UFC FN 60: os palpites dos colunistas do Sexto Round

admin | 13/02/2015 às 22:38

Bloco “Chuta e Agarra” em pleno sábado de carnaval direto de Broomfield, Colorado! 

Boa oportunidade para os (nem sempre tão precisos) bicos de fora da área dos colunistas do Sexto Round.

Vamos a eles:

TAHT_BEN

Fernando Cappelli: Bendo gosta de cadenciar, Thatch preza a urgência. Mas a trombada de estilos tem ainda outros fatores alheios envolvidos. Thatch é talentoso e explosivo, mas vem de uma série de lesões. Bendo está na fase mais nebulosa da carreira e parece perder gradativamente o ‘olho de tigre’ (aquele mesmo!). O ex-campeão dos leves debuta nos meio-médios pouco menos de um mês da última atuação no octógono (perdeu por pontos para Donald Cerrone). É bem possível que Thatch surpreenda e coloque outra pá de cal nas pretensões de o adversário reencontrar o caminho das vitórias. Mas vou na vitória de Bendo, por pontos.

Lucas Carrano: Bendo achou uma ótima saída para o momento mais difícil de sua carreira: vestir a camisa da empresa e aceitaruma luta de última hora e na categoria de cima só para salvar um evento. Mesmo se sair derrotado, Smooth estará bem na fita com a chefia e poderá retornar aos leves, como já disse que fará, com a corda apertando menos. Dito isso, acho difícil que Henderson supere a barreira física que os meio-médios devem lhe impor, especialmente diante de Brandon Thatch bem mais alto e forte. Apesar do longo tempo afastado (e sob a pontada de desconfiança sobre sua condição após tamanho hiato), Thatch vence e se torna o segundo atleta a nocautear o ex-campeão dos leves.

Lucas Rezende: Bendo quer voltar ao caminho das vitórias o quanto antes, mas não acredito que subindo de categoria seja a melhor das hipóteses. Prevejo as joelhadas de Rukus fazendo sua terceira vítima no octógono. Thatch por TKO no primeiro round.

Renato Rebelo: Rapaz, que encruzilhada. A diferença de tamanho e envergadura pesam muito a favor do cara que já é mais jovem, potente e o striker mais polido. Bendo, por sua vez, é macaco velho e já esteve em guerras de 25 minutos muitas vezes. Na teoria, o faixa-preta de jiu-jítsu também controlará o meio-campo contra um rapaz – até onde sabemos- cru no chão. Aliás, a única vez que Thatch foi mantido lá em sua carreira no MMA, perdeu. E aí, o veterano sobreviverá para afogar o garotão em águas profundas como fez com Rustan Khabilov? Considerando que ele não teve um “camp” inteiro, como teve seu adversário, acho que não. Rukus, decisão. 

MAX_COLE

Fernando Cappelli: Miller tem credenciais confiáveis em pé, mas costuma se confundir um pouco contra strikers mais tarimbados. Holloway tem encaixado jogo sólido baseado no volume de golpes e no alcance monstro (1,78m) que tem para pesos penas. Ele caça a quinta vitória consecutiva e deve alcançar o feito, por KO.

Lucas Carrano: O duelo com o menor percentual de gordura do UFC, Chassi de Grilo contra Magrinho tem boas chances de ser a luta da noite. Pelo lado de Holloway, espere intensidade e volume na trocação. Já por parte de Miller, a pedida é sua dinâmica no chão (afinal de contas, com 3,45 m de pernas, o produto da ATT consegue aplicar um triângulo e uma chave de tornozelo no adversário ao mesmo tempo). Neste embate de peso (não, pera…), fico com a maior regularidade de Holloway, que fatura na decisão.

Lucas Rezende: Quase 10 anos de UFC e a trocação de Miller não parece ter evoluído quase nada. Diferente do chão do Abençoado. Creio que o havaiano executará seu muay thai eficiente e defenderá as tentativas de queda do Magrinho para alçar sua quinta vitória consecutiva. Holloway por TKO no segundo round.

