Whittaker não saiu de "mais
um" a campeão por acaso

Thiago Sampaio | 12/07/2017 às 13:14

O australiano Robert Whittaker se sagrou no último sábado (8) campeão interino do peso médio do UFC ao vencer o cubano Yoel Romero com uma atuação bem convincente.

O novo campeão!

O fato é que quase ninguém esperava que aquele atleta que venceu o TUF: The Smashes, em 2012, pela categoria de baixo, chegaria onde chegou.

Naquele TUF, capitaneado por Ross Pearson e Georges Sotiropoulos, que tinha claramente o intuito de expandir o UFC por outros continentes, Whittker integrava o Time Austrália, formado por Ben Alloway, Xavier Lucas, Manny Rodriguez, James Vainikolo, Grant Blecker, Patrick Iodice, Richie Vaculik e Ben Wall.

Mesmo misturando as categorias meio-médios e leve, todos eles foram esquecidos.

Finalista da categoria até 77kg, venceu na final o inglês Brad Scott por decisão unânime (triplo 29-28). Nada que impressionasse.

Tudo indicava que seria mais um a fazer volume na tão cheia categoria dos meio médios e ser figurinha tarimbada em cards pela Oceania. De fato, assim ele foi.

Seguiu a trajetória no UFC como o um bom funcionário que cumpre o seu dever e vai ganhando promoções à medida que mostra um serviço satisfatório. Nunca foi adepto de trash-talking, não pulou etapas para chegar onde chegou.

Há três anos, ele perdia para Court McGee (!)

Entre os meio-médios, chegou a ser derrotado pelo limitado Court McGee por decisão dividida e foi nocauteado pelo ex-desafiante ao cinturão Stephen Thompson no primeiro round.

Decidiu subir para a divisão dos médios onde não é tão alto (tem 1,82m), atitude um tanto estranha para quem vinha de vitória (sobre Mike Rhodes por decisão unânime). À vontade no novo peso, eis que a mudança foi a mais acertada da carreira.

Continuou como um nome para eventos, em sua maioria, na Austrália ou Nova Zelândia, mas as atuações foram ficando cada vez mais vistosas e contra nomes duros. Enfileirou Clint Hester, Brad Tavares, Uriah Hall, Rafael Natal, Derek Brunson, Ronaldo Jacaré e, finalmente, Yoel Romero.

Nessas sete vitórias, ganhou seis bônus (três de performance e três de luta da noite). Quatro delas foram por nocaute ou nocaute técnico.

Mas não era um produto vendável para o UFC. Antes da disputa do cinturão interino, só fez uma luta principal, contra Derek Brunson, que só promovida a esse posto por causa da queda do combate entre Luke Rockhold e Ronaldo Jacaré.

Hoje, domina Yoel Romero

Quando foi anunciado como adversário de Jacaré, luta que sequer foi co-main event do UFC on Fox 24, ficando atrás de Rose Namajunas x Michelle Waterson, muitos apontavam que o brasileiro merecia um adversário melhor ranqueado e o australiano seria mais um na eterna caminhada rumo ao título do Jaca.

Tudo bem que o brasileiro estava tão confiante a ponto de sair na mão com Whittaker, um erro estratégico, mas não tem como não reconhecer a atuação do australiano.

Controlou a distância, foi bem mais veloz, evitou a queda daquele que tem um dos melhores jiu-jítsu do MMA e, depois de capitalizar, acertou um chute na cabeça no segundo round que, seguido de socos, garantiu a vitória!

Com Bisping x St-Pierre desfeito, o campeão logo tratou de anunciar uma cirurgia e ficar fora de cena.

Com Gegard Mousasi em impasse contratual com o UFC, Luke Rockhold lesionado, Chris Weidman vindo de derrotas, sobrou para o algoz de Jacaré disputar o título interino contra Romero.

Contra o sinistro cubano, Whitakker mostrou mais uma vez que tem inteligência de luta. Lutou de maneira estratégica, segurando o ímpeto de Romero nos dois primeiros rounds, mesmo perdendo eles (o primeiro foi equilibrado e poderia ter ido para qualquer um).

E que defesa de quedas absurda! Se antes já havia mostrado a eficiência contra Jacaré, desta vez conseguiu evitar nada menos que 13 tentativas de derrubada de um wrestler medalha de prata olímpico, ouro Pan americano e campeão mundial. Tudo isso com o joelho lesionado desde o primeiro round!

Não só evitou a principal arma do adversário, mas os 14 anos a menos de idade foram decisivos para administrar o gás pelos 25 minutos. Do terceiro round em diante, não teve questionamento. Foi um domínio em pé, muitos golpes significativos, e ainda terminou caindo por cima.

Com apenas 26 anos e toda essa trajetória no UFC até o cinturão interino, Whitakker mostrou o quanto evoluiu e pode ser uma ameaça real aos tops da categoria dos médios. Faixa preta de karatê, marrom de jiu-jítsu, um wrestling eficiente, finalmente trouxe os olhares para si.

