hyuriel Constantino

      O Edgar tb.

      • Lero

        Edgar e Mendes já tem novas esperanças com o Holloway. O estilo deles casa melhor contra o novo campeão

    • Cássio Rafael Guimarães Nascim

      Quem está do Lado do Cigano? Sonnen? Além do Mendes

      • Idonaldo Gomes Assis Filho

        Benavidez parece

        • Cássio Rafael Guimarães Nascim

          Tem lógica! Valeu! hahaha

    • Leonard Andrade

      Respeito sua opinião mas não tem lógica Jones X Cormier 3 nos pesos pesados..

  • Anderson Gonçalves Vieira

    vcs são os melhores sempre.. parabens pelo bom trabalho, sempre encontro algo diferente e assuntos que gostaria de saber aqui

  • Tarley Guimarães Ferreira

    Sem duvida, o caminho pro Cormier é voltar aos pesados mesmo que Jones também suba, porque esse seria o único apelo por um terceiro combate entre eles.Ficando na lhw mesmo que o Jone suba, ele nunca seria considerado o verdadeiro campeão e teria o fantasma do JJ assombrando para sempre e ele como macho alpha que é jamais ficaria satisfeito.

  • Lero

    Werdum Cormier seria uma luta interessante.

    • Gilmar Nascimento de Souza

      Comprar a treta do Rockhold kkkkkkk boa! Seria um lutão na minha opinião.

  • Carlos Felix

    O melhor mesmo é subir.
    Como os amigos já falaram, uma terceira luta com o Jones não faria sentido na LHW, ao menos a curto prazo.

    Quanto à aposentadoria… Cormier não demonstra estar em decadência. Na verdade, parece estar no auge da forma física.
    E está ganhando dinheiro como nunca. Ganhou US$ 1 milhão só de bolsa fixa. Sem contar PPV, bônus, patrocínio…… o cara está fazendo muita grana. Difícil pedir para ele sair de cena logo agora.

  • Davi Souza

    https://uploads.disquscdn.com/images/0ee5dfe7624b793a2946ebc311447fb7277082db691def9f4d5089d2bd249692.jpg
    Pena nada kkkk. Parafraseando o Django e mudando um pouco sua frase. “Eu gosto do jeito que vc chora boy” kkkkkkkk

  • Beto Magnun

    Olha depois dessa aí de concussão, acho que ele devia se aposentar. Ok que uma galera odeia ele, mas o cartel do Comier fala por si só do excelente lutador que ele é. Não é demérito perder pro Jones.
    E quase quarentão, com uma concussão, aquele lance de lutar com o joelho bichado por anos, as porradas que tomou do AJ, Gusta e Jones, será que realmente vale a pena continuar?
    É tosco pedir pro cara aposentar ainda mais com o histórico que tem, mas no lugar dele aproveitaria bem o gancho médico pra pensar a respeito.

    • Beto, dependendo da gravidade (tomara que não seja como TJ Grant que nem voltou mais a treinar) ele deve pensar a respeito. Mas pelo que DC postou nas redes sociais, acho que ele vai continuar de boa. E concordo contigo que a galera prefere odiar mais o cara do que reconhecer o que ele faz no octógono. Abs!

  • Ícaro Cavalcante Dourado

    Só discordo quando disse que DC estava ganhando. Eu o vi perdendo, indo pra frente afoito e sem técnica, os golpes de Bones estavam entrando limpo o tempo todo. De resto, concordo.

    • Icaro, vi o Jones levando o primeiro, o DC o segundo. Ele estar afoito e sem técnica, é verdade, mas estava pressionando e até acertando alguns golpes mesmo sem tanta eficácia. Assim ele estava também no terceiro até tomar aquele chute fenomenal. Pelo menos foi o que eu vi, mas que nada tira o mérito da técnica apurada do JJ. Abs!

    • Hericly Andrade Monteiro

      Cara infelizmente o cara menor tem que fazer isso. As vezes não é afoito, mas sim tem que dar a cara para poder bater, ainda mais num caso como o do Jones, que usa muito bem a envergadura. Cormier sendo menor ele acaba tendo mais vantagem no in-fight e para chegar no in fight, as vezes vc precisa apanhar.

      • Ícaro Cavalcante Dourado

        De fato, mas eu não estava criticando a estratégia dele, apenas comentei minha visão sobre o andamento da luta, de DC estar perdendo até antes do chute pré nocaute.

  • William Oliveira

    DC estava sim ganhando, tava 1-1 e no terceiro round ele estava melhor. De qualquer jeito, deveria ou fazer uma última luta contra o Manuwa e se aposentar, ou subir pros pesados mesmo. Foda-se o Cain, luta uma vez a cada 2 anos..

