De olho no vice: os pontos
altos do Bellator 181

Leo Salles | 15/07/2017 às 01:07

Fala moçada do Sexto Round! Na noite desta sexta-feira (14), a edição 181 do Bellator foi realizada na cidade de Thackerville, em Oklahoma, após o estrondoso Bellator NYC no final de junho.

Como não houve disputa de cinturão para este evento, Derek Campos e Brandon Girtz fecharam a trilogia de forma eletrizante, que acabou com a vitória de Campos.

Na luta co-principal, John Salter botou para dormir o veterano Kendall Grove.

Ainda no card, John Warren, ex-campeão dos galos e dos penas, fez mais uma daquelas lutas que adora fazer: amarrada, porém eficiente, derrotando Steve Garcia.

Por fim, alguns combates anunciados: no Bellator 184, Dudu Dantas x Darrion Caldwell e John Macapá x Pat Curran e, no Bellator 185, Gegard Mousasi x Alexander Shlemenko e King Mo Lawal x Liam McGeary, cujos eventos serão realizados em outubro.

Sem mais chorumelas, vamos aos principais destaques do evento:

Derek Campos x Brandon Girtz 3

No terceiro encontro entre dois atletas em situações distintas (Derek Campos com três vezes vitórias seguidas, enquanto Brandon Girtz com duas derrotas consecutivas), melhor para o primeiro, que parece outro lutador desde que perdeu para o Girtz, na revanche.

Confiante no boxe e também na absorção de golpes, Campos mostrou bastante volume em pé e vinha vencendo a luta na pontuação, de acordo com as papeletas de Jimmy Smith. Até que a luta teve que ser interrompida por ordem médica.

O primeiro assalto foi trocação pura entre ambos. Tanto Campos quanto Girtz não pouparam socos e acertaram vários golpes suntuosos um no outro. Girtz ficou com um corte enorme na testa, enquanto Campos sentiu os golpes no olho.

A intensidade permaneceu no segundo round, com cada um alternando bons momentos para tentar acabar a luta. Campos acertava mais golpes na cabeça, enquanto Girtz tentava acertar mais no estômago. No final do round, a trocação foi insana entre ambos, com as guardas abertas.

Campos ainda acertou uma boa joelhada, que lhe deu deixou em vantagem na pontuação. Porém, antes de começar o último assalto, John McCarthy seguiu a recomendação médica e terminou a luta por conta do corte horripilante na testa de Girtz.

Sendo assim, Derek Campos venceu por nocaute técnico, mantendo a boa fase com a quarta vitória seguida e subindo ainda mais nos leves. Já Girtz, mesmo demonstrando muita raça no combate, continua com o péssimo momento, apesar de não ter feito uma má luta.

John Salter x Kendall Grove

Em fase de decadência na carreira, aos 34 anos, o veterano Kendall Grove não foi páreo para John Salter.

O ex-UFC até começou tentando achar a distância para evitar qualquer tentativa de queda do adversário, que gosta da luta agarrada. Salter foi paciente para também buscar o clinch contra um atleta que, mesmo em queda, é um especialista no chão.

No fim do primeiro round, Salter achou as costas de Grove no solo e teve paciência para encaixar um mata-leão. Ao fim da luta, pediu para enfrentar Gegard Mousasi (mal ele sabia que o Bellator já tem planos a curto prazo para o holandês).

Joe Warren x Steve Garcia

Na luta de abertura do card principal, Joe Warren seguiu à risca seu velho jogo de amarrar e tornar o combate morno e derrotou Steve Garcia por decisão unânime dos jurados (30-27 3x).

Muito competente no wrestling, o veterano ex-campeão dos galos e dos penas, mesmo aos 40 anos, ainda demonstra um preparo físico exemplar, apesar de fazer lutas nada empolgantes.

No primeiro round, Warren logo partiu para o double leg e derrubou Garcia, mantendo-o no chão por cinco minutos. No assalto seguinte, Garcia, por um momento, conseguiu conter o ímpeto do seu adversário, conectando bons golpes que fizeram sair o melado do nariz de Warren.

Porém, o veterano logo partiu para o clinch, tentou single legs e pressionava Garcia na grade, pelas costas, seguindo estritamente seu plano de luta. No último round, Garcia aplicou joelhada logo no começo, tentando ser mais agressivo.

Porém, Warren aproveitou-se do vacilo do adversário e aplicou a queda, que foi derradeira para amassar Garcia até o fim, sem dar chances para qualquer reação.

E, para variar, ganhou sendo vaiado pelo público. Mesmo fazendo lutas tediosas muitas vezes, o fato é que Warren permanece como um dos tops dos galos do Bellator.

Afinal, no seu combate anterior, lutou para recuperar o cinturão da categoria contra Dudu Dantas. Será que ainda veremos mais uma vez o unidimensional mas eficiente Joe Warren lutar pelo cinturão dos galos?