Michael Bisping, ainda no octógono após a luta principal do UFC 213, fez o seu showzinho lamentável, iniciando a promoção do confronto. É fato que Romero tem um estilo que apresentaria mais perigo para o inglês.

Estou pronto para enfrentar o Bisping. Foi o destino que me colocou no caminho dele e mal posso esperar para lutar com ele. Agora, eu sei que eu e ele estamos destinados a lutar. Lutei contra um monte de gente para chegar até aqui. Se o Bisping quer lutar contra outra pessoa, isso é problema dele. Vamos fazer uma coisa de cada vez”, disse Whittaker.

Apesar de subestimado, o The Count tem boa resistência e um jogo em pé que pode entregar um bom combate com Whittaker, ainda que o campeão interino seja o favorito.

Se o jovem detentor do cinturão vai ser um campeão dominante é uma incógnita, até porque são muitos nomes fortes lá na cabeça do ranking.

A derrota, num futuro talvez não tão distante, é inevitável. Mas tem qualidade e tempo de sobra para evoluir ainda mais para atingir esse status.

  • Gabriel Nicacio

    Cara, excelente texto, é bem legal relembrar a trajetoria de um lutador que ganhou a minha simpatia não pela boca, mas pela sua atitulde no octógono, sempre demonstra respeito ao adversário antes da luta, bota pra quebrar na luta, e continua respeitando quando acaba. Deu pra ver que ele ficou até um pouco sem graça depois do showzinho idiota do Bisping, pois ele não é assim, então ele nem sequer tenta ser essa figura, e isso é uma coisa que certos campeões tem que aprender.

    • Hyuriel Constantino

      Campeão-raiz. hahaha…

    • Vinicius Menor

      Cara nao é questao de entender, é questao de dinheiro e de quanto o cara quer e quanto ele pode conseguir. As vezes o witaker quer apenas um “terreno no mato so seu, sem luxo, descalço, nadar no riacho sem fome pegando as fruta no cacho” kkkkkkkkkk e alguns querem fortunas ou o máximo que podem conseguir, pode cre? Não vejo nada de errado, e nao crio antipatia com quem tem essas intenções, sendo que o próprio envento é conivente com a situação e paga muito bem por isso. As pessoas tem sonhos e vontades tbm, se o cara tem a oportunidade de ganhar milhoes fazendo esses teatrinho ai, porq ela não faria? Qual seria a outra oportunidade? E se nao tivesse outra? Jose aldo ficou anos e anos sendo respeitoso um guerreiro honrado e não deve ter nem a metade do dinheiro do irlanda, mais ai vai de cada um, as vezes o aldo n faz tanta questao do dinheiro, o que tem pra ele ja eh o suficiente, os sonhos sejam mais humildes. Porra dahora! Ja o irlanda tem sonhos e vontades maiores, badalacao e tal. Tá errado? Com certeza nao ta… nao gosto do bisping tbm eh um bunda mole, mais sera que o cara ta errado? Se o próprio evento te da a oportunidade de escolher o adversário que lhe agrada, voce tem familia e junto com voce tem varios sonhos que podem todos serem realizados dependendo da sua escolha voce iria sacrificar isso pelo espírito esportivo? Sendo o campeão destemido e aceitado qualquer adversário, consequentemente sendo surrado e tirado pra nada, como talvez seria pelo romero, sendo que poderia evitar e escolher uma luta que casa com seu estilo… bom eh foda

      • Gabriel Nicacio

        Nunca disse que antipatizo com que faz isso, mas simpatizo com quem sabe que nao é seu forte, e nem tenta fazer.

        • Vinicius Menor

          Mais eu tbm nao disse amigo que voce tem antipatia por alguem, só acho que mesmo nao sendo o forte do cara, ta dando certo!

    • Thiago Sampaio

      Boa, Gabriel! Concordo com você, apesar de entender o show business que caras como McGregor promovem.

  • Tairon de Oliveira

    Não dava nada por esse cara, mas antes da luta contra o Jacaré, tinha uma aura meio sinistra em torno daquele match-up de que alguma reviravolta iria acontecer… Tá aí…

  • Idonaldo Gomes Assis Filho

    Nada me faz apostar no Bisping… ele tomou um sapeca do Hendo, e Whitakker é o tipo de campeão que precisamos, entrega lutas boas e não pede money fight, parece que o jogo tá virando, temos Holloway, Whittaker, tá ficando massa!

    • Hyuriel Constantino

      Hendo decrépito e caquético fez Bisping atuar como se tivesse debaixo d’água. Whittaker vai dar um vareio no caolho sem tamanho, até pq ele vai entrar todo desleixando achando que o australiano é moleza.

      • Laerte Viana Venâncio Alves

        São situações diferentes. Contra o Henderson o Bisping tinha toda a pressão por ser uma revanche da maior derrota de sua carreira, ser a primeira defesa de cinturão, o fato de ser bem favorito e afins.