  • Leonard Andrade

    Vi comentários sobre Jones X Cormier 3 nos pesos-pesados e com todo respeito não tem coerência, Jones ainda levaria vantagem primeiramente, e ele como não consegue vencer Jones, a melhor opção seria subir novamente aos pesos-pesados, melhor evitar Velásquez e tentar bater Miocic do que ficar sempre em primeiro entre os meio-pesados e não lutar mais pelo cinturão por perder 2X pro campeão Jones, além dele já ter 40 anos..

  • Gabriel Nicacio

    Cara, pra mim seria perfeito, pois tds sabem que ele tem jogo pra ser top 3 dos pesados. Ele é o 2 maior meio pesado da história, incontestávelmente, e nunca vai conseguir ser o 1. Mas ele tem uma agilidade surpreendente para seu peso, que o faria ser um top fácil dos pesados. Gosto do DC, ele é um cara bacana, mas tá na hora de tomar um ar novo. Gostaria de um card com Jones x Lesnar e DC x NGannou, main e co-main event. Tannuri piraria.

    • Anderson Tibana

      Quer matar o DC???

      • Dow Jones

        Sério que vc acha isso? DC neutraliza fácil o negão.

      • Joadson Carvalho

        Mais fácil o DC deixar o Ngannou desorientado no 8.

  • Lincon Medeiros

    Não adianta MMA tem que casar a luta. DC até pode ser novamente campeão mas com JJ não casa a luta !!!! assim como acontece com Barão e Dillashaw

  • Thiago Batista

    Onde quer que ele seja campeão, Jones irá desafiá-lo e mentalmente ele, infelizmente, já foi derrotado.

  • Caio Andrade

    Concordo com o texto, mas só discordo da questão de o Jones não ser o maior de todos os tempos.

    Na minha opinião, ele já era antes dessa luta. Cormier é um dos maiores lutadores do nosso tempo e derrotá-lo por nocaute, o que nem o Anthony Johnson conseguiu fazer, depois de quase 2 anos parado, é algo MUITO fora da curva. Cormier é um MONSTRO, eu o vejo como favorito contra todos os pesos pesados, menos o Velasquez. É um cara que só não é campeão dominante, tanto dos meios-pesados quanto dos pesados, porque existem dois animais nas categorias.

    Sinceramente, a uma altura dessa do campeonato, não considerar o Jones o melhor de todos os tempos parece haterismo.

    O cara derrotou todos os grandes lutadores do tempo dele, vários deles ex-campeões, de tudo quanto é jeito. É o cara que melhor traduz o nome do esporte.

    Nunca perdeu, nunca sequer tomou um knockdown. Tem um queixo de titânio, gás excelente, striking mortífero e derrubou à vontade um wrestler semifinalista olímpico, medalha de bronze em campeonato mundial e vice-campeão da NCWA. Finalizou faixas-preta de jiu-jitsu, mesmo sendo faixa branca.

    E só tem 30 anos. É possível que nem tenhamos visto o melhor dele ainda. Nas CNTP, ele deve ter mais uns 5 ou 6 anos de carreira lutando em altíssimo nível.

    Não sei mais o que ele tem de fazer pra galera parar e assumir o que está evidente.

    Ele tá isolado na frente do GSP (que PERDEU do Hendricks), Fedor, Anderson e Aldo.

    • André B

      Concordo plenamente, o Jones está tão à frente dos outros nomes normalmente citados em discussão sobre goat (fedor, anderson, MM, aldo, GSP) que fica difícil em uma análise objetiva falar que ele ainda não é o goat.

      Síntese:
      • Campeão com 23 anos e invicto (e não me venham com Matt Hamill);

      • Competição duríssima (não dá nem pra comparar os adversários do Jones com os do Anderson Silva e demais candidatos a GOAT, vários massacrados pelo bones vão acabar no Hall da fama), leia-se Comier 2x, Gustaffson, BelforTRT, Lyoto, Shogun, Glover, Rampage, Rashad, Bader, OSP – antes da era Jones ninguém conseguia segurar o cinturão da LHW desde o Liddell);

      • Quando passou aperto mostrou coração vide armlock do Belfort e luta vs Gustaffson;

      • Lutador completo, não tem nenhuma grande brecha no jogo dele que pode ser explorado como era o caso do Wrestling para o AS, além disso tem um estilo plástico e vitórias arrasadoras sobre oponentes duros;

      • O cara é tão dominante que mesmo vivendo um estilo de vida totalmente fanfarrão ele ainda conseguiu manter a invencibilidade, e a luta que é considerada uma das piores atuações da vida foi um domínio absoluto de 50-44, 50-45, 50-45 sobre o OSP.