Renato Rebelo: Se Miller, faixa-preta de Ricardo Libório, passou a usar a envergadura que Deus lhe deu, o orelhudinho havaiano também ficou malandro no chão. Duelo bem equilibrado que deve ser decidido em pé – uma vez que o Magrinho da ATT peca no wrestling. Aí, sou mais o Abençoado que, para mim, ainda é uma das maiores promessas da categoria até 66kg. Holloway, muay thai, decisão.

NEIL_KIICHI

Fernando Cappelli: Dois caras que tiveram bom retrospecto em 2014. A chave aqui será domar distâncias. Magny leva vantagem significativa na envergadura, e vai fazer de tudo para não ir ao solo e ter de lidar com o arsenal de submissões, o grande trunfo do nipônico. Magny, na decisão.

Lucas Carrano: Magny empacotou cinco adversários em 2014 e vai começar 2015 enfileirando outro. O algoz dos brasileiros Patolino e Monstro, não deve ter problemas para evitar o chão do japa, que em junho do ano passado finalizou Daniel Sarafian, e deve levar a melhor com sobras na luta em pé. Neil Magny vence por TKO, e já fica na espreita de enfrentar um nome mais expressivo logo em seguida.

Lucas Rezende: Assim como em todo seu ano de 2014, Neil Magny não deve encarar muitas adversidades se levar Kunimoto para o solo e abafá-lo por 15 minutos. Um pouco de ground and pound para desencorajar as finalizações do japonês e ele garante seu sexto triunfo seguido. Magny por DU.

Renato Rebelo: Aceitem mais que doi menos: Magny, com cinco vitórias, foi o lutador do ano em 2014. Nessa aqui, o ex-milico americano é superior exatamente no local em que Kunimoto aposta todas as suas fichas para levar o leite das crianças (no chão). Portanto, fácil prognóstico: Magny, sexta vitória consecutiva – e rumo ao title shot!

Restante do card (início previsto para as 22h30):

Daniel Kelly vs. Patrick Walsh
Michel Trator vs. Kevin Lee
Ray Borg vs. Chris Kelades
Nik Lentz vs. Levan Makashvili
Efrain Escudero vs. Rodrigo Lima
Jim Alers vs. Chas Skelly
Tim Elliott vs. Zach Makovsky
James Moontasri vs. Cody Pfister

Placar dos colunistas em UFCs (2015):

Alexandre Matos: 4-1
Felipe Paranhos: 13-5
Fernando Cappelli: 12-6
Lucas Carrano: 12-6
Lucas Rezende: 12-6
Renato Rebelo: 14-4

E vocês, amigos, como veem as lutas principais transcorrendo?

Abraços.

  • Tiago Nicolau de Melo

    Me assustei na pesagem, o Thatch bem maior que o Smooth. Bendo vai ter de lidar com o que estava acostumado fazer os adversários lidarem. Vou de Thatch, Max e Magny. “Ambos os três” por KO/TKO.

    • Renato Rebelo

      Grosseira a diferença de tamanho, né?

      • will

        PQP!!! Ficou parecendo um anão perto dele. Pra uma cara que vem de derrota, pegar uma luta contra um cara enorme é de uma burrice inacreditável.

      • Tiago Nicolau de Melo

        Óbvio que não (ele devia saber o tamanho do adversário), mas nessa foto parece que o Bendo tá tipo “PQP, onde eu vim parar?”

  • Rodrigo Tannuri

    Ajayô pra esse eventinho dar o que falar!
    Thatch by TKO R2
    Holloway by UD
    Magny by UD

  • Philip Allan

    War Smooth!! War!!!