        Contra o Whittaker, no entanto, ele certamente será o azarão. Duvido muito que ele irá subestimar o australiano. Bisping é chato e tudo mais, mas burro não é.

        De qualquer forma, também apostarei no Whittaker. haha

    • Thiago Sampaio

      Apesar de muitos discordarem, vejo valor no Bisping, e ele tem um estilo que promete boa luta com o Whitakker. Se fosse contra o Romero, acredito que ele seria massacrado. Mas vou com a maioria, e aposto no australiano…haha

      • Idonaldo Gomes Assis Filho

        Luta boa também acho que vai ser, mas Bisping vencendo vai ser algo que me surpreenderá kk

      • Lucas Venagas

        contra o romero bisping perde facil,ja contra o whitakker ele perde facil tambem

  • Hyuriel Constantino

    De fato, se o Whittaker vai ser um campeão dominante e duradouro são outros quinhentos. A gente sabe que campeões bem mais robustos em suas categorias nos últimos anos não têm durado muito em seus postos pelo nível dos contenders estarem cada vez mais parelhos (exceto nas categorias dos moscas e palhas).
    Eu vejo o australiano como se fosse o Edgar nos Leves hj. Ele tem a vantagem da velocidade e de não sacrificar o gás por não cortar muito peso, mas potência e envergadura vão dificultar muito as coisas pra ele caso vire detentor da cinta linear.

    De qualquer forma, tem minha torcida pra ser um campeão fodão. hehe…

  • Caio Abreu

    Impressionante!!! Esse cara levou um passeio em pe do thompson e quando aubiu de categoria oa resultados apareceram, um time e uma velocidade de aproximaçao que serpreenderam ate o heterodoxo Romero, so eu acho que o diminuiçao de corte de peso foi um fator agudo pra essa evoluçao. É pra tirar o chapeu pro rapaz.

  • Renato Rebelo
    • Fernando Batista Lima

      Não dá pra acreditar nesse segundo colocado… À frente de Miocic, Joana e Woodley… Piada!

  • Leandrinho

    Ué, o cubano não era um Deus? O que houve?

    • Juan

      Romero é um monstro, não uma divindade.

      • Malk Suruhito

        Era um Tarrasque. Chegou um Paladino…

    • Joadson Carvalho

      Cara, não sei se eu entendi mal, mas em algum video promocional, embedded, algo assim, um integrante da equipe do Whittaker falou que o Romero era algum tipo de deus do wrestling. A única coisa que sei é que o Cubano é sinistro e entrega lutas sensacionais.

      • Thiago Sampaio

        Mas podem ter certeza que defender quedas do Romero não é missão fácil. E Whittaker conseguiu isso várias vezes e com o joelho lesionado!

  • Mauricio

    Não quero ser pessimista mas acho que na disputa pelo linear será um 48×47 para o Bisping…

    • Clayton Franceschetto

      Cara, será?

      • Mauricio

        Pra mim, nas duas ultimas lutas do Whitakker os oponentes, Romero e Jacaré, não tiveram volume e deixaram o cara ditar o ritmo agora fazer isso com o Bisping é bem mais difícil ele pode não ter punch mas tem volume de golpes

    • Hyuriel Constantino

      Só se for em Manchester. LOL

      • Mauricio

        haha e não vai? A gente sabe como Dana é!

        GSP em Vegas ou Toronto (menos Saskatoon PFV)

        e o Robert na Inglaterra

  • Joadson Carvalho
    • Hyuriel Constantino

      Tudo que o Bisping queria e que faz o inglês novamente ir atrás do GSP.

      • Joadson Carvalho

        Bisping deve ter nascido com a bunda virada pra lua. O destino conspira a favor dos planos do Inglês, ta doido! haha

  • Weslei Alvarenga

    A luta deles tem que ser na Austrália, num estádio. #FicaADica

  • Igor Barbosa

    Sempre achei o Whittaker muito subestimado, principalmente aqui no Brasil. Por exemplo, a maioria já via o Romero ostentando o cinturão, mas nas bolsas da apostas nos EUA o Whittaker levava um leve favoritismo. O Ceifador é o futuro da divisão, se levarmos em conta não só a qualidade que tem, mas a pouca idade em comparação aos outris tops da categoria.

    • William Oliveira

      A galera aqui, especialmente no MMA e nos esportes em geral, sofre de complexo de vira-lata. Acharam que era o Jacaré que não estava treinando certo, que não teve um dia bom na luta, ao invés de admitir a qualidade do cara, que desde a luta do Brunson estava evidente.

      Agora daqui uns tempos teremos esse Dark Horse assumindo o posto de cavalo favorito, contra o Bisping.

      • Igor Martins

        Jacare levou um vareio em pe..otimo bjj e tudo e muita gente entrava cagada com ele, defesa dd quedas e jogo forte na trocação acabou com ele e foi ponto os pingos nos iiis. Se enfretarem de novo vai levar outro vareio.

Tags: , , ,