      Então fica a pergunta: se ele não é o GOAT, quem é?

      • Thiago

        Disse isso há muito tempo atrás; Jon Jones é o melhor lutador de MMA da atualidade. Só pegou pedreira no seu cartel. Derrotou todos convincentemente. O único que chegou perto de derrotá-lo foi o “The Mauler”. O cara é melhor que AS, Fedor e qualquer outro que dizem ser o maior de todos os tempos. Quando se cogitou a possibilidade de um duelo entre Jones vs AS eu sabia que seria uma péssima decisão para o AS…pois perderia humilhantemente.

    • William Oliveira

      Se GSP perdeu a luta contra o Hendricks, o mesmo vale pro Jones com Gustafsson.

      • Caio Andrade

        Óbvio que não. Você está querendo me dizer que as duas lutas foram iguais?

        Isso não existe.

        TODOS os sites especializados do MMA Decisions viram a luta a favor do Hendricks, isso pra não falar de comentários da mídia especializada, lutadores, árbitros.. aquilo foi um garfo.

        Jones venceu claramente o Gustafsson.

        Uma coisa não tem absolutamente NADA A VER com a outra.

    • Caio e André, gostei bastante dos seus argumentos e não tem como não concordar com vocês (incluindo o que o André falou da derrota para o Hammil, desqualificação um tanto precipitada). Porém, eu prefiro esperar para tachar alguém como GOAT no esporte. Não sei se é da época de vocês, mas quando Fedor estava no auge muita gente já o colocava como GOAT e, depois que perdeu, as opiniões acerca dele ser o melhor do MMA começaram a diminuir. Ou Anderson Silva, 16 lutas de invencibilidade no UFC, muita gente falando que ele era o maior nome do esporte e foi perder, cair no doping e não voltar como antes que foi sendo colocado para a fila de trás dos maiores.
      Lógico que Jones está a passos largos para tal feito e dificilmente, nas CNTP, perca de rumo no esporte, mesmo com tantos problemas pessoais. O sujeito é um fenômeno.
      Eu não quis entrar em detalhes sobre a provocação que lancei na coluna, pois o foco era o DC, mas apenas disse que ainda não o considerava GOAT. Não quer dizer que eu não ache que vá ser ou já é, para muitos, muito menos que não reconheça os feitos desse monstro. Minha posição é de esperar mais um pouco, apenas isso.
      Abs a vocês!

      • Caio Andrade

        Entendo o seu ponto, Leo.

        Com a evolução do esporte, que ainda é muito novo, a tendência é que a evolução dos lutadores aumente cada vez mais e, consequentemente, tenhamos diferentes opiniões sobre aquele que melhor representa a sigla Mixed Martial Arts.

        Entretanto, de todos os lutadores que já vi, o Jon Jones claramente é o que melhor luta MMA. Ele não é melhor wrestler, não é o melhor striker, está anos-luz de ser o melhor jiu jiteiro, mas é o que melhor luta MMA.

        Essa questão de apontar lutadores como os melhores fatalmente vai acontecer, não tem jeito. Mas, o fato de os lutadores serem posteriores não necessariamente conduz a esta conclusão. Eu acho, por exemplo, que o Aldo, apesar de ser de uma era à frente, não está no nível do GSP e do Fedor.

        E te digo com tranquilidade que, se o Jon Jones perder a próxima luta, seja contra o Gustafsson, seja contra o Lesnar, a minha opinião sobre ele ser o melhor de todos os tempos não vai mudar.

        O legado de um lutador desse calibre não some por causa de algumas derrotas e o mesmo deve ser dito em relação ao Fedor. Problema é que as pessoas no MMA são muito imediatistas.

        Diante de tudo que ele já fez, eu simplesmente não consigo dizer que alguém (GSP, Fedor, DJ, Anderson, Aldo) seja superior a ele. Como disse o André, se ele não for o melhor de todos os tempos, ninguém é.

        • ”Entretanto, de todos os lutadores que já vi, o Jon Jones claramente é o que melhor luta MMA. Ele não é melhor wrestler, não é o melhor striker, está anos-luz de ser o melhor jiu jiteiro, mas é o que melhor luta MMA” – concordo inteiramente.

          ”O legado de um lutador desse calibre não some por causa de algumas derrotas e o mesmo deve ser dito em relação ao Fedor. Problema é que as pessoas no MMA são muito imediatistas” – concordo inteiramente.