  • bedotRJ

    Acho que a boa idéia do Bendo, de vestir a camisa da companhia, esbarrou na execução mal pensada. Vi a pesagem e a diferença de tamanho entre os dois é assustadora. O Cerrone planejou melhor sua fama de fominha hard core. Na 1ª da atual sequência de vitórias, ele pegou o Evan Dunham em menos de 3 meses após perder do Rafael dos Anjos. Depois pegou o Adriano Martins com pouco mais de 2 meses. Em um planejamento similar, o Bendo poderia ter mantido a luta contra o Masvidal, marcada prá abril, e depois lutar no fim de junho com alguém como Massaranduba, Carlos Diego Ferreira ou Alan Nuguette. Muito mais lucrativo e mais seguro do que subir prá encarar esse gigante Thatch, talento em ascensão. Ok, não deve ter grandes prejuízos se perder, mas um pouco mais longe do title-shot ele vai ficar sim. Por outro lado, se ganhar….

  • will

    Esse Card está tão ruim que vou prefirir assistir ZorraTotal!!!

    • Filipe.C

      A luta principal da gosto de assistir só pra saber como vai ser a surra que o Bendo vai levar.. estou curioso.

    • Lero

      Sempre na torcida de Holloway… Espero que ele siga escalando degraus e ter a revanche contra Mggreggor.

  • Ranilson

    Na minha opinião Bendo já foi beneficiado claramente três vezes pela decisão dos juízes:
    UFC 150: Henderson vs. Edgar II; UFC on Fox: Henderson vs. Melendez; UFC on Fox: Henderson vs. Thomson.
    Como vai ser desta vez? se deixar na mão dos juízes vai ganhar novamente…..
    O que vocês acham?

    • Renato Rebelo

      Mas contra o Cerrone, na minha opinião, ele esteve do outro lado da pistola hehee

      • Ranilson

        Isso mesmo 3 x 1 Rsrsrsrsrs ele ainda esta na vantagem…….

    • Filipe C.

      Acredito que as pessoas julgam o bendo pelas vitórias controversas, porem, ele era o lutador, não o juiz lateral das suas próprias lutas. A culpa não é dele se suas vitórias são apertadas. ele assim como qualquer outro atleta (menos GSP) lutam pra finalizar ou nocautear antes que as lutas vá para os juizes..

    • Vitor MacGruber

      Pra mim ele perdeu para Edgar na segunda luta (em compensação venceu a primeira claramente, nem deveria ter havido a segunda) e Thomson, ganhou do Melendez e foi garfado contra o Cerrone.

  • Andre Fausto

    Thatch (com grande dúvida), Holloway, Magny.

    • Ranilson

      Concordo com seus palpites

      • Andre Fausto

        Sorte pra nós.

  • Bart Simpsons

    Benson vs Thatch – Apesar do maior talento, Thatch também é bom lutador, além de maior e mais forte. Benson vai ter que se desdobrar se não quiser sair do octógono com mais um nocaute sofrido nas costas.
    Max Holloway vs Cole Miller – Holloway tem um dos futuros mais promissores do MMA. Garoto novo, talentoso, 14 lutas na carreira, sendo derrotado apenas em 3 oportunidades, muay thai muito bom, enfim, acredito em mais uma vitória do havaiano na noite de hoje, dominando o combate por 3 rounds.
    Neil Magny vs Kiichi Kunimoto – Neil Magny não perde há 5 lutas no UFC, já Kunimoto não perde há 6 combates, sendo 3 pelo UFC. Magny vai tentar manter a luta em pé, mas o finalizador japonês vai querer botar pra baixo. Enfim, será um duelo de estilos interessantes. Magny pode até ser considerado o favorito e , realmente é, mas eu vou apostar na zebra, vou apostar no japonês, por finalização.

  • Tatch – TKO 4R
    Holloway – SD
    Kunimoto – SD

    Dvd – 12-5

  • Tonny Varela

    lutão !!!! menino lobo ta de parabéns, tiro na técnica a desvantagem física… masss espero que não se empolgue e volte pra categoria de baixo ,que essa realmente não é a dele .

Tags: ,