Menções honrosas:

    • Ex-UFC, Valerie Letourneau faria sua estreia contra Emily Ducote, porém, estourou o tímpano em um treinamento a poucos dias do evento. Deu lugar a Jessica Middleton, que fizera dois combates este ano. Apesar da bravura por aceitar um combate com pouco tempo de preparo, Ducote acabou levando por decisão unânime dos jurados.
    • O americano-brasileiro Rafael Lovato Jr. segue implacável na sua carreira no MMA. Chegou à sexta vitória com uma bela finalização por mata-leão sobre Mike Rhodes com pouco mais de um minuto de combate. Já tínhamos visto o multicampeão de jiu-jítsu estrear no Bellator com uma plástica joelhada voadora também em poucos minutos de luta e tem tudo para brilhar no evento. Os treinamentos com André Dida, em Curitiba, além de sua primazia na arte suave, estão fazendo efeito para Lovato ter sucesso.

  • Guilherme Bomba perdeu sua primeira luta no Bellator para EJ Brooks na decisão unânime dos juízes.
  • Entre as mulheres, Bruna Vargas conheceu sua segunda derrota no Bellator em duas participações. A gaúcha da Team Nogueira perdeu por pontos para Katy Collins, que foi dominante em todos os rounds, acertando mais golpes significantes e pondo pressão na grade. Acabou levando por decisão unânime dos jurados (30-27 3x)

Outros resultados:

Valentin Moldavsky derrotou Carl Seumanutafa por decisão unânime
Andre Fialho derrotou AJ Matthews por decisão dividida
Logan Storley derrotou Kenmmyele Haley por nocaute técnico no primeiro round
Romero Cotton derrotou Aaron Rodriguez por decisão dividida

  • abner albuquerque

    pow mano a luta principal tava salvando o evento ai tiveram que interromper, decepcionantes demais. e essa bruna hein? acho que nao vai vingar nunca. se tivesse de talento o q tem de beleza…

    • Tiago Nicolau de Melo

      Já vi treinando aqui na Team Nogueira de Capão da Canoa (RS) e reitero teu comentário.

      • abner albuquerque

        kkk que maldade

  • Igor Barbosa

    Acompanhar as lutas do Warren é quase masoquismo.

  • William Oliveira

    Logan Storley é um nome pra se guardar. Parceiro de treinos do Chandler e baita prospect, mostrou a que veio na sua primeira luta no Bellator. Invicto na carreira e wrestler de qualidade, também mostrou que tá com a trocação em dia.

    Só vi as últimas 2 lutas do card e os melhores momentos da que citei acima, e nessas foi ação o tempo inteiro, Salter e Campos são muito bons, não sei como vai ficar a situação do Salter caso o Mousasi vença, mas ele já fez muito mais que o Sakara e já deveria ter recebido um titleshot. Ele inclusive falou sobre isso no cage, sem sentido nenhum terem preferido dar o titleshot pro italiano ao invés do Salter, Storm ou até do Hisaki Kato (que neutralizou o Ralek Gracie).

    Warren sendo Warren, acho que vai virar um gatekeeper, não vejo mais jeito dele ser campeão.

    Por fim, sobre as lutas anunciadas, também vai ter Daniel Straus (#2) VS Emmanuel Sanchez (#4), e com o Curran (#5) pegando o Teixeira (#6), só sobra lutadores medianos pro A.J McKee pegar no Bellator 182, bem decepcionante isso, o cara tá virando o Page 2.0, tão protegendo até não poder mais.

    PS: Aos que não sabem, Weichel (#3) já tá com titleshot garantido.

    • Matheus V.

      Logan Storley é bem sinistrinho, hein? 4x All-American, 6-0, todas por (T)KO, sendo 5 no R1. Mais um bom prospecto meio-médio que o UFC deixa passar…

      • Gabriel Nicacio

        Tds no primeiro round, e a que foi para o segundo, durou 13 segundos. O cara promete, vamos ver como ele vai contra adversários mais gabaritados.

  • Idonaldo Gomes Assis Filho

    Eu vejo isso e dá vontade de chorar sabendo que perdi por finalização pro Kendall Grove no UFC Undisputed 3 no início da carreira (FUCKIN KIMURA DA GUARDA)… que fase, e o Salter coitado já merecia Title shot e inventam de dar pro Sakara pelo apelo regional, ainda vem o Mousasi.

    Esse Moldavsky eu acho que é o mesmo do RIZIN, se for que bacana que o RIZIN também cede alguns lutadores pro Bellator

    • Matheus V.

      Ele mesmo. Aparentemente, no contrato do Fedor inclui que toda a equipe dele tem que ser contratada pelo Bellator tbm, rs. Moldavsky, Vadim Nemkov (que tbm luta no Rizin) e Anatoly Tokov vieram nessa leva. Por sorte, todos os 3 são lutadores bem decentes.

      • Idonaldo Gomes Assis Filho

        McGregor do Bellator hahaha levou a galera toda pro evento

Tags: ,