    • Maurício Dória

      Não sei… O Fedor no auge batia os caras maiores e o JJ sempre bate os menores… Vamos ver nos pesados se ele é tudo isso mesmo…

  • André B

    Ainda não considera o Jones o maior de todos os tempos?

    Na boa.. eu sou fedorzete, mas não há mais argumentos, como disse o Paranhos, aceitem, eu já o fiz.

    • William Oliveira

      Se o Jon Jones lutar nos pesados e deixar o Werdum ou algum outro former champ desse jeito eu aceito. https://uploads.disquscdn.com/images/1da35b739a857edc3caa4bfeb27f2d0aebccfd8f6fd040766fab46b2e9edcd0d.jpg

      • Fernando Cruz

        Você é bem fã do Anderson hein.

        • William Oliveira

          De fato, como lutador não vejo motivo pra não ser, o mais diferenciado de todos os tempos pra mim.

      • Vinicius Maia

        Pegando lutadores em decadência? Izy.

        • William Oliveira

          Não é porque estão em decadência que são luta fácil, Anderson Silva continua top 10 no UFC. Quero ver se o Jon Jones passa por qualquer top 10 dos pesados, a única luta que ele teve com alguém do tamanho dele, há quem diga que ele perdeu.

          • Vinicius Maia

            Porra veio, tu acha mesmo que Napão, Pezão etc etc. Lutadores em plena decadência farão alguma resistência ao JJ?? Mano, Stephan Bonnar tinha parado de lutar praticamente quando foi chamado pra enfrentar o AS. Num preciso nem falar do James Irvin né? O único lutador bom que ele tinha enfrentado nos meio pesados é o Griffin e ele já estava com uma série de lesões na perna. Inclusive depois da luta contra o AS se não me engano ele fez mais 1 luta e ficou quase 2 anos parado.

          • William Oliveira

            Cara, não fazia um ano direito que o Griffin tinha virado campeão da divisão de cima, e, ainda por cima, o cara ainda me caiu no anti doping depois da luta. Aquela performance foi perfeita e dominante, depois disso o Forrest ainda ganhou do Ortiz e do Franklin.

            Se o Jon Jones tiver uma performance parecida, impecável como a do A.S contra UM former champ dos pesados, aí aceito ele como GOAT, mas até lá: A.S o maior.

        • Joadson Carvalho

          Griffin vinha apenas de uma derrota, quando lutou com o Anderson, que foi de quando perdeu o cinturão.

  • Fernando Ribeiro

    Seria péssimo se um lutador fenomenal como o Cormier se aposentasse. Ele perdeu duas vezes pro JJ, ok, mas o cara é o GOAT, se tem alguém pelo qual ser derrotado não é demérito, esse alguém é JJ. Sobre o seu futuro, não acho ruim se quiser subir, mas prefiro que continue na LHW. Considerando como a categoria é rasa, Cormier faria muita falta. Se ele sobe, e JJ também sobe como já disse ao desafiar Lesnar, AJ aposentado, e Davis e Bader no Bellator, só sobra Gus e Oezdemir de relevantes. O terceiro lutador seria o Manuwa que já foi tratorizado por Gus e Oezdemir. Ou seja: pode fechar a categoria de vez pq não tem mais competição.

  • Carlos Lima

    Saindo do lugar comum:
    Deveria fazer uma abdominoplastia seguida de hiperlipoaspiração e amassar uns Romero, Jaca, Weidman, Whittaker https://uploads.disquscdn.com/images/0d14893623fc6d2ae79f3f796abf86e92110b9076e9fdce182b0fb488ccfcfa0.jpg

    • William Oliveira

      Não adianta nada fazer isso e continuar comendo mais do que deve, além disso ele tem 40 anos quase, nem rola mais, se for mudar de divisão é pros pesados mesmo. Sejamos realistas.

      • Carlos Lima

        Claro q sim…foi só uma zuera. É óbvio ululante que o lugar dele é entre os pesados, com grande chance de se tornar champ e entrar pra história. Um cara q nunca havia perdido 1 mísero round sequer em toda historia até encontrar um alienígena chamado JJones.
        Ele merece!!!

  • Lee

    O Jon Jones é uma Lenda!

  • Joadson Carvalho

    Ainda acho que com uma boa dieta disciplinada e um bom acompanhamento, dava pro DC eliminar aquele excesso de gordura e partir pros 84KG.

  • Hericly Andrade Monteiro

    Voto com o relator, é a hora certa para Cormier voltar pros pesados e tratorizar geral!!!

Tags